Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

PORTAL VERMELHO É O SITE DE PARTIDO POLÍTICO MAIS AVANÇADO NA CONCEPÇÃO DE ESPAÇO DE MEDIAÇÃO CULTURAL

Símbolo do Portal Vermelho O Portal Vermelho, do PCdoB, demonstra que o partido é um dos mais avançados no entendimento do que chamo de espaço mediador cultural. Esse é o tema que tenho trabalhado em pesquisas acadêmicas, desde que terminei minha tese de doutoramento no IFCH/Unicamp. Os artigos podem ser vistos na página Artigos Científicos deste blog.

De forma resumida, o espaço mediador cultural é um espaço de produção social intrínseco à sociedade, ou seja, que faz parte da sociedade, que a integra. Por isso, poderíamos enxergá-lo em outros períodos históricos. Se olharmos a história antiga e medieval, podemos conceber espaços mediadores culturais na ágora ateniense e na praça pública medieval. Basicamente, esses espaços físicos são mediadores culturais porque continham em seu interior uma polissemia de vozes, de ideias, de atos, de pensamentos, uma certa multiplicidade de ideologias, concepções e entendimentos da realidade sobre diversos e variados temas como, por exemplo, cultura, política, comportamento, economia, esporte etc.

Nas sociedades contemporâneas, a partir do desenvolvimento do capitalismo, expansão das cidades, da educação e da industrialização, esse espaço que era geograficamente determinado, por exemplo, uma praça ou uma casa de café, sofreu grande transformação.  Esses espaços foram substituídos (gosto de dizer capturados ou absorvidos) pela produção da indústria gráfica. Ou seja, todo aquele universo cultural presente no espaço físico da praça pública passou a ser contido em jornais, revistas, livros e, posteriormente, rádio e televisão.

O jornalismo é base teórica e histórica que permitiu essa transposição do espaço físico para o técnico, ainda que a imprensa não tenha conseguido se livrar de toda carga ideológica presente na linguagem. A imprensa, via jornalismo,  almejou ser um espaço como a praça pública medieval. Esse é um processo nascido dentro das energias utópicas presentes na Revolução Francesa de 1789, visto que era necessário à nova classe ascendente reter os anseios de todas as outras classes sociais. O jornalismo busca, para se legitimar perante as diferenças ideológicas sociais, ser um espaço mediador.

Quando falo do avanço do Portal Vermelho, estou dizendo que não basta diferenciar dois tipos de comunicação: opinativa (excessivamente ideológica, partidária) da informativa (menos ideológica, mais cultural no sentido amplo de cultura).  É preciso produzir essa diferença em espaços diferenciados.  O portal Vermelho ainda não faz isso, mas ele se livrou da exclusividade das matérias partidárias e, com isso,  começou a produzir espaços de comunicação.  Ainda que esteja tudo muito misturado dentro do portal, é uma diferenciação importante, porque montou uma estrutura jornalística de produção de conteúdo que vai além das questões ideológicas. O portal Vermelho começa a produzir incipientemente espaço de mediação cultural.

Para que fique mais claro como se dá essa diferenciação, podemos usar a TV Record. A Record está intimamente ligada a uma organização social religiosa, a Igreja Unirvesal do Reio de Deus, mas ela evita temas religiosos dentro da programação principal, ou seja, tenta produzir espaço com jornalismo, novelas, filmes, programas de auditório etc. Para as concepções religiosas, a Record usa outros espaços ou horários menos nobres. A Universal produz em duas instâncias de comunicação: a que trabalha interesses explicitamente da igreja e a que trabalha interesses diversificados com os recursos históricos engendrados pela imprensa e pelo  jornalismo.

Somente em momentos de conflito explícito como no caso da briga com a Rede Globo, há uma defesa das questões ligadas à religião,  mas esse é um momento excepcional da programação.

Da mesma forma se pode diferenciar a atuação do jornalista Paulo Henrique Amorim na Record e no blog Conversa Afiada. Amorim produz as duas instâncias da comunicação: a que trabalha interesses opinativos explícitos no blog e a que trabalha interesses diversificados e mediadores na Record.

A democratização da comunicação no Brasil talvez seja mais difícil pelo centro (política) do que pela beirada (conhecimento técnico e histórico). O dia em que movimentos sociais e organizações da sociedade civil começarem a produção de espaços de mediação cultural como uma nova instância social, ficará muito mais próxima a democratização da comunicação.

Leia mais em Educação Política:
BAND FICA PREOCUPADA COM A GRANDE PROPRIEDADE RURAL E PERDE ESPAÇO NA SUA GRANDE PROPRIEDADE MIDIÁTICA
EM SOLIDARIEDADE AO JORNALISTA LUIS NASSIF, JÁ ESTÁ NA HORA DE UMA CPI DA REVISTA VEJA E DE UMA CAMPANHA CONTRA A BAIXARIA DA IMPRENSA
JORNALISTAS DO ESTADÃO DERAM UM TOMBO NA FOLHA DE S.PAULO NO VAZAMENTO DA PROVA DO ENEM DA GRÁFICA DA FOLHA
IMPRESSIONANTE: CREDIBILIDADE DA MÍDIA CAI QUASE 20 PONTOS PERCENTUAIS EM APENAS UM ANO, MOSTRA PESQUISA VOX POPULI/CRIP-UFMG
BLOG DA PETROBRÁS É MAIS UM SINAL FORTE DE QUE ESTAMOS NO FIM DO OLIGOPÓLIO DA INFORMAÇÃO

9 Respostas para “PORTAL VERMELHO É O SITE DE PARTIDO POLÍTICO MAIS AVANÇADO NA CONCEPÇÃO DE ESPAÇO DE MEDIAÇÃO CULTURAL

  1. Sandra Sueli da silva Menezes de Carvalho 19 novembro, 2009 às 8:32 am

    Caro amiguinho Glauco estamos esperando um mega post em seu blog sobre o vazamento da prova de geografia do Saresp na Diretoria de Ensino de Araraquara – SP, afinal foi um mega inverstimento financeiros da SEE-SP – que precisa tornar de dominio público e que foram para o ralo resultando na perda de sentido, a razão de ser desta avaliação nas condições qwue foram realizadas, verifique no site – jornal tribuna impressa de Araraquara de 18 de novembro de 2009, a noticia é manchete, pagina principal, por favor torne público o que aconteceu para que a população possa tomar conhecimento dos fatos e exigir providências do Governador José Serra – PSDB que souberam muito bem criticar muito bem e divulgar na grande imprensa o vazamento o ENEM, porque envolvia o presidente Lula, agora é panos quentes?
    Esperamos reação de todos.
    Veja o comentário quer fizemos noi blog do jornal tribuna impressa:
    Oi, amiguinhos. Está uma correria na minha escola nesta semana, além de ser feriado da Consciência Negra, na sexta-feira, estamos em prova, fazendo Saresp. Mas eu fiquei super triste hoje. Li na Tribuna que a prova de geografia do Saresp “vazou” em seis escolas de Araraquara. Isso é muito chato, pois quem consegue a prova antes pode colar. Eu não faria isso, pois colar é muito feio, mas tem muita gente que faz… Agora, vou estudar mais um pouquinho, porque amanhã temos mais provas.

    Beijocas da Bandô

    Curtir

  2. Sandra Sueli da Silva Menezes de Carvalho 19 novembro, 2009 às 11:20 am

    Amiguinho Glauco estou lhe enviando o site para a publicação do post.
    Abraços.

    Blog Tribuna Impressa – Quintal da BandôLi na Tribuna que a prova de geografia do Saresp “vazou” em seis escolas de … Os prêmios já podem ser retirados na sede do Jornal Tribuna Impressa, …
    http://www.blogtribuna.com.br/TurmadaBando/ – Em cache – Similares
    18/11/2009 – Vazamento de prova de geografia compromete Saresp – 17 Nov 2009 … 18/11/2009 01h39 CIDADE Unimed terá que reembolsar 2.740 usuários. 18/11/2009 01h35 CIDADE Vazamento de prova de geografia compromete Saresp …
    http://www.tribunaimpressa.com.br/…/Cidade,60005 – Em cache – Similares;
    Beijocas.

    Curtir

  3. Sandra Sueli da Silva Menezes de Carvalho 19 novembro, 2009 às 11:49 am

    amigo glauco, mais informações de outra fonte veja o site – Aplicação do Saresp começa confusa em Araraquara (SP)
    Richard Selestrino
    da APJ

    O primeiro dia do Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) começou com muita confusão em seis escolas de Araraquara. A prova de Português, aplicada ontem a mais de 20 mil estudantes da cidade, veio no mesmo envelope da avaliação de Geografia, marcada para amanhã. O Estado nega prejuízos ao processo e manteve a realização das provas na cidade. Só as de Geografia serão substituídas.

    O problema foi identificado por aplicadores das avaliações. Ao abrirem os envelopes, que são mantidos lacrados até a distribuição em sala de aula, eles encontraram as avaliações de Geografia junto, que foram empacotadas erroneamente. O caso foi levado por, ao menos, diretores de seis escolas da cidade à Diretoria Regional de Ensino. O departamento levou a situação ao conhecimento da Secretaria de Estado da Educação, que recomendou que as avaliações fossem guardadas.

    http://www.dgabc.com.br/default.asp?pt=secao&pg=detalhe&c=5&id=5778786&titulo=Aplicacao+do+Saresp+comeca+confusa+em+Araraquara+(SP)
    Beijocas.

    Curtir

  4. Pingback: O MAL-ESTAR DA GRANDE MÍDIA « Educação Política

  5. Pingback: REPÓRTER COM SENSO CRÍTICO LIMITADO OFENDE ENTREVISTADA E TOMA COMO RESPOSTA UM BANHO DE INTELIGÊNCIA E EDUCAÇÃO « Educação Política

  6. Pingback: O MÍDIA ESTÁ NUA: FOLHA DE S.PAULO JÁ VÊ NASSIF COMO PRINCIPAL CONCORRENTE NO MERCADO EDITORIAL BRASILEIRO « Educação Política

  7. Pingback: O CONCEITO DE DEMOCRACIA NA MÍDIA BRASILEIRA É TÃO SÓLIDO QUANTO PUDIM DE LEITE « Educação Política

  8. Pingback: “MÍDIA: VEÍCULO OU ESPAÇO?” É NOVO ARTIGO PUBLICADO PELA REVISTA GALÁXIA DA PUC-SP « Educação Política

  9. Pingback: A MICROFÍSICA DO CORONELISMO: A PREPOTÊNCIA POLÍTICA PRESENTE NA REVISTA VEJA CONTAMINOU A SOCIEDADE BRASILEIRA « Educação Política

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: