Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 12 junho, 2008

AMORIM: OS BASTIDORES DO CASO DENISE ABREU

DIRCEU, DENISE E JOSÉ APARECIDO

O que Denise Abreu e José Aparecido Nunes – aquele do “dossiê” com as entradas de teatro da Dna. Ruth na Europa e de um jantar de R$ 700 no restaurante Massimo – têm em comum ?

. Abreu e Nunes são da confiança de José Dirceu.

. O que mais ?

. Os dois montaram uma armadilha para Dilma Rousseff.

. Apenas uma armadilha.

. Nada fatal.

. Nada de derrubar Ministro ou Governo.

. Eram apenas circos que o PiG ajudou a oposição a montar.

. A oposição brasileira é um deserto de homens e idéias – e o PiG idem.

. O PiG tem o poder, como diz o professor Wanderley Guilherme dos Santos, de criar “crises”.

. O objetivo de Dirceu, porém, é outro.

. José Dirceu se transformou no escritório de lobby # 1 do Brasil.

. Roberto Teixeira é o # 2.

. O que Dirceu e Teixeira têm em comum ?

. Os dois trabalham ou trabalharam para Daniel Dantas.

. A Ministra Dilma Rousseff foi, a certa altura, contra a “BrOi”.

. Hoje, aparentemente, é a favor.

. As “armadilhas” de Denise Abreu e José Aparecido Nunes podem ser um recado a Rousseff, que sucedeu Dirceu na Casa Civil.

. Um recado singelo: ou faz a “BrOi”, ou …

. Foi nessa em que o Governo Lula se meteu.

(Paulo Henrique Amorim)

O PAÍS AVANÇA COM FILOSOFIA E SOCIOLOGIA NA ESCOLA

Mais um motivo para mostrar que o governo de Fernando Henrique (PSDB) foi realmente muito ruim. Veja que em 2001 ele vetou a inclusão de sociologia e filosofia nas escolas. Poderíamos estar mais adiantados.

Lei torna obrigatório sociologia e filosofia no ensino médio

Carolina Pimentel
Repórter da Agência Brasil

Brasília – As disciplinas de filosofia e sociologia farão parte da grade curricular das escolas de ensino médio particulares e públicas. O presidente em exercício, José Alencar, sancionou semana passada o projeto de lei que torna obrigatório o ensino das duas matérias nos três anos do ensino médio.

A lei prevê obrigatoriedade imediata das disciplinas. Mas de acordo com assessoria do Ministério da Educação, até o momento não existe prazo para as secretarias estaduais, responsáveis pela grade curricular do ensino médio, se adequarem nem estimativa de impacto financeiro ou de contratação de professores.

Em 1971, as disciplinas de filosofia e de sociologia deixaram de ser lecionadas nas salas das escolas de ensino médio por determinação da ditadura militar. Em 2001, o Congresso Nacional aprovou a inclusão das duas matérias, mas o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso vetou, segundo lembrou o presidente em exercício José Alencar. “Precisamos [dessas duas matérias] para nos facilitar o exercício e o direito à cidadania”, defendeu José Alencar.

Já o ministro da Educação, Fernando Haddad, disse que “essa lei recupera o direito fundamental de aprender no sentido amplo da palavra, no sentido de se apropriar ao mesmo tempo que se coloca crítica frente ao que se aprendeu”.

Desde 2006, o Conselho Nacional de Educação (CNE) tem resolução que torna obrigatório a filosofia e a sociologia nas escolas de ensino médio. As redes estaduais tiveram um ano para se adaptar. O parecer não determinava a implantação nas três séries do ensino médio, como prevê a nova lei.

%d blogueiros gostam disto: