Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 5 novembro, 2008

NASSIF: CASO IVO CASSOL E REVISTA VEJA; JORNALISMO NO FUNDO DO POÇO

Veja abaixo texto de luis Nassif sobre a relação entre Ivo Cassol e a revista Veja.

A cassação de Cassol

Ivo Cassol é um dos mais polêmicos governadores do país. Pairam sobre ele acusações diversas. Agora, acaba de ter seu mandato suspenso:

Ivo Casso, um governador submerso em graves denúncias

Ivo Cassol, um governador submerso em graves denúncias

Cassol tem mandato cassado sob suspeita de compra de voto

MATHEUS PICHONELLI
DA AGÊNCIA FOLHA

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de Rondônia acatou o pedido de cassação do mandato do governador Ivo Cassol (sem partido), sob a suspeita de compra de votos na campanha de 2006, quando ele foi reeleito pelo PPS.

Por meio de sua assessoria, Cassol afirmou que está tranqüilo por ser inocente e disse que irá recorrer ao TSE.
A relatora do processo, a desembargadora Ivanira Feitosa Borges, também ordenou a realização de nova eleição para governador para o dia 14 de dezembro.

Cassol é acusado de ser beneficiário de um esquema de oferecimento de vantagem a empregados da empresa Rocha Segurança e Vigilância Ltda, pertencente a um irmão do senador Expedido Júnior (PR-RO), também cassado ontem pelo TRE.

Lembro que Cassol e aliou à revista Veja para assassinar a reputação de um bravo procurador da República que procurava enfrentá-lo nos confins do Brasil.

Foi um assassinato programado e a sangue frio. A revista publicou o que Cassol lhe enviou, não deu oportunidade ao procurador para fazer sua defesa. E o material publicado foi utilizado dias depois em uma sessao especial do Senado. Tudo concatenado. Entre a civilização e a barbárie, a revista ficou com a barbárie. E nem concedeu direito de resposta ao Procurador.

A história de mais um crime de imprensa pode ser lida aqui “O caso Ivo Cassol”. (Luis Nassif)

EDUCAÇÃO POLÍTICA É VOCÊ QUEM FAZ: EM OUTUBRO, SITE ATINGE 13.313 ACESSOS

O site Educação Política atingiu 13.313 acessos no mês de outubro. Um recorde nos seis meses de existência.

Veja o número de acessos nos últmos três meses:

agosto: 5.029 acessos

setembro: 12.152 acessos

outubro: 12.313 acessos

Nos seis meses também recebemos 227 comentários de internautas que nos ajudam a construir esse espaço de comunicação. Veja alguns dos bons comentários.

polloko

legal seu blog…interesante.e informativo….parabens (Y)

http://polloko.wordpress.com/

Desde ÓTIMA NOTÍCIA: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO QUER ENSINO OBRIGATÓRIO DOS 4 AOS 17 ANOS,

jose luiz

Gilmar Mendes é um demagogo e protetor de tudo que é mal ou nocivo à ética. É um câncer deixado pelo FHC! Isso que FHC fez para o Brasil é imperdoável. É plenamente visível a simpatia desse ministro a tudo que é criminoso. Veja que agora ele também é a favor dos traficantes de armas, pois esse ministro criminoso fez que tornasse afiançável o porte e tráfico de armas de qualquer calibre que for.

Desde SERÁ QUE A GRANDE MÍDIA VAI REPERCUTIR MATÉRIA DA CARTA CAPITAL SOBRE GILMAR MENDES?,

Luís Mello

“As editoras deixaram de pagar R$ 160 milhões ao governo quando ficaram livres dos impostos”

E mesmo assim os livros continuam muito caros! O programa somente serviu para aumentar o lucro das editoras – como todo programa de “incentivo” industrial no Brasil.

Desde FUNDO PARA INCENTIVAR A LEITURA ESTÁ PARADO HÁ QUATRO ANOS,

Odete

O descaso e o desmando do des-Governo Serra, continua. Só que, agora, ele não tem mais como “culpar” os partidos políticos, nem os sindicatos, por sua péssima administração (?); então, a estratégia agora é OMISSÃO DOS FATOS!

É impressionante, mas, é um fato verdadeiro: a mídia paulista está articulada com a candidatura de Serra pra 2010, e AS EMISSORAS DE TV NÃO MOSTRARAM EM SÃO PAULO, as manifestações dos policiais na Sé. Ele só mostraram no interior:

http://www.tvtribuna.com/videos/default.asp?idVideo=19018

Agora, a pergunta que não quer calar: ESTA NOTÍCIA NÃO É IMPORTANTE, PARA O POVO DA CAPITAL DE SÃO PAULO????

Isto não é de utilidade pública??? Como um Governador pode ser blindado a ponto de prejudicar uma população inteira???

Onde está o caráter, a ética e o profissionalismo destas emissoras de TV???

Agora sim, isto virou uma questão POLÍTICA E SINDICAL, pois serão os únicos que poderão intervir nesta questão, ou não???

Espero que a mìdia alternativa DENUNCIE ESTE ABUSO!

Quanto ao sequestro, vale ver este vídeo, onde um instrutor brasileiro da SWAT, diz abertamente que, O COMANDO DAS NEGOCIAÇÕES FOI ALTERADO PELO DESGOVERNADOR SERRA, e a partir daí tudo poderia acontecer:

http://video.globo.com/Videos/Player/Entretenimento/0,,GIM900195-7822-INSTRUTOR+DA+SWAT+CULPA+COMANDANTE,00.html

Vale, também, lembrar que o sequestrador deixou muito claro: SE A POLÍCIA INVADISSE ELE ATIRARIA EM ELOÁ!

Agora, esta mídia nojenta, continua blindando o des-governador, e ataca frontalmente a família da vítima.

Estou (estamos) enojada!

abraços!

Odete Soares

Desde CASO DO SEQUESTRO DE ELOÁ E GREVE DA POLÍCIA CIVIL: É ASSIM QUE SERRA VAI GOVERNAR O BRASIL EM 2010?,

MULHERES COBRAM DO GOVERNO AÇÕES NA SAÚDE E CONTRA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Feministas querem mais verba orçamentária para programas destinados à mulher

Da Agência Brasil

Brasília – O fortalecimento de ações voltadas para o combate à violência doméstica, para a saúde da população negra e o 2º Plano Nacional de Políticas para as Mulheres (PNPM) estão entre as principais reivindicações contidas no documento que o Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfemea) entregou à bancada feminina da Câmara. O documento contém sugestões de emendas ao Projeto de Lei Orçamentária Anual  2009.

Segundo a autora do estudo, a economista Gilda Cabral, 36 programas que integram o Orçamento Mulher na Lei Orçamentária 2009 tiveram verbas reduzidas. “É um elenco de ações que o governo diz que é ótimo,  faz campanha na televisão, mas na hora do Orçamento não tem dinheiro”, conta.

Em entrevista hoje (5) ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional, Gilda reclama que ainda há ações importantes para a promoção da Lei Maria da Penha e da igualdade que não começaram sequer a ser executadas.

“Você chega no fim do ano e o governo não executou nem 60% do orçamento autorizado. Não dá para em um mês implantar um bem estar tão importante da população”, explica.

Para Gilda, o orçamento não é só coisa de economista. A população pode e deve participar ativamente

Leia também no Educação Política:

CASO ELOÁ: MORTE DA GAROTA É MAIS CULTURAL DO QUE PASSIONAL. SE MULHERES NÃO REAGEM, SITUAÇÃO DO BRASIL NÃO MUDA

EU QUERO VER A RAINHA É BELEZA, INTELIGÊNCIA E SENSIBILIDADE SOCIAL NUM ÚNICO ATO

É NECESSÁRIO UM CONTROLE NA PUBLICIDADE DE BEBIDAS ALCOÓLICAS

MPF vai à Justiça para que cervejarias indenizem a população por danos à saúde

Marco Antônio Soalheiro
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Uma ação civil pública ajuizada hoje (28) pelo Ministério Público Federal (MPF) em São José dos Campos (SP) contra as empresas de cervejaria Ambev, Schincariol e Femsa pediu indenização pelo aumento dos danos causados pelo consumo de cerveja e chopp.

O pedido de indenização pelo crescimento dos danos causados pelo consumo de bebida alcoólica é estimado na ação em cerca de R$ 2,8 bilhões. A indenização foi calculada com base em gastos federais no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e despesas previdenciárias, em razão de doenças ou lesões diretamente relacionadas com o consumo de álcool.

As bases que sustentam a ação são apurações do próprio MPF, somadas a pesquisas e textos científicos nacionais e estrangeiros. Dados da Unifesp e do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), por exemplo, revelam que o consumo de álcool é responsável por mais de 10% de doenças e mortes no país, provoca 60% dos acidentes de trânsito e leva 65% dos estudantes de 1º e 2º graus à ingestão precoce.

Segundo o procurador da República Fernando Lacerda Dias, as três empresas acionadas respondem por 90% do mercado cervejeiro nacional, com quase R$ 1 bilhão investido em publicidade, segundo dados de 2007. Há pesquisas que apontam a forte influência publicitária, por exemplo, na maioria dos adolescentes.

“Essas ações agressivas de publicidade refletem diretamente no aumento do consumo de álcool pela sociedade e na precocidade do consumo. Os jovens começam a beber cada vez mais e mais cedo”, criticou Dias. Para o MPF, as empresas devem ser condenadas a investir em prevenção e tratamento dos malefícios do consumo de álcool o mesmo valor pago em publicidade de cerveja e chopp.

Procuradores sustentam que, enquanto o SUS gastou, entre 2002 e 2006, aproximadamente R$ 37 milhões com tratamento de dependentes de álcool (e outras drogas) em unidades extra-hospitalares e mais R$ 4 milhões com internações, a indústria de cervejas no Brasil gasta mais de R$ 700 milhões por ano em publicidade.

%d blogueiros gostam disto: