Categorias
NOTÍCIA

CEARÁ SAI NA FRENTE DE OUTROS ESTADOS BRASILEIROS E IMPLANTA BANDA LARGA COM CAPACIDADE PARA ATINGIR 80% DA POPULAÇÃO


Mapa do cinturão digital cearense
Mapa do cinturão digital cearense

ETICE – Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará/ Helenira Cartaxo

Com investimentos do Banco Mundial e verba de emendas da bancada federal do Ceará para o orçamento (LDO) da União de 2008, o Governo do Estado garante a execução do projeto Cinturão Digital. “O Cinturão Digital do Ceará é a infra-estrutura necessária para dar aos cearenses, acesso em banda larga aos serviços digitais”, define Fernando de Carvalho Gomes, presidente da Empresa de Tecnologia da Informação (Etice), vinculada à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag).

O Governo do Ceará elegeu como um dos projetos estratégicos a criação de infra-estrutura própria de fibras ópticas, com o objetivo de prover acesso por banda larga nas principais cidades do Estado, com cobertura inicial de 82% da população. “O acesso da população a serviços digitais, como internet, videoconferência, TV Digital, telefonia celular, etc., é ferramenta indispensável para o desenvolvimento econômico do Estado”, disse Fernando Carvalho.

A Etice tem conduzido o projeto e já começa a licitar equipamentos e serviços do Cinturão Digital, informa Carvalho.”Apenas cinco cidades cearenses dispõem de internet numa velocidade razoável (512kbps). Para ter internet em casa o usuário paga, em média, R$ 130,00 mensais por 1Mbps, e, para o Governo, esse valor vai para R$ 1.200,00/mês. Com o projeto pretendemos levar a internet banda larga com a velocidade de 30Mbps, através da fibra óptica”, observa o presidente da Etice.

Conforme Fernando Carvalho, apenas 4% dos cearenses possuem acesso à rede, quantidade bem inferior à média brasileira: 11%. “O quadro demanda rápida ação do Governo, visando prover acesso de qualidade a todos, pois muito mais do que levar internet àqueles que não têm chance de acessá-la, o Projeto busca a inclusão digital e social dos indivíduos que não podem pagar pelo serviço. O que faltava era infra-estrutura no Estado, isso não será mais problema”, afirma. “Sabemos que a infra-estrutura é apenas o começo, o projeto é ambicioso.

Mais de 80% de população urbana do Estado deve estar coberta até o fim de 2009, conectando escolas, órgãos públicos e favorecendo o ambiente de negócios nas empresas”, disse Fernando Carvalho. Um anel de 3.000 Km de fibras ligará as cidades de Fortaleza, Milagres, Tauá e Sobral. A partir dessa infra-estrutura, 25 pontos serão conectados por meio de ramificações de fibras.

A distribuição do acesso se dará através da tecnologia Wimax, que fornece ligações de até 70 Mbps, em cada município. “Para efeito de comparação, todos os órgãos do Governo hoje compartilham conexão de apenas 16 Mbps”, ressalta Carvalho. A alta velocidade permitirá não só o acesso à internet, mas também vídeo-conferência, telefonia celular, telefonia IP (Skype) e até TV Digital (IPTV).

Em Fortaleza, o Cinturão Digital se integrará com a rede metropolitana Gigafor, utilizando infra-estrutura do MCT, já existente, permitindo o acesso dos órgãos do Governo com velocidade de até 2 Gbps. “A meta para 2008 é a ligação de todos os órgãos e escolas públicas, assim como de parte da população, notadamente aqueles que não podem pagar pelo acesso. A manutenção dessa estrutura será efetuada por empresas interessadas em prover serviços, garantindo assim sua continuidade”, afirma Carvalho. O Cinturão Digital do Estado integrará outros projetos do Governo.

Leia também em Educação Política:

GOVERNADOR DE SÃO PAULO, JOSÉ SERRA, MANDA FECHAR BLOG QUE MOSTRA O CAOS NA POLÍCIA DE SÃO PAULO

GOVERNO LULA DEVE INVESTIR PESADO EM TRANSMISSÃO DE DADOS PARA ACABAR COM A AZIA DA MÍDIA; INTERNET É O MELHOR ANTIÁCIDO
PORTUGAL SE PREPARA PARA REVOLUCIONAR A INTERNET BANDA LARGA
SERIA UMA ÓTIMA NOTÍCIA A TELEBRÁS CONCORRER COM AS EMPRESAS PRIVADAS NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE INTERNET
INTERNET BANDA LARGA NO BRASIL ENTRE AS PIORES E MAIS CARAS DO MUNDO