Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 14 junho, 2010

A CAMPANHA POLÍTICA SÓ VAI ESQUENTAR QUANDO MARINA SILVA DESCOBRIR QUE JOSÉ SERRA TOMOU O ESPAÇO POLÍTICO DELA

José Serra sentou na cadeira da Marina Silva

A candidata Marina Silva (PV) vai continuar lá em baixo nas pesquisas se não perceber que José Serra tenta a todo o custo ocupar o espaço político dela na corrida presidencial.

Nesta eleição existem três grandes propostas ou espaços de discurso político. O primeiro espaço é o da continuidade, defendido por Dilma Rousseff (PT). É um discurso que prega a manutenção da política do governo com pequenas mudanças, que são do próprio perfil e preocupação de cada candidato. Não poderia ser diferente, ela ficou praticamente 8 anos no governo em cargos importantes e é de certa forma responsável por este governo.

O segundo espaço político seria o de Marina Silva, com uma bandeira de continuidade com algumas mudanças. As críticas poderiam ser explicitadas, mas procurando se identificar com os sucessos do governo. Ela seria também um pouco herdeira do legado de Lula.

O terceiro espaço seria o de José Serra, identificado como oposição, e que apostaria em uma mudança de rumo no governo para que o país melhorasse ainda mais. A campanha de Serra sabe que defender a proposta da oposição é entrar em uma barca furada. Por isso, o discurso dele é meio biruta, perdido, ora vai para um lado, ora vai para outro. Mas é sua única alternativa.

Por isso, problema de Marina Silva é justamente José Serra, que tem procurado fazer um discurso que seria dela, ou seja, manutenção do programa de governo com uma série de mudanças. A campanha de Marina não percebeu isso e se encantou com a terceira via, algo que não existe a não ser no imaginário de políticos sem propostas concretas. Por isso, ela fica criticando tanto o governo quanto a oposição. Enquanto isso, Serra tenta tomar o seu lugar com o apoio da velha mídia.

O problema de Serra é que o discurso não cola porque ele em São Paulo não fez nem de longe um governo que se pudesse dizer que era um espelho do governo Lula. Foi o tradicional governo de direita com neoliberalismo, privatizações, grandes obras, sem avanços na educação e nada de distribuição de renda. Em resumo, um lixo.

A hora que Marina Silva começar a colocar o Serra no seu verdadeiro espaço político, a campanha vai esquentar.

Leia mais em Educação Política:

A PARTIDARIZAÇÃO DA JUSTIÇA É O MAIOR PERIGO À DEMOCRACIA BRASILEIRA PORQUE A ORDEM JURÍDICA SE TORNA JUSTIFICATIVA PARA O GOLPE
GUINNESS WORLD RECORDS: JOSÉ SERRA VAI PARA O GUINNESS BOOK COM TRÊS PEDÁGIOS EM 18 MINUTOS
HUMOR: JOSÉ SERRA HILARIANTE FAZ DECLARAÇÕES SURREAIS E GANHA CHARGE PARA O SERIADO LOST
SERRA É O MAIOR BENEFICIADO COM ABUSO DE PODER ECONÔMICO E POLÍTICO EM RÁDIO, TV E JORNAL, MAS A ESTRATÉGIA É DAR O GOLPE

INTERNAUTA: GOVERNO LULA FINANCIA OPOSIÇÃO MIDIÁTICA

Por Chico Cerrito

Pena que o próprio governo contribua de certo modo para a continuação da ação e do status quo da velha mídia.
Por exemplo na contracapa da veja, um anúncio de página inteira comemorativo de Tucuruí as expensas do governo federal, contribuindo assim para a continuação da campanha contra si próprio efetuada por aquela editora e o pagamento dos salários de parajornalistas como o “tiozinho” e o “menino-mau”, dois exemplos vivos da desnecessidade de diploma para a carreira.
Nesse ponto Chávez sabe bem como tratar essa malta, mas pelo menos esse governo deveria ter considerado ter publicidade zero nesse tipo de imprensa reacionária patronal, e impostos razoáveis na importação de papel.
Afinal deveriam se sustentar sozinhos, com a tiragem e a publicidade do mercado que tanto defendem.
Não que façam mais tanta diferença, o tempo deles está passando rápido.

Comentário:

Talvez nunca tenha existido na história deste país um governo tão democrático que até financia a oposição. O problema é que está financiando também um péssimo jornalismo.

Leia mais em Educação Política:

GRANDE MÍDIA QUER BOTAR A MÃO NO DINHEIRO QUE HOJE VAI PARA INFRAESTRUTURA E NO COMBATE A DESIGUALDADE SOCIAL
UM ESCÂNDALO ESTAMPADO NAS CAPAS DA REVISTA VEJA: LINHA EDITORIAL TRATA SEUS LEITORES COMO TOLOS NA CARA DURA
SE IMPRENSA AGE COMO OPOSIÇÃO, POR QUE O GOVERNO E ESTATAIS ANUNCIAM NESSES VEÍCULOS?
REVISTA VEJA É A FACE ATUALIZADA DE 500 ANOS DA DESIGUALDADE ECONÔMICA E SOCIAL DO BRASIL
%d blogueiros gostam disto: