Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 22 janeiro, 2009

GOVERNO QUER TROCAR GELADEIRA PARA ESTIMULAR CONSUMO E ECONOMIA DE ENERGIA ELÉTRICA

Programa do governo estimulará troca de geladeiras velhas por novas

Pedro Peduzzi
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O governo está preparando um programa que pretende tirar de circulação milhares de geladeiras velhas, de forma a diminuir o consumo de energia e estimular o setor de eletrodomésticos, prejudicado pela crise financeira internacional.

A idéia apresentada hoje (22) pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, é criar um mecanismo de bônus-desconto para quem deseja trocar a velha geladeira por uma nova.

“Esse programa estava sendo discutido antes da crise, quando ainda se falava da possibilidade de um novo apagão, há cerca de um ano atrás. Como 80% do programa era baseado na redução de energia, decidimos que era melhor desenvolvermos de forma conjunta com o Ministério de Minas e Energia (MME)”, informou Miguel Jorge, em entrevista à Agência Brasil.O bônus e o financiamento para a compra de uma nova geladeira podem, segundo o ministro, ser baseados no conceito do programa Computador para Todos, que facilitou o acesso de camadas mais pobres da população à informática. O ministro estima que, em termos gerais, o programa resultará numa economia equivalente ao que é gerado de energia por uma turbina da Hidrelétrica de Itaipu – em 2008 cada turbina gerou, em média, 5,26 gigawatts/hora, ou o equivalente ao consumo de energia elétrica durante seis meses na cidade de Campinas, em São Paulo. A inspiração para o projeto veio durante uma visita que o ministro fez a Cuba.

“Pensei que seria interessante fazer algo similar no Brasil, porque aqui é muito comum comprar uma nova e deixar a outra consumindo energia em garagens ou churrasqueiras, o que é um problema para o país, bem como o gás CFC presente nos modelos antigos. Ele é altamente danoso à camada de ozônio e precisa passar por um processo químico antes de ser liberado para a atmosfera”, argumentou.

Miguel Jorge explica que a loja responsável pela entrega da nova geladeira ficará encarregada de levar a velha para um ponto de reciclagem, para ser desmontada. “E depois de retirar o plástico, a empresa pode até transformar o que resta do eletrodoméstico em sucata de aço para ser enviada à siderúrgica”, sugeriu.

Leia Também em Educação Política:

ENERGIA EÓLICA E SOLAR: O BRASIL PRECISA INVESTIR AGORA PARA TER TRANQUILIDADE NO FUTURO

PREFEITOS QUEREM CRIAR UMA ZONA FRANCA NO SEMI-ÁRIDO DO NORDESTE

BRASIL PRECISA ESTABELECER MAIS CONCORRÊNCIA ENTRE OPERADORAS DE TELEFONIA FIXA

PORTUGAL SE PREPARA PARA REVOLUCIONAR A INTERNET BANDA LARGA

TRABALHO ESCRAVO CONTINUA ATÉ COM `LISTA SUJA´ PRODUZIDA PELO GOVERNO FEDERAL

%d blogueiros gostam disto: