Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 26 setembro, 2009

CELSO AMORIM TIROU O BRASIL DA VASSALAGEM NAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS

Celso Amorim: fim da vassalagem nas relações internacionais

Celso Amorim: fim da vassalagem nas relações internacionais (foto ABr)

A presença de Celso Amorim no Itamaraty e do presidente Lula no governo fez o Brasil sair da posição de covardia e vassalagem nas relações internacionais. O Brasil se porta hoje como outras nações emergentes, seja Rússia, China, Índia e se coloca de igual para defender seus interesses e os interesses da comunidade internacional.

As relações internacionais no período do PSDB, governo Fernando Henrique Cardoso, eram de submissão e da boquinha. Apoiava incondicionalmente as grandes nações para ver se conseguia alguma migalha política ou comercial. Quase sempre era jogado às traças porque nenhum país vai respeitar quem se acovarda.

Por isso, a situação econômica nesse período era tão ruim: as relações internacionais estavam voltadas aos interesses dos outros países. Isso é constatação. O país não existia internacionalmente. A última atuação internacional do Brasil como protagonista mundial foi durante o governo Getúlio Vargas. Durante o regime militar não precisa nem falar, o país se fechou. Os militares recebiam ordens da embaixada americana e apontavam os fuzis contra a população.

Leia mais em Educação Política:
O GASTO COM CAÇAS E SUBMARINO NUCLEAR SERÁ INÚTIL SE PSDB CHEGAR AO PODER EM 2010
UNASUL É MAIS UM INCONTESTÁVEL AVANÇO QUE A DIPLOMACIA BRASILEIRA AJUDOU A CONSTRUIR NA AMÉRICA DO SUL
CELSO AMORIM TRANSFORMOU AS RELAÇÕES INTERNACIONAIS DO BRASIL
%d blogueiros gostam disto: