Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 27 outubro, 2009

PROJETO DE SERRA PARA A EDUCAÇÃO ISENTA O ESTADO, JOGA A RESPONSABILIDADE EM CIMA DO PROFESSOR E CRIA O PROFESSOR-VESTIBULANDO

PSDB: 16 anos e a herança do pedágio mais caro do país

PSDB: 16 anos no governo reproduzindo a desigualdade

O projeto do governador José Serra para melhorar a educação de São Paulo isenta o Estado de responsabilidade e joga todo a ônus da educação nas costas dos professores.

Veja, o governo deveria usar uma prova para verificar a qualidade e a eficiência de suas políticas públicas, mas no governo do PSDB de Serra a própria prova é a política pública. A política pública é dar prova para professores.

O projeto de Serra esquece a violência escolar, a pedagogia, a didática e a desigualdade social. O projeto cria o professor-vestibulando e tem, em seus pilares, uma cultura autoritária e meritocrática-positivista. Saiba mais

ESCOLAS PÚBLICAS DEVEM TER UMA DISCIPLINA QUE INCENTIVE CRIANÇAS A SEREM HONESTAS

Escola deveria ensinar honestidade

Por Arlinda Basilio dos Santos

O combate à corrupção, é um objetivo e a meta é colocar um freio na sequência cada vez mais crescente de desmandos administrativos, de desvios de recursos públicos, de nepotismo e toda sorte de malversação do dinheiro do povo. A iniciativa, a exemplo de todas as outras já adotadas neste rumo, merece o aplauso e o apoio da sociedade porque visa a resguardar o patrimônio coletivo da sanha de inescrupulosos gestores e detentores de mandato, mas ela não se encerra em si mesmo.

É preciso que as instituições públicas e privadas adotem uma série de medidas que barrem de uma vez por todas o imenso sangradouro aberto nas finanças públicas por causa da corrupção desenfreada. E o melhor meio para que este objetivo seja alcançado será através da educação. É preciso que as pessoas aprendam desde cedo que usar o dinheiro público em benefício próprio é um crime sem tamanho.

As escolas públicas e privadas deveriam adotar em sua grade curricular uma disciplina que incentivasse as crianças a serem honestas, não pelo fato de que ser honesto é apenas uma virtude, mas uma necessidade cada vez mais crescente na sociedade.

Se as coisas continuarem na mesma ordem em que estão, dentro de mais alguns anos o sentido da democracia estará totalmente desfigurado.

As pessoas deixarão de acreditar nos políticos e cada vez mais vão participar menos das discussões sobre os rumos da cidade, do Estado, da nação. Isso possibilitará que apenas os aproveitadores disputem os cargos políticos e vençam as eleições. E como eles estarão conscientes de que o povo, aquele que paga a conta, não se importa em ser roubado, vão desviar tudo que for possível.

O resultado disso tudo será a deterioração cada vez mais crescente das instituições, a decadência da máquina pública como elemento de solução dos problemas sociais. Mas, para que esse quadro negro não seja confirmado, é preciso uma atitude agora. O combate à corrupção é necessário, mas ele sozinho não vai resolver o problema.

A educação será a principal arma a ser utilizada em busca de um basta nessa situação. As crianças aprendendo a não praticar e a denunciar os casos suspeitos será a forma mais prática de resolver um problema que vem angustiando o País. É preciso uma reação e ela deve surgir do seio da sociedade, a verdadeira dona do Brasil.
Arlinda Basilio dos Santos

Leia mais em Educação Política:
BRASIL COLHE OS RESULTADOS DE 20 ANOS DE DEMOCRACIA
NOVA LEI NO BRASIL, ARTIGO 1: RICOS E COM BONS ADVOGADOS NÃO PODEM SER PRESOS EM HIPÓTESE ALGUMA
SITE TRAZ UM VERDADEIRO MAPA SOBRE OS DONOS DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO NO BRASIL
O VOTO É O MOMENTO MAIS EMBLEMÁTICO E MAIS ENGANOSO DA DEMOCRACIA
NÃO EXISTE DEMOCRACIA, MAS PROCESSO DEMOCRÁTICO
%d blogueiros gostam disto: