Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Mensais: abril 2009

JUSTIÇA FAZ APREENSÃO NA MONSANTO; ACUSADA DE PIRATARIA, EMPRESA CAUSA PREJUÍZO PARA A UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA

Apreensão na CanaVialis
Acusação da Universidade de Viçosa é que empresa de Campinas
deve royalties por multiplicar mudas durante serviço de limpeza

Janaína Simões/ Agência Inovação/ unicamp

Imagine! Monsanto joga pesado com produtores e tem mão leve com pesquisa

Imagine! Monsanto joga pesado com produtores, mas parece que tem mão leve com pesquisa

As 3.888 mudas de cana-de-açúcar de clientes da CanaVialis/Monsanto apreendidas pela Justiça na sede da empresa, em Campinas (SP), estão sendo analisadas nos laboratórios do Centro de Experimento de Cana-de-Açúcar da Universidade Federal de Viçosa (UFV), em Ponte Nova (MG). A apreensão ocorreu no dia 25 de março, em cumprimento de mandado de busca e apreensão expedido pela 5ª Vara Federal de Belo Horizonte, resultado de ação movida pela universidade contra a empresa. As mudas, da variedade RB 857515, foram desenvolvidas na UFV pelo pesquisador Márcio Henrique Pereira Barbosa, professor da universidade. A instituição alega que a CanaVialis está desrespeitando a Lei de Mudas e Sementes (10.711, de 5 de agosto de 2003) e a Lei de Cultivares (9.456, de 25 de abril de 1997). A UFV integra a Rede Interuniversitária de Desenvolvimento do Setor Sucroalcooleiro (Ridesa), que substituiu o Programa Nacional de Melhoramento Genético da Cana-de-Açúcar (Planalsucar), criado no Proálcool e desativado pelo governo Collor.

Barbosa diz não poder dar mais detalhes sobre o processo quando questionado se o exame em andamento nos laboratórios da UFV comprovará que as mudas são da variedade desenvolvida pela universidade e se provará, ainda, que as plantas foram duplicadas. Todas as variedades RB, sigla que significa República do Brasil, são originárias da Ridesa. A variedade RB 857515 está registrada no Ministério da Agricultura, sob o certificado nº. 00271, e é considerada rústica e de alta produtividade. O registro obriga as empresas que utilizam essas variedades a pagar royalties à UFV, posteriormente revertidos para atividades de pesquisa. Procurada por Inovação, a Monsanto, explicou por intermédio de sua assessoria de imprensa que o presidente da CanaVialis, Ricardo Madureira, não poderia ser entrevistado sobre o assunto porque a ação ainda está em curso.

Em nota divulgada à imprensa, a Monsanto diz que a CanaVialis “atendeu ao mandado em seus estritos termos” e que a ação data de 2007, ano anterior à aquisição da empresa pela Monsanto, concretizada em novembro de 2008. A Monsanto não respondeu a Inovação se tinha conhecimento da ação antes da compra da CanaVialis.

Na nota, a Monsanto alega ainda que “as mudas apreendidas pertencem a clientes da CanaVialis e encontravam-se nas dependências da empresa para beneficiamento (limpeza de patógenos)”. Também garante “que demonstrará em juízo que cumpre rigorosamente o disposto na legislação aplicável aos serviços que presta a seus clientes, mormente em relação aos direitos de propriedade intelectual sobre as variedades de cana-de-açúcar de terceiros, cujas mudas lhe sejam confiadas para beneficiamento”.

O ponto de vista de Viçosa

Márcio Barbosa, da UFV, explica que, no entender dele, não é essa a situação. Segundo o professor, ao realizar o trabalho de limpeza de patógenos, a CanaVialis faz a multiplicação das mudas. “Existe uma técnica chamada da micropropagação, multiplicação vegetativa in vitro das mudas”, diz. Aplicando tratamento térmico a um explante, nome técnico para um pedaço de tecido vegetativo, e fazendo o cultivo desse explante, é possível obter mudas sem bactérias e vírus. O cultivo do explante, na prática, resulta na multiplicação das mudas que chegam das usinas para a limpeza de patógenos. E a CanaVialis, sempre de acordo com Barbosa, devolve para as usinas todas as mudas multiplicadas durante o processo de limpeza.

“O problema todo reside na violação da propriedade intelectual, pois ao limpar as mudas de vírus, eles [a CanaVialis] micropropagam variedades de propriedade intelectual da UFV e enviam para os clientes milhares de plantas”, afirma Barbosa. (Texto Integral)

Leia mais em Educação Política:

SCIENCEBLOGS: PORTAL DE BLOGS DE CIÊNCIA É CRIADO NO BRASIL E REÚNE CIENTISTAS BLOGUEIROS

PEQUENA EMPRESA BRASILEIRA DESENVOLVE SUBSTÂNCIA QUE PODE ATUAR NO TRATAMENTO DA TUBERCULOSE

FARINHA DE SOJA E MILHO CRIADA PELA EMBRAPA AGROINDÚSTRIA TEM ALTO VALOR NUTRITIVO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CRIA PAPEL PLÁSTICO COM EMBALAGEM DE MATERIAL DE LIMPEZA

JOÃO GILBERTO SOFRE COM PIRATARIA OU SERIA MÚSICA NÃO-CONTABILIZADA?

HUMOR: CHARGE DO AROEIRA TRAZ A EVOLUÇÃO DE UMA NOVA ESPÉCIE, O HOMO SUPREMUS

APÓS CONDENAÇÃO E NOVO INDICIAMENTO, SÓ MESMO O MASTERCARD PARA SALVAR DANIEL DANTAS

O VÍDEO DA SUSAN BOYLE NO PROGRAMA DE CALOUROS DA TV BRITÂNICA

GILMAR MENDES PRECISA SAIR ÀS RUAS COMO DISSE O MINISTRO JOAQUIM BARBOSA, MAS PODE TAMBÉM ENTRAR NA INTERNET

 

Veja os comentários de alguns dos leitores do Educação Política:

 

Sem Palavras (Charge Sinfrônio)

Sem Palavras (Charge Sinfrônio)

Por Patrícia Jacques Fernandes:

Parabéns ao Ministro do Supremo, Sr. Joaquim Barbosa! Graças a ele, ainda é possível acreditar que há gente honesta e correta em posto de autoridade no Brasil.
O Ministro Joaquim Barbosa apenas falou, com grande eloquência, o que o povo não pode falar. Se houvesse mais homens como ele, o povo seria um pouco mais respeitado.
Há que se lamentar a postura cínica e debochada do Ministro Gilmar Mendes. Lamento também a postura da imprensa que classificou o evento como sendo um “bate-boca”.
Mais uma vez, parabéns ao Ilustre Ministro do supremo, Sr. Joaquim Barbosa.

 

Por Tiago Franz:

Que bom ler algo que trate do fato desta maneira, e não como um desrespeito a instituição.
Instituições não pensam. O STF não tem vida, é apenas a sigla de uma casa. Quem dá vida para as instituições são as pessoas.
O “guardião da Constituição” não cumpre seu papel com ministros como o Mendes. E sem papel, uma instituição não existe.
Cresci numa cidade vizinha de Diamantino-MT, terra do Mendes, e conheço bem o coronelismo de lá.
Parabéns pro Barbosa.

 

Por Wagner Gomes:

Causou estranheza no meio jurídico a rapidez em que o HC foi concedido ao banqueiro Daniel Dantas. Nos cursos jurídicos, nas salas de aula das universidades a pergunta dos alunos era cheia de dúvidas: como pode passar por cima de 2 instâncias? Porque foi direto para o STF o pedido de HC? Infelizmente a grande maioria ficou sem resposta, pois não consegue se explicar o que não existe na lei nem na doutrina. Lamentável.

 

Por Nasa Montelo:

Parabés, ministro Joaquim!
O Senhor fez valer todos os seus diplomas.
Esse é DOUTOR de verdade!

 

Por Vania Cardoso:

Faço eco aos comentários de tiagofranz, tendo sido inclusive ameaçada de morte por um parente do ministro Gilmar Mendes, trabalho perto de Diamantino e a fama dessa família está refletida nas atitudes cinicas do ministro, que clama por tratamento privilegiado para os criminosos com nomes que circulam em colunas socias. Ele tenta por todos os meios apagar o brilhantismo da Policia Federal.
Ministro Barbosa, por favor não se abata, o senhor tem o respeito e admiração das pessoas de bem.

 

Por Rafael Lopes:

Ainda há uma luz no fim do túnel,fiquei muito feliz com a atitude do ministro Joaquim, por sua coragem e sua honra. Ainda há esperança de um Brasil mais justo, foi só um grito, mas se apoiado pelo povo a voz poderá ecoar por todo o Brasil. E por favor senhores da mídia, assumam a postura crítica sobre esse fato, chega das barbaridades e decisões, no mínimo polemicas, do ministro Gilmar Mendes.Vamos fazer política e justiça visando o bem comum.

 

Leia também em Educação Política:

NOVA LEI NO BRASIL, ARTIGO 1: RICOS E COM BONS ADVOGADOS NÃO PODEM SER PRESOS EM HIPÓTESE ALGUMA

GILMAR MENDES SE INDIGNOU COM A MORTE DE 4 CAPANGAS DE FAZENDEIRO, MAS NÃO COM MAIS DE MIL ASSASSINATOS DE TRABALHADORES SEM-TERRA

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL É UMA CALAMIDADE PARA O BRASIL; PAÍS DEVE SE AFUNDAR AINDA MAIS NA CORRUPÇÃO NOS PRÓXIMO ANOS

ATO FALHO DO GILMAR: MINISTRO DIZ QUE SUPREMO TERÁ DECISÃO JUSTA DESTA VEZ; ALGUMAS ENTÃO FORAM INJUSTAS MESMO! QUE COISA!

UM DIA O SUPREMO E A JUSTIÇA VÃO SER TÃO ÁGEIS COM OS CRIMES CONTRA A VIDA COMO SÃO COM HABEAS CORPUS CEDIDOS A CRIMINOSOS

QUE PAÍS É ESTE? GILMAR MENDES E O SUPREMO NÃO GOSTAM DO LEGIÃO URBANA

SUPREMO TRANSFORMA O BRASIL NO PAÍS DOS SANTINHOS E INOCENTES

MINISTROS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL SÃO SUBORDINADOS A GILMAR MENDES, ISSO SIM É UM ESCÂNDALO PARA A JUSTIÇA BRASILEIRA

Do blog Vi o Mundo

Em nome da injustiça: ministros do Supremo trabalham para Gilmar Mendes

Que país é esse? Gilmar Mendes é patrão de Ministros do Supremo?

Mário de Oliveira (23/04/2009 – 21:04)
Você já entrou no site do IDP – Instituto Brasiliense de Direito Público, que é de propriedade do Ministro Gilmar Mendes?
Entre os professores desse instituto estão os senhores Eros Roberto Grau, Marco Aurélio Mendes de Faria Mello, Carlos Ayres Britto, Carlos Alberto Menezes Direito e a senhora Cármen Lúcia Antunes Rocha (cinco Ministros do Supremo). Ou seja, alguns dos Ministros do Supremo também são funcionários, empregados, prestadores de serviço ou contratados, seja lá como possa ser definida legalmente, a relação deles com o IDP do Presidente do Supremo. Também está na relação o Ministro Nelson Jobim.

Será que não estariam ética e moralmente impedidos de se manifestarem acerca do entrevero Joaquim Barbosa X Gilmar Mendes? Nesse caso, não há conflito de interesses já que de alguma maneira os citados têm relação com Presidente do Supremo que envolve remuneração?

Ps do site: O comentarista não notou, mas o senhor Cezar Peluso trabalha para Gilmar e é também ministro do STF.

A lista dos professores do IDP está aqui

Leia mais em Educação Política:

AULA DE JORNALISMO: TV CÂMARA CENSURA ENTREVISTA DE LEANDRO FORTES QUE MOSTRA UM GILMAR MENDES QUE A GRANDE MÍDIA NÃO VÊ

CARTA CAPITAL TRAZ UMA ASSUSTADORA HISTÓRIA DA FAMÍLIA DE GILMAR MENDES; TERRA DO MINISTRO NÃO TEM JUSTIÇA

ATÉ QUE ENFIM UM PARTIDO POLÍTICO ENTRA NA LUTA CONTRA O ESTADO JURÍDICO-POLICIAL INSTAURADO PELO SUPREMO

TRAGÉDIA BRASILEIRA: GILMAR MENDES CONSEGUIU E BRASILEIROS PODERÃO INDENIZAR CELSO PITTA

A MÍDIA VESTIU MODELITO CLÁUDIA KRISTINA PARA NINGUÉM VER GILMAR MENDES COMER CHOCOLATE

MINO CARTA: SILÊNCIO DA MÍDIA É SEMELHANTE AO SILÊNCIO DA MÁFIA ITALIANA

MINISTRO DO SUPREMO JOAQUIM BARBOSA REAGE AO CORONELISMO JUDICIAL DE GILMAR MENDES DIANTE DE POLÍTICOS E DA GRANDE MÍDIA ACOVARDADOS

Ministro Joaquim Barbosa, um alento para o Brasil

Ministro Joaquim Barbosa, um alento para o Brasil

A reação do ministro do Supremo Joaquim Barbosa redime o povo brasileiro e a justiça brasileira. O Brasil é um país com história. E essa história se faz com homens que reagem aos desmandos e às covardias de parte da elite branca.

É sintomático que o único ministro negro seja o único que parece estar indignado com tanto desmando e autoritarismo que é reproduzido pelo atual presidente do Supremo (nomeado por Fernando Henrique Cardoso (PSDB), nunca se deve esquecer.

Gilmar Mendes é uma locomotiva desgovernada diante de uma grande mídia acovardada.

Nem o ministro da Justiça, Tarso Genro,  nem o presidente Lula conseguem detê-lo ou não podem por receio da governabilidade. Poderiam fazer mais, mas também estão acovardados.

A grande mídia dá credibilidade a essa destruição moral da justiça brasileira promovida por Gilmar Mendes.

Gilmar Mendes não quer um estado de direito, mas um estado judicial, onde reinam os advogados criminalistas com grandes contas de políticos e empresários corruptos.  É por isso que a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) se cala.  Atualmente nem a polícia pode entrar em escritórios de advocacia que praticam crimes. É a nova república de Gilmar Mendes, a República dos Advogados Criminalistas. É a república que trata com carinho e afeto ( e nunca com algemas) seus criminosos.

A grande mídia acredita em Gilmar Mendes assim como ficou entusiasmada com Fernando Collor de Mello. Tudo em nome do medo de se construir um país menos desigual.

Joaquim Barboa, viva o povo brasileiro!

Veja abaixo o vídeo e a reação de Ministro Joaquim Barbosa

Leia também em Educação Política:

NOVA LEI NO BRASIL, ARTIGO 1: RICOS E COM BONS ADVOGADOS NÃO PODEM SER PRESOS EM HIPÓTESE ALGUMA

ASSOCIAÇÃO DOS JUÍZES FEDERAIS CRITICA GILMAR MENDES POR SER UM “VEÍCULO DE MALEDICÊNCIAS”

FOLHA DE S.PAULO ESTÁ CERTA, PERTO DE GILMAR MENDES DITADURA É DITABRANDA; MILITARES SÃO AMADORES FRENTE À MONARCOJURISPRUDÊNCIA

GILMAR MENDES SE INDIGNOU COM A MORTE DE 4 CAPANGAS DE FAZENDEIRO, MAS NÃO COM MAIS DE MIL ASSASSINATOS DE TRABALHADORES SEM-TERRA

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL É UMA CALAMIDADE PARA O BRASIL; PAÍS DEVE SE AFUNDAR AINDA MAIS NA CORRUPÇÃO NOS PRÓXIMO ANOS

ATO FALHO DO GILMAR: MINISTRO DIZ QUE SUPREMO TERÁ DECISÃO JUSTA DESTA VEZ; ALGUMAS ENTÃO FORAM INJUSTAS MESMO! QUE COISA!

NASSIF: GILMAR MENDES É SUSPEITO DE CÚMPLICE COM REVISTA VEJA EM PROVÁVEL FARSA DO GRAMPO

PAULO RENATO DE SOUZA MANTÉM A VITRINE DO MODELO DE EDUCAÇÃO DO PSDB EM ARARAQUARA

Araraquara: o melhor da gestão de José Serra em São Paulo

Araraquara: o melhor da gestão de José Serra em São Paulo

Araraquara se transformou no modelo de administração da educação pelo governador José Serra, e mantido com muito zelo pelo atual secretário da Educação, Paulo Renato de Souza. É uma obra-prima a eficiência liberal do PSDB. Em 2010 José Serra levará essa boa experiência para todo o Brasil. Veja abaixo um pouco dessa história contada pelos próprios professores. Apenas reproduzo a mensagem para que se conheça o pensamento pedagógico made in PSDB.


Basta de folia com
o dinheiro público

Por Selma Valéria Shekinah
A absolvição de Sandra Rossato, foi recebida com silêncio pela cúpula do PSBD de Araraquara e entrará para a história como um marco na luta contra a corrupção. O Senhor Deputado Roberto Massafera deu as coordenadas desse bom combate, o SILÊNCIO, POR ENQUANTO ATÉ A POEIRA ABAIXAR.

Brasil – Araraquara
Basta de folia com
o dinheiro público

Da extensa lista das peculiaridades brasileiras, três itens se destacam: o samba, a MORADA DO SOL e o PSDB. México e Argentina, para ficar em alguns exemplos, já penaram sob partidos tão fortes quanto corruptos, mas a agremiação nacional, a maior do país, é um caso à parte. Seu amor pelo dinheiro público – o nosso dinheiro, para ser mais exato – é tão grande, tão magnético, tão irresistível que o PSDB JAMAIS abdicará de almejar a Presidência da República, a aspiração suprema de qualquer partido político, mesmo se vendendo para obter   apoio a outras siglas e, assim, continuar a fazer negócios nos ministérios e demais repartições federais. Seja no plano federal, estadual ou municipal, o objetivo principal do PSDB tornou-se o mesmo: cair na folia com o dinheiro público, como se ele crescesse em ARVORES FRONDOSAS COMNO AS DE ARARAQUARA.
LEMBRE-SE ….. É NASCIDA EM ARARAQUARA E O BERÇO DELA TEM QUE SER PRESERVADO, E A FORÇA DE SER ARARAQUARENSE MESMO QUE CORRUPTA.

Festa com dinheiro público não é uma novidade, tampouco é prerrogativa dos PSDEBISTAS. A corrupção transformou a política em uma “geléia geral” da qual pouquíssimos escapam, sejam eles de que partido forem. Do ponto de vista prático, a reação de Rubens Mandetta é conivente com os corruptos, pois em nada avança no seu combate. Mas ela é uma expressão da verdade. Nessa geléia, porém, o PSDB se destaca pela constância dos métodos e pela durabilidade da delinqüência. O partido é hoje para a corrupção na política o que a “inflação inercial” foi para a economia até o advento do Plano Real – ou seja, a força motriz das malfeitorias de um regime ao seguinte, de um governante a seu sucessor, sejam quais forem suas cores ideológicas. Nas palavras do Assessor do deputado Massafera o. ELE DISSE “QUEM MANDA NA EDUCAÇÃO DE ARARAQUARA É O PSDB LOCAL, Não se trata de percepção ou impressão, mas de uma constatação feita por uma professora aposentada com anos  de vida pública, fundador da agremiação e conhecedora de suas entranhas. Diante da bomba, o que fez a cúpula do PSDB? Limitou-se a lançar uma nota em que diz que não daria maior atenção aos denunciantes  “em razão da generalidade das alegações”, para depois recolher-se em silêncio, na esperança de que a explosão perca força na Quarta-Feira de Cinzas. Ninguém ousou assinar o texto. Individualmente, houve alguns simulacros de protesto, na maioria enviesados com cobranças por nomes, fatos e provas da corrupção. Como se não coubesse ao próprio PSDB realizar uma investigação interna. o SENHOR ATUAL COORDENADOR DA CEI SÓ PENSA EM PERSEGUIR OS DENUNCIANTES, CHAMA PARA CONVERSAR COM SUA ASSESSORIA TÉCNICA FAZ AMEAÇAS, COMO FEZ A NOSSA COLEGA ROSELI MEIRA HOJE SUPERVISORA DE ENSINO, NOSSA COMO SE DESESPEROU A MOÇA E DESISTIU DE TUDO, ENTREGOU AMIGOS DE LONGA DATA, COMO JUDAS ENTREGOU NEGOU JESUS E O ENTREGOU A MORTE,  É ASSIM QUE AGI O PSDB, Dissipando com  insinuações maldosas de que as denunciantes ou os denunciantes são mentirosos, falsos, escrevem em nome de outros, se isso acontecesse mesmo não teríamos 56 diretores, 16 supervisores processados, Senhor Mandetta, ou a SEE só pegou um amostra de corruptos para ver o índice da corrupção no Estado, (por amostragem), O Senhor vem agindo mais por motivação eleitoreira. Calma que temos muita lenha para queimar até as próximas eleições exonerações estas vamos levar como bandeira.
Professora Selma – aposentada, mas ativamente contra a corrupção.


Aumentar o risco político e financeiro da corrupção

Por Hermilo Machado
“No Brasil, lucra-se tanto com a corrupção, e a probabilidade de ser punido é tão pequena, que o risco compensa”, diz Ivani de Lucca , ex assistente de planejamento da DE e subordinada de ….. Nada apavora mais um corrupto, seja qual for o lado do balcão das negociatas ocupado por ele, do que a perda do seu poder econômico – o que, inclusive, afeta diretamente sua capacidade de comprar favores e privilégios. Obrigar a devolução do montante desviado é pouco. Seria mais eficiente aperfeiçoar a lei para permitir o confisco do patrimônio integral do acusado. Assim, se o desvio de dinheiro público foi de 1 milhão de reais, mas o patrimônio do corrupto é de 50 milhões, a Justiça deveria ser capaz de bloquear tudo. Para que isso seja possível, é preciso também haver uma maior cooperação internacional entre a Justiça brasileira e a de outros países. Outra medida necessária é derrubar o foro privilegiado para políticos, no caso de crimes comuns. Eles se beneficiam dessa prerrogativa para responder a processos criminais apenas perante tribunais superiores. Com isso, conseguem reduzir as possibilidades de punição, pois os tribunais não têm estrutura para colher provas contra eles.
Hermilo Machado – ex diretor de escola –

Leia mais em Educação Política:

LEITORA: UM PEDIDO PARA O NOVO SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO, PAULO RENATO DE SOUZA

SOCIEDADE BRASILEIRA AINDA NÃO ENTENDEU A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO PARA O PAÍS


MOVIMENTO TODOS PELA EDUCAÇÃO MOSTRA DIFICULDADE DE ALCANÇAR METAS IMPORTANTES PARA MELHORAR A EDUCAÇÃO NO BRASIL

MOACIR GADOTTI AFIRMA EM FÓRUM MUNDIAL DA EDUCAÇÃO QUE ENSINO DEVE CONSTRUIR UMA CIDADANIA PLANETÁRIA E TRANSFORMADORA

INTERNAUTAS: PAULO RENATO, SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO, FINGE QUE NÃO VÊ A LAMA QUE O PSDB FAZ EM ARARAQUARA

É PRECISO REAGIR

Por Ana Cristina Gonçalves

Paulo Renato: olha para o governo federal enquanto a lama invade Araraquara

Paulo Renato: vira a cara e só vê o governo federal enquanto a lama invade Araraquara

Foi deflagrada esta semana a Crise Ética na Educação Estadual Paulista que deu uma bonificação por bom desempenho da Educação em todo o Estado de São Paulo:

A Absolvição” da evolução política de alguns caciques do PSDB e os que denunciaram o envolvimento do novo coordenador da CEI está perseguindo os pobres denunciantes, jogando os em depósitos dentro das diretorias de ensino do Estado de São Paulo, em uma solitária, estas pessoas ficam anos a fio sem nenhuma comunicação com pessoas, tudo é proibido, estes denunciantes são tratados como “perigosos” e devem ser isolados de todos.
Mas um certo deputado dono de uma milionária empresa do Ramo da construção civil que há mais d e30 anos só trabalha para o Estado de São Paulo construindo e reformando escolas…, foi prefeito de Araraquara “PMDB” ,  Araraquara, que já foi investigada em uma Operação Navalhada (não dá nada ), da Polícia Federal (PF), com integrantes da legenda do PSDB. Semana passada, foi decidido por ele e por seus amigos o destino da ex dirigente de ensino de Araraquara. Deixando bem transparente e escancaradamente que “o PSDB é Corrupto” PORQUE ABSOLVE A CORRUPÇÃO.
E “uma confederação de diretores e supervisores” também o serão, cada um com seu interesse, sendo que mais de 90% deles praticaram a corrupção e o clientelismo, de olho principalmente nos cargos” e no dinheiro público.
Somando as esferas federal, estadual e municipal, o PSDB controlará em 2009 um orçamento de cerca de R$ 965 bilhões. É mais do que o triplo do orçamento da Argentina, cuja previsão para 2009 é de R$ 106 bilhões. Nos estados, o PSDB está na base de sustentação de 22 dos 27 governadores, tomando parte na gestão realizada por partidos que vão de um extremo ao outro do espectro ideológico.

Isto é apenas uma pontinha do iceberg de corrupção da ex dirigente de ensino de Araraquara.

Leia mais em Educação Política:

LEITORA: UM PEDIDO PARA O NOVO SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO, PAULO RENATO DE SOUZA

EDUCAÇÃO RUIM E DESIGUALDADE SOCIAL SÃO FACILITADORES DA PEDOFILIA; SEM COMBATER A POBREZA NÃO HÁ COMO REDUZIR A PEDOFILIA

DESVIAR VERBA DA EDUCAÇÃO É PIOR DO QUE FURTAR MANTIMENTOS DE DESABRIGADOS DE SANTA CATARINA

LEITOR FAZ APELO AO GOVERNADOR JOSÉ SERRA E A SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO, MARIA HELENA DE CASTRO, QUE IGNORAM SITUAÇÃO DE ARARAQUARA, INTERIOR DE SÃO PAULO

PROFESSOR RELATA SITUAÇÃO DA EDUCAÇÃO EM ARARAQUARA, ESTADO DE SÃO PAULO

CONTAS DAS ASSOCIAÇÕES DE PAIS E MESTRES (APM) PODERIAM ESTAR ON LINE, MAS A ESPECIALIDADE DE JOSÉ SERRA É A MAQUIAGEM

COINCIDÊNCIA OU INDÍCIO: BANCO OPPORTUNITY ESTÁ REGISTRADO NO BANCO CENTRAL COM NÚMERO 45, EXATAMENTE O NÚMERO DO PSDB

Banco Opportunity de Daniel Dantas tem o número 045 no Banco Central, o mesmo número do PSDB.

O site do banco Opportunity diz que a empresa foi crada em 1994, ano em que o PSDB ganha as eleições  e assume  a presidência da República.

O banco Opportunity está envolvido em inúmeros escândalos, inclusive e principalmente durante a privatização das telecomunicações.

O banco Opportunity cresceu de forma assustadora durante os anos do governo de Fernando Henrique Cardoso, do PSDB.

Fernando Henrique Cardoso, em recente entrevista, disse que o banqueiro condenado à prisão em primeira instância é tido como uma pessoa “brilhante”.

Opportunity na verdade é a grande oportunidade! A oportunidade 45!

Consulte o Banco Central – Veja que todos os bancos nacionais têm uma numeração. Banco do Brasil é 001, Bradesco BBI é 036.  Essa numeração é muitas vezes requisitada ao cliente em transferência bancária.

Veja no site do Banco Central o número 45 do Opportunity (pdf).

Veja no Blog do Miro sobre o Opportunity.

Veja mais sobre Dantas/Opportunity  no Conversa Afiada

Veja mais sobre Opportunity/Dantas no Luis Nassif

Leia mais em Educação Política:

EMISSÁRIO DE DANTAS FAZIA LIGAÇÕES DIRETAS PARA O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

APESAR DO SUPREMO, JUSTIÇA BRASILEIRA CONDENA DANIEL DANTAS

MATÉRIA DO ESTADÃO MOSTRA QUE OPERAÇÃO SATIAGRAHA ESTAVA CERTA; DANTAS PODE SER UMA AMEAÇA À INVESTIGAÇÃO

O SEGREDO DE DANIEL DANTAS É ALGO GENIAL: NÃO HÁ RELAÇÃO ENTRE JUSTIÇA E LEGISLAÇÃO

AULA DE JORNALISMO: TV CÂMARA CENSURA ENTREVISTA DE LEANDRO FORTES QUE MOSTRA UM GILMAR MENDES QUE A GRANDE MÍDIA NÃO VÊ

INTERNAUTA: OS CHARLATÕES DA CULTURA ATACAM MINISTRO JUCA FERREIRA

Os Charlatões da Cultura: O Último Golpe

Benjamin Baumann

Em um aumento frenético e alarmante dessa ladainha, novas horripilantes acusações são despejadas das mentes paranóicas dos Charlatões da Cultura. As acusações são lançadas em direção ao Ministro da Cultura, comparando o Ministro Juca Ferreira com “Hilter, Stalin e Bush” de forma boçal, abrindo as janelas para a mente deturpada e infantil dos acusadores. (Veja em Cultura e Mercado http://www.culturaemercado.com.br/post/o-juca-e-a-propria-lei/)

É ferino e irônico que a iniciativa honrosa do Minc de democratizar e evidenciar a transparência e que incentiva a discussão aberta para transformar uma política que favorece uma minúscula minoria pode ser comparada com os atos destes ditadores assassinos. A política cultural atual do Brasil precisa ser mudada pois ela é antidemocrática e injusta, beneficiando o vulgar, o comercial. A arte e o artista são escravos do capitalismo selvagem.

Este último golpe revela o que está na mesa para os Charlatões da Cultura: pregando suas crenças bem articuladas como uma seita visionária, libertadora, quase-religiosa, publicando livros teóricos (e em breve inúteis) eles na verdade protegem com toda veemência a posição privilegiada e lucrativa, de contatos corporativos corruptos e o abuso sem remorso da inexperiência jurídica do ingênuo artista Brasileiro que não vê opções.

Acredito que os Charlatões da Cultura sofrem de outro fenômeno psíquico, a chamada ‘Neromania’, a compulsão incontrolável de queimar a capital (exterminado a oposição).

O próprio Hilter (já que o nome dele está sendo utilizado de forma tão inconseqüente) nos últimos dias da segunda guerra mundial impôs a política chamada “Verbrannte Erde” (“Terra Abrasada”, também chamado “decreto Nero”), decretando as tropas em processo de recuo a queima total da civilização. É graças ao renuncio corajoso de soldados ainda existe esperança. O ciclo incansável da história mundial se repete ad infinitum.

As comparações com “Hilter, Stalin e Bush” são altamente difamatórias e sinalizam o desejo ditatório se mascarando como “salvador da cultura” do país. Bravo! Que os Charlatãs da Cultura continuem suas estratégias, discursos, reuniões e cursinhos, pois todo império um dia acaba.

Leia também em Educação Política:

LEITORA: UM PEDIDO PARA O NOVO SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO, PAULO RENATO DE SOUZA

ESTADO DE SÃO PAULO, DO GOVERNADOR JOSÉ SERRA (PSDB), POLÍCIA NÃO INVESTIGA E SITUAÇÃO É GRAVE

LEITOR FAZ APELO AO GOVERNADOR JOSÉ SERRA E A SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO, MARIA HELENA DE CASTRO, QUE IGNORAM SITUAÇÃO DE ARARAQUARA, INTERIOR DE SÃO PAULO

PROFESSOR RELATA SITUAÇÃO DA EDUCAÇÃO EM ARARAQUARA, ESTADO DE SÃO PAULO

ARARAQUARA: VEJAM O QUE O PSDB FEZ COM A EDUCAÇÃO EM 14 ANOS NO GOVERNO DO ESTADO

KASSAB, PREFEITO DE JOSÉ SERRA (PSDB), PATROCINA DESTRUIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE RÁDIOS COMUNITÁRIAS PELA ANATEL

Na contramão da democratização, Anatel destrói toneladas de equipamentos de rádios comunitárias

Da Redação do FNDC

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) destruiu oito toneladas de equipamentos de rádios comunitárias de São Paulo, na última quarta-feira (8), alegando estar coibindo “atividades ilegais”.

O ato da Anatel foi repudiado e condenado com veemência pelos coordenadores-executivos do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), para quem a Agência age “na contramão da democratização” no momento em que o Governo Federal está prestes a convocar a 1ª. Conferência Nacional de Comunicação, atendendo os clamores dos movimentos sociais.

Assistida pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), a destruição foi feita com máquinas cedidas pela prefeitura e ocorreu no aeroporto de Congonhas. A escolha do local foi premeditada, tendo a Anatel evocado o já comprovadamente insustentável argumento de que o sinal emitido pelas rádios comunitárias interfere no tráfego aéreo e o coloca em risco.

Entre os equipamentos apreendidos durante operações de fiscalização do Escritório Regional de São Paulo, nos últimos sete anos, estavam antenas, transmissores, receptores e mídias. A destruição foi registrada e divulgada pela própria Anatel, que alegou também motivos econômicos: seria imperioso desocupar o depósito onde estavam os equipamentos, alugado ao custo anual de R$ 50 mil.

Para José Sóter, Coordenador-executivo da Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraço) e membro da Coordenação-executiva do FNDC, o ato foi uma reação também dos empresários de comunicação, que são contrários à realização da Conferência e começam a promover ações midiáticas. “É um atentado protagonizado pela Anatel, principalmente porque utilizaram o cenário para passar a ideia de que aqueles equipamentos estariam interferindo nos sistemas de comunicação dos aeroportos”, observa.

Contudo, como destaca Sóter, a interferência provém das emissoras de grande potência. “Nós temos um relatório do CINDACTA [Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Trafego Aéreo], onde consta que a interferência detectada foi de emissoras, inclusive veiculadas ao Sistema Globo de Comunicação. Está comprovado que se trata de uma informação enganosa, com a Anatel a as empresas tentando jogar a comunidade contra as rádios comunitárias, tentando justificar essa ação completamente descabida”, afirma.

Sóter destaca que grande parte dos equipamentos destruídos estão vinculados a processos de regularização das emissoras ainda em tramitação, aguardando o parecer das autoridades responsáveis.

Celso Schröder, Coordenador-geral do FNDC, distingue no ato uma dupla gravidade. Uma delas consiste no ataque ao segmento das rádios comunitárias, já criminalizado, marginalizado pelo poder público. Ele lembra que as comunitárias cumprem um papel inegável de resposta às demandas regionais, de populações que não têm acesso ao serviço de rádio. “Há uma violência absolutamente condenável contra esse segmento, e é muito grave que equipamentos de comunicação de massa sejam destruídos dessa forma”.

A outra característica grave do ato da Anatel refere-se a uma ação simbólica assustadora, segundo o Coordenador-geral. Trata-se de “um ato que acaba remetendo para momentos obscuros da sociedade humana, como a Inquisição e o nazismo, quando instrumentos de cultura, como livros, ou filmes, foram destruídos publicamente. “É chocante que a Anatel tenha realizado registrado e propagandeado a destruição dos equipamentos, utilizando esse evento como uma prática pedagógica”.(Texto Integral)

Leia mais em Educação Política:

ALTAMIRO: CONFERÊNCIA DE COMUNICAÇÃO É GRANDE DESAFIO PARA GOVERNO LULA

GOVERNO PRETENDE DESCRIMINALIZAR RÁDIOS COMUNITÁRIAS QUE OPERAM SEM LICENÇA; É UM AVANÇO POLÍTICO SE CONGRESSO APROVAR

SITE TRAZ UM VERDADEIRO MAPA SOBRE OS DONOS DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO NO BRASIL

LEI ROUANET: GOVERNO DEVE EXIGIR CONTRAPARTIDA DAS EMPRESAS, DIZ PRODUTOR CULTURAL JORGE NUNES

Exigir contrapartidas dos grandes captadores é a mudança primordial na área cultural

Escrito por Gabriel Brito / Correio da Cidadania

Com a discussão de reformas na Lei Rouanet, de produção cultural, o governo diz estar buscando um equilíbrio na participação no fomento à cultura, que privilegia excessivamente determinados grupos de iniciativa privada com isenções e direito de escolher o que deve ser promovido.

Para Jorge Nunes, produtor cultural entrevistado pelo Correio da Cidadania, com experiência na coordenação do CNPq, o governo deve tomar cuidado para não radicalizar nas mudanças, para assim não excluir as empresas totalmente do processo e colocar em risco o que já existe de estrutura para a área da cultura.

Nunes diz ser premente a destinação de maiores recursos ao Fundo Nacional de Cultura, pois assim o governo teria condições de promover uma maior difusão de todo tipo de espetáculo, levando-os a todos os cantos do país, inclusive até os não contemplados pelo mercado. Ele ainda mostra como a atual política só beneficia as empresas e grandes produções, explicando que o governo abusa em garantir seus ganhos financeiros, sem receber quase nenhuma contrapartida.

Por fim, Nunes ressalta a necessidade em se promover e oferecer mais cultura ao povo, que é o verdadeiro financiador dos projetos – cerca de 90% da verba destinada às empresas, anunciadas como renúncia fiscal, provêm do contribuinte.

Correio da Cidadania: Qual a sua opinião sobre a lei Rouanet tal qual funciona hoje em nosso país? Em outras palavras, como encara o fato de o fomento da cultura depender de grandes instituições que buscam lucro, lembrando os tempos dos mecenas aristocráticos?

Jorge Nunes: Bom, na verdade, o que move as empresas no fomento aos projetos, em primeiríssimo lugar, é o retorno institucional, ou seja, a associação do produto e da marca da empresa a um evento de categoria, que tenha importância e desperte interesse da população.

A escolha nem sempre é a mais acertada do ponto de vista cultural, mas a intenção é justamente essa, pois existe uma concentração da aplicação de recursos no eixo Rio-São Paulo. O governo quer, agora, uma maior descentralização de tais recursos, fazendo-os chegar ao interior e ao resto do país também.

CC: Essa dependência não vai na direção contrária da liberdade de criação, pensamento, idéias?

JN: Como os eventos são aprovados pelo Ministério da Cultura (MinC), há uma grande liberdade de escolha, ao menos em tese, dos caminhos que cada um quer seguir, sobre o que oferecer a todos em termos culturais. Porém, acontece que o governo delega a escolha final às empresas; quem decide o quanto será aplicado nos projetos apresentados é o governo, mas quem decide onde colocar esse dinheiro é a empresa, e trata-se de dinheiro do governo, não delas.

Na maioria dos casos, o retorno fiscal é de no mínimo 64% para as empresas. Portanto, quem na verdade paga a conta é o governo. E essa é minha grande crítica à Lei Rouanet, porque essa escolha de certa forma alija a participação da população de modo geral. A inclusão social dos projetos financiados pela lei está um tanto distorcida eu diria, pois são muitos os grandes projetos de artes cênicas, música, nos quais o povão de maneira nenhuma participa. E o governo aplica recursos que em última análise pertencem ao povo. Dessa forma, acho que deve haver um meio termo entre a situação atual e a nova que se pretende. Não precisa radicalizar, mas sim equilibrar as duas coisas. Não há duas Hollywoods, duas Broadways, duas Londres, duas Paris, duas Vienas, então não se pode ter dois eixos Rio-São Paulo produzindo cultura nesse ritmo.

Os emergentes, os produtores culturais da periferia, não são beneficiados pela lei, pois a escolha sempre recai sobre os grandes. Acho que eles, os grandes, devem continuar recebendo sim, até para mostrar nossa cara lá fora com coisas de qualidade. O cinema brasileiro está sendo recuperado graças a isso; os investimentos no setor aumentaram muito depois da era Collor, onde realmente houve um período largo de tempo de muito obscurantismo.

E aí vai outra crítica: o governo dá o dinheiro, a empresa compra o certificado da concessão com essa verba, recebe um prêmio de 25% do investido e ainda participa do lucro do filme. Acho que, para dar uma reformada geral sem mexer tanto no sistema atual, temos uma em duas: ou se obriga os grandes captadores de recursos a destinar uma parcela do dinheiro ganho para o Fundo Nacional de Cultura, para que o governo, de forma mais paternalista, possa escolher os projetos que serão incentivados na periferia, de modo a realmente incluir os produtores de outros estados e lugares distantes; ou, senão, que o governo não exija nada dos patrocinados. Assim, ele daria o dinheiro, com ou sem previsão de lucro, tenha ou não inclusão social prevista, promovendo temporadas populares que incluam pessoas alijadas do mercado. O Teatro Municipal do Rio faz isso esporadicamente, com entradas a 1, 5, 10 reais. Deveria ser obrigatório o governo dar dinheiro e exigir das empresas uma contrapartida de inclusão social.

Por exemplo, a peça mais recente da Marília Pêra, Mademoiselle Chanel: bom, eu, que me considero uma pessoa de classe média alta, achei caríssima a entrada, de 180 reais. Não sei se nesse caso houve Lei Rouanet, mas, como os projetos do Jorge Takla costumam ser patrocinados por essa via, acredito que sim. Não que não valha, creio que essa grande atriz vale muito mais e deve ser ultra bem remunerada. Mas deve existir uma contrapartida para que pessoas menos favorecidas possam ver os espetáculos também.

O Cirque du Soleil é o grande exemplo dessa distorção: o governo concede um incentivo que chega a 8, 10 milhões de reais a cada edição do evento, o Bradesco Seguros adianta o dinheiro, deduz tudo, integralmente, de seu imposto de renda (e o Bradesco tem IR suficiente para bancar projeto de tal porte) e as entradas são absurdamente caras – e olha que me considero um cidadão privilegiado. Porém, há quem faça o sacrifício e pague 300, 500 reais para comparecer ao espetáculo, por sua vez financiado com o nosso dinheiro, recursos do povo.

Portanto, acho que o meio termo está aí: não se deve acabar com o que funciona, mas devemos aperfeiçoar algumas coisas no sentido de resultado. O cinema é o que tem mais recursos do governo, um projeto desse segmento implica investimentos de grandes empresas que são movidas pelo retorno institucional ou por uma temática que corresponda ao seu marketing e o absurdo é o seguinte: o governo, além de permitir uma isenção de 100% no imposto, dá um extra de 25% em cima do que a empresa está comprando.

Em última análise, o governo dá dinheiro para um Bradesco investir num filme, um prêmio de 25% sobre o desembolso inicial do banco e ainda assim o Bradesco participa do lucro. O governo e o Fundo Nacional de Cultura não vêem nada! As empresas até podem fazer uma aplicação extra para aumentar a divulgação do produto, como faz o Bradesco mesmo, que começa a propagandear o Cirque du Soleil meses antes de começar, mas aí é outra coisa. E o patrocinado, a empresa que faz a produção, cobra entradas de 200 reais, servindo champagne na área vip do evento e por aí afora. Tal distorção deve ser corrigida, não extinta. A lei deu novo impulso ao setor cultural, com grandes espetáculos, mas, como grande aplicador de recursos, o governo deve exigir retorno, por que não? Por exemplo, o filme do Daniel filho, com cerca de 5 milhões de espectadores, não teve nenhuma participação do Fundo de Cultura. Isso é que deve ser repensado.

Insisto, portanto, em que não se deve radicalizar, acabando com a possibilidade de as empresas participarem da escolha, pois isso tornaria o processo uma caixa preta, como no tempo da Embrafilmes, com diversas acusações de privilégios a amigos do governo. Para evitar o risco de escolhas personalizadas, deve-se manter esse tipo de participação, mas com exigências de maior retorno ao Fundo de Cultura, justamente para atender de forma direta projetos localizados em regiões menos favorecidas. (Texto integral no Correio da Cidadania)


Leia também em Educação Política:

FUGA DE DÓLARES: POLÍTICA CULTURAL DE JOSÉ SERRA É MANDAR DINHEIRO PARA A SUÍÇA

PARADISE NOW É UM BELO FILME EM TEMPOS DE GUERRA ISRAELENSE EM GAZA

FERNANDO MEIRELLES QUE SE CUIDE, A REVISTA VEJA NÃO DEVE PERDOÁ-LO POR ENTREGAR SEU PRÊMIO AO JUIZ FAUSTO DE SANCTIS

LEI COM COTA PARA MEIA-ENTRADA É UMA ÓTIMA FORMA DE ACABAR COM A MEIA-ENTRADA

SCIENCEBLOGS: PORTAL DE BLOGS DE CIÊNCIA É CRIADO NO BRASIL E REÚNE CIENTISTAS BLOGUEIROS

Condomínio de 24 blogs de ciência vira braço nacional do portal americano ScienceBlogs

Em agosto do ano passado, dois jovens biólogos formados pelo Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (IB-USP), Carlos Hotta e Atila Iamarino, resolveram montar um pequeno portal reunindo blogs sobre ciência. Nascia o Lablogatórios, que rapidamente chegou à marca de 24 blogs abrigados debaixo de seu guarda-chuva. No último dia 17,  o condomínio de blogs, para usar um termo apreciado pela dupla, mudou de nome e ganhou um empurrão internacional em sua recente trajetória: virou o braço brasileiro do ScienceBlogs, uma rede com mais de 60 blogs de ciência em inglês criada nos Estados Unidos em 2006 que faz parte do Seed Media Group, também dono da revista Seed, de divulgação científica. “Passamos a ser uma franquia deles”, diz Hotta, 29 anos, que estuda a biologia da cana-de-açúcar em seu pós-doutorado na USP e escreve no blog Brontossauros em meu Jardim. “Ninguém vive dos blogs, mas queremos ser mais profissionais”, afirma Iamarino, que faz doutorado na USP sobre a genética evolutiva do vírus da Aids e mantém o blog Rainha Vermelha.

Banner do Scienceblogs Brasil

Banner do Scienceblogs Brasil


A dupla diz que os blogueiros do portal trocam muita informação e que um ajuda o outro a dirimir dúvidas sobre temas espinhosos da ciência. Eles acreditam que esse intercâmbio de ideias diminui a possibilidade de haver erros grosseiros em textos publicados pelos blogs, embora frisem que não há censura a ninguém. O objetivo do ScienceBlogs Brasil é difundir a ciência no país. Não é preciso ser pesquisador para montar um site pessoal e pleitear seu ingresso por portal, mas boa parte dos donos de blogs é formada por jovens cientistas ou pessoas que têm ao menos uma boa formação na área em que escrevem. O blog Geófagos, por exemplo, é tocado pelo engenheiro agrônomo Ítalo Moraes Rocha Guedes, pesquisador da Embrapa Hortaliças, do Distrito Federal, e abordas temas da área de ciências agrárias. O RNAm é escrito por Rafael Soares, biólogo formado pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) que faz doutorado em biotecnologia na USP.  O Ciência à Bessa – Pensamentos científicos e clichês pessoais é uma criação do zoólogo Eduardo Bessa, professor da Universidade do Estado de Mato Grosso e especialista em comportamento animal.”Tentamos selecionar blogs de qualidade, com um alto apuro científico e que publiquem textos ao menos uma vez por semana”, diz Hotta. “De uns 60 blogs de ciência que encontramos na internet, selecionamos cerca de 20 que eram mais confiáveis”, explica Iamarino.

Há também blogs mantidos por entusiastas das ciências que não podem ser rotulados de pesquisadores. O blog 42 é mantido por Igor Santos, um engenheiro que trabalha num cartório e mantém um blog “para compartilhar o amor pela ciência”.  O blog Universo Físico tem como autor o  físico de formação e jornalista de profissão Igor Zolnerkevic, que trabalha na Assessoria de Comunicação e Imprensa da Unesp. Paula Signorini, uma biológa que trabalha como editora e divulgadora de ciências, escreve sobre práticas sustentáveis no Rastro de Carbono – Por um futuro verde. Como se vê, há uma certa diversidade de tipos e temas por trás dos blogs. Mas as ciências humanas ainda não estão nem de leve cobertas pelo ScienceBlogs Brasil. “Precisamos ter blogs dessa área”, afirma Hotta.

A ascensão dos blogs – A audiência de todos os blogs do ScienceBlogs Brasil ainda é modesta, mas crescente, segundo seus administradores.  Está na casa dos 150 mil visitantes por mês, que navegam por cerca de 250 mil páginas. Frequentemente apontado como o blog feito por um cientista com maior influência no planeta, o Pharyngula – criado pelo biólogo Paul Myers, da Universidade de Minnesota,  que fala sobre evolução e desenvolvimento – exibe números colossais para a realidade brasileira.  Semanalmente, suas páginas são vistas meio milhão de vezes por milhares de internautas.

Para quem acha que manter um site pessoal sobre ciência, que mescla opinião e informação, é apenas um passatempo sem muita importância, é recomendável ler uma reportagemconteúdo restrito a assinantes) publicada na edição de 19/03 da revista científica Nature, uma das mais prestigiadas do mundo. O texto defende a ideia de que o jornalismo científico está em declínio, sobretudo depois da eclosão da crise econômica em setembro do ano passado, e que estão em ascensão os blogs de ciência e as ações de divulgação científica mantidas por universidades, institutos de pesquisa e agência de fomento a pesquisa. Uma  questão central abordada na reportagem é se os tais blogs de ciência, sejam eles mantidos por jornalistas, cientistas ou amantes da pesquisa, serão capazes de tomar o lugar do jornalismo científico produzido pelos meios de comunicação mais tradicionais.  A reportagem não esgota o assunto, tampouco dá uma reposta definitiva sobre a questão.

Seja qual for o desfecho desse embate, a Nature, em editorial (conteúdo restrito a assinantes) publicado na mesma edição, recomenda aos cientistas um olhar mais contemporâneo sobre o tradicional jornalismo científico e também sobre os novíssimos blogs de ciência. Depois de lembrar que a face gráfica da internet, o popular www, foi inventada por cientistas num dos templos da pesquisa mundial, o Centro Europeu de Pesquisas Nucleares (Cern), nos arredores de Genebra; depois de falar da crise mundial que se abate sobre a imprensa internacional e diminui os postos de trabalho nas editorias de ciência, deixando talvez um vazio no setor; depois de mencionar a pouca atenção (desprezo em alguns casos) que muitos pesquisadores mais velhos ainda dão à divulgação de seus trabalhos pela imprensa ou pelos blogs, preferindo apenas comunicar seus estudos em revistas científicas com peer-review (revisão por pares), a Nature conclui assim seu editorial: “Ainda que se mostrem relutantes eles mesmos em falar com a imprensa, (os cientistas) deveriam encorajar colegas que fazem isso de forma responsável. Os cientistas estão totalmente aptos a atingir mais pessoas do que nunca, mas apenas se eles abraçarem a mesma tecnologia que eles desenvolveram”.

Leia mais em EDUCAÇÃO POLÍTICA:

UNIVERSIDADE DESENVOLVE PESQUISA PARA A PRODUÇÃO DE BIODIESEL A PARTIR DE MICROALGAS

PESQUISADORES BRASILEIROS BUSCAM PRODUZIR HIDROGÊNIO COMBUSTÍVEL DO ESGOTO

CAPITALISMO DEPENDENTE: APENAS 3,7% DOS DOUTORES DO PAÍS ESTÃO EM EMPRESAS PRIVADAS

BRASIL PRECISA DOBRAR INVESTIMENTO EM PESQUISA

JORNAL DA GLOBO “ESQUECEU” DE MOSTRAR A PARTE MAIS QUENTE DO DEPOIMENTO DE PROTÓGENES QUEIROZ À CPI DOS GRAMPOS

Protógenes na CPI: cobertura da Globo estava desanimada

Protógenes na CPI: cobertura da Globo estava desanimada

O Jornal da Globo está fazendo um novo tipo de jornalismo, o da atenuação. Se tem uma discussão quente, na qual deputados sobem do tom e se enfurecem, o Jornal da Globo simplesmente não põe no ar. É o jornalismo versão ideológica sem sal.

Foi o que aconteceu ontem à noite (08/04/09)  na cobertura do depoimento do delegado da Polícia Federal, Protógenes Queiroz. O momento mais tenso da CPI e mais interessante foi quando o deputado do Psol, Chico Alencar, questiona sobre a proteção que a CPI dá ao banqueiro Daniel Dantas, não o convocando para depor.  O deputado do PT, Nelson Pellegrino, relator da CPI, ficou irritado com a inevitável proteção que a CPI faz ao banqueiro condenado pela Justiça, Daniel Dantas. No jornalismo da Globo, isso não apareceu. Seria muito jornalismo para pouca versão.

Mas se você quiser ver mais jornalismo e menos versão dos fatos, como faz a Globo, assista à cobertura feita pela Bandeirantes, no jornal da Noite. Assistir aos dois vídeos, que são curtos, é uma aula de jornalismo. Na Band, a tensão de Pellegrino  aparece, assim como se tem uma cobertura mais jornalística e menos ideológica.

Versão da Globo, Protógenes nega ter feito escutas clandestinas

Cobertura da Band, Protógenes Queroz evita responder em CPI dos grampos

Leia mais em Educação Político:

DIPLOMA DE JORNALISTA: O BRASIL GOSTA DE DISTRIBUIR A MISÉRIA E CONCENTRAR RENDA

FOLHA DE S.PAULO ESTÁ CERTA, PERTO DE GILMAR MENDES DITADURA É DITABRANDA; MILITARES SÃO AMADORES FRENTE À MONARCOJURISPRUDÊNCIA

REVISTA VEJA NÃO APURA DIREITO A REPORTAGEM E ASSOCIAÇÃO DE JUÍZES TEM DE CORRIGIR A PRECARIEDADE JORNALÍSTICA

MERVAL PEREIRA DIZ NA CBN QUE DISTRIBUIR RENDA É POPULISMO; COMENTARISTA NÃO GOSTOU DO AUMENTO DA COBERTURA DO BOLSA FAMÍLIA

Na Band, Protógenes Queiroz evita responder em CPI dos grampos,

BRASIL TAMBÉM É LIDER EM DESIGUALDADE NO ACESSO À INTERNET

Um dia estaremos como na Europa...

Um dia estaremos como na Europa...

Brasileiros pobres têm o menor acesso à internet entre 14 países da América Latina e Caribe 

Isabela Vieira 
Repórter da Agência Brasil 

Rio de Janeiro – Em países da América Latina e do Caribe, o acesso à internet por parte da população mais rica pode ser até 30 vezes maior que o acesso pelos mais pobres. Em uma lista com 14 países (com dados mais recentes), o Brasil lidera a desigualdade. Entre os mais ricos o uso no país é de 52%, quanto entre os mais pobres, é de 1,7%. As informações são da Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal), vinculada à Organização das Nações Unidas (ONU). Para chegar a essas conclusões, o órgão criou um banco de dados com indicadores sobre tecnologia da informação e comunicação (TIC). A partir de hoje (7), o sistema está disponível gratuitamente na internet. O banco de dados cruza informações sobre uso de computadores, internet e telefones, por exemplo, com indicadores socioeconômicos, auxiliando na elaboração de políticas de inclusão digital. De acordo com a Cepal, por meio da tecnologia, serviços de saúde, educação e governo eletrônico podem ficar mais acessíveis aos cidadãos. “A ferramenta propicia um cenário sobre o uso dessas tecnologias na região. Com isso, os países podem desenhar ou pesquisar novos esforços, novas iniciativas e ampliar esse acesso”, explica a coordenadora do projeto, Mariana Balboni. A Cepal reuniu informações em inglês e espanhol de 17 países, colhidas por meio de pesquisas domiciliares feitas entre 2000 e 2007. São mais de 40 variáveis sobre TIC e 20 indicadores socioeconômicos, como renda e escolaridade. No sistema, o cruzamento pode ser feito de várias maneiras. A coordenadora do projeto, explica que os dados das pesquisas nacionais foram harmonizados com base em padrões estatísticos internacionais, mas que para inclusão de novas informações, um dos desafios é a padronização das pesquisas. Segundo Balboni, a avaliação dos resultados é feita por cientistas sociais, não pelos organizadores do sistema. Mas adianta, com base nos indicadores, que a renda influencia no acesso à tecnologia nos país latino-americanos. “Podemos dizer, da maneira geral, que a exclusão digital acompanha a exclusão social no país, nos países e entre os países.”

Leia também em Educação Política:

ANEEL SE MEXE LENTAMENTE PARA LIBERAR INTERNET BANDA LARGA POR ELETRICIDADE

PORTO ALEGRE (RS) INVESTE EM INTERNET BANDA LARGA E PREFEITURA ECONOMIZA R$ 8 MILHÕES EM 2008 COM TELEFONIA

GOVERNO LULA DEVE INVESTIR PESADO EM TRANSMISSÃO DE DADOS PARA ACABAR COM A AZIA DA MÍDIA; INTERNET É O MELHOR ANTIÁCIDO

PORTUGAL SE PREPARA PARA REVOLUCIONAR A INTERNET BANDA LARGA

INTERNET BANDA LARGA NO BRASIL ENTRE AS PIORES E MAIS CARAS DO MUNDO

 

ANJOS DO SOL TRAZ A TRISTEZA DE UM BRASIL PROFUNDO E CORONELISTA

Anjos do Sol, filme de 2006 de Rudi Lagemann, nos abarca com uma tristeza profunda. Uma tristeza da alma, de um passado, de um futuro, de um presente vazio. Uma tristeza de um povo, não de um indivíduo ou de uma mulher. Uma tristeza que talvez não esteja tão presente na narrativa, mas além da narrativa, no ambiente que nos cerca, na política, na economia, na cultura brasileira.

O filme é tenso e angustiante, como deve ser um bom filme, mas é também um momento especial do ator Antônio Calloni, que parece incorporar o personagem em sua consciência predatória e coronelista.  A liberdade é não ter escolha, não ter vida, a liberdade é o objeto.

Algo mais em Educação Política:

CRIANÇAS INVISÍVEIS (ALL THE INVISIBLE CHILDREN) É UMA POEMA DRAMÁTICO DA SITUAÇÃO DA INFÂNCIA NO MUNDO MODERNO

PARADISE NOW É UM BELO FILME EM TEMPOS DE GUERRA ISRAELENSE EM GAZA

SÉRIE CAPITU DE LUIZ FERNANDO CARVALHO MOSTRA REDE GLOBO COMO VANGUARDA E REVOLUCIONÁRIA NA DRAMATURGIA E RETRÓGRADA E OMISSA NO JORNALISMO

HUMOR: FERNANDO HENRIQUE CARDOSO TAMBÉM ESTAVA NO G-20

ARTE BRUTA

Imagem por Krazydad/creative commons

Imagem por Krazydad/creative commons

 

 

Descobri o mundo em que vivia.
De todo lixo
fiz estátuas em bronze puro
mas desvaneceram ao sol do meio dia.
De toda miséria
tentei fazer poemas
mas fiquei preso a rabiscos e lágrimas.

 

 

 

 


Algo mais em Educação Política:

A BICICLETA

ALMOFADINHA DO AUTOMÓVEL

O ASNO MOTORISTA 1

OBRA-PRIMA: DA BOCA DA NOITE AO PINGO DO MEIO DIA/ PASSEI HORAS PROCURANDO A TUA BOCA E ELA NÃO RESPONDIA

O PSDB TROUXE GRANDE DANO AO PAÍS NO GOVERNO FEDERAL E, COM EFEITO COLATERAL, CONTAMINOU O PODER JUDICIÁRIO

O PSDB e o governo de Fernando Henrique Cardoso ainda continuam causando estragos no Brasil, mesmo depois de seis anos de terem deixado o governo. É certo que o governo de Lula é mais apaziguador do que progressista, apesar de grandes avanços na área social.

Mas durante o governo federal do PSDB, o Brasil passou pela pior crise de emprego, pior crise de dengue, apagão elétrico, populismo cambial e outras aventuras que até hoje causam danos ao país.

Mas o pior não é isso. O pior é ter deixado como herança o ministro do Supremo, Gilmar Mendes, ex-advogado da União do governo Fernando Henrique. Hoje o Supremo Tribunal Federal é um guardião dos interesses da elite e se omite nas graves questões da população. O Supremo se preocupa com a prisão de criminosos do colarinho branco e o resto… o resto é resto…

Lula e o PT poderiam ter melhorado a situação, mas falharam em algumas das nomeações para o STF.

O resumo da ópera é que o PSDB causou grave dano no executivo e, com efeito colateral, contaminou o judiciário.

Veja abaixo notícia sobre a situação da justiça no país enquanto o supremo se preocupa com algemas e prisão preventiva de criminosos do colarinho branco.


Vannuchi quer crime de pistolagem julgado pela Justiça Federal

Vladimir Platonow
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – O ministro Paulo Vannuchi, da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, pediu à Procuradoria-Geral da República (PGR) que um crime de pistolagem ocorrido no início do ano na Paraíba saia do âmbito estadual e seja julgado pela Justiça Federal.

Ele citou o caso do advogado Manoel Mattos, assassinado em 24 de janeiro por integrantes de um grupo de extermínio com ligações na Polícia Militar da Paraíba. Mattos era defensor de vítimas de pistoleiros e atuou fortemente como assessor na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Grupos de Extermínio.

O advogado acabou morto com dois tiros de espingarda à queima-roupa, na frente de várias pessoas, em uma casa de praia na divisa da Paraíba com Pernambuco. Quatro acusados foram presos, mas dois deles foram soltos recentemente. A família do advogado, que era vice-presidente do PT de Pernambuco, foi ameaçada de morte e teve que deixar a cidade de Itambé (PE), onde morava.

O ministro – que também preside o Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana – classificou o crime de insuportável e fruto da impunidade existente no país.

“O conselho já tem, há três anos, uma investigação sistemática sobre grupos de extermínios em sete estados. No caso de Manoel Mattos, precisamos reforçar os pedidos ao procurador-geral da República [Antônio Fernando de Souza] para requerer, junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), a federalização do caso”, afirmou Vannuchi, que recebeu do procurador a promessa de decidir sobre o pedido hoje (2).

Segundo o ministro, dificuldades políticas na Paraíba, onde assumiu recentemente o governador José Maranhão (PMDB) no lugar de Cássio Cunha Lima (PSDB), cassado por crime eleitoral pelo Tribunal Superior Eleitoral, justificam levar o assassinato de Manoel Mattos para a esfera federal, onde passaria a ser investigado pela Polícia Federal: “Na crise política da Paraíba, o novo governador ainda não mexeu na polícia e não sei se vai mexer. Então, a impunidade lá está contratada”.

Vannuchi explicou que a federalização de casos envolvendo abusos de direitos humanos é possível desde 2005, a partir da reforma do Judiciário. “Em graves violações dos direitos humanos, o procurador-geral da República pode suscitar ao STJ a federalização. Só que em vários pedidos apresentados até agora, como o caso Dorothy Stang [missionária morta em 2005 no Pará] e outros, nunca se conseguiu”, explicou o ministro.

Ele se encontrou, no Rio, com a mãe do advogado, Nair dos Anjos, e com a viúva, Alcione de Lima. O encontro ocorreu durante a entrega da Medalha Chico Mendes, do Grupo Tortura Nunca Mais, a pessoas e entidades comprometidas com a defesa dos direitos humanos.

A família de Manoel Mattos – homenageado in memorian com a medalha – contou que um dos acusados pelo crime foi solto terça-feira (31) e que decidiu solicitar ingresso no programa de proteção a testemunhas do governo federal, após aconselhamento com a organização não-governamental de direitos humanos Justiça Global.

Segundo a viúva, o crime organizado age impunemente na Zona da Mata pernambucana, eliminando desde ladrões comuns a trabalhadores rurais: “São milícias de policiais com bandidos, que fazem o trabalho sujo, bancadas por políticos, comerciantes e donos de engenho. Matam trabalhador rural, pessoas que fazem pequenos furtos, negros e até homossexuais”.

A mãe do advogado já foi ameaçada por carta, dizendo o dia e o local onde seria morta. “Eu não tenho medo de nada, mas só vou sossegar quando a justiça for feita e todos os envolvidos estiverem presos, inclusive os mandantes”, disse.

Leia também em Educação Política:

ASSOCIAÇÃO DOS JUÍZES FEDERAIS CRITICA GILMAR MENDES POR SER UM “VEÍCULO DE MALEDICÊNCIAS”

FUGA DE DÓLARES: POLÍTICA CULTURAL DE JOSÉ SERRA É MANDAR DINHEIRO PARA A SUÍÇA

GILMAR MENDES SE TRANSFORMOU EM NAPOLEÃO DA DEMOCRACIA SUBDESENVOLVIDA BRASILEIRA

REVISTA VEJA NÃO APURA DIREITO A REPORTAGEM E ASSOCIAÇÃO DE JUÍZES TEM DE CORRIGIR A PRECARIEDADE JORNALÍSTICA

LEITORA: UM PEDIDO PARA O NOVO SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO, PAULO RENATO DE SOUZA

Por Alcina Severino da Silva, professora em Avaré (SP)

Em 01 de Abril de 2009
Sou agente de serviços escolar readaptada a mais ou menos 4 anos, trabalho em uma escola do interior , estou escrevendo para falar sobre o bônus que os funcionários e os prefessores da minha escola não tiveram a honra de receber, trabalhando se esforçando muito para ensinar , para educar adolescentes que não estão nem ai com os estudos , só pensam em desafiar professor diretor ,enfim todos que trabalham na escola. Assim como eu e outros colegas, íamos até as residencias dos alunos faltosos procurar saber o porque o aluno estava faltando da escola , dependendo do motivo seria encaminhado para o conselho tutelar. Em minha escola tinha uma professora que dava aulas de recupração para os alunos à noite sem se preocupar com pagamento era uma voluntária da escola .Gostaria que o senhor excelentissímo secretário revisse a nossa situação ,pois contávamos muito com esta gratificação ,porque o salário do funcionário é pouco, então ao recebermos nos ajudariamos muito.Ficamos muito desapontados com esta situação até parece que não damos importâcia a nossa escola. Eu sou readaptada mas atendo as crianças na biblioteca, na sala de informática e também no atendimento aos professores e ao público na secretária da escola.,Eu acho que pelo menos um pouco todos deveriam receber ,porque um ganha demais e outros nada . eu moro em Avaré interior de São Paulo,confesso que fiquei muito envergonhada junto aos  colegas das outras escolas. Se no ano de 2007 nossa escola esteve em segundo lugar , e por causa de evasão de alunos não recebemos esta gratificação , agora pergunto: temos culpa das crianças não terem interesse em estudar? E se os pais tambem não ligam para isto, o filho fala que não vai à escola e ele os apoiam.Gostaria que o senhor se passasse por um professor substituto e ficasse em uma sala de aula para se certificar que estoufalando a verdade da falta de interesse do aluno na sala de aula; são raros os que se propoem a estudar mesmo, proponho uma visita às escolas da minha cidade que é Avaré. Gostaria que enviassem  por favor ao senhor secretário da educação o meu comentário.
Atencosamente meu muito obrigado.
Gostaria de receber uma resposta positiva pelo meu email.

Leia mais em Educação Política:

EDUCAÇÃO RUIM E DESIGUALDADE SOCIAL SÃO FACILITADORES DA PEDOFILIA; SEM COMBATER A POBREZA NÃO HÁ COMO REDUZIR A PEDOFILIA

DESVIAR VERBA DA EDUCAÇÃO É PIOR DO QUE FURTAR MANTIMENTOS DE DESABRIGADOS DE SANTA CATARINA

LEITOR FAZ APELO AO GOVERNADOR JOSÉ SERRA E A SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO, MARIA HELENA DE CASTRO, QUE IGNORAM SITUAÇÃO DE ARARAQUARA, INTERIOR DE SÃO PAULO


PROFESSOR RELATA SITUAÇÃO DA EDUCAÇÃO EM ARARAQUARA, ESTADO DE SÃO PAULO

INTERNAUTA: NA DEMOCRACIA NORTE-AMERICANA LIBERDADE SERVE PARA JUSTIFICAR INVASÕES A PAÍSES SOBERANOS

Do internauta Rossi

01 – A democracia como valor universal não existe e nem pode existir, pois temos que chegar em sua essência e ver a quem beneficia. Para a aristocracia grega da antiguidade existia a mais ampla “democracia”, porém, para os escravos (que eram a absoluta maioria), a democracia era somente uma palavra vazia. Na realidade a verdadeira e legitima Democracia ainda é uma utopia. As eleições em si não fazem uma democracia. A Democracia não é feita apenas de eleições mas também da possibilidade real da absoluta maioria da população participar da direção e gestão dos assuntos públicos e sociais.
As democracias são diversificadas, refletindo a vida política, social e cultural de cada país. As democracias baseiam-se em princípios fundamentais e não em práticas uniformes. Não existe um modelo autêntico ou forma perfeita e exemplar de Democracia no mundo e nem existe um modelo único que sirva para todas as regiões e todos os países.
02 – Cada povo tenciona se tornar livre, soberano e independente, projetando construir sempre a democracia de acordo com as realidades sociais, politicas e econômicas, e desta forma na pretenção sempre de assegurar a soberania e a independência nacional. É preciso pensar bem no que seja realmente uma verdadeira Democracia. Assim sendo a vontade da absoluta maioria de um povo em mudar e defender um ideal que atenda os anseios da maior parte da população também pode constituir-se como um processo em forma de Democracia no momento em que acontece quando dezenas de milhões de pessoas chegam a conclusão de que não se pode continuar a viver assim e dessa maneira escolhem o caminho da Revolução Social de Libertação Nacional.
03 – Os Estados Unidos da América que se julgam os campeões de “Democracia” por exemplo, não passam de uma Tirania da Burguesia e do Capital Monopolista; ditadura essa que não permite nenhuma ameaça ao seu domínio que não pode ser contrariada e nem ter oposição, pois o capital e os interesses da burguesia em primeiro lugar e tem que ser defendida a qualquer custo.
04 – A dita “Democracia” dos Estados Unidos da América não passa de um circo, uma grande fraude um engodo, uma farsa, um faz-de-conta apenas para dizer e iludir de que se trata da vontade da “maioria”. Toda ruidosa propaganda de “Democracia” nos Estados Unidos da América não é senão uma capa fina por traz do qual fica cada vez mais difícil de não esconder a Grande Ditadura da Burguesia do Império do Capital Monopolista.
Existe nos Estados Unidos apenas dois partidos grandes que se alternam no poder a decadas, representam e defendem os interesses do grande capital; e isso não significa dizer que o povo deseja unicamente e tão somente a existência desses dois partidos. O Partido “Democrata” e o “Republicano” que são dois partidos que enganam os eleitores a delegar sempre a representantes da burguesia e do Grande Capital Monopolista o poder de decidir as leis a seu favor. Nestas condições, as posições-chave nos órgãos do poder no mundo do capital, são ocupadas sempre por representantes da burguesia.
O Partido “Democrata” e o “Republicano” são partidos da burguesia e um pelo outro é a mesma coisa, não acrescentam em nada, os dois ainda simulam que fazem oposição um ao outro e são farinha do mesmo saco, é como trocar seis por meia dúzia, os dois contribuem sobremaneira para reduzir a influência de outros partidos e portanto ajudam a manter o povo prisioneiros da Ideologia Burguesa. Os dois partidos representantes das classes dominantes e cuja diferença não vai muito além do nome, os dois tem grande espaço nos meios de Comunicação Social e nas Agências de Publicidade e é exatamente essas que se encontram sob o domínio da classe dominante, que embora sendo menor é no entanto toda poderosa.
05 – Os eleitores são induzidos ao erro de forma eficaz ao pensarem que votando em um ou outro desses dois partidos haverá mudanças, mas nada torna diferente o caráter opressor, agressivo e imperialista dos EUA, e basta que se observe na politica estadunidense quando ficam fazendo provocações criando pretextos para ingerir-se pelo mundo através da força bruta belicista, agressiva e terrorista.
06 – É bem verdade que nos EUA existem outros partidos mas que não tem a mínima chance de concorrer com esses dois, isso porque a Legislação dos EUA dificulta no máximo a participação de outros partidos nas eleições inventando inúmeros subterfúgios e obstáculos jurídicos, entre eles por exemplo, a necessidade de recolherem muito milhares de assinaturas num prazo curto realizada em presença de testemunhas e registradas notoriamente a obtenção de Licenças para os coletores de Assinaturas,etc. E mesmo se os outros partidos conseguirem vencer todas as barreiras, as comissões eleitorais privam-nos frequentemente da possibilidade de participarem nas eleições sob o pretexto de as “assinaturas serem ilegíveis” ou outro qualquer pretexto inventado.
07 – A Manipulação da consciência da população aplica-se em larga escala nos EUA, com objetivo de que o povo sempre eleja politicos para representar os interesses do capital e em todo o tempo decidir as Leis a favor da burguesia.
A pretexto de fazer reformas, para lograr a defesa dos interesses do capital, esses politicos representantes da burguesia quando eleitos tiram as conquistas já alcançadas que estejam beneficiando a absoluta maioria da população, e nesse esquema a “democracia” é apenas um slogan usado pela burguesia para atingir seus objetivos enganando a maioria da população sustentando que se trata de uma sociedade cuja a “democracia” traduz a vontade da “ maioria”, do qual todos tem “oportunidades” sem preconceitos ou discriminações.
08 – Democracia é um conjunto de princípios e práticas que protegem a liberdade humana; é a institucionalização da liberdade.Nos EUA a “liberdade de expressão e manifestação” e o exercício dos direitos de associação e reunião, incluindo a participação em organizações não-governamentais e sindicatos permanecem até o momento em que não fiquem afetando os interesses da burguesia e do capital monopolista, mas em qualquer momento, quando as autoridades acharem que a burguesia e o capital estejam sendo prejudicados, essas manifestações podem ser impedidas, perseguidas , dispersadas ou reprimidas pela polícia.
09 – A “Democracia” é para os estadunidenses quando os EUA mandam e ditam as regras, subjugam e submetem os povos a condição e posição de dependência e subserviência, mas quando os povos se levantam e tentam impor-se contra a Tirania e a vontade dos EUA então isso é Ditadura para o Império.
10 – Todas as nações devem encontrar sua própria forma de expressão, a conquistar sua própria liberdade e a desbravar seu próprio caminho. O povo é soberano para decidir seu próprio destino e construir s Democracia de acordo com as suas coveniências, o povo de cada país tem todo o direito de lutar pela sua Libertação Social e Nacional e a escolherem o melhor caminho para o seu desenvolvimento.
11 – Os povos que realmente almejam tornarem-se livres, soberanos e independentes e que para isso aderem um caminho adequado na construção do desenvolvimento democrático conforme as suas realidades sociais, politicas e econômicas, e que para isso procedem recusando-se a ficar nas “mãos” e de “joelhos” submisso aos interesses do Império e que desta forma deixam de rezar na cartilha dos EUA esses povos são perseguidos e o governo é rotulado pelos estadunidenses de totalitario, tirânico, ditadura e seus inimigos.
12 – Os Imperialistas dos EUA com a sua política de expansão e domínio territorial ou econômico do mundo usam descaradamente de estratégia as duas palavras consideradas chave que são a “Liberdade” e “Democracia” que usadas são apenas fachada para enganar quando afirmam que as causas que “defendem” são tudo por esses dois ideais.
13 – Os estadunidenses com seu sistema de governo fundado no poder de dominação sem freios, e tentam de todas as formas iludir a natureza humana ao se passarem como os Paladinos da “Liberdade” e “Democracia”, e até usam isso como argumento quando tentam justificar as invasões em países soberanos que se negam a ficar de “joelhos” submisso e sob seu controle e domínio absoluto. Os Imperialistas dos EUA para manter sua influencia sobre o mundo invadem países soberanos objetivando dominar o mundo e explorar os povos e suas riquezas naturais,, comandam genocídios por todo o mundo para extrair matérias-primas e demais riquezas. Para isso, endividam essas nações, compram seus políticos e seus governos fantoches.
14 – As democracias entendem que uma das suas principais funções é proteger direitos humanos fundamentais como a liberdade de expressão; o direito a proteção legal igual; e a oportunidade de organizar e participar plenamente na vida política, econômica e cultural da sociedade.
Os Imperialistas dos EUA que se julgam os “guardiões” dos direitos humanos, legalizam a tortura, invadem e destroem países e financiam ataques e utilizam armas químicas e as mais avançadas tecnologias bélicas, assassinam milhares de pessoas, arrasam países inteiro e jogam sua população na miséria promovem sangrenta ocupação e destruição de países, estabelecem ditaduras títere e assassinam centenas de milhares de homens, mulheres e crianças inocentes, além da destruição econômica e social simplesmente para atender aos interesses dos monopólios do capital, e ainda usam por estratégia as duas palavras chave que são a “Liberdade” e “Democracia” na tentativa de justificar seus atos de agressão e dominação, mas quando os povos realmente aspiram ser livres, independentes e soberanos organizando o seu desenvolvimento conforme as suas realidades sociais, politicas e econômicas, e que com isso venham a contrariar os interesses do Império, a tão propalada “liberdade” e “Democracia” que os imperialistas estadunidenses dizem tanto “defender” logo deixa de existir e vem desrespeito e violação dos direitos humanos, perseguições, golpes, torturas, massacres, repressões e guerras.

Leia também em Educação Política:

BRASIL VIVE DEMOCRACIA JUDICIAL-POLICIAL QUE INVERTE O ÔNUS DA PROVA E DO CRIME

OAB, SUPREMO, VEJA: SETORES DA SOCIEDADE BRASILEIRA ESTÃO HISTÉRICOS COM A DEMOCRACIA

O VOTO É O MOMENTO MAIS EMBLEMÁTICO E MAIS ENGANOSO DA DEMOCRACIA

NÃO EXISTE DEMOCRACIA, MAS PROCESSO DEMOCRÁTICO

%d blogueiros gostam disto: