Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 25 janeiro, 2009

CRIANÇAS INVISÍVEIS (ALL THE INVISIBLE CHILDREN) É UMA POEMA DRAMÁTICO DA SITUAÇÃO DA INFÂNCIA NO MUNDO MODERNO

Cena do forte e terrivel curta de Spike Lee

Cena do forte e terrível curta de Spike Lee

O filme Crianças Invisíveis (All the Invisible Children, 2005)  reúne oito diretores em uma dramática e sensível tradução da infância neste mundo contemporâneo que alguns (bem remunerados) julgam ser o melhor dos mundos e por isso se calam.

Diretores de vários países, inclusive Brasil com Kátia Lund, narram formas de uma infância que foi abandonada a própria sorte. Uma realidade muito presente no Brasil, mas parece ser uma epidemia mundial. Uma infância que não tem tempo para brincadeiras, mas vive a realidade do adulto como se fosse criança. Um mundo dúbio e insano entre sobreviver e viver.

Apesar de histórias diferentes, há uma unidade nos oito curtas, que mantém a qualidade cinematográfica: os curtas tentam fugir de estereótipos e clichês para poder ver melhor.

É preciso ter coragem para encarar a inf ância que cresceu sem seu tempo.

Leia também em Educação Política:

PARADISE NOW É UM BELO FILME EM TEMPOS DE GUERRA ISRAELENSE EM GAZA

PARADISE NOW É UM BELO FILME EM TEMPOS DE GUERRA ISRAELENSE EM GAZA

TEATRO RÁ TIM BUM, DA TV CULTURA, CONSEGUE UNIR LINGUAGEM DO TEATRO E DA TELEVISÃO

NA NATUREZA SELVAGEM VALORIZA RAZÃO INSTRUMENTAL

DOCES PODERES: A CONSCIÊNCIA DOS JORNALISTAS

%d blogueiros gostam disto: