Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

ALUNOS-FANTASMAS PODEM ESCONDER UM GRANDE ESQUEMA DE CORRUPÇÃO DISSEMINADO NAS ESCOLAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

Folha de S.Paulo não sabe o nome da diretora de escola que joga livros no lixo

Por Mauro A. Silva

Folha de São Paulo
São Paulo, quarta-feira, 28 de outubro de 2009
Estado afasta diretora e vice por material didático achado no lixo
Eram 1.500 apostilas, muitas ainda embaladas, com nome e endereço da escola

JULIANA COISSI
DA FOLHA RIBEIRÃO
A Secretaria de Estado da Educação decidiu afastar a diretora e a vice-diretora da escola estadual Eugênia Vilhena de Morais, em Ribeirão Preto. O afastamento se deve ao fato de, ao lado da escola, ter sido encontrada anteontem uma caçamba de lixo com pelo menos 1.500 apostilas de exercícios, muitas ainda embaladas, e com o nome e o endereço da escola.
O Ministério Público Estadual em Ribeirão vai abrir um inquérito para investigar o fato. O secretário de Estado da Educação, Paulo Renato Souza, chamou o caso de “episódio lamentável” e disse que a decisão de descartar o material foi “obviamente absurda”.
A secretaria não informou o nome da diretora. Alunos disseram à Folha que ela se chama Jussara, mas não souberam dizer seu sobrenome. Ela e a vice deverão trabalhar no serviço interno da Diretoria de Ensino.
A nota da pasta divulgada ontem contradiz a informação passada no dia anterior de que a escola não tinha responsabilidade pelo descarte do material.

A EE Eugênia Vilhena de Moraes é escola NOTA ZERO

Nota 0,71 no IDESP 2007 e nota 1,19 no IDESP 2008.
Curiosidade: dos 351 alunos matriculados no 3º ano do ensino médio, somente 248 fizeram a prova do Saresp 2008!!! Será que 103 alunos eram “fantasmas”???

A Folha de São Paulo não sabe o nome da diretora?
É curioso como a imprensa consegue até mesmo a foto dos alunos que são acusados de violências. Mas esta mesma imprensa tem “preguiça” de procurar o nome dos funcionários de escola quando eles são os acusados. Bastaria uma rápida pesquisa no Diário Oficial do Estado de São Paulo para saber o nome e sobrenome dos funcionários afastados:
Portarias Da Dirigente Regional De Ensino
De 27/10/2009

Cadê os donos dos livros?
Repararam que a notícia não fala dos alunos donos dos livros? Será que estes alunos existem ou são “alunos-fantasmas”, somente matriculados para que a escola receba as gordas verbas da Secretaria de Educação?
Uma imprensa séria e comprometida com os alunos exigiria do governo que fizesse uma contabilidade física em cada escola, verificando se os alunos matriculados estão efetivamente frequentando as aulas… O governo até poderia batizar esta operação de Caça-Fantasmas…

Secretaria da Educação nega que funcionários da escola tenham descartado o material e diz que vai abrir investigação sobre o caso.

Leia mais em Educação Política:
BRASILEIROS PRECISAM REAGIR À CRESCENTE CORRUPÇÃO NA EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO E DO PAÍS
PROFESSORA: É PRECISO TER PROFISSIONAIS HABILITADOS PARA TRABALHAR NA EDUCAÇÃO
PROJETO DE SERRA PARA A EDUCAÇÃO ISENTA O ESTADO, JOGA A RESPONSABILIDADE EM CIMA DO PROFESSOR E CRIA O PROFESSOR-VESTIBULANDO
ESCOLAS PÚBLICAS DEVEM TER UMA DISCIPLINA QUE INCENTIVE CRIANÇAS A SEREM HONESTAS
INTERNAUTA: CORRUPÇÃO E FALTA DE INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO SÃO DESRESPEITOS À VIDA HUMANA
A VIOLÊNCIA DO BRASIL, EM TODOS OS NÍVEIS, SÓ SE RESOLVE COM EDUCAÇÃO

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: