Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

JÁ SABEMOS COMO MELHORAR A EDUCAÇÃO DO BRASIL

A notícia relatada abaixo é um belo exemplo de que nem sempre dinheiro é tudo em educação, assim como não é tudo em segurança. O grande valor do Ideb está em mostrar que podemos ter escolas públicas de primeiro mundo, com qualidade, mesmo com os recursos disponíveis hoje. O Ideb mostra onde está e como fazer a educação do Brasil melhorar. Basta estudar e adaptar as boas experiências de acordo com a realidade local. Mas para isso é preciso qualificar professores, gestores e, pior, políticos….

Escola com pior nota no Ideb nas séries iniciais é da capital do Pará

Amanda Cieglinski e Sabrina Craide
Repórter da Agência Brasil

Brasília – De um lado, alunos que recebem acompanhamento individual e contam com aulas de flauta, informática, inglês e capoeira no turno contrário. Do outro, um colégio que sofre com o abandono e já registrou até mesmo uma tentativa de estupro dentro da unidade. Essa é a realidade das duas escolas que registraram a melhor e a pior nota no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de 2007 (Ideb) para as séries inicias do ensino fundamental: a Escola Elisabeth Maria Cavaretto de Almeida, em Santa Fé do Sul (SP) e o colégio Ruy Paranatinga Barata, de Belém (PA).

A escola de Santa Fé, cidade com 30 mil habitantes, atende alunos da pré-escola à 4ª série do ensino fundamental. No Ideb de 2005 apresentou nota bem abaixo da média das outras unidades da rede municipal: 2,6. Em 2007, a nota foi 8,6, a maior da rede pública de ensino do país nos anos iniciais do ensino fundamental. Para a diretora do colégio, Odete Stefanoni, foi a mobilização de todos que reverteu o quadro.

“A gente não esperava, a ficha ainda não caiu. Foi uma choradeira”, conta. “Não foi um trabalho inovador, mas foi de equipe, de união. Nós tínhamos que melhorar e o diferencial foi o comprometimento”, acredita. Odete acredita que a nota baixa foi algum erro de apuração do ministério. “Mas já que a gente não ia mudar, fomos atrás para melhorar”, justifica.

Um dos princípios da escola é o atendimento individual do aluno. A escola conta com quatro professores de apoio que acompanham os estudantes com mais dificuldade. No turno contrário à aula, os alunos com baixo rendimento fazem reforço duas vezes por semana durante quatro horas. “Essas crianças são acompanhadas de perto para a gente ter esse retorno”, explica. Outro diferencial são as atividades extra-classe oferecidas como informática, dança, capoeira, canto, inglês e futsal.

Já no colégio Ruy Paranatinga Barata, em Belém, a diretora Léa Gomes Miranda, denuncia os problemas estruturais que há mais de uma década são sentidos pela instituição. Ela diz que ficou surpresa com a nota da escola, que foi 0,1. Segundo Léa, em 2006, quando ela assumiu a direção, a escola estava com o fornecimento de água e luz cortados.

6 Respostas para “JÁ SABEMOS COMO MELHORAR A EDUCAÇÃO DO BRASIL

  1. waguinho 18 agosto, 2008 às 3:30 pm

    Oi, moro no interior do meu estado”Rondônia” minha cidade é Presidente Médici.
    Conclui o segundo grau.
    A educação da minha cidade e precária, os colégios não são informatizados,
    os professores perdeu o interesse pelo aluno, e isso mesmo, a paixão de ver o seu aluno se destacando ja quase não existe mais.
    Educação e tudo, se os politicos trabalhassem mais firme na educação em um periodo medio sériamos um país do primeiro mundo. não e so agricultura, agropécuaria, é outros que vai elevar o país em busca do primeiro mundo.
    Sem uma educação de ponta, o nosso país não tera condições de qualificada os nossos filhos.
    Sonho em lutar pela minha cidade, me vejo lutando pelas pessoas menos favorecidas, temos tantos jovens capazes de ser um grande homem na vida, mas por falta de bom censo dos nossos politicos, essas mentes que estão explodindo de sabedoria precisam de apoio, de uma educação de ponta, saúde de primeiro mundo, lazer , em fim, so se importam com esses fatos e pensam nesse fatos, nos que somos de classe baixa, sem condições de estudar em faculdades particulares.
    NÃO SOU POLITÍCO É NEM PRETENDO SER.
    MAS VOU LUTAR POR UMA CIDADE MELHOR.
    SE CADA CIDADÃO LUTASSE PELO SEU DIREITO, O NOSSO PAÍS SERIA BEM DIFERENTE.

    Curtir

  2. Júlio Trombetta 24 outubro, 2008 às 11:16 am

    Acho que o Brasil deve investir mais em educação pois acho que é um dos únicos modos de nosso país evoluir e sair dessa @#$@# que está hoje.

    Curtir

  3. evangelina 14 janeiro, 2009 às 1:56 pm

    É um absurdo o que estão fazendo com a educação no nosso País, o governo decide fazer a tal progressão continuada, as crianças não têm motivação nenhuma para estudar nem para passar de ano, pois de qualquer jeito elas vão passar. Meu filho estuda em escola pública, e ele se tornou totalmente desinteressado pelo estudo, isto já no antigo Ginásio, e agora no Colegial está tendo muitas dificuldades, e pra ajudar não se repete também no Colegial, eles ficam em DP (como os universitários), e no ano seguinte, têm que estudar de manhã e à noite pra fazer a DP.
    Quero dizer que tudo isto é ridículo, as matérias que eles não conseguem nota tem que ser recuperadas dentro do próprio ano letivo, ou no decorrer do ano ou no fim ano letivo. Isto tudo é ridículo, eles mudam tudo neste País, lógico que pra pior, num país onde os governantes só pensam em encher o bolso não poderia ser diferente, botam todo o dinheiro no bolso e outros que se danem, e os professores ficam ganhando muito pouco enquanto aqueles que deveriam governar com dignidade esta Nação recebem um salário que daria para pagar bem muitos professores!
    E pior não cumprem (com raras, muito raras exceções) o papel de representante do povo, que é governar com justiça e dignidade.
    Necessitamos com urgência que os nossos governantes, e com muito mais responsabilidade os responsáveis: Ministros da Educação e Secretários da Educação tomem uma atitude de retorno ao melhor na educação, pois tudo isto que vocês estão estragando hoje vai refletir (já está refletindo), mas numa proporção muito muito maior daqui alguns anos. Os seus filhos que estudaram todos em escola particular também vão colher os frutos destes desmandos, ou vocês acham que só os pobres vão arcar com estas consequências?
    Não precisamos de ninguém que nos conduza ao pior, ou os nossos ministros e secretários não têm esta capacidade, me desculpe então não deveriam estar nestes cargos; e precisamos urgente de mais interesse dos professores pelo crescimento do aluno, que sejam mais exigentes, pois desde que estão na sala de aula faça bem feito o que se propuseram a fazer, sou totalmente a favor que tenham salários melhor e capacitação, pois vocês são os responsáveis pela alfabetização do nosso país, a dedicação de vocês é muito importante pra nós.
    NECESSITAMOS MUITO DE ATITUDES DIGNAS DE NOSSOS GOVERNANTES.

    Curtir

  4. tatiane 27 abril, 2009 às 5:05 pm

    enquanto os riquinhos estudam em melhores escolas..as crianças carentes não recebem o que mercem..por isso q o mundo esta essa desordem..!

    Curtir

  5. Marcione 1 julho, 2009 às 10:58 am

    É preciso que os professores não se deixem levar por essa aposentadoria atecipada que é aprovar o aluno de ano e mandá-lo pra frente. Na minha escola professor bom é aquele que tem índice maximo de aprovações, mesmo que ele tennha que dar nota 10 pelo aluno escrever o próprio nome corretamente. Eu me sinto triste, as vezes até depressiva, mas fazer o que se o outro lado que são os pais concordam com essa prática, só pra ver o filho passar de ano. Só que não percebem que esses filhos ficaram no armário do desemprego por anos ,ou, aumentando o número de serviçais
    dos mais favorecidos.

    Curtir

  6. priscila nascimento 18 setembro, 2009 às 11:05 am

    priscila nascimento Disse: O seu comentário está aguardando moderação.
    18 Setembro, 2009 às 11:02 am | Responder
    Venho aqui relatar o inferno que virou minha vida e a vida de meus 3 filhos devido algumas pessoinhas maldosas ,pena que que a maioria da população uma maioria omissa e individualista alimenta essa mal,pois so passam a se envolver ou se preocupar quando o problema lhes atinjam diretamente, enquanto for dos outros que se dane.

    Priscila Ap do Nascimento para nenecasanguebom
    mostrar detalhes 11:18 (23 horas atrás)
    Desde 2003 quando meu filho foi constrangido na escola municipal de
    Itupeva, tentei solucionar o problema mas devido a envolvimentos
    políticos sofri varias perseguições. Fui obrigada a fazer gravações
    tanto da aula do meu filho quanto das conversas junto aos conselheiros
    tutelares. Mudei de cidade para tentar sanar o problema mas de nada
    adiantou. Acabei recorrendo a corregedoria do Fórum Central de São
    Paulo denunciar a prevaricação e abuso de poder dos órgãos competentes
    direcionados
    a infância e juventude e ontem, recebi uma intimação para comparecer
    ao fórum no dia 13/10/2008 para tentar solucionar o meu problema, pois
    vou apenas citar um paragrafo do processo arquivado onde a psicologa
    do fórum diz o seguinte a respeito do meu filho quando tinha apenas 6
    anos de idade: “o menor Leonardo sofre de um processo de simbiose com
    a genitora, isso poderá ocasionar um distúrbio mental e sexual no mesmo”
    Ora, como uma psicologa em uma conversa de no máximo 15 minutos pode
    avaliar que uma criança poderá vir a se tornar homossexual no futuro?
    E que o fosse,
    seria uma opção de vida dele. Esse é apenas um dos absurdos que ouvi
    durantes os anos que se passaram. Tenho provas documentadas e
    gravadas, e inclusive em uma das gravações o promotor Mauro Vaz diz
    que não é obrigado a atender a qualquer pessoa ,que ele atende a quem
    ele quer, que não é obrigado a atender a qualquer um do publico.
    Quanto as gravações , mostram que o poder público se exime em atender
    apenas pessoas que lhe convém. Assumo que fiz gravações sem autorização
    judicial, pois não tenho medo uma vez que acho um absurdo ser ilegal,
    pois era o único meio de um cidadão de bem sem poder aquisitivo
    ou autoridade, para provar que é vitima e não réu, já que temos a tão
    famosa lei de desacato a autoridade e muitos se acobertam em cima desta lei.

    Por favor, gostaria de tornar publico meu problema, visto que nesses
    últimos dias tem se passado varias irregularidade dentro dos conselhos
    tutelares do estado.

    Complementando, após minha denúncia junto ao fórum central, marcaram
    uma audiência de verificação do menor. O Juiz responsável pelo caso
    tirou férias. Nem eu nem minha advogada tivemos acesso ao processo. Na
    audiência, ao invés do excelentíssimo Thiago Mendez Leite do Canto
    se direcionar ao problema do
    menor, ele entrou indagando se eu estava descontente com a justiça de
    Jundiaí. Tentou provocar minha ira para forjar um desacato, mas mesmo
    assim, deu voz de prisão a meu pedido, uma vez que questionou que era
    crime meu filho estar fora da escola.

    Tenho todas as gravações, pois é muito complicado contar aqui. Fui
    presa na frente de meu filho, o qual ficou chorando. O Juiz disse que
    daria a guarda para o pai que disse que não queria. Saí da audiência
    presa e o caso do meu filho mais uma vez não foi resolvido por
    incapacidade da justiça da comarca de Jundiaí e a denuncia abaixo
    protocolada voltou para as mãos do excelentíssimo Juiz auxiliar da
    Corregedoria Raul Khairallah de Oliveira e Silva , sendo que o mesmo
    já havia dado uma devolutiva ao juiz da vara da infância de Jundiaí
    Jefferson Barbin Torelli com a seguinte conclusão: Na data de 01.10.08
    trata-se de questão restrita a esfera jurisdicional e nada há que
    autorize qualquer interferência por parte desta corregedoria geral
    aproveito a oportunidade para apresentar a vossa excelência os
    protestos de minha perfeita estima e distinta consideração. Fato este
    que não entendi ao indagar no cartório do Palácio da Justiça o porque
    a minha denuncia contra os magistrados havia voltado para lá uma vez
    que não era da competência daquele orgão receber denuncia de
    magistrados após ter sido orientada pelo próprio diretor do mesmo que
    acabou sendo transferido nessa ultima sexta-feira 21.11.08 e todos os
    fatos citados acima estão gravados desde a aula do meu filho até a
    conversa com o diretor do cartória ,provas estas que me fora cerceada
    dentro da lei 9296-96.
    Tenho protocolado uma denuncia feita a corregedoria geral da justiça
    na data de 16/10 de 2008, GAB 3-APOIO 2008/00096750 Excelentíssimo Rui
    Camilo

    entre no yuotube com a palavra denuncia promotor mauro vaz e depois
    click para ver todos abraços

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: