Categorias
NOTÍCIA

MULHERES COBRAM DO GOVERNO AÇÕES NA SAÚDE E CONTRA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Feministas querem mais verba orçamentária para programas destinados à mulher

Da Agência Brasil

Brasília – O fortalecimento de ações voltadas para o combate à violência doméstica, para a saúde da população negra e o 2º Plano Nacional de Políticas para as Mulheres (PNPM) estão entre as principais reivindicações contidas no documento que o Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfemea) entregou à bancada feminina da Câmara. O documento contém sugestões de emendas ao Projeto de Lei Orçamentária Anual  2009.

Segundo a autora do estudo, a economista Gilda Cabral, 36 programas que integram o Orçamento Mulher na Lei Orçamentária 2009 tiveram verbas reduzidas. “É um elenco de ações que o governo diz que é ótimo,  faz campanha na televisão, mas na hora do Orçamento não tem dinheiro”, conta.

Em entrevista hoje (5) ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional, Gilda reclama que ainda há ações importantes para a promoção da Lei Maria da Penha e da igualdade que não começaram sequer a ser executadas.

“Você chega no fim do ano e o governo não executou nem 60% do orçamento autorizado. Não dá para em um mês implantar um bem estar tão importante da população”, explica.

Para Gilda, o orçamento não é só coisa de economista. A população pode e deve participar ativamente

Leia também no Educação Política:

CASO ELOÁ: MORTE DA GAROTA É MAIS CULTURAL DO QUE PASSIONAL. SE MULHERES NÃO REAGEM, SITUAÇÃO DO BRASIL NÃO MUDA

EU QUERO VER A RAINHA É BELEZA, INTELIGÊNCIA E SENSIBILIDADE SOCIAL NUM ÚNICO ATO

Por glaucocortez

Blog Educação Política

1 resposta em “MULHERES COBRAM DO GOVERNO AÇÕES NA SAÚDE E CONTRA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA”

Comentários encerrados.