Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 5 outubro, 2009

ESTADÃO NÃO QUER INTERNET BANDA LARGA PARA OS BRASILEIROS; JORNAL PUBLICA MATÉRIA FALSA, DIZ VIRGÍLIO FREIRE

O ataque à possibilidade de o Brasil democratizar a informação na internet  já começou. As grandes empresas de telecomunicação não vão perder tempo e vão jogar pesado contra a possibilidade de a população do Brasil poder se informar melhor e de mudar o verdadeiro desastre que é a internet banda larga no Brasil.

Há dois interesses muito bem casados contra a internet acessível e barata para toda a população: o das empresas de telecomunicação que cobram uma fortuna por um serviço de péssima qualidade e o dos grandes veículos de mídia, que não querem concorrentes nem profissionais que deixam transparente as omissões e a pequenez presente no jornalismo.

Mostrei na postagem  (BANDA LARGA QUE GOVERNO LULA PRETENDE IMPLANTAR DEVE SER UMA REDE NEUTRA, APENAS A ESTRUTURA FÍSICA ) que o Brasil fará isso se as empresas deixarem.

Elas vão fazer de tudo para impedir que a internet melhore. A ofensiva já começou.

É o que demonstra uma postagem de Virgílio Freire, sobre uma matéria que saiu domingo (ontem) no Estadão.

Veja alguns trechos abaixo:

A matéria é visivelmente anti-governo e pró-empresas privadas.

Já neste parágrafo inicial o jornalista deixa claro sua posição de que “a criação de uma estatal para o setor “preocupa” as empresas privadas”.

Não se dá ao trabalho de explicar ao leitor que a privatização foi um desastre, que as empresas privadas estão operando TODAS há dez anos, e até hoje não deram ao Brasil uma rede de Banda Larga adequada.

Recentemente, a qualidade do serviço de banda larga no Brasil foi considerado insuficiente para as necessidades atuais, de acordo com um estudo mundial conduzido pelas universidades de Oxford e Oviedo e patrocinado pela Cisco.

(…)

O modelo de competição elaborado pelo PSDB não funcionou, evidentemente. O modelo de Telecom também não. Está na hora de rever, e definir onde o Estado deve atuar.

Convém lembrar que na Europa, o país mais evoluído tecnologicamente é a França, onde existe atuação do Estado sempre que necessário, e a Inglaterra de Margareth Thatcher totalmente entregue à iniciativa privada é um fracasso.

Apenas como um exemplo, o trem que liga Londres a Paris é obrigado a uma velocidade de menos de 200 km/h no território inglês por falta de investimentos na ferrovia para modernizá-la, e no território Francês chega a quase 300 km/h – os franceses investiram no TGV, o Trem de Grande Velocidade.

O modelo privatista e defensor do capitalismo selvagem de Thatcher e Reagan mostrou-se inadequado, e até os Estados Unidos acabam de estatizar bancos e seguradoras…

(…)

O Prof. Sundfeld, único “especialista” consultado pelo repórter, “participou da equipe que elaborou a Lei Geral de Telecomunicações”.

O jornalista “esqueceu” de dizer que a Lei Geral de Telecom foi feita pelo governo FHC, especificamente pelo Sr. Sergio Motta, que era o arrecadador de fundos para a campanha de reeleição de FHC.

A Lei Geral foi feita por pessoas comprometidas com Sergio Motta, com o PSDB e com FHC. Logo, não é uma opinião isenta. Jamais o prof. Sundfeld irá reconhecer o fracasso da lei que ajudou a gerar nem do modelo que os tucanos implantaram no país.

(…)

Veja abaixo a outra notícia na mesma página do jornal.
Domingo, 04 de Outubro de 2009
Fora do Brasil, governo não entra na operação

“Até mesmo em mercados desenvolvidos existem planos de estímulo à banda larga. Mas esses planos não incluem a criação de estatais. Fabio Colasanti, diretor geral para a Sociedade da Informação e Mídia da Comissão Européia, afirmou que, na Europa, o governo pode instalar infra-estrutura de passagem, como dutos e até fibras, e depois oferecê-la de maneira isonômica à iniciativa privada. “Nos EUA, o governo cria incentivos tributários e financiamento, e deixa para o setor privado a construção das redes”, disse Meredith Baker, conselheira da Federal Communications Commission (FCC), agência reguladora dos EUA.”

A matéria acima é falsa.

Em primeiro lugar, na França o governo participa de iniciativas estratégicas como é o caso da implantação de uma rede universal de Banda Larga.

Em segundo lugar, o jornalista não tentou se informar sobre o modelo de Banda Larga que a comunidade de Telecom está discutindo com grande interesse no momento, o da Austrália.

Seminários, artigos nos informativos especializados, citam o caso australiano, e no entanto a matéria do Estadão o ignora. Talvez porque na Austrália irão criar uma estatal. Sim , uma estatal. Mas que não irá concorrer com as grandes operadoras. Eis como será feito.

O governo irá investir 48 bilhões de dólares, numa estatal que vai implantar os meios, ou seja, fibras óticas, cabos, torres, sistemas de microondas, etc.

Esta empresa vai alugar suas facilidades, ou meios, a todas as operadoras, grandes e pequenas.

Em suma, é uma empresa de atacado. Totalmente neutra do ponto de vista concorrencial.

Eventualmente, onde ninguém se interessar em atender, algum rincão longínquo da Austrália, ela poderá servir diretamente o publico.

Esse é um modelo a ser estudado e considerado no Brasil, e me parece que é algo semelhante que o Ministério do Planejamento está analisando para que seja a forma de atuação da Telebrás.
Em suma o governo está no caminho certo. O desastre da Telefonica em São Paulo é a maior prova disso. (Texto integral no site de Vírgilio Freire)

Leia mais em Educação Política:
INTERNET BANDA LARGA NO BRASIL ENTRE AS PIORES E MAIS CARAS DO MUNDO
O PRESIDENTE LULA ACORDOU PARA A QUESTÃO DA INTERNET, MAS ESTÁ DIFÍCIL MELHORAR OS SERVIÇOS DE BANDA LARGA NO BRASIL
INTERNET BANDA LARGA: GOVERNO LULA DEVERIA JOGAR ANEEL E A ANATEL NO LIXO; ESSAS AGÊNCIAS MAIS ATRAPALHAM DO QUE AJUDAM
BANDA LARGA QUE GOVERNO LULA PRETENDE IMPLANTAR DEVE SER UMA REDE NEUTRA, APENAS A ESTRUTURA FÍSICA
GOVERNO INVESTE EM NOTEBOOK, MAS A PRIORIDADE DEVERIA SER A INTERNET BANDA LARGA
GOVERNO LULA DEVE INVESTIR PESADO EM TRANSMISSÃO DE DADOS PARA ACABAR COM A AZIA DA MÍDIA; INTERNET É O MELHOR ANTIÁCIDO
%d blogueiros gostam disto: