Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

PORTO ALEGRE (RS) INVESTE EM INTERNET BANDA LARGA E PREFEITURA ECONOMIZA R$ 8 MILHÕES EM 2008 COM TELEFONIA

Porto Alegre se destaca entre as capitais digitais do país

Alana Gandra
Repórter da Agência Brasil

Mapa digital de Porto Alegre

Mapa digital de Porto Alegre

Rio de Janeiro – O futuro ranking das cidades digitais brasileiras, que será identificado pelo  primeiro censo do setor,  poderá ser liderado pela capital gaúcha, avaliou entrevista à Agência Brasil o diretor-presidente da Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação de Porto Alegre (Procempa), André Imar Kulczynski. Ele preside também a Associação Brasileira de Entidades Municipais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abemtic).

“Porto Alegre pode ser considerada, entre as capitais brasileiras, uma capital privilegiada nesse aspecto”, disse Kulczynski. Para isso contribui o fato de haver no município uma empresa responsável por traçar  a política pública do setor. Além disso, a cidade possui uma infovia própria. A administração do município tem  uma rede de fibra óptica de 400 quilômetros de extensão.

Toda a cidade está coberta  por uma rede wireless (sem fio). “Temos 12 torres que permitem a cobertura de toda a cidade. Temos todas as escolas do município em banda larga”. Os postos de saúde  da capital do Rio Grande do Sul iniciarão esse processo este ano, visando a chegar até 2010  totalmente integrados.

Kulczynski revelou que ambientes públicos em Porto Alegre, como praças e parques, oferecem internet livre e gratuita para seus freqüentadores. A prefeitura  defende essa tese e quer esse conceito permeado na cidade, informou. Para os próximos meses, está prevista a expansão desses pontos.

O presidente da Procempa afirmou que,  mesmo com a multiplicidade de ofertas de banda larga das operadoras, “o Poder Público está investindo e colocando em ambientes públicos o acesso livre e gratuito à internet”.

O governo municipal se preocupa também  em capacitar a população  para o uso das tecnologias, com destaque para a internet.  Os centros de capacitação digital oferecem  vários cursos gratuitos, inclusive com segmentação para portadores de deficiências, pessoas acima de 60 anos ou maiores de 12 anos.

Kulczynski sublinhou que os 40 telecentros públicos, da mesma maneira que ocorre com as escolas,  estão equipados com computadores novos, não reciclados. Os aparelhos velhos, graças à parceria com a Pontifícia Universidade Católica (PUC), são recuperados e doados a organizações-não governamentais. “Ou seja, se está dando condições de fazer, efetivamente, inclusão digital”.

O presidente da Procempa  explicou que o processo de  construção da infovia e de capilarização de redes de oferta foi iniciado em Porto Alegre no ano 2000. “E essa estrada toda de experiência nos coloca como a primeira capital digital do país”. Kulczynski ressaltou, contudo, que existe muita coisa ainda a ser feita.

Atualmente, 70% das estruturas de governo estão ligadas a uma rede própria. “A idéia agora é concluir o restante”. Está sendo efetuado também um trabalho de modernização das secretarias, com revisão de processos e introdução de programas de qualidade na gestão, com adoção de novas tecnologias.

Por se tratar de uma empresa de telecomunicação, a Procempa assumiu toda a telefonia da rede pública, que engloba mais de sete mil terminais. “Não há hoje nenhum terminal telefônico na rede do município que seja administrado pela operadora”. A economia  obtida em 2008, somente com redução da tarifa telefônica, superou R$ 8 milhões, disse Kulczynski.

O governo municipal pretende elevar a oferta de terminais de auto-atendimento nos centros administrativos e locais públicos para acesso da população, bem como ampliar o número de centros de capacitação digital através de parcerias com a iniciativa privada. Ainda este ano, dentro da proposta de uma nova concepção de governo eletrônico no que se refere ao governo cidadão,  a prefeitura quer disponibilizar um novo portal específico de serviços. Nele, a população  encontrará  reunidos todos os dados que hoje  estão dispersos nas várias secretarias. “Nós vamos fazer um repositório no portal de serviços”. A  proposta deverá ser apresentada em março próximo ao colegiado das secretarias.

Leia também em Educação Política:

CEARÁ SAI NA FRENTE DE OUTROS ESTADOS BRASILEIROS E IMPLANTA BANDA LARGA COM CAPACIDADE PARA ATINGIR 80% DA POPULAÇÃO

GOVERNO LULA DEVE INVESTIR PESADO EM TRANSMISSÃO DE DADOS PARA ACABAR COM A AZIA DA MÍDIA; INTERNET É O MELHOR ANTIÁCIDO

PORTUGAL SE PREPARA PARA REVOLUCIONAR A INTERNET BANDA LARGA

INTERNET BANDA LARGA NO BRASIL ENTRE AS PIORES E MAIS CARAS DO MUNDO

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: