Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

INTERNAUTA: NA DEMOCRACIA NORTE-AMERICANA LIBERDADE SERVE PARA JUSTIFICAR INVASÕES A PAÍSES SOBERANOS

Do internauta Rossi

01 – A democracia como valor universal não existe e nem pode existir, pois temos que chegar em sua essência e ver a quem beneficia. Para a aristocracia grega da antiguidade existia a mais ampla “democracia”, porém, para os escravos (que eram a absoluta maioria), a democracia era somente uma palavra vazia. Na realidade a verdadeira e legitima Democracia ainda é uma utopia. As eleições em si não fazem uma democracia. A Democracia não é feita apenas de eleições mas também da possibilidade real da absoluta maioria da população participar da direção e gestão dos assuntos públicos e sociais.
As democracias são diversificadas, refletindo a vida política, social e cultural de cada país. As democracias baseiam-se em princípios fundamentais e não em práticas uniformes. Não existe um modelo autêntico ou forma perfeita e exemplar de Democracia no mundo e nem existe um modelo único que sirva para todas as regiões e todos os países.
02 – Cada povo tenciona se tornar livre, soberano e independente, projetando construir sempre a democracia de acordo com as realidades sociais, politicas e econômicas, e desta forma na pretenção sempre de assegurar a soberania e a independência nacional. É preciso pensar bem no que seja realmente uma verdadeira Democracia. Assim sendo a vontade da absoluta maioria de um povo em mudar e defender um ideal que atenda os anseios da maior parte da população também pode constituir-se como um processo em forma de Democracia no momento em que acontece quando dezenas de milhões de pessoas chegam a conclusão de que não se pode continuar a viver assim e dessa maneira escolhem o caminho da Revolução Social de Libertação Nacional.
03 – Os Estados Unidos da América que se julgam os campeões de “Democracia” por exemplo, não passam de uma Tirania da Burguesia e do Capital Monopolista; ditadura essa que não permite nenhuma ameaça ao seu domínio que não pode ser contrariada e nem ter oposição, pois o capital e os interesses da burguesia em primeiro lugar e tem que ser defendida a qualquer custo.
04 – A dita “Democracia” dos Estados Unidos da América não passa de um circo, uma grande fraude um engodo, uma farsa, um faz-de-conta apenas para dizer e iludir de que se trata da vontade da “maioria”. Toda ruidosa propaganda de “Democracia” nos Estados Unidos da América não é senão uma capa fina por traz do qual fica cada vez mais difícil de não esconder a Grande Ditadura da Burguesia do Império do Capital Monopolista.
Existe nos Estados Unidos apenas dois partidos grandes que se alternam no poder a decadas, representam e defendem os interesses do grande capital; e isso não significa dizer que o povo deseja unicamente e tão somente a existência desses dois partidos. O Partido “Democrata” e o “Republicano” que são dois partidos que enganam os eleitores a delegar sempre a representantes da burguesia e do Grande Capital Monopolista o poder de decidir as leis a seu favor. Nestas condições, as posições-chave nos órgãos do poder no mundo do capital, são ocupadas sempre por representantes da burguesia.
O Partido “Democrata” e o “Republicano” são partidos da burguesia e um pelo outro é a mesma coisa, não acrescentam em nada, os dois ainda simulam que fazem oposição um ao outro e são farinha do mesmo saco, é como trocar seis por meia dúzia, os dois contribuem sobremaneira para reduzir a influência de outros partidos e portanto ajudam a manter o povo prisioneiros da Ideologia Burguesa. Os dois partidos representantes das classes dominantes e cuja diferença não vai muito além do nome, os dois tem grande espaço nos meios de Comunicação Social e nas Agências de Publicidade e é exatamente essas que se encontram sob o domínio da classe dominante, que embora sendo menor é no entanto toda poderosa.
05 – Os eleitores são induzidos ao erro de forma eficaz ao pensarem que votando em um ou outro desses dois partidos haverá mudanças, mas nada torna diferente o caráter opressor, agressivo e imperialista dos EUA, e basta que se observe na politica estadunidense quando ficam fazendo provocações criando pretextos para ingerir-se pelo mundo através da força bruta belicista, agressiva e terrorista.
06 – É bem verdade que nos EUA existem outros partidos mas que não tem a mínima chance de concorrer com esses dois, isso porque a Legislação dos EUA dificulta no máximo a participação de outros partidos nas eleições inventando inúmeros subterfúgios e obstáculos jurídicos, entre eles por exemplo, a necessidade de recolherem muito milhares de assinaturas num prazo curto realizada em presença de testemunhas e registradas notoriamente a obtenção de Licenças para os coletores de Assinaturas,etc. E mesmo se os outros partidos conseguirem vencer todas as barreiras, as comissões eleitorais privam-nos frequentemente da possibilidade de participarem nas eleições sob o pretexto de as “assinaturas serem ilegíveis” ou outro qualquer pretexto inventado.
07 – A Manipulação da consciência da população aplica-se em larga escala nos EUA, com objetivo de que o povo sempre eleja politicos para representar os interesses do capital e em todo o tempo decidir as Leis a favor da burguesia.
A pretexto de fazer reformas, para lograr a defesa dos interesses do capital, esses politicos representantes da burguesia quando eleitos tiram as conquistas já alcançadas que estejam beneficiando a absoluta maioria da população, e nesse esquema a “democracia” é apenas um slogan usado pela burguesia para atingir seus objetivos enganando a maioria da população sustentando que se trata de uma sociedade cuja a “democracia” traduz a vontade da “ maioria”, do qual todos tem “oportunidades” sem preconceitos ou discriminações.
08 – Democracia é um conjunto de princípios e práticas que protegem a liberdade humana; é a institucionalização da liberdade.Nos EUA a “liberdade de expressão e manifestação” e o exercício dos direitos de associação e reunião, incluindo a participação em organizações não-governamentais e sindicatos permanecem até o momento em que não fiquem afetando os interesses da burguesia e do capital monopolista, mas em qualquer momento, quando as autoridades acharem que a burguesia e o capital estejam sendo prejudicados, essas manifestações podem ser impedidas, perseguidas , dispersadas ou reprimidas pela polícia.
09 – A “Democracia” é para os estadunidenses quando os EUA mandam e ditam as regras, subjugam e submetem os povos a condição e posição de dependência e subserviência, mas quando os povos se levantam e tentam impor-se contra a Tirania e a vontade dos EUA então isso é Ditadura para o Império.
10 – Todas as nações devem encontrar sua própria forma de expressão, a conquistar sua própria liberdade e a desbravar seu próprio caminho. O povo é soberano para decidir seu próprio destino e construir s Democracia de acordo com as suas coveniências, o povo de cada país tem todo o direito de lutar pela sua Libertação Social e Nacional e a escolherem o melhor caminho para o seu desenvolvimento.
11 – Os povos que realmente almejam tornarem-se livres, soberanos e independentes e que para isso aderem um caminho adequado na construção do desenvolvimento democrático conforme as suas realidades sociais, politicas e econômicas, e que para isso procedem recusando-se a ficar nas “mãos” e de “joelhos” submisso aos interesses do Império e que desta forma deixam de rezar na cartilha dos EUA esses povos são perseguidos e o governo é rotulado pelos estadunidenses de totalitario, tirânico, ditadura e seus inimigos.
12 – Os Imperialistas dos EUA com a sua política de expansão e domínio territorial ou econômico do mundo usam descaradamente de estratégia as duas palavras consideradas chave que são a “Liberdade” e “Democracia” que usadas são apenas fachada para enganar quando afirmam que as causas que “defendem” são tudo por esses dois ideais.
13 – Os estadunidenses com seu sistema de governo fundado no poder de dominação sem freios, e tentam de todas as formas iludir a natureza humana ao se passarem como os Paladinos da “Liberdade” e “Democracia”, e até usam isso como argumento quando tentam justificar as invasões em países soberanos que se negam a ficar de “joelhos” submisso e sob seu controle e domínio absoluto. Os Imperialistas dos EUA para manter sua influencia sobre o mundo invadem países soberanos objetivando dominar o mundo e explorar os povos e suas riquezas naturais,, comandam genocídios por todo o mundo para extrair matérias-primas e demais riquezas. Para isso, endividam essas nações, compram seus políticos e seus governos fantoches.
14 – As democracias entendem que uma das suas principais funções é proteger direitos humanos fundamentais como a liberdade de expressão; o direito a proteção legal igual; e a oportunidade de organizar e participar plenamente na vida política, econômica e cultural da sociedade.
Os Imperialistas dos EUA que se julgam os “guardiões” dos direitos humanos, legalizam a tortura, invadem e destroem países e financiam ataques e utilizam armas químicas e as mais avançadas tecnologias bélicas, assassinam milhares de pessoas, arrasam países inteiro e jogam sua população na miséria promovem sangrenta ocupação e destruição de países, estabelecem ditaduras títere e assassinam centenas de milhares de homens, mulheres e crianças inocentes, além da destruição econômica e social simplesmente para atender aos interesses dos monopólios do capital, e ainda usam por estratégia as duas palavras chave que são a “Liberdade” e “Democracia” na tentativa de justificar seus atos de agressão e dominação, mas quando os povos realmente aspiram ser livres, independentes e soberanos organizando o seu desenvolvimento conforme as suas realidades sociais, politicas e econômicas, e que com isso venham a contrariar os interesses do Império, a tão propalada “liberdade” e “Democracia” que os imperialistas estadunidenses dizem tanto “defender” logo deixa de existir e vem desrespeito e violação dos direitos humanos, perseguições, golpes, torturas, massacres, repressões e guerras.

Leia também em Educação Política:

BRASIL VIVE DEMOCRACIA JUDICIAL-POLICIAL QUE INVERTE O ÔNUS DA PROVA E DO CRIME

OAB, SUPREMO, VEJA: SETORES DA SOCIEDADE BRASILEIRA ESTÃO HISTÉRICOS COM A DEMOCRACIA

O VOTO É O MOMENTO MAIS EMBLEMÁTICO E MAIS ENGANOSO DA DEMOCRACIA

NÃO EXISTE DEMOCRACIA, MAS PROCESSO DEMOCRÁTICO

2 Respostas para “INTERNAUTA: NA DEMOCRACIA NORTE-AMERICANA LIBERDADE SERVE PARA JUSTIFICAR INVASÕES A PAÍSES SOBERANOS

  1. lian 4 novembro, 2009 às 2:53 pm

    Toda eleição gera corrupção.Esta é uma frase do fabuloso Fidel Castro

    Curtir

  2. Inaldo Diniz Ferreira 2 abril, 2010 às 4:54 pm

    A democrácia norte-americaa é uma utopia a maioria dos politicos não representa a população do pais mais na verdade representa O PODER BÉLICO E INDUSTRIAL.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: