Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Mensais: setembro 2010

MUITO BOM: NOVA VERSÃO PARA “E AGORA, JOSÉ?”, DE DRUMMOND, POR ADILSON FILHO

Já é bom ir pensando...

Oportuno, sugestivo, inteligente! Ótimo para dizer de forma artística, as verdades que merecem ser ouvidas por aquele tal de Zé Serra que quer ser presidente!

E agora, José?! (ou Canção do dia “pra sempre”)

E agora, José?
A festa acabou,
a Dilma ganhou
o Índio sumiu,
a Globo mudou..
e agora, José?
e agora, você?

você que é sem graça,
que zomba da massa,
você que fez plágio
que amou o pedágio
e agora, José?

Está sem “migué”
está sem discurso,
está sem caminho..
não pode beber,
não pode fumar,
cuspir não se pode,
nem mesmo blogar?

a noite esfriou,
o farol apagou
o voto não veio,
o pobre não veio,
o rico não veio..
não veio a utopia
não veio o João
tão pouco a Maria

e tudo acabou
o Diogo fugiu
o Bornhausen mofou,
e agora, José

E agora, José ?
Sua outra palavra,
seu instante de Lula:
careca de barba!
sua gula e jejum,
sua favela dourada
sua “São-Paulo de ouro”
seu telhado de vidro,
sua incoerência,
seu ódio – e agora ?

com a chave na mão
quer abrir qualquer porta,
não existe porta;
o navio afundou
quer morrer no mar,
mas o mar secou;
quer ir para Minas,
Minas não há mais.
nem Rio, Bahia, Sergipe, Goiás..
José, e agora ?

Se você gritasse,
se você gemesse,
se você tocasse
a valsa da despedida
e a Miriam tirasse…
se você dormisse,
se você cansasse,
como o leitor do Noblat
se você “morresse”
Mas você não morre,
você é vaso “duro”, José !

E sozinho no escuro
qual bicho-do-mato,
sem teogonia,
sem megalomania
Sem Folha, O Globo, Estadão, o Dia..
sem Cantanhede
para se encostar,
sem o cheiro da massa
pra você respirar..

e sem cavalo grego
que fuja a galope,
sem o Ali Babá
pra lhe arranjar algum golpe,
você marcha, José !
José, pra onde?
pra sempre?

E agora, José?
Se quando a festa acabou, o povo falou
que sem você, podia muito mais..
Então, nesse caso: Até nunca mais, José!

Vi no Conversa Afiada

Leia mais em Educação Política:

A NATUREZA DO ‘MAL A EVITAR’
BRASIL, MOSTRA A TUA CARA: ESTADÃO ASSUME CANDIDATURA SERRA A UMA SEMANA DA ELEIÇÃO
INTELECTUAIS PARTICIPAM DE ABAIXO-ASSINADO CONTRA A PARTIDARIZAÇÃO DA VELHA MÍDIA
VEJA COMO A EXTREMA-DIREITA AGE NO BRASIL; VÍDEO DO PSDB É ASQUEROSO E MOSTRA COMO CRIAR O LULISMO

TÁ COM PROBLEMA NA JUSTIÇA? TÁ COM PROBLEMA NO STF? DISQUE GILMAR MENDES

Disk Gilmar

Tá com problema na justiça?  Esqueça os advogados, disque Gilmar Mendes.

Pra que advogado? Advogado só traz custo e o processo demora anos e anos na lenta justiça brasileira.

Disque para o ex-presidente do Supremo, ministro Gilmar Mendes, que ele resolve.

Ele já soltou duas vezes em menos de 48 horas um banqueiro hoje condenado a dez anos de prisão.

É uma maravilha. DiskGilmar que resolve. Agora ele parou uma decisão irrevogável, tomada pela maioria dos ministros do Supremo.

Gilmar Mendes é a herança tucana no STF.

Veja matéria na Folha de S.Paulo:

Após receber uma ligação do candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes interrompeu o julgamento de um recurso do PT contra a obrigatoriedade de apresentação dos dois documentos na hora de votar.

Serra pediu que um assessor telefonasse para Mendes pouco antes das 14h, depois de participar de um encontro com representantes de servidores públicos em São Paulo. A solicitação foi testemunhada pela Folha.

No fim da tarde, Mendes pediu vista, adiando o julgamento. Sete ministros já haviam votado pela exigência de apresentação de apenas um documento com foto, descartando a necessidade do título de eleitor. (Texto Completo)

Leia mais em Educação Política:

AÇÃO MOVIDA NA JUSTIÇA BRASILEIRA CONTRA JORNAL DE PORTO ALEGRE COMPLETOU DEZ ANOS NESTE MÊS DE AGOSTO
FANTÁSTICO E INACREDITÁVEL: JUIZ JULGADO CORRUPTO É CONDENADO A RECEBER R$ 300 MIL POR ANO E FÉRIAS VITALÍCIAS
O PRESIDENTE LULA DEVERIA NOMEAR O JUIZ FAUSTO DE SANCTIS PARA A VAGA DE EROS GRAU NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
A PARTIDARIZAÇÃO DA JUSTIÇA É O MAIOR PERIGO À DEMOCRACIA BRASILEIRA PORQUE A ORDEM JURÍDICA SE TORNA JUSTIFICATIVA PARA O GOLPE

BOM DESEMPENHO DE ALUNOS DO PROUNI MOSTRA COMO ESSE TIPO DE PROGRAMA SOCIAL DÁ CERTO

Os dados já dizem tudo!

Da Agência Educação Política

Sem dúvida alguma, uma das melhores políticas educacionais implantadas pelo governo federal foi o Programa Universidade para Todos (ProUni). Além de fazer com que a universidade de fato se constitua como um espaço de diversidade, troca de ideias e experiência, intercâmbio cultural e social, o ProUni permite o acesso de muitos jovens a um ambiente acadêmico com o qual, se não fosse o programa, eles sequer poderiam começar a sonhar.

Além de todos esses fatores positivos que justificam uma política inclusiva como essa, o PROUNI vem de fato mostrando resultados que provam a sua eficácia. O ministro da educação, Fernando Haddad, divulgou recentemente dado que diz que os alunos cotistas do ProUni têm um bom desempenho universitário, na maioria das vezes, superior aos alunos regulares. Para os que sempre disseram que os alunos cotistas iriram ter dificuldades para acompanhar o ritmo dos outros estudantes e ficariam para trás, a realidade mostra o contrário.

Mais uma vez o que se vê é que em questão de educação e conhecimento, o esforço e a dedicação vêm em primeiro lugar! São eles que fazem a diferença!

Cotistas do ProUni têm desempenho superior aos não cotistas, diz Haddad
Da Agência Brasil
Por Lisiane Wandscheer

Brasília – O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse nesta quinta-feira (23), durante o 10º Encontro Nacional de Assuntos Estratégicos, que no Programa Universidade para Todos (ProUni) foi possível ver o acerto da política de cotas. “O ProUni é um modelo de cotas e vemos que a qualidade dos alunos não caiu. Pelo contrário, os alunos têm desempenho superior ao dos não cotistas”, afirmou.

Haddad criticou a tese defendida pelos críticos das cotas, segundo os quais o sistema estimularia o conflito racial. “O conflito não aconteceu, pelo contrário, a diversidade se impôs, e nada melhor que brancos convivendo com negros. Conviver com a diferença é um elemento fundamental da educação. Se você não sabe conviver com a diferença, não está educado”, destacou.

O ministro da Promoção da Igualdade Racial, Elói Ferreira de Araújo, salientou que um dos principais desafios para o próximo governo é o combate ao racismo. “O Estado brasileiro precisa superar o racismo. O mito da democracia racial sempre povoou os olhares de estudiosos e da inteligência nacional e apenas colaborou com a segregação”, disse Araújo. (Texto Completo)

Leia mais em Educação Política:

ESCOLA PÚBLICA RESERVA UM TEMPO PARA O APRENDIZADO DA CULTURA POPULAR BRASILEIRA POR MEIO DA TRADIÇÃO ORAL
AS VEIAS ABERTAS DA AMÉRICA LATINA SERÁ LIVRO BASE DE LEITURA PARA AS ESCOLAS DA BOLÍVIA
ANALFABETISMO FUNCIONAL ATINGE 20% DOS BRASILEIROS, DIZ IBGE, E O PROFESSOR É APONTADO COMO UMA DAS SOLUÇÕES PARA O PROBLEMA
EDUCAÇÃO POLÍTICA VOCÊ FAZ: PRECISAMOS INSERIR POLÍTICA NAS ESCOLAS

LANCEM SUAS APOSTAS: MARINA SERÁ CAPA DA ÚLTIMA EDIÇÃO DE VEJA ANTES DA ELEIÇÃO?

A queridinha da velha mídia

Da Agência Educação Política

Tudo indica que a velha mídia está toda animadinha com a candidata Marina Silva que subiu um ponto na última pesquisa ‘Datafalha’. Isso mesmo caro navegante. Um ponto. É! A velha mídia anda tão desesperada que um ponto já é muita coisa, motivo para soltar foguetes e aumentar a música, fazer festa! A velha mídia, para fazer uso de um ditado popular, está com tanta fome que como até pedra!

Além disso nossos meios de comunicação conservadores estão bem animados com a moda da onda verde e querem fazer com que ela cresça pelo menos um pouco mais, pois, na sua opinião e no seu jeito de entender as coisas, está aí a chance de levar a eleição para o segundo turno, o tão sonhado segundo turno. E como eles sonham!!

Mas parece que o segundo turno não quer mesmo chegar. Nova pesquisa do Ibope divulgada hoje ainda aponta vitória de Dilma Rousseff no primeiro turno. É, vai ser difícil promover o segundo turno! Isso se a velha mídia não se afundar completamente nessa busca por um sonho quase perdido! Afinal, a candidata da onda verde já se afundou, ainda no começo, quando decidiu ser ‘a terceira via’, nada mais em cima do muro, nada mais indefinido. Faltou Marina se impor mais, dizer a que veio, opor-se ao modelo conservador de Serra e reconhecer a diferença entre ele e Dilma. Mas ela quis se destacar de todos e quis tanto que foi se apagando na esteira de suas frases feitas e repetitivas.

Resta saber se a velha mídia operará este último milagre!!

Marina será capa da revista Veja?
Por Altamiro Borges
Portal Vermelho

Se bobear, a última edição da revista Veja antes do pleito deste domingo terá estampada na capa uma enorme e simpática foto de Marina Silva. Já o Jornal Nacional, da TV Globo, aproveitará os últimos dias da campanha para expor imagens positivas da candidata. Tudo isto porque a direita ficou animadinha com a última pesquisa Datafolha, que aponta o crescimento da presidenciável verde como única chance possível para forçar o segundo turno das eleições.

O resultado nem é tão alentador assim. Os números variam na chamada margem de erro. Dilma caiu um ponto, Serra ficou estagnado e Marina subiu um ponto, na comparação com a pesquisa anterior do Datafolha. Mas o desespero da direita é tão grande que isto foi suficiente para animá-la. Pouco importa que este instituto, ligado à famíglia Frias, já tenha sido denunciado por fraudar pesquisas para beneficiar o demo-tucano – tanto que foi apelidado de Datafraude ou DataSerra.

A queridinha da mídia

A direita vai apostar todas as suas fichas na tática de insuflar a candidata verde. Esta é sua única alternativa. No último domingo, Marina Silva foi capa da Folha, abordando um tema tão caro aos falsos moralistas: o “mensalão”. Quando ministra do Meio Ambiente, o mesmo jornal fez várias acusações de corrupção contra a sua gestão. Quase toda semana saiam denúncias nos jornalões envolvendo a sua pasta – na maioria, plantadas por ruralistas devastadores da natureza. Agora, a mídia venal simplesmente arquivou as acusações. Não interessa aos seus propósitos. (Texto completo)

Leia mais em Educação Política:

INTELECTUAIS PARTICIPAM DE ABAIXO-ASSINADO CONTRA A PARTIDARIZAÇÃO DA VELHA MÍDIA
VEJA COMO A EXTREMA-DIREITA AGE NO BRASIL; VÍDEO DO PSDB É ASQUEROSO E MOSTRA COMO CRIAR O LULISMO
INCRÍVEL: ESTADÃO TENTA CENSURAR LUÍS NASSIF; JORNAL NÃO GOSTOU QUE ELE DIVULGOU ATO SOCIAL CONTRA A MÍDIA GOLPISTA
AULA MAGNA DE JORNALISMO: CARLOS LATUFF E A IMPRENSA GOLPISTA

ABSURDO: GOVERNO DE SÃO PAULO NÃO PAGA O QUE DEVE AOS CONTRIBUINTES E AINDA DEFENDE CALOTE PERMANENTE

Milhares de brasileiros estão a décadas sem receber o que têm direito e o governo paulista quer atrasar e dificultar ainda mais os pagamentos dos chamados precatórios: ordem judicial de pagamento prevista pela constituição que deve ser efetuada quando o governo ou o poder público perder alguma ação na justiça em até 18 meses.

Um verdeiro absurdo que mostra toda a falta de ética e respeito ao ser humano por parte do governo paulista!

PARA ENTENDER POR QUE O DATAFOLHA É APENAS O ‘DATAFALHA’ DO GOLPE

Esse não desiste!!

A última pesquisa Datafolha divulgada pela Folha de S.Paulo mostra que Dilma Rousseff caiu três pontos percentuais a seis dias da eleição e diminuiu a diferença em relação à soma dos outros dois canditados: Marina Silva e José Serra. Com base nesse resultado a pesquisa aponta chance de segundo turno. Bem diferente do que diz o Datafolha é o que diz a Vox Populi que aponta vitória de Dilma ainda no primeiro turno e mantém seu percentual de 49% das intenções de voto.

Interessante é ver que Marina Silva na Vox Populi está com 13% das intenções de voto e no Datafolha aparece com incríveis 16%! Como explicar tanta diferença? Pode parecer inacreditável, mas tudo tem uma explicação dentro da lógica de funcionamento do PIG.

E eis que surge mais uma arma para levar a eleição ao segundo turno. A aposta agora é no surpreendente crescimento da onda verde, cuja candidata representante não consegue formular mais de três ideias óbvias na sequência! É bem cansativo…

Mas, vejamos com detalhes como vai se processar essa última jogada do PIG às vésperas da eleição!

O Golpe, Capítulo 995: como o jn vai usar o Datafalha
Do Conversa Afiada, Por Paulo Henrique Amorim

Registre-se, em primeiro lugar, que a Bláblárina Silva é colonista (*) da Folha (**).
(O Gabeira, também, mas deixou de ser chic citar o Gabeira, coitado.)
Clique aqui para ler “Por que a Globo trocou o Serra pela Marina – ou a escolha de Lucia”.
Este Conversa Afiada já apresentou um “Manual do Golpe, ou a testemunha bomba do Ali Kamel”.
A primeira fase desta etapa final do Golpe, em sua 995ª. versão, é a manipulação do Globope e do Datafalha.
Saiu hoje, na primeira página, o Datafalha que o jornal nacional utilizará para tentar levar a eleição para o segundo turno.
O Datafalha, já se sabe, está fora da curva das pesquisas.
O Datafalha tem problemas de amostra.
O Datafalha entrevista mais eleitores do Serra do que da Dilma.
Entrevista por telefone.
E há duvidas sobre se entrevista os eleitores ou se os submete a uma sessão de tortura.
O Datafalha anabolizou o Serra até onde pode, ajudou a destruir a candidatura presidencial do Aécio, e, só depois, sob a pressão da Vox e da Sensus, entrou “na linha”.
O Datafalha volta hoje a sair da “da linha”.
Ele não tem nada a ver com o que diz, todo dia, o tracking da Vox.
(Ou seja, Dilma tem 49 contra 37, soma do jenio com Bláblárina…)
Mas, isso não tem importância.
O Datafalha não é para medir a intenção do eleitor.
O Datafalha é para municiar o jornal nacional do Ali Kamel.
E para dar o Golpe.
Como dizia o Caetano, antes de trabalhar para a Globo: assisto ao jornal nacional não para saber o que aconteceu, mas para saber o que o jornal nacional quer que eu pense que aconteceu.
Agora, é tudo ou nada ! (Texto Completo)

Leia mais em Educação Política:

VEJA COMO A EXTREMA-DIREITA AGE NO BRASIL; VÍDEO DO PSDB É ASQUEROSO E MOSTRA COMO CRIAR O LULISMO
EM OPORTUNO ARTIGO, LEONARDO BOFF DIZ TUDO QUE VAI PELA EXISTÊNCIA OCA DA VELHA MÍDIA BRASILEIRA
AULA MAGNA DE JORNALISMO: CARLOS LATUFF E A IMPRENSA GOLPISTA
HUMOR DO TIRIRICA NAS ELEIÇÕES: SÓ UM PALHAÇO VOTA EM OUTRO

ESCOLA PÚBLICA RESERVA UM TEMPO PARA O APRENDIZADO DA CULTURA POPULAR BRASILEIRA POR MEIO DA TRADIÇÃO ORAL

Em defesa da oralidade!

Da Agência Educação Política

Nos tempos atuais, é um fenômeno comum ver, por parte de alguns pensadores e críticos, certa desqualificação da linguagem oral em detrimento da linguagem escrita. Esta última, passa por um processo de valorização que é muito bem vindo e essencial, no entanto, não pode vir sozinho, esquecendo-se de que tão importante quanto a escrita é a fala, já que ambas, apesar de distintas, se completam, se relacionam, se interpenetram. Uma não vive sem a outra, elas fazem parte de um mesmo movimento de representação e entendimento crítico e artístico da realidade.

Indo na contramão da tendência contemporânea e da maioria das escolas brasileiras que têm como foco de aprendizado a língua escrita e não a língua falada, uma escola da rede pública de São Paulo decidiu reservar um tempo para que os alunos tenham contato com a nosssa cultura popular através das tradições da linguagem oral que estão bastante esquecidas pelos educadores atuais.

O trabalho é realizado pelo Ponto de Cultura Amorim Rima e Centro de Estudos e Aplicação da Capoeira (Ceaca), que atua dentro da escola. Comandado por Alcides Lima, o ponto de cultura atende cerca de 300 crianças de 1ª a 4ª série. As aulas sobre a cultura popular ministradas pelo ponto de cultura fogem dos padrões do ensino formal das escolas brasileiras e são baseadas na técnica da repetição que faz parte da tradição oral, além de contarem com atividades como capoeira com coco, ciranda, puxada de rede, maculelê e samba de roda.

A valorização da cultura popular brasileira e da tradição oral, sem dúvida alguma, é uma forma de complementar o ensino formal que vigora na maioria das escolas brasileiras e de tornar o aprendizado mais completo e efetivo. Quando as crianças tomam contato com a oralidade, além de falar melhor, elas passam a escrever melhor, uma coisa deriva da outra, uma faz parte da outra e, no caso do modelo adotado por esta escola de SP, elas ainda saem com um conhecimento maior sobre a cultura popular brasileira, que encontra cada vez menos espaço dentro da lógica da indústria cultural.

Na ação deste grupo que faz parte de um projeto maior, a Ação Griô Nacional, uma rede que integra 130 pontos de cultura em todo o país e que, através de seus mestres, busca fortalecer a identidade cultural de crianças e adolescentes, segundo a tradição de cada comunidade, está um importante resgate de uma tradição que nunca deve se perder: a oralidade. São exemplos e ações como essa que fazem com que tal frase que vem logo abaixo, dita por um conhecido escritor latino-americano, não ganhe muita repercussão. É ótimo ver as conquistas de uma sociedade letrada, mas a educação se faz com voz e palavra, na mesma proporção!

“Uma comunidade sem literatura escrita se exprime com menos precisão, riqueza de nuances e clareza do que outra cujo instrumento principal de comunicação, a palavra, foi cultivado e aperfeiçoado graças aos textos literários. Uma humanidade sem romances, não contaminada pela literatura, se pareceria com uma comunidade de tartamudos e afásicos, atormentada por problemas terríveis de comunicação causados por uma linguagem ordinária e rudimentar”. (Mario Vargas Llosa, desmerecendo a oralidade e tomando a escrita como positiva por si própria)

Leia mais sobre essa iniciativa de incorporar a oralidade na educação escolar em reportagem publicada no Brasil de Fato.

Leia mais em Educação Política:

AS VEIAS ABERTAS DA AMÉRICA LATINA SERÁ LIVRO BASE DE LEITURA PARA AS ESCOLAS DA BOLÍVIA
EM TEMPOS DE DESCENTRALIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO, USP INOVA AO CRIAR CURSO DE EDUCOMUNICAÇÃO
INTERNAUTA: O PROFESSOR SOFRE E ESTÁ SEMPRE ERRADO
EXPERIÊNCIA DO IDEB MOSTRA QUE DIRETOR DE ESCOLA É TÃO IMPORTANTE QUE DEVERIA SER ELEITO PELA COMUNIDADE ESCOLAR

MANOEL DE BARROS EM VERSÃO DIGITAL

Versos rabiscados, tingidos e trocados embalam a poesia deste inventor de palavras, deste apaixonado pela infância, deste Poeta Manoel de Barros!

A NATUREZA DO ‘MAL A EVITAR’

Massa viva! Povo livre!

Da Agência Educação Política

O Jornal O Estado de S. Paulo, como grande parte dos leitores já deve saber, e como o Educação Política noticiou em post recente , decidiu admitir o apoio editorial do Jornal à candidatura do tucano José Serra. As circunstâncias do episódio, como se deu a tomada de consciência por parte do veículo, tudo isso já está sendo discutido.

No entanto, há um ponto no editorial histórico publicado pelo Jornal que merece especial atenção e análise, pois ele revela a real natureza da intenção da velha mídia nestas eleições e também sintetiza muito bem seu legado histórico e social. O Estado de S.Paulo justifica o apoio a Serra dizendo fazer isso para evitar um mal maior.

Permanece nessa expressão um tom generalizante, nebuloso e ao mesmo tempo redentor que o Jornal pretende associar a si mesmo. Quando se analisa o papel desempenhado pela grande mídia brasileira em momentos importantes da nossa história, percebe-se claramente que ela sempre apoiou aquilo que existe de mais conservador e distante do verdeiro espírito popular.

A grande mídia sempre se manteve distante do povo, sempre acreditou na minoria intelectualizada e elitizada, sempre quis um governo de minorias. Revolução popular, povo no poder, povo consciente e com força econômica e política, tudo isso sempre empalideceu a grande mídia.

Essas características todas, a dissociação com o povo, o apoio a governos e governantes autoritários, tudo isso leva a crer que esse mal a evitar não seja outra coisa que não a própria democracia. A grande mídia não quer a democracia que Lula e Dilma representam, ela não quer um governo do povo, nunca quis, ela quer um Brasil de minorias e não de multidões, ela teme a força das multidões e prefere chamar a popularidade do presidente Lula de reedição das piores ditaduras do planeta que mantinham sob controle uma ‘massa hipnotizada’.

Freud explica a velha mídia! Nada mais nada menos do que uma sutil e imperceptível projeção. A velha mídia transfere para Lula a responsabilidade por um autoritarismo que na verdade ela quer para si. Ela quer controlar as coisas e as pessoas através do que existe de mais conservador e antidemocrático. Lula é tudo aquilo que a grande mídia gostaria de ser, mas no sentido inverso.

Afinal, o que a grande mídia não percebe é que a grande diferença entre ditadura e democracia é que na democracia um líder se faz popular por conquistar e governar para o povo e na ditadura, ele se faz temido por controlar e comandar o povo. Nas ditaduras é que existe “massa hipnotizada”, como eles querem dizer, na democracia existe um povo consciente, que apenas reconhece, livre, as mudanças sentidas na sua própria vida. Isso não é hipnotizar, é viver!

O que existe com Lula é uma massa viva, e é essa massa viva o mal a evitar, em outras palavras, é essa massa viva a própria democracia!

Sobre isso, vale a pena ler texto publicado na Carta Maior:

MÍDIA DEMOTUCANA SAI DO ARMÁRIO E ASSUME:
O MAL a EVITAR É A DEMOCRACIA

Leia mais em Educação Política:

BRASIL, MOSTRA A TUA CARA: ESTADÃO ASSUME CANDIDATURA SERRA A UMA SEMANA DA ELEIÇÃO
CONCENTRAÇÃO DA MÍDIA NO BRASIL É INCOMPATÍVEL COM QUALQUER IDEIA DE DEMOCRACIA EFETIVA E INTERESSE PÚBLICO
INTELECTUAIS PARTICIPAM DE ABAIXO-ASSINADO CONTRA A PARTIDARIZAÇÃO DA VELHA MÍDIA
EM OPORTUNO ARTIGO, LEONARDO BOFF DIZ TUDO QUE VAI PELA EXISTÊNCIA OCA DA VELHA MÍDIA BRASILEIRA

CÂNTICO NEGRO, DO POETA PORTUGUÊS JOSÉ RÉGIO, EM UMA INTENSA INTERPRETAÇÃO DE MARIA BETHÂNIA

Cântico Negro

“Vem por aqui” — dizem-me alguns com os olhos doces
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom que eu os ouvisse
Quando me dizem: “vem por aqui!”
Eu olho-os com olhos lassos,
(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali…
A minha glória é esta:
Criar desumanidades!
Não acompanhar ninguém.
— Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre à minha mãe
Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos…
Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: “vem por aqui!”?

Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí…
Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.

Como, pois, sereis vós
Que me dareis impulsos, ferramentas e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?…
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos…

Ide! Tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátria, tendes tetos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios…
Eu tenho a minha Loucura !
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios…
Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém!
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções,
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: “vem por aqui”!
A minha vida é um vendaval que se soltou,
É uma onda que se alevantou,
É um átomo a mais que se animou…
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
Sei que não vou por aí!

Leia mais em Educação Política:

29ª BIENAL DE SÃO PAULO TRAZ UMA ARTE POLÍTICA COMO REFLEXO DA DINÂMICA DE NOSSO TEMPO
POEMAS DA COLETÂNEA SOL DE AGOSTO, DO POETA NEO-REALISTA PORTUGUÊS JOÃO JOSÉ COCHOFEL
POEMA DE SETE FACES, DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
ROTAÇÕES POR MINUTO EM TEMPOS DE GIGABYTES POR SEGUNDO: O VINIL NA ERA DA INTERNET

BRASIL, MOSTRA A TUA CARA: ESTADÃO ASSUME CANDIDATURA SERRA A UMA SEMANA DA ELEIÇÃO

Estadão mostrou a cara

O presidente Lula prestou mais um serviço à nação. Ao criticar a partidarização da mídia, fez com que o Estadão mostrasse a sua cara. A cara de uma empresa que há 100 anos se diz satisfeita com a construção de um país que é o mais desigual do mundo.

O Estadão enfim assumiu a candidatura de José Serra. Assim deveria fazer toda a mídia que apoia a coligação de extrema-direita, liderada por Serra. Seria mais digno com seus leitores se Folha, TV Globo e Veja também assumissem.

Para o Estadão, não dava mais para esconder. Isso é um bom sinal. Sinal de amadurecimento da democracia brasileira. Veja trecho do editorial:

Com todo o peso da responsabilidade à qual nunca se subtraiu em 135 anos de lutas, oEstado apoia a candidatura de José Serra à Presidência da República, e não apenas pelos méritos do candidato, por seu currículo exemplar de homem público e pelo que ele pode representar para a recondução do País ao desenvolvimento econômico e social pautado por valores éticos. O apoio deve-se também à convicção de que o candidato Serra é o que tem melhor possibilidade de evitar um grande mal para o País. (trecho do editorial histórico do Estadão)

Leia mais em Educação Política:

O DESEMPEHO DE MARINA SILVA NAS PESQUISAS ELEITORAIS É UM CLARO SINAL DO ERRO COMETIDO NA SUA CAMPANHA
JOSÉ SERRA DEVERIA EXPLICAR EMPRESA DA FILHA VERÔNICA QUE ASSESSORAVA COMPRAS GOVERNAMENTAIS QUANDO ELE ERA MINISTRO
MAIS UM CAPÍTULO DA CRÔNICA DA VELHA MÍDIA: AS 21 EDIÇÕES PERFEITAS DO JORNAL NACIONAL
PRESIDENTE LULA TEM 30 ANOS DE HISTÓRIA POLÍTICA E A VELHA MÍDIA QUER QUE ELE JOGUE FORA PARA BENEFICIAR O CANDIDATO TUCANO

CONCENTRAÇÃO DA MÍDIA NO BRASIL É INCOMPATÍVEL COM QUALQUER IDEIA DE DEMOCRACIA EFETIVA E INTERESSE PÚBLICO

A concentração da mídia cala a diversidade, impõe uma opinião única e subverte a lógica do espaço público!

EDUCAÇÃO POLÍTICA VOCÊ FAZ

Por Chico Cerrito

Não adianta apenas reclamar que a imprensa tem partido e age subliminarmente, repticiamente, e sempre que julga vantajoso, com toda a virulência, parcialidade e falta de ética que julga necessário para eleger o candidato da direita excludente, seu próprio candidato não explicitado, isso já era esperado, tratando-se de quem se trata, um oligopólio perverso a serviço da casagrande e disposto a manter a senzala a distância.

Ocorre que já passou da hora de uma reformulação total do setor das comunicações, da implantação de um novo marco regulatório que ponha termo aos absurdos reinantes .

Nenhum país democrático e civilizado pode-se se dar ao desplante de permitir a concentração de poder e o oligopólio da informação existente no Brasil.
Na Europa ocidental, nos EUA e em vários países da América Latina não é permitido esse festival de propriedades cruzadas, onde um mesmo grupo detém dezenas e dezenas de veículos diferentes, rádios AM e FM, jornais, revistas, TVs abertas e por assinatura, internet, etc. com o agravante de que vários desses tipos de comunicação são concessões públicas, muitas recebidas imoralmente a troco de apoio político escuso, e todas elas sem licitação.

Nenhum país realmente livre permite que meia dúzia de grupos controlem quase toda comunicação do país, a lei americana por exemplo, não permite que empresas de comunicação possuam diversos veículos.

No Brasil de hoje, a verdade dos fatos, a informação ao público, é refém dos interesses privados e corporativos de um oligopólio, isto tem que terminar se quisermos ser uma democracia efetiva.
Está escrito na própria Constituição Federal do Brasil, não se trata de nenhuma nova invenção: “Artigo 220; § 5º – Os meios de comunicação social não podem, direta ou indiretamente, ser objeto de monopólio ou oligopólio.”

É preciso, com urgência, arejar o setor, abrir a concorrência, dar voz aos movimentos sociais, proibir essa massa de propriedades cruzadas, e principalmente e a qualquer custo, garantir a expressão da diversidade de opinião e do contraditório em igualdade de condições, atender as necessidades da população de qualidade, cultura, informação correta, etc.
Afinal é o interesse público que está em jogo.

Leia mais em Educação Política:

DILMA PRECISA PROMOVER UMA REFORMA DAS COMUNICAÇÕES E ACABAR COM A EVIDENTE CONCENTRAÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO
O FIM DOS MONOPÓLIOS INFORMATIVOS É URGENTE PARA GARANTIR A LIBERDADE DE IMPRENSA
DILMA ROUSSEFF TEM MAIS CHANCE DE PROMOVER UMA REAL DEMOCRATIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO
JORNALISMO NO FUNDO DO POÇO: FOLHA DE S.PAULO, A ESCANDALOSA

INTELECTUAIS PARTICIPAM DE ABAIXO-ASSINADO CONTRA A PARTIDARIZAÇÃO DA VELHA MÍDIA

Democracia na mídia já! Em defesa do povo brasileiro...

Da Agência Educação Política

Artistas e intelectuais se mobilizam pela democracia e pelo povo e mostram como defender essa causa é importante e urgente para que o futuro seja de liberdade e oportunidades, duas palavras que combinam com desenvolvimento e não com retrocesso.

Esse abaixo-assinado é o grito de toda uma nação que começa a viver. Ele representa um rompimento de divisões históricas como a da casa grande e da senzala, além de uma existência plena e forte da liberdade de expressão. É a voz de quem não vai se deixar calar novamente!

Segue o texto do abaixo-assinado com algumas das assinaturas:

À NAÇÃO

Em uma democracia nenhum poder é soberano.
Soberano é o povo.
É esse povo – o povo brasileiro – que irá expressar sua vontade soberana no próximo dia 3 de outubro, elegendo seu novo Presidente e 27 Governadores, renovando toda a Câmara de Deputados, Assembléias Legislativas e dois terços do Senado Federal.
Antevendo um desastre eleitoral, setores da oposição têm buscado minimizar sua derrota, desqualificando a vitória que se anuncia dos candidatos da coalizão Para o Brasil Seguir Mudando, encabeçada por Dilma Rousseff.
Em suas manifestações ecoam as campanhas dos anos 50 contra Getúlio Vargas e os argumentos que prepararam o Golpe de 1964. Não faltam críticas ao “populismo”, aos movimentos sociais, que apresentam como “aparelhados pelo Estado”, ou à ameaça de uma “República Sindicalista”, tantas vezes repetida em décadas passadas para justificar aventuras autoritárias.
O Presidente Lula e seu Governo beneficiam-se de ampla aprovação da sociedade brasileira. Inconformados com esse apoio, uma minoria com acesso aos meios, busca desqualificar esse povo, apresentando-o como “ignorante”, “anestesiado” ou “comprado pelas esmolas” dos programas sociais.
Desacostumados com uma sociedade de direitos, confunde-na sempre com uma sociedade de favores e prebendas.
O manto da democracia e do Estado de Direito com o qual pretendem encobrir seu conservadorismo não é capaz de ocultar a plumagem de uma Casa Grande inconformada com a emergência da Senzala na vida social e política do país nos últimos anos. A velha e reacionária UDN reaparece “sob nova direção”.
Em nome da liberdade de imprensa querem suprimir a liberdade de expressão.
A imprensa pode criticar, mas não quer ser criticada.
É profundamente anti-democrático – totalitário mesmo – caracterizar qualquer crítica à imprensa como uma ameaça à liberdade de imprensa.
Os meios de comunicação exerceram, nestes últimos oito anos, sua atividade sem nenhuma restrição por parte do Governo.
Mesmo quando acusaram sem provas.
Ou quando enxovalharam homens e mulheres sem oferecer-lhes direito de resposta.
Ou, ainda, quando invadiram a privacidade e a família do próprio Presidente da República.
A oposição está colhendo o que plantou nestes últimos anos.
Sua inconformidade com o êxito do Governo Lula, levou-a à perplexidade. Sua incapacidade de oferecer à sociedade brasileira um projeto alternativo de Nação, confinou-a no gueto de um conservadorismo ressentido e arrogante.
O Brasil passou por uma grande transformação.
Retomou o crescimento. Distribuiu renda. Conseguiu combinar esses dois processos com a estabilidade macroeconômica e com a redução da vulnerabilidade externa. E – o que é mais importante – fez tudo isso com expansão da democracia e com uma presença soberana no mundo.
Ninguém nos afastará desse caminho.
Viva o povo brasileiro.

Leonardo Boff
Maria Conceição Tavares
Oscar Niemeyer
Marilena Chaui
José Luis Fiori
Emir Sader
Theotonio dos Santos
Fernando Morais
Nilcea Freire
Laura Tavares
Walnice Galvão
Eric Nepomuceno
Martha Vianna
Felipe Nepomuceno
Pablo Gentili
Florencia Stubrin
Flavio Aguiar
Renato Guimarães
Ivana Bentes
Vera Niemeyer
Giuseppe Cocco
Sergio Amadeu
Hugo Carvana
Martha Alencar
Carlos Alberto Almeida
Luiz Alberto Gomez de Souza
Ingrid Sarti
Gaudêncio Frigotto
Isa Jinkings
Leila Jinkings
Sidnei Liberal
Sueli Rolnikaixo
Celio Turino
José Gondin
Lejeune Mirhan

Para assinar o abaixo-assinado clique aqui

Leia mais em Educação Política:

EM OPORTUNO ARTIGO, LEONARDO BOFF DIZ TUDO QUE VAI PELA EXISTÊNCIA OCA DA VELHA MÍDIA BRASILEIRA
VEJA COMO A EXTREMA-DIREITA AGE NO BRASIL; VÍDEO DO PSDB É ASQUEROSO E MOSTRA COMO CRIAR O LULISMO
INCRÍVEL: ESTADÃO TENTA CENSURAR LUÍS NASSIF; JORNAL NÃO GOSTOU QUE ELE DIVULGOU ATO SOCIAL CONTRA A MÍDIA GOLPISTA
VELHA MÍDIA: RASTEJANTE E PARTIDÁRIA

EM OPORTUNO ARTIGO, LEONARDO BOFF DIZ TUDO QUE VAI PELA EXISTÊNCIA OCA DA VELHA MÍDIA BRASILEIRA

"O que está em jogo neste enfrentamento entre a midia comercial e Lula/Dilma é a questão: que Brasil queremos?"

Da Agência Educação Política

O grande nome da Teologia da Libertação demonstra, como não poderia deixar de sê-lo, haja vista sua lucidez e clareza de pensamento, as razões que explicam o compartamento vergonhoso e partidário da mídia comercial do Brasil, como ele chama no texto, diante do presidente Lula e da candidata Dilma Rousseff.

Boff revela no texto como as famílias ilustres que controlam a comunicação no nosso país nunca se conciliaram com o povo ao longo da história, pelo contrário, sempre estereotiparam o legítimo cidadão brasileiro, sempre sentiram vergonha de sua liberdade e força, sempre o exploraram assentados sobre o capital e nunca suportaram ver um presidente de origem popular no cargo que eles sempre almejaram para alguém da elite, algum intelectual brilhante, cidadão do mundo, alguém assim como eles. Grande pretensão para um grupo que sempre se sentiu pequeno diante do mundo e que não passa de um conjunto de “conservadores alienados, antiprogresssitas, antinacionais e não contemporâneos”, como fala Boff citando o historiador José Honório Rodrigues.

Além dessa concepção histórico-social que ajuda a entender um pouco essa separação entre as elites e o povo, Boff percebe que o discurso da imprensa alegando estar sendo tolhida pelo presidente Lula em sua liberdade de imprensa é totalmente despropositado e fora de contexto. Diz ele sobre a velha mídia, “Está havendo um abuso da liberdade de imprensa que, na previsão de uma derrota eleitoral, decidiu mover uma guerra acirrada contra o Presidente Lula e a candidata Dilma Rousseff. Nessa guerra vale tudo: o factóide, a ocultação de fatos, a distorção e a mentira direta”.

E obviamente, Boff não deixa de lembrar que por trás de toda essa guerra muda que a mídia tem travado com o presidente Lula e contra Dilma Rousseff há o medo do povo que pensa, do povo que começa a ganhar importância, que cresce cada vez mais no governo Lula. No fundo, Lula alterou aquela velha estratificação da sociedade, rompeu os limites da luta de classe e conseguiu chegar lá no alto. A atual visão de cima, de fato, deve ser muito ofuscante e dolorida para quem acha que aquele lugar de cima pertence a eles, a ninguém mais! Mas essa é a democracia e, na democracia, a força vem do povo, daqueles a quem a mídia conservadora sempre insistiu em calar!

A mídia comercial em guerra contra Lula e Dilma
Leonardo Boff
Adital – Notícias da América Latina e Caribe

Sou profundamente pela liberdade de expressão em nome da qual fui punido com o “silêncio obsequioso” pelas autoridades do Vaticano. Sob risco de ser preso e torturado, ajudei a editora Vozes a publicar corajosamente o “Brasil Nunca Mais”, onde se denunciavam as torturas, usando exclusivamente fontes militares, o que acelerou a queda do regime autoritário.

Esta história de vida me avalisa fazer as críticas que ora faço ao atual enfrentamento entre o Presidente Lula e a midia comercial que reclama ser tolhida em sua liberdade. O que está ocorrendo já não é um enfrentamento de ideias e de interpretações e o uso legítimo da liberdade da imprensa. Está havendo um abuso da liberdade de imprensa que, na previsão de uma derrota eleitoral, decidiu mover uma guerra acirrada contra o Presidente Lula e a candidata Dilma Rousseff. Nessa guerra vale tudo: o factóide, a ocultação de fatos, a distorção e a mentira direta.

Precisamos dar o nome a esta mídia comercial. São famílias que, quando veem seus interesses comerciais e ideológicos contrariados, se comportam como “famiglia” mafiosa. São donos privados que pretendem falar para todo Brasil e manter sob tutela a assim chamada opinião pública. São os donos de O Estado de São Paulo, de A Folha de São Paulo, de O Globo, da revista Veja, na qual se instalou a razão cínica e o que há de mais falso e chulo da imprensa brasileira. Estes estão a serviço de um bloco histórico assentado sobre o capital que sempre explorou o povo e que não aceita um Presidente que vem desse povo. Mais que informar e fornecer material para a discusão pública, pois essa é a missão da imprensa, esta mídia empresarial se comporta como um feroz partido de oposição. (Texto Completo)

Leia mais em Educação Política:

VEJA COMO A EXTREMA-DIREITA AGE NO BRASIL; VÍDEO DO PSDB É ASQUEROSO E MOSTRA COMO CRIAR O LULISMO
INCRÍVEL: ESTADÃO TENTA CENSURAR LUÍS NASSIF; JORNAL NÃO GOSTOU QUE ELE DIVULGOU ATO SOCIAL CONTRA A MÍDIA GOLPISTA
AULA MAGNA DE JORNALISMO: CARLOS LATUFF E A IMPRENSA GOLPISTA
VELHA MÍDIA: RASTEJANTE E PARTIDÁRIA

LERO-LERO, SOM URBANO DE LUÍSA MAITA

Luísa Maita vem sendo recebida com críticas positivas no Brasil e no exterior por suas músicas que têm como maior inspiração a cidade de São Paulo. Nos seus versos, ela vai decifrando bairros e personagens, utilizando-se de códigos que traduzem realidades específicas e ajudam a lançar um novo olhar sobre contextos diversos.

Todo esse engajamento social é revestido por um som suave, original, regado por uma quase imperceptível sensualidade urbana!

Ouça mais em Educação Política:

UM SOM BEM BRASILEIRO EM GESTOS UNIVERSAIS
CHEGA DISSO NA VOZ DE ALZIRA ESPÍNDOLA
DA SÉRIE OBRA-PRIMA: O SOM VELA ABERTA DE WALTER FRANCO
MÚSICA, HUMOR E ALEGRIA. É A TRUPE CHÁ DE BOLDO

VEJA COMO A EXTREMA-DIREITA AGE NO BRASIL; VÍDEO DO PSDB É ASQUEROSO E MOSTRA COMO CRIAR O LULISMO

Ciro Gomes já disse que se José Serra está na disputa é certeza de baixaria.

Veja esse vídeo que mostra bem a cara da extrema-direita no Brasil. É o mesmo estilo da extrema-direita norte-americana. Para defender interesses privados, aterrorizam a população com o discurso do medo.

O vídeo é bastante didático porque mostra como a extrema-direita (PSDB/DEM) construíram o lulismo.

Ele mostra como esses partidos, aliado à velha mídia, destroem a representação partidária e a democracia ao reafirmarem o personalismo de Lula. No vídeo, Lula é o salvador.

O lulismo só foi construído com a negação e ataques sistemáticos ao Partido dos Trabalhadores.

O vídeo é didático também porque mostra como pensa o PSDB/DEM.

Para eles, o presidente é um funcionário que deve pedir emprego a um executivo da extrema-direita. O presidente não é eleito pelo povo.

Não há democracia na escolha do presidente, mas uma entrevista de emprego.  A elite brasileira do PSDB/DEM quer um empregado na presidência. E Serra é o melhor empregado!

Prepare o estômago e assista a mais essa obra de José Serra:

Leia mais em Educação Política:

QUE LULISMO? PT É A GRANDE ESCOLA POLÍTICA DA REDEMOCRATIZAÇÃO
PSDB/DEM TEME A CAPACIDADE DE VOTO QUE LULA AGREGA, MAS FORAM ELES QUE CRIARAM O LULISMO
JOSÉ SERRA, QUE SE REÚNE À PORTA FECHADA COM MILITARES, QUERIA QUE LULA CENSURASSE A INTERNET
DESMAMAR A MÍDIA: BRASIL PRECISA DE LEGISLAÇÃO PARA DEMOCRATIZAR VERBA PUBLICITÁRIA DO GOVERNO COM GRUPOS DE MÍDIA PRIVADOS

MODELO DE TRATAMENTO MENTAL IMPLANTADO PÓS REFORMA PSIQUIÁTRICA É QUESTIONADO

Edward Munch, O Grito

Da Agência Educação Política

Em 2001, a aprovação da Lei da Reforma Psiquiátrica (Lei 10.216/2001) iniciou um novo processo no atendimento dos portadores de transtorno mental no Brasil. A Reforma Psiquiátrica defendia, principalmente, entre outras coisas, a desativação dos leitos nos hospitais e a adoção de novas práticas de tratamento mental que tivessem como objetivo principal a reinserção do paciente na sociedade. Pela nova lei, deveriam ser abertas vagas em hospitais gerais, onde os pacientes só seriam internados em momentos de crise por curtos períodos de tempo.

A história dos transtornos mentais sempre girou em torno da exclusão da loucura, do seu isolamento, da sua mistificação, da falta de conhecimento adequado e de tratamentos autoritários que não entendiam o transtorno mental em toda sua complexidade e manifestação. Foram séculos de exclusão, maus-tratos e, ainda hoje, entende-se o doente mental de forma estereotipada e superficial.

Diversos avanços já aconteceram no mundo e, principalmente, no Brasil, no que diz respeito ao tratamento mental. Muitos hospitais e serviços de saúde  já desativaram grande parte das alas hospitalares e hoje adotam um tratamento muito mais humano e eficaz, baseado no trabalho e também em atividades artísticas que fazem com que o paciente se ocupe com as atividades do corpo, que desafogam um pouco as inquietações da mente, e se reencontre no movimento criador e revelador de uma obra de arte.

Esse modelo menos autoritário, mais humano e social de tratar a doença mental, tem se mostrado eficaz e muitos pacientes conseguem revelar-se, de certa forma, a si mesmo e voltam a viver com a família ou constróem sua própria família. Além disso, a Lei da Reforma Psiquiátrica impediu a banalização das internações que até então existia. Por qualquer coisa, o indivíduo já era submetido a uma internação sem que necessariamente precisasse ficar internado.

A Reforma já foi, por todas essas razões, um grande passo na luta pela humanização do tratamento da doença mental, no entanto, ainda há muito a ser feito e algumas críticas começam a aparecer em relação a esse novo modelo. A Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) critica que o fechamento dos leitos em hospitais psiquiátricos não foi proporcional à oferta de tratamento na rede substitutiva – o que deixou centenas de pacientes desamparados.

O importante é tentar resolver os problemas apontados dentro da realidade já conquistada, sem que para isso seja preciso voltar ao modelo antigo de tratamento, baseado em internações e procedimentos autoritários. Isso seria um grande retrocesso na história da loucura e das lutas do movimento antimanicomial, uma volta a um passado de sombra, distante da legítima experiência do desatino, essencialmente plural e livre!

Reforma Psiquiátrica propõe reinserção de pacientes na sociedade
Portal Vermelho
Por Mariana Viel

Em todo o Brasil cerca de 23 milhões de pessoas (12% da população) necessitam de algum tipo de atendimento em saúde mental. Calcula-se que 6% deste total tenha transtornos mentais bem estabelecidos e 3% tenha transtornos mentais graves e persistentes. Segundo a Associação de Psiquiatria as doenças mais comuns dessa área estão relacionadas à depressão, ansiedade e aos transtornos de ajustamentos.

Os distúrbios mentais ou comportamentais também atingem mais de 400 milhões de pessoas em todo o mundo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) mais de 60% dos países desenvolvem políticas públicas específicas para o tratamento desses transtornos. (Texto Completo).

Leia mais em Educação Política:

DILMA PRECISA PROMOVER UMA REFORMA DAS COMUNICAÇÕES E ACABAR COM A EVIDENTE CONCENTRAÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO
CRÔNICA DE UMA CABRA
POEMAS DA COLETÂNEA SOL DE AGOSTO, DO POETA NEO-REALISTA PORTUGUÊS JOÃO JOSÉ COCHOFEL
AS VEIAS ABERTAS DA AMÉRICA LATINA SERÁ LIVRO BASE DE LEITURA PARA AS ESCOLAS DA BOLÍVIA

29ª BIENAL DE SÃO PAULO TRAZ UMA ARTE POLÍTICA COMO REFLEXO DA DINÂMICA DE NOSSO TEMPO

Amar Kanwar, The Lightning Testimonies, 2007

Da Agência Educação Política

A edição da 29ª Bienal de São Paulo promete levar 1 milhão de pessoas ao Parque do Ibirapuera a partir deste sábado, dia 25/09, até 12 de dezembro, para ter contato com uma arte política, engajada nas questões sociais, preocupada com a dinâmica e os fatos de seu tempo. Muitas das obras que estarão em exposição nessa Bienal retratam guerras mundiais, conflitos nacionais, a violência contra a mulher e a violência de forma geral, seja ela contra um ser humano, seja ela contra um patrimônio público ou contra si mesmo.

A tentativa é aproximar cada vez mais a arte do cotidiano das pessoas, tirá-la daquela esfera mais abstrata, distante e imaculada onde às vezes ela habita e colocá-la no seio onde vibra a corda social, no limite dos conflitos, ao lado do espectador, dividindo o espaço com as suas percepções do cotidiano e ajudando a percebê-lo de outra forma, com novos olhos, olhos tocados pela sensibilidade e pela estética da arte.

Com tanto engajamento, a Bienal nem bem começou e já despertou polêmica. A Ordem dos Advogados do Brasil alegou que as obras do pernambucano Gil Vicente retratando cenas de assassinato de grandes líderes mundiais, como George Bush, o papa Bento XVI e até o presidente Lula, incitavam a violência e não deveriam fazer parte da mostra. No entanto, as obras vão sim ser exibidas. Para o artista pernambucano com nome de dramaturgo português, toda essa manifestação contrária serviu apenas para dar mais visibilidade ao seu trabalho.

Outra série de trabalhos bastante interessante e voltada para os conflitos de nossa época é a obra Testemunhos do Relâmpago, do artista Amar Kanwar, que retrata o conflito entre Índia e Paquistão na região da Caxemira. As fotografias não são um borrão de sangue ou uma exposição de cadávares, muito pelo contrário, no trabalho do artista o que se vê são detalhes do cotidiano, cenas de melancolia, sensações bem mais próximas de uma guerra do que aquelas reproduzidas pela mídia ou vistas a olho nu. Daí a importância desta reinterpretação do real feita pela arte no sentido de amadurecer as impressões.

Amar Kanwar, The Lightning Testimonies, 2007

Vale dizer que a Bienal terá espaço reservado para todas as manifestações artísticas, portanto, pra quem vê a arte como uma realidade muito distante da sua, não faltará engajamento humano e social. Já para aqueles que gostam mesmo é daquela arte potencializada em toda sua imaginação criadora e realizadora, em todo seu delírio aparentemente ilógico, em toda sua abstração que no fundo também não deixa de se inpirar na realidade, também não faltarão opções.

A pluralidade da Bienal desse ano é muito bem vinda em tempos que também se fazem tão plurais e urgentes. Ela traz um pouco das duas coisas de que precisamos: o real representado de forma apurada e criativa e o imaginário/devaneio representados de forma a promover o encontro com a arte e com nós mesmos! Dois movimentos que no fundo são apenas um só.

A pop arte, uma das tendências da arte contemporânea,  também tem espaço reservado na Bienal desse ano nas obras do artista pop paulistano Wesley Duke.

O Tríptico: O Guardião, a Guarda, as Circunstâncias, de Wesley Duke Lee, 1966

Vi no site da Rede Brasil Atual e no site da Revista Bravo

Leia mais em Educação Política:

ROTAÇÕES POR MINUTO EM TEMPOS DE GIGABYTES POR SEGUNDO: O VINIL NA ERA DA INTERNET
ÍNDICE DE LEITURA CRESCE NO BRASIL, MAS AINDA É PEQUENO EM COMPARAÇÃO AOS PAÍSES DESENVOLVIDOS
ARTE URBANA: TRANSFERÊNCIA E TRANSFORMAÇÃO PARA ALÉM DO GRAFITE
POEMA DE SETE FACES, DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

INCRÍVEL: ESTADÃO TENTA CENSURAR LUÍS NASSIF; JORNAL NÃO GOSTOU QUE ELE DIVULGOU ATO SOCIAL CONTRA A MÍDIA GOLPISTA

O Estadão não gostou que o blog do Luís Nassif divulgou um ato contra a partidarização da mídia nessas eleições. Ué!!! Não podia divulgar?

Um ato democrático e legítimo, que ocorre hoje na sede do Sindicato dos Jornalistas, não deve ser divulgado, segundo o Estadão.

Acho que nesse ato pode nascer um grande movimento: Democracia na Mídia Já, assim como as Diretas Já.

Veja que absurdo esse trecho de reportagem do jornal (grifo meu). Primeiro que já há um “erro” de apuração, ao afirmar que é um ato contra a imprensa, generalizando. O ato é contra parte da mídia partidarizada.

Esse “erro” mostra que o jornalismo do Estadão está aparelhado.

Desde terça-feira, o jornalista tem destacado em seu blog informações em defesa do protesto contra a imprensa marcado para hoje a partir das 19 horas no Sindicato dos Jornalistas de São Paulo. Nassif é do conselho consultivo do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, que integra a organização do protesto, intitulado “Contra o Golpismo Midiático e em Defesa da Democracia”. Movimentos sociais de apoio ao governo, como centrais sindicais e a UNE, já manifestaram adesão ao movimento. (Texto Completo)

Leia mais em Educação Política:

ESTE GRÁFICO PODE DECIDIR SEU VOTO NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES PRESIDENCAIS DO BRASIL
A MÍDIA ESTÁ NUA: FOLHA DE S.PAULO JÁ VÊ NASSIF COMO CONCORRENTE DE PESO NO MERCADO EDITORIAL BRASILEIRO
O CONCEITO DE DEMOCRACIA NA MÍDIA BRASILEIRA É TÃO SÓLIDO QUANTO PUDIM DE LEITE
AULA MAGNA DE JORNALISMO: CARLOS LATUFF E A IMPRENSA GOLPISTA

AULA MAGNA DE JORNALISMO: CARLOS LATUFF E A IMPRENSA GOLPISTA

DILMA PRECISA PROMOVER UMA REFORMA DAS COMUNICAÇÕES E ACABAR COM A EVIDENTE CONCENTRAÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

Tanta concentração dos meio de comunicação não existe nem nos EUA!

EDUCAÇÃO POLÍTICA VOCÊ FAZ

Por Chico Cerrito

O futuro governo Dilma precisa reformar radicalmente todo o setor das comunicações no país, e fazer garantir os artigos 220 a 223 da Constituição Federal do Brasil, que legislam sobre a comunicação no país e proíbem a concentração abusiva dos meios de comunicação, estimulam a produção independente e regional e dispõem sobre os sistemas público, estatal e privado.
É premente que a Constituição seja obedecida.

A concentração abusiva é real e efetiva, pouco mais de meia dúzia de famílias controlam toda comunicação no Brasil, existindo em grandes doses, a propriedade cruzada, isto é um mesmo grupo detém rádios, TVs aberta, TVs por assinatura, jornais, revistas, internet, etc.

Isso é impensável em qualquer país democrático minimamente civilizado, até mesmo nos Estados Unidos, terra do capitalismo e da exacerbação do culto à livre empresa, não é permitido a um mesmo grupo possuir mais de um tipo de meio de comunicação.

Quando toda a comunicação de um país está nas mãos de poucos grupos, fica toda a informação, mensagem, análise dos fatos, a serem apresentados a população inteira, refém dos interesses privados, políticos, empresariais e ideológicos desses grupos.

Em um lugar assim não existe qualquer garantia de que os interesses efetivos da população serão respeitados ou levados em conta, não existe qualquer garantia de que o noticiário, a informação, não será manipulada, nem distorcida, de forma a atender os interesses de seus poucos proprietários, mesmo que em detrimento ao interesse público.

Tem razão o Presidente Lula, quando falou sobre a forma vergonhosa e partidária com que a velha mídia tem se comportado, em especial, nos últimos meses.
É o que ocorre no Brasil, e para que no futuro nuca mais meia dúzia de empresários tentem controlar uma nação, é que Dilma precisa reformar o setor, abrindo e democratizando as comunicações e acabando com o oligopólio da informação, hoje nas mãos da direita atrasada e excludente.

Leia mais em Educação Política:

AS VEIAS ABERTAS DA AMÉRICA LATINA SERÁ LIVRO BASE DE LEITURA PARA AS ESCOLAS DA BOLÍVIA
JORNALISMO NO FUNDO DO POÇO: FOLHA DE S.PAULO, A ESCANDALOSA
DILMA ROUSSEFF TEM MAIS CHANCE DE PROMOVER UMA REAL DEMOCRATIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO
COINCIDÊNCIA OU SINTONIA: ENCONTRO DOS BLOGUEIROS ACONTECEU NO MOMENTO EM QUE SERRA DESPENCOU NAS PESQUISAS

POEMAS DA COLETÂNEA SOL DE AGOSTO, DO POETA NEO-REALISTA PORTUGUÊS JOÃO JOSÉ COCHOFEL

Evocação dum poeta (João José Cochofel), Mário Dionísio

VI
Rapariga delicada
toda em voos e perfumes:
em ti é a tarde que afago
e o sol dos olhos e dos cabelos.

Dá-me as tuas mãos:
entre nós, nem ciúmes
nem medos.

O dia, hoje,
teceu grinaldas para os nossos dedos.

***********************************
XI
O concreto, o real, coisas que me comovem.
É sobre os sentidosque vivo debruçado.
Fácil o que a vista enxerga.
O resto é-me vedado.

***********************************
XV
Faze que a tua vida seja o que te nega.
A luta é tua: fá-la.
Agora, os sonhos em farrapos,
melhor é a luta que pensá-la.

Ergue com o vigor do teu pulso;
solda-o em aço.
E da tua obra afirma:
– Sou o que faço.

Leia mais em Educação Política:

JORNALISMO NO FUNDO DO POÇO: FOLHA DE S.PAULO, A ESCANDALOSA
QUE LULISMO? PT É A GRANDE ESCOLA POLÍTICA DA REDEMOCRATIZAÇÃO
POEMA DE SETE FACES, DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
CRÔNICA DE UMA CABRA

AS VEIAS ABERTAS DA AMÉRICA LATINA SERÁ LIVRO BASE DE LEITURA PARA AS ESCOLAS DA BOLÍVIA

Atemporal, humano, social...

Da Agência Educação Política

Uma ótima notícia que valoriza não só a literatura, como a educação de forma geral. O Ministério da Educação boliviano decidiu adotar, a partir de 2011, a obra As Veias Abertas da América Latina como um livro base de leitura nas escolas do país. O livro do historiador, escritor e jornalista uruguaio Eduardo Galeano, além de muito bem escrito, desconstrói muitos dos estereótipos e falsas ideias relacionadas à colonização latino-americana difundidas pela cultura dos povos que ajudaram a explorar e descaracterizar a América Latina ao longo da sua história.

É exatamente pela quantidade de informações históricas e bem apuradas trazidas pelo livro e pela capacidade de fazer com que se entenda as raízes da nossa colonização e se expliquem muitos dos nossos problemas atuais; que o livro deve mesmo ser encarado como leitura obrigatória. Ao ler a obra, os bolivianos conhecerão melhor a sua história, entenderão o presente com base nas luzes lançadas sobre um passado que foi, na maior parte do tempo, dominado por sombras.

Além disso, a obra de Galeano tem um peculiar poder catártico. Ela faz com que o leitor se transforme, com que amadureça as suas impressões, com que saia, por alguns minutos, de dentro de si mesmo, e veja a realidade em todo seu espectro complexo de causas e consequências, interesses e ambições, desigualdade e exploração de muitos em benefício de poucos.

Um livro social, atemporal, leitura urgente e obrigatória que nunca se extinguirá na historiografia literária ou no conjunto das obras essencialmente jornalísticas pelo seu engajamento que se faz, no mesmo movimento, humano e social! Vale dizer que a postura do Ministério da Educação da Bolívia deveria se estender aos demais países da América Latina já que, é consenso dizer que para mudar o presente, é indispensável conhecer a VERDADE, sobre o passado!

Galeano será leitura básica na Bolívia
A partir de 2011, o livro “As veias abertas da América Latina” deverá ser adotado por todas as escolas do país

Brasil de Fato
Vinicius Mansur

O anúncio foi feito pelo vice-ministro de Descolonização, Félix Cárdenas, durante o 1º Encontro Nacional do Processo de Descolonização, realizado durante esta semana na cidade de La Paz.

Em entrevista ao jornal boliviano Cambio, Cárdenas afirmou que, “a partir de 2011, o Ministério de Educação estabelecerá que a obra de Galeano deve ser necessariamente assumida como um livro base de leitura (…) O livro ‘As Veias abertas da América Latina’ permite ter uma outra visão, já que desestrutura a história colonial da região”, disse Cárdenas. De acordo com o vice-ministro, outros livros serão incluídos, como os do sociólogo Zavaleta Mercado, “que inspiraram a revolução de 52”.

O livro do historiador, escritor e jornalista uruguaio Eduardo Galeano foi publicado em 1971. A obra analisa a história da América Latina desde a colonização européia, com crônicas e narrativas do constante saqueio de recursos naturais da região, divididas em duas partes: “A pobreza do homem como resultado da riqueza da terra” e “O desenvolvimento é uma viagem com mais náufragos que navegantes”. (Texto Completo)

Leia mais em Educação Política:

CRÔNICA DE UMA CABRA
O ÚLTIMO QUE SAIR APAGA A LUZ: AÉCIO VAI DEIXAR O PSDB E SERRA OUVE QUE TUCANO VOTA NA DILMA
MATÉRIA PUBLICADA PELA FOLHA NÃO TEM A MENOR CREDIBILIDADE E É CONTESTADA PELO BNDES
FOLHA DE S.PAULO FAZ JORNALISMO BOA NOITE CINDERELA: FILIADO AO PSDB, EX-PRESIDIÁRIO VIRA CONSULTOR E EMPRESÁRIO

UM SOM BEM BRASILEIRO EM GESTOS UNIVERSAIS

HUMOR DO TIRIRICA NAS ELEIÇÕES: SÓ UM PALHAÇO VOTA EM OUTRO

VELHA MÍDIA: RASTEJANTE E PARTIDÁRIA

Nem Lula aguenta mais tanta partidarização!

Da Agência Educação Política

O presidente Lula, em discurso feito no último sábado (18/09) em Campinas, interior de São Paulo, falou sobre a forma vergonhosa e partidária com que a velha mídia tem se comportado, em especial, nos últimos meses. Os veículos que representam aquilo que a imprensa tem de mais conservador e anti-jornalístico, nunca foram só sorrisos para o governo Lula. Pelo contrário, engoliram em seco a primeira vitória do presidente e, mais em seco ainda, tiveram que aceitar sua legítima reeleição.

Só que nos últimos dias, esse gosto amargo despertado pela simples presença de Lula e do PT no governo, transformou-se em um azedume intenso e sufocante. A velha mídia está desesperada, perdida e totalmente incorformada com o sucesso de Dilma nas pesquisas de intenção de voto. Realmente, a situação deles não deve estar sendo fácil.

Do alto de sua arrogância e hipocrisia, ele devem pensar: “Justo agora que nós voltaríamos ao poder… justo agora que tudo ia caminhando na direção certa, que íamos poder concretizar nosso projeto (diga-se autoritário e conservador) para o país e nos veríamos livres dessa turma do PT, eis que ela, tinha que ser ela, não para de subir. Além de petista, mulher e, ao que tudo indica, vai ganhar já no primeiro turno”!

É sofrimento demais para a velha mídia e suas hostes conservadoras. Eles não devem estar se aguentando e, como não são do tipo que carrega um sólido caráter, que sabe manter a cabeça erguida e a ética firme até o último minuto, lutando de forma legítima por seus valores e ideias, eles vão tropeçando e se enrolando cada vez mais na sua própria opacidade.

O problema da velha mídia é que ela sequer tem ideias, ela não luta por alguma coisa, luta contra alguma coisa ou alguém. Aí está a grande diferença de uma mídia cada vez mais rastejante e de um presidente com a popularidade nas alturas e uma candidata que também está e vai continuar voando bem alto!!

Lula diz que velha mídia é uma “vergonha” e se comporta como “partido político”
Redação da Rede Brasil Atual

São Paulo – O presidente Lula criticou neste sábado (18) parte da imprensa brasileira, ao discursar em Campinas, durante comício da candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff. O presidente disse que algumas reportagens publicadas na velha mídia são uma “vergonha” e que alguns veículos se comportam neste momento como partidos políticos.

“Tem dia que determinados setores da imprensa brasileira chegam a ser uma vergonha”, disse o presidente. “Se o dono do jornal lesse o seu jornal ou o dono da revista lesse a sua revista, eles ficariam com vergonha do que eles estão escrevendo exatamente neste momento.”

Segundo o presidente, algumas publicações “destilam ódio e mentiras” sobre o governo porque não se conformam com as realizações de seu mandato. Lula disse também que alguns jornais e revistas do país se comportam como partidos políticos, mas não assumem que têm posição [político-partidária]. (Texto Completo)

Leia mais em Educação Política:

JORNALISMO NO FUNDO DO POÇO: FOLHA DE S.PAULO, A ESCANDALOSA
QUE LULISMO? PT É A GRANDE ESCOLA POLÍTICA DA REDEMOCRATIZAÇÃO
PARADOXO ELEITORAL: PRESÍDIOS DE SP NÃO RECEBERÃO URNA ELETRÔNICA POR FALTA DE SEGURANÇA
O ÚLTIMO QUE SAIR APAGA A LUZ: AÉCIO VAI DEIXAR O PSDB E SERRA OUVE QUE TUCANO VOTA NA DILMA

PARA LEITOR,VOTO OBRIGATÓRIO É SINTOMA DE UMA DEMOCRACIA FRÁGIL QUE NÃO ACREDITA EM SEUS PRÓPRIOS CIDADÃOS


EDUCAÇÃO POLÍTICA VOCÊ FAZ

Por Benicio Oliveira

Tô aí novamente para avisar que a multa por pleito será de apenas R$ 3,50; pago essa multa sim,mas não voto, pois é uma besteira dizer que estamos em um país democrático e sermos obrigados a votar.
Certa vez um idiota, lá em Brasília, falou que os brasileiros não estavam preparados para o voto facultativo (em outras palavras disse que somos burros).
Afirmo que saindo dessa ditadura, eu votaria com muita satisfação.
Afirmo que enquanto o voto for obrigatório não votarei, pois quero ser respeitado em meus direitos.
Voto obrigatório é um dever e uma açao errada em relação a democracia que conheço…

Leia mais em Educação Política:

PSDB/DEM TEME A CAPACIDADE DE VOTO QUE LULA AGREGA, MAS FORAM ELES QUE CRIARAM O LULISMO
1011 – BLOG EDUCAÇÃO POLÍTICA ATINGE MIL ACESSOS EM UM ÚNICO DIA E SENTE A FORÇA DA BLOGOSFERA
JOSÉ SERRA DEVERIA EXPLICAR EMPRESA DA FILHA VERÔNICA QUE ASSESSORAVA COMPRAS GOVERNAMENTAIS QUANDO ELE ERA MINISTRO
GOVERNO LULA SOFRE COM A OPOSIÇÃO OLIGOPOLIZADA DA MÍDIA, MAS NÃO É EFICIENTE NA DEMOCRATIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO

JORNALISMO NO FUNDO DO POÇO: FOLHA DE S.PAULO, A ESCANDALOSA

Veja que escândalo na Folha de S.Paulo. Matéria não diz que contas de Dilma Rousseff foram aprovadas. É o jornalismo da Veja que chegou para ficar na Folha de S.Paulo.

Dilma Rousseff dá uma aula de jornalismo: candidata a presidente fica indignada com a qualidade do jornal paulista.

Daqui a pouco as peixarias vão recusar a Folha de S.Paulo. Não dá nem pra embrulhar o peixe. É lamentável, um jornal chegar a esse ponto de partidarização, desespero.

Leia mais em Educação Política:

MATÉRIA PUBLICADA PELA FOLHA NÃO TEM A MENOR CREDIBILIDADE E É CONTESTADA PELO BNDES
FOLHA DE S.PAULO FAZ JORNALISMO BOA NOITE CINDERELA: FILIADO AO PSDB, EX-PRESIDIÁRIO VIRA CONSULTOR E EMPRESÁRIO
O FIM DOS MONOPÓLIOS INFORMATIVOS É URGENTE PARA GARANTIR A LIBERDADE DE IMPRENSA
PRESIDENTE LULA TEM 30 ANOS DE HISTÓRIA POLÍTICA E A VELHA MÍDIA QUER QUE ELE JOGUE FORA PARA BENEFICIAR O CANDIDATO TUCANO

QUE LULISMO? PT É A GRANDE ESCOLA POLÍTICA DA REDEMOCRATIZAÇÃO

Dos 9 candidatos, 5 tem origem ou passagem pelo PT

Partido dos Trabalhadores foi mais que um partido para o Brasil

O PT (Partido dos Trabalhadores) é com certeza um partido que nasceu à esquerda, mas hoje mantém uma política socialdemocrata, dentro das regras das grandes democracias capitalistas. O PT é o principal partido que formou uma escola de política nos últimos 30 anos de história do Brasil. É o grande movimento político da redemocratização, que teve como líder o ex-metalúrgico e atual presidente, Luís Inácio Lula da Silva.

Durante todo esses anos de escola política, o PT foi tratado como o partido radical, violento, raivoso, stalinista, atrasado, antidemocrático etc pela velha mídia. Depois que chegou ao poder, foi chamado de partido da boquinha, corrupto etc. Esse foi um processo longo e gradual mantido pela oposição (mídia e partidos) para desqualificar o partido político, mas desqualificou junto um importante movimento histórico. E foi essa desqualificação que ajudou a construir o lulismo, como se pode ver em outro artigo.

A história não para e nos próximo anos o PT pode não ser mais uma grande escola política. Novos partidos estão surgindo e outros estão se extinguindo. Mas é nesse movimento político da sociedade brasileira que está consolidada a democracia pós-golpe de 64, um golpe promovido pela elite, executado pelos militares e apoiado pelos meios de comunicação de massa, que hoje se posam de democratas.

A importância histórica do PT pode ser comprovada nas lideranças que hoje se apresentam como candidatos à presidência da república. Dos 9 candidatos, 5 tem origem ou passagem pelo PT (Dilma Rousseff é a própria candidata do partido, mas tem também Marina Silva, Plínio de Arruda Sampaio, Rui Costa Pimenta e José Maria).

Isso mostra o quão importante foi esse movimento histórico e também que é no seu interior que surgem lideranças que podem redesenhar a política nos próximos anos.

Leia mais em Educação Política:

HORÁRIO ELEITORAL GRATUITO É UM GRANDE AVANÇO DA DEMOCRACIA BRASILEIRA
CRÍTICAS DE MARINA SILVA A JOSÉ SERRA PODEM TER CHEGADO TARDE DEMAIS
JOSÉ SERRA DEVERIA EXPLICAR EMPRESA DA FILHA VERÔNICA QUE ASSESSORAVA COMPRAS GOVERNAMENTAIS QUANDO ELE ERA MINISTRO
PSDB/DEM TEME A CAPACIDADE DE VOTO QUE LULA AGREGA, MAS FORAM ELES QUE CRIARAM O LULISMO

PARADOXO ELEITORAL: PRESÍDIOS DE SP NÃO RECEBERÃO URNA ELETRÔNICA POR FALTA DE SEGURANÇA

Em todo o Brasil, serão cerca de 20 mil votos de presos provisórios nestas eleições!

Cidadania às avessas!

A Constituição de 1988 garante o direito de votar aos presos provisórios, no entanto, a maior parte deles não terá condições de votar no estado de São Paulo já que a maioria dos presídios do estado não terá uma urna eletrônica devido à falta de segurança.

No mínimo, é preocupante pensar que em um presídio, local onde deveria vigorar um estado constante de segurança e estabilidade, a preocupação é justamente com a falta de segurança. Além desse motivo, o estado também diz que os presídios não contarão com as urnas eletrônicas já disponibilizadas previamente pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), pois as instituições não são capazes de garantir a segurança dos mesários. Outro absurdo. Em um presídio são necessários de três a quatro mesários para garantir a votação. Como o estado não consegue garantir a segurança de três pessoas?

Das duas uma! Ou a situação nos presídios de São Paulo está totalmente fora de controle e reina um completo caos, ou os votos dos presos são majoritariamente contrários ao atual governo do estado, portanto, este não quer fazer esforço para que os presos votem, apesar de absurdo e sem lógica, é o que está parecendo.

Para qualquer uma das opções, quando se tira o direito ao voto de um cidadão, quem sai perdendo é a democracia!

Em SP, pelo menos 70% dos presos provisórios não votarão
Terra Magazine

Dayanne Sousa

Pelo menos 70% dos mais de 57 mil presos que têm o direito constitucional de votar em São Paulo não terão urnas eletrônicas em seus presídios, aponta a juíza Kenarik Boujikian Felippe, membro de comissão criada para regularizar a situação dos presos provisórios. Apesar de um acordo assinado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) este ano assegurar o voto dos presos provisórios (ou seja, que ainda não tiveram condenação), a maior parte dos presídios de São Paulo não terá urnas eletrônicas por uma alegação de risco à segurança.

– A Secretaria de Assuntos Penitenciários encaminhou um ofício para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo dizendo que não podia garantir a segurança em todos os estabelecimentos. Isso que eu acho que é o dado mais preocupante. Um estabelecimento prisional é um local de segurança máxima e o Estado diz que não tem como garantir a segurança num local como esse – contesta a juíza. (Texto Completo)

Leia mais em Educação Política:

FOLHA DE S.PAULO FAZ JORNALISMO BOA NOITE CINDERELA: FILIADO AO PSDB, EX-PRESIDIÁRIO VIRA CONSULTOR E EMPRESÁRIO
O FIM DOS MONOPÓLIOS INFORMATIVOS É URGENTE PARA GARANTIR A LIBERDADE DE IMPRENSA]
PÚBLICO X PRIVADO: QUAL O MELHOR CAMINHO PARA DEMOCRATIZAR A INFORMAÇÃO NO BRASIL?
PSDB/DEM TEME A CAPACIDADE DE VOTO QUE LULA AGREGA, MAS FORAM ELES QUE CRIARAM O LULISMO
%d blogueiros gostam disto: