Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 18 dezembro, 2008

FERNANDO MEIRELLES QUE SE CUIDE, A REVISTA VEJA NÃO DEVE PERDOÁ-LO POR ENTREGAR SEU PRÊMIO AO JUIZ FAUSTO DE SANCTIS

Meirelles repassa troféu a juiz De Sanctis

Claudio Leal/Terra Magazine

Cineasta mandou recado à revista Veja

Cineasta mandou recado à revista Veja

O cineasta Fernando Meirelles, diretor de Ensaio sobre a cegueira, realizou uma premiação particular e inabitual ao juiz da 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo, Fausto de Sanctis, que condenou o banqueiro Daniel Dantas a 10 anos de prisão por corrupção ativa.

Vencedor do prêmio “Paulistanos do Ano 2008”, da Veja São Paulo, Meirelles repassou o troféu ao magistrado por achar que havia um paulistano que merecia a homenagem mais do que ele. A notícia foi antecipada pela coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo desta quinta, 18. Em cima da placa, Meirelles colou um papel: “Fausto De Sanctis/ O Homem!”.

Em novembro, De Sanctis recusou a promoção à vaga de desembargador do Tribunal Regional Federal da 3ª Região. Permaneceu no caso Dantas e condenou o banqueiro por tentativa de suborno ao delegado Vitor Hugo Alves, da Polícia Federal.

O cineasta foi procurado por Terra Magazine, mas se encontra em Dubai, onde divulga Ensaio. Na carta a De Sanctis, ele diz se orgulhar da “capacidade de resistir às pressões” do presenteado.

Fernando Meirelles que se prepare e leia o que Nassif escreveu sobre os assassinatos de reputação da revista Veja. A revista Veja é conhecida pela distribuição (não é venda) de 1 milhão de exemplares e por criticar as melhores escolas particulares do país. Por quê? Por que essas escolas fazem os alunos pensarem. E isso deve ser muito ruim para a revista.

Leia também no Educação Política:

NASSIF: CASO IVO CASSOL E REVISTA VEJA; JORNALISMO NO FUNDO DO POÇO
QUENTÍSSIMO: MAIS UM CAPÍTULO DO JORNALISMO EXCÊNTRICO DA VEJA
MAINARDI PROCESSA MAIS UMA VEZ NASSIF; VEJA NÃO GOSTA DE LIBERDADE DE IMPRENSA… DOS OUTROS
MAINARDI E VEJA SÃO ACUSADOS DE PERTENCER À ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA DE DANTAS

“QUEM TEM FOME DE EDUCAÇÃO TEM PRESSA”

Para AGU e educadores, piso salarial é fundamental para melhoria da educação

Marco Antonio Soalheiro e Amanda Cieglinski
Repórteres da Agência Brasil

Brasília – Em resposta aos argumentos apresentados pelos estados que questionam a lei que instituiu o piso salarial dos professores, a Advocacia-Geral da União (AGU) e os advogados de entidades representativas da classe ressaltaram hoje (17), durante julgamento no Supremo  Tribunal Federal (STF), que a valorização do professor é fundamental para a melhoria do sistema educacional do país e deve começar desde já.

“A educação do país tem um déficit e precisa ser melhorada. A valorização do professor por meio de uma remuneração digna passa por essa proposta”, afirmou o advogado-geral da União, José Antonio Dias Toffoli.

Ele lembrou ainda que o piso está  previsto na lei que criou o Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e que a União poderá destinar recursos aos estados que não conseguirem, com os próprios recursos, arcar com o valor do novo piso.

Em nome da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), o advogado Roberto Figueiredo Caldas assinalou que a ação direta de inconstitucionalidade (Adin) ajuizada pelos governadores foi uma manobra para adiar a implementação efetiva do piso, previsto para entrar em vigor a partir de 1º de janeiro de 2009.

“Quem tem fome de educação tem pressa. Não há porque se postergar a aplicação do piso. Essa pretensão esbarra em normas constitucionais”, disse Caldas.

Leia também no Educação Política:

PROFESSOR RELATA SITUAÇÃO DA EDUCAÇÃO EM ARARAQUARA, ESTADO DE SÃO PAULO

CONTAS DAS ASSOCIAÇÕES DE PAIS E MESTRES (APM) PODERIAM ESTAR ON LINE, MAS A ESPECIALIDADE DE JOSÉ SERRA É A MAQUIAGEM

LEITORA RELATA SITUAÇÃO DEPLORÁVEL DA EDUCAÇÃO NO INTERIOR DE SÃO PAULO

OLHA A DECLARAÇÃO DA SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO

%d blogueiros gostam disto: