Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

MAIS UM CAPÍTULO DA CRÔNICA DA VELHA MÍDIA: AS 21 EDIÇÕES PERFEITAS DO JORNAL NACIONAL

Da Agência Educação Política

Quem tem estômago e uma boa dose de paciência para acompanhar as edições do Jornal Nacional já percebeu que há um claro favorecimento do candidato tucano-conservador José Serra, em detrimento da candidata petista Dilma Rousseff.

As matérias são minuciosamente calculadas. O tempo da acusação por parte dos tucanos é bem maior que o tempo da defesa por parte dos petistas. O contéudo das entrevistas ou sonoras, como se chama em televisão, também é detalhadamente estudado para que as melhores falas acusatórias ou “magoadas” de Serra sejam exibidas, enquanto que à Dilma são reservadas apenas as declarações que a colocam na defensiva.

Marina Silva é colocada fora do conflito, falando apenas sobre questões que interessam aos brasileiros e, quem sabe, podendo levar a eleição para o segundo turno. Essa é a estratégia da Rede Globo, trata-se de uma bem feita edição do conteúdo televisivo de modo que o que se vê em nada se parece com aquilo que realmente acontece.

Só está difícil fazer o tucano voar!

Um velho e sórdido truque utilizado para enganar o telespectador no qual não se mente, pelo contrário, são ditas várias verdades que combinadas compõem a mentira fabricada pela Rede Globo. Os fragmentos são de fato peças da realidade, assim, a emissora se justifica dizendo que não inventa nada, no entanto, a forma como esses fragmentos são montados e encaixados, a imagem escolhida, o tempo disponível para cada uma, o tom de voz, o contéudo selecionado para ser exibido, todas essas escolhas intrínsecas à televisão, conseguem trasmitir uma outra imagem do real.

E aí reside o grande poder da televisão: de fato, ela não inventa, mas reconstrói a realidade e essa reconstrução se dá por meio de um conhecido processo de edição em que é possível dizer um monte de mentiras, contando apenas a verdade.

Mais 21 edições “perfeitas” de Ali Kamel no JN
Vi o mundo (Blog do Azenha)

Teremos mais três semanas de edições “perfeitas” do Ali Kamel no Jornal Nacional.

As notícias boas para o Brasil, especialmente na economia, serão surradas diariamente pela quebra do sigilo fiscal dos tucanos. O PT vai sempre aparecer na defensiva. Nessas reportagens, o tempo dedicado às acusações é sempre bem maior que o da defesa. Em seguida, quando quiser, José Serra aparecerá replicando as acusações da longa reportagem. Dilma será mostrada, igualmente, na defensiva. E Marina Silva? Mesmo que fale a respeito, Marina Silva será “editada” falando de temas que interessam aos eleitores. Como já aconteceu nos últimos dias.

Não foi opção dela, Marina. Foi a escolha de Kamel, atendendo aos patrões. Assim, enquanto PT e PSDB se pegam, Marina pode atrair a maior parte dos indecisos, quem sabe até roubando um pontinho ou outro dos adversários. (Texto completo)

Leia mais em Educação Política:

PRESIDENTE LULA TEM 30 ANOS DE HISTÓRIA POLÍTICA E A VELHA MÍDIA QUER QUE ELE JOGUE FORA PARA BENEFICIAR O CANDIDATO TUCANO
ARTE URBANA: TRANSFERÊNCIA E TRANSFORMAÇÃO PARA ALÉM DO GRAFITE
ACABOU A FARSA DO PAULISTA PAU-DE-ARARA; SERRA AGORA TEM QUE ENFRENTAR LULA NA TV
HÁ DEZ ANOS O JORNALISMO BRASILEIRO PERDEU UMA REFERÊNCIA: ALOYSIO BIONDI

8 Respostas para “MAIS UM CAPÍTULO DA CRÔNICA DA VELHA MÍDIA: AS 21 EDIÇÕES PERFEITAS DO JORNAL NACIONAL

  1. alvaro alencar trindade 10 setembro, 2010 às 9:36 am

    Bom dia!
    A propósito desta matéria e pelo que venho acompanhando em seu blog, a Globo adotou a tatica sobre a qual vc falou há algum tempo.
    Ao que parece está dando certo, pois a Marina está tirando votos da Dilma e se a inteligencia de campanha desta não neutralizar – de alguma forma – esta tática, poderemos ter 2º turno, porque a Dilma já caiu 3 pontos em uma semana. É preciso ficar de
    Olho Vivo com estes tucanos associados da Globo.

    Curtir

  2. Chico Cerrito 10 setembro, 2010 às 5:50 pm

    Eles são mestres graduados em “jornalismo” de manipulação e prestidigitação, desde a tentativa de fraude nas eleições de 1982 para impossibilitar a vitória de Leonel Brizola, candidato do Partido Democrático Trabalhista (PDT), ao governo do Rio de Janeiro, e que consistia em um sistema informatizado de apuração dos votos, feito pela empresa Proconsult, associada a antigos colaboradores do regime militar, passando pelo debate Collor-Lula em 1989, vergonhosamente editado, até a minimização sistemática de todos os avanços do país obtidos no governo Lula sempre com o contínuo ressaltar de críticas a qualquer ato governamental.
    De fato segundo a Wikipédia, “Roberto Marinho sempre defendeu o liberalismo econômico, com aliança estratégica com os Estados Unidos. Foi adversário de políticos como Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek, Leonel Brizola e o Lula da Silva. Quando Getúlio Vargas se matou, como presidente da República em 1954, seu jornal foi destruído pela população, quase falindo. Foi acusado de ser o mentor intelectual da Ditadura Militar, apoiada por ele. Em editorial publicado pelo jornal O Globo em 7 de outubro de 1984, Roberto Marinho escreveu:
    ‘Participamos da Revolução de 1964 identificados com os anseios nacionais de preservação das instituições democráticas, ameaçadas pela radicalização ideológica, greves, desordem social e corrupção generalizada.’
    Roberto Marinho também acusado de manipular as eleições para governador do Estado do Rio de Janeiro, quando Leonel Brizola venceu, e de mandar nas comunicações brasileiras no governo de José Sarney, quando Antônio Carlos Magalhães, dono de uma afiliada da Globo, foi ministro das comunicações. Em 1989, foi acusado de manipular a edição do Jornal Nacional, após o debate de segundo turno entre Fernando Collor e Lula da Silva, para ajudar Collor a ser eleito presidente. Em 1992, Roberto Marinho, em um editorial do jornal O Globo e no noticiário Jornal Nacional, chamou Leonel Brizola de “senil”. Isso valeu direito de resposta a Brizola no Jornal Nacional, que foi lido por Cid Moreira, dois anos depois, em 1994″.
    O senhor Kamel segue a mesma linha, a serviço de seus patrões, herdeiros do falecido.
    É grande a Folha Corrida desse “jornalismo”, em qualquer país verdadeiramente democrático e sem a tradição de servidão e de oligopólios impostos por uma elite perversa e desprezível, tal malfeito já teria sido desmembrado e severamente punidos seus atos manipuladores.
    Mas o governo petista foi fraco nas comunicações ou não pode conte-los e cedeu o Ministério das Comunicações logo ao PMDB, a ninguém menos que um ex(?)empregado global.
    Mesmo assim ainda sofre acusações diuturnas de autoritarismo por parte de “colonistas” comprometidos com a causa neoliberal!
    O que chama a atenção no presente nem é a insistência com essa matéria sobre “vazamento de sigilo”, matéria requentada do ano passado, mas a omissão de Marina Silva, que se faz de desentendida e a cata de alguns parcos votos de desavisados, serve como de papagaio a interesses escusos e nocivos à nação, servindo de bucha de canhão e voz a esse pretenso “jornalismo”.

    Curtir

  3. Pingback: PARA FIDEL CASTRO, MODELO CUBANO JÁ NÃO FUNCIONA NEM PARA ELES MESMOS « Educação Política

  4. Pingback: PROJETO DO CONGRESSO NACIONAL PRETENDE REVERTER A PEQUENA PARTICIPAÇÃO DA PROGRAMAÇÃO NACIONAL NA TV POR ASSINATURA « Educação Política

  5. Pingback: POR QUE MARINA SILVA NÃO CRESCE NAS PESQUISAS DE INTENÇÃO DE VOTO? « Educação Política

  6. Pingback: DILMA ROUSSEFF TEM MAIS CHANCE DE PROMOVER UMA REAL DEMOCRATIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO « Educação Política

  7. Pingback: BRASIL, MOSTRA A TUA CARA: ESTADÃO ASSUME CANDIDATURA SERRA A UMA SEMANA DA ELEIÇÃO « Educação Política

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: