Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

FARINHA DE SOJA E MILHO CRIADA PELA EMBRAPA AGROINDÚSTRIA TEM ALTO VALOR NUTRITIVO

Embrapa desenvolve farinha instantânea de alto valor nutricional e baixo custo

Alana Gandra
Repórter da Agência Brasil

Além de nutritiva, farinha de soja e milho tem baixo custo de produção

Além de nutritiva, farinha de soja e milho tem baixo custo de produção

Rio de Janeiro – Uma farinha que mistura uma oleaginosa, no caso a soja, e um cereal como o milho, pode reforçar a alimentação institucional em escolas, empresas e até presídios, com ganhos nutricionais e de custo. A descoberta foi feita por pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Agroindústria de Alimentos, sediada no Rio de Janeiro, e está sendo apresentada ao público no Show Rural Coopavel, feira que está sendo realizada nesta semana em Cascavel (PR).

O coordenador do estudo, José Luis Ascheri,  explicou que a soja tem componentes protéicos que o milho não tem. Quase todos os cereais são deficientes em aminoácidos essenciais à nutrição humana, como lisina e tripofano. “Quando você mistura ao milho uma oleaginosa como a soja, que possui uma quantidade razoável desses ingredientes protéicos, você está complementando. E consegue ter um alimento unificado, que é uma farinha instantânea”.

Ascheri revelou que essa mistura de soja e milho gera um alimento de alto valor nutricional, capaz de oferecer à população cerca de 18% de proteína, 7% de lipídios e 71% de carboidratos. Depois de passar por uma máquina, que Ascheri chama de processo de extrusão (expulsão), a combinação de soja e milho é convertida em uma farinha de acesso fácil para o consumidor.

Com a mistura dá para preparar produtos culinários típicos do país, “dependendo da criatividade da cozinheira”, como  a polenta e o cuscuz, salientou Ascheri. Serve, inclusive, como reforço alimentar no café da manhã de empresas e na merenda escolar, “introduzindo uma dieta mais balanceada do que o milho puro”. A idéia, frisou o pesquisador da Embrapa, é que esse alimento possa ser utilizado “principalmente na alimentação institucional, em escolas, hospitais e até presídios”.

Os técnicos da empresa estão fornecendo todas as informações aos governos municipais e estaduais que se interessem  pelo novo alimento. O custo da nova farinha é de R$ 0,50 o quilo, sem embalagem. Ela tem ainda a vantagem  de poder ser estocada por até um ano em condições adequadas, que incluem ambiente arejado e fresco, recipiente fechado, sem contato com luz forte e calor.

Leia também em Educação Política:

HÁ ALGO DE PODRE NO REINO DA CRISE ECONÔMICA; PRODUÇÃO INDUSTRIAL CAI E HÁ FILA DE ESPERA DE 30 DIAS PARA COMPRA DE VEÍCULOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CRIA PAPEL PLÁSTICO COM EMBALAGEM DE MATERIAL DE LIMPEZA

BRASIL É O NONO PAÍS A DOMINAR A TECNOLOGIA DE ENRIQUECIMENTO DO URÂNIO

ENERGIA EÓLICA E SOLAR: O BRASIL PRECISA INVESTIR AGORA PARA TER TRANQUILIDADE NO FUTURO

3 Respostas para “FARINHA DE SOJA E MILHO CRIADA PELA EMBRAPA AGROINDÚSTRIA TEM ALTO VALOR NUTRITIVO

  1. Valdirene 10 abril, 2009 às 5:33 pm

    Por gentileza gostaria de obter informações de qual maquina que se utiliza para a produção da farinha.

    Curtir

  2. gabi 24 dezembro, 2009 às 3:58 pm

    chatooooooooooooooooo

    Curtir

  3. Suzana Josefe 8 março, 2012 às 5:19 am

    Oi. gostaria de saber como posso fazer essa mistura de farinha de milho e de soja? Tenho 20 kilos de soja, não sei o que fazer com ele…

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: