Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

FALTA SANEAMENTO BÁSICO NO PAÍS DAS TVS E TELEFONES

Muito esgoto ainda corre a céu aberto!

Da Agência Educação Política

A última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) realizada em 2009 mostra que no Brasil há mais casas com telefone do que com serviços de saneamento básico, como coleta de lixo e esgoto. Esse dado impressiona já que saneamento básico, como o próprio nome já diz, é básico, algo que deve estar presente em todas as regiões do país, já que dele depende a saúde e o bem estar da população de forma geral.

O problema não está no fato do telefone fixo ou móvel estar presente na maioria das residências visitadas. De fato, o serviço de telefonia tem crescido nos últimos anos e adquirir um aparelho celular, principalmente, está cada dia mais fácil. O que impressiona é que a presença deste tipo de item não é tão importante em uma residência quanto uma rede coletora de lixo e esgoto, portanto, o natural seria que as casas primeiro estivessem assitidas com o básico e essencial, para depois contarem com um produto supérfluo.

No entanto, neste ponto a equação se inverte. Hoje, está mais fácil adquirir um telefone do que ter uma rede coletora de esgotos. Na lógica atual, o essencial está sendo substituído pelo supérfluo, entretanto, vale dizer que o essencial, por definição, não é passível de susbtituição. Uma hora ou outra ele faz falta, e as consequências dessa falta tendem a ser mais graves do que as ocasionadas pela falta de um telefone, por exemplo.

Algo está errado. Se está tão fácil adquirir um telefone, por que é tão difícil fazer com que o saneamento básico chegue à casa dos brasileiros? Não se trata simplesmente de culpar o serviço público e dizer que as coisas no âmbito privado vão melhor. É importante dizer que, em 2009, alguns avanços já foram notados no quesito saneamento básico em comparação com o ano de 2008, portanto, o poder público vem fazendo a sua parte. Mesmo assim, ainda falta o básico em muitos lares pelo Brasil, principalmente na região Norte.

Talvez, isso tudo possa ser interpretado como um sinal de que precisamos mais de público e menos, ou pelo menos, não tanto de privado. Se ambos estiverem equilibrados já estará de bom tamanho!

Casas têm mais telefone que saneamento básico, diz Pnad
Terra Notícias
Por Thaís Sabino

São Paulo – Em todos os estados do País foi constatado que existem mais casas com acesso à telefonia do que à rede coletora de esgoto. Além disso, em seis estados, mais casas têm telefone do que o serviço de coleta de lixo. Para a população de Rondônia, Acre, Tocantins, Piauí, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso o telefone está mais presente no cotidiano do que o recolhimento do lixo. Os números são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2009, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O acesso à telefonia mostrou expressiva evolução impulsionado pelo crescimento do mercado de celulares. De 2008 para 2009, o aumento no número de casas com algum tipo de telefone foi de 2,1milhões, e dos que possuíam somente telefone celular foi de 2,5 milhões. (Texto Completo)

Leia mais em Educação Política:

PRESIDENTE LULA TEM 30 ANOS DE HISTÓRIA POLÍTICA E A VELHA MÍDIA QUER QUE ELE JOGUE FORA PARA BENEFICIAR O CANDIDATO TUCANO
ÍNDICE DE LEITURA CRESCE NO BRASIL, MAS AINDA É PEQUENO EM COMPARAÇÃO AOS PAÍSES DESENVOLVIDOS
ANALFABETISMO FUNCIONAL ATINGE 20% DOS BRASILEIROS, DIZ IBGE, E O PROFESSOR É APONTADO COMO UMA DAS SOLUÇÕES PARA O PROBLEMA
JOSÉ SERRA DEVERIA EXPLICAR EMPRESA DA FILHA VERÔNICA QUE ASSESSORAVA COMPRAS GOVERNAMENTAIS QUANDO ELE ERA MINISTRO

5 Respostas para “FALTA SANEAMENTO BÁSICO NO PAÍS DAS TVS E TELEFONES

  1. Alessandra Luiza de Almeida Pinho 15 setembro, 2010 às 10:18 am

    Caro Glauco,
    Ao meu ver, os mesmos indivíduos que autorizam ou solicitam que a mídia fale das falhas ou da morosidade pública, são aquelas que tem a obrigação e sabem perfeitamente como transformar positivamente os sistemas de todas as áreas do governo, mas que preferem fazer todo um árduo trabalho de contrariar qualquer nível de evolução que possa diminuir o valor da verba que é desviada para interesses particulares e escusos ou que favoreça à população “serviçal”, sempre subjulgadas por estes indivíduos que se julgam superiores e mais merecedores do conforto.
    Então, o governo está nitida e comprovadamente fazendo a sua parte, que só não é maior e não dá mais certo por causa dos humanos menos favorecidos de sentimentos humanitários e com uma grande bagagem de frieza, egocentrismo e inclinação consciente ou inconsciente para o mal, que trabalham sem descanso para atrapalhar qualquer benfeitoria em favor do desenvolvimento humano, seja nos cargos políticos, seja no discurso do pedestal burguês, na força da mídia ou entre os cidadãos comuns.
    Mas eu acredito na força dos homens bons, fortes e corajosos que vão inverter este processo e fazer com que os homens tão nocivos para a nossa sociedade sintam vergonha do que sempre fizeram e se sintam verdadeiros ignorantes nos quesitos ética, educação moral e cívica. E que os que sempre foram bons sintam orgulho de serem brasileiros honestos e trabalhadores em favor do bem.

    Curtir

  2. Pingback: COP-16 COMEÇA MORNA EM CANCUN E APONTA PARA UM CENÁRIO PREOCUPANTE EM RELAÇÃO AOS PROBLEMAS AMBIENTAIS « Educação Política

  3. Pingback: PESQUISADORA É PERSEGUIDA APÓS DIVULGAR RELATÓRIO COM IRREGULARIDADES EM OBRA DO EMPRESÁRIO EIKE BATISTA « Educação Política

  4. Pingback: ESGOTO DOMÉSTICO É O PRINCIPAL POLUIDOR DAS FONTES DE ÁGUA DO BRASIL « Educação Política

  5. temporadafora 23 setembro, 2011 às 4:15 pm

    Olá, boa noite.

    Meu nome é Rodrigo, sou funcionário do site TemporadaFora.
    A razão pela qual eu estou lhe escrevendo, é porque nós estamos com um projeto de conscientização através do humor, para podermos atingir um público maior.

    Você pode conferir nosso trabalho em http://temporadafora.com/vlog, porém, pelo que eu li do post de vocês verifiquei que tem tudo a ver com nosso próximo filme que é exatamente sobre esgoto sem tratamento despejado diretamente nas praias/oceanos, e por isso eu adoraria poder mostrar o episódio para vocês antes que vá ao ar, para que assim possamos corrigir quaisquer coisas de última hora.

    Peço desculpas antecipadas por contatar somente agora, mas eu só consegui achar o blog agora através de um amigo.

    Sinta-se livre de me contatar diretamente no meu email.

    rodrigo@temporadafora.com

    Agradeço a atenção, Rodrigo.

    Curtir

Deixe uma resposta para Alessandra Luiza de Almeida Pinho Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: