Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 20 fevereiro, 2010

ESTADÃO SENSACIONAL: INVESTIGAÇÃO DE TORTURADOR, DEMOCRACIA NA MÍDIA E TAXA SOBRE GRANDE FORTUNA É RADICALISMO

O editor do jornal Estadão online se superou na manchete de hoje.  O jornal diz que “combate ao monopólio dos meios de comunicação, cobrança de impostos sobre grandes fortunas, apoio incondicional ao polêmico Plano Nacional de Direitos Humanos e jornada de trabalho de 40 horas” (texto do próprio jornal) é radicalização petista.

Prestem atenção: democracia na mídia, imposto de grandes fortunas, investigação de torturadores e jornada de 40 horas é radicalização. Todos são temas importantes, presentes e necessários para o fortalecimento de democracias capitalistas modernas.

São todos temas constitucionais e que respeitam ordenamentos e preceitos internacionais.  O Brasil é o país mais desigual da América do Sul e nós sabemos por quê.  Qualquer tentativa, aspiração, sonho ou discurso que minimize o capitalismo feudal do Brasil é radicalmente atacado, com o objetivo claro de se manter o atual panorama de injustiça social. Isso sim é ser radical. Seria ótimo que outros partidos políticos também defendessem essas bandeiras. Deveriam ser bandeiras de toda a sociedade, inclusive de empresários que precisam do desenvolvimento educacional e de trabalhadores que tenham tempo livrre para ler jornal.

Pior, o título da manchete é desmentido pelo texto. O título diz: PT radicaliza programa de Dilma, mas o texto da reportagem informa que são diretrizes do Congresso do PT. A manchete tenta induzir o leitor a acreditar que as diretrizes do Congresso petista são o programa de governo, o que é desmentido pelos próprios autores do texto e pelo próprio presidente Lula na reportagem.

Se você está achando que isso é piada, leia você mesmo: PT radicaliza programa de Dilma

Leia mais em Educação Política:
O MAL-ESTAR DA GRANDE MÍDIA
REPÓRTER COM SENSO CRÍTICO LIMITADO OFENDE ENTREVISTADA E TOMA COMO RESPOSTA UM BANHO DE INTELIGÊNCIA E EDUCAÇÃO
HUMOR: LÚCIA HIPÓLITO, COMENTARISTA DA GLOBO, FAZ EXCELENTE ANÁLISE SOBRE A SOBRIEDADE DOS DIREITOS HUMANOS NO GOVERNO LULA
JORNAL NACIONAL, QUE JÁ FOI SÍMBOLO DE PODER POLÍTICO, NA ERA DO DIRETOR DE JORNALISMO, ALI KAMEL, PERDE IMPORTÂNCIA POLÍTICA A CADA ANO
MILLÔR FERNANDES ACUSA REVISTA VEJA DE PIRATARIA: DEFENSORES DOS DIREITOS AUTORAIS NÃO GOSTAM DE PAGAR DIREITOS AUTORAIS
%d blogueiros gostam disto: