Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 20 setembro, 2010

PARA LEITOR,VOTO OBRIGATÓRIO É SINTOMA DE UMA DEMOCRACIA FRÁGIL QUE NÃO ACREDITA EM SEUS PRÓPRIOS CIDADÃOS


EDUCAÇÃO POLÍTICA VOCÊ FAZ

Por Benicio Oliveira

Tô aí novamente para avisar que a multa por pleito será de apenas R$ 3,50; pago essa multa sim,mas não voto, pois é uma besteira dizer que estamos em um país democrático e sermos obrigados a votar.
Certa vez um idiota, lá em Brasília, falou que os brasileiros não estavam preparados para o voto facultativo (em outras palavras disse que somos burros).
Afirmo que saindo dessa ditadura, eu votaria com muita satisfação.
Afirmo que enquanto o voto for obrigatório não votarei, pois quero ser respeitado em meus direitos.
Voto obrigatório é um dever e uma açao errada em relação a democracia que conheço…

Leia mais em Educação Política:

PSDB/DEM TEME A CAPACIDADE DE VOTO QUE LULA AGREGA, MAS FORAM ELES QUE CRIARAM O LULISMO
1011 – BLOG EDUCAÇÃO POLÍTICA ATINGE MIL ACESSOS EM UM ÚNICO DIA E SENTE A FORÇA DA BLOGOSFERA
JOSÉ SERRA DEVERIA EXPLICAR EMPRESA DA FILHA VERÔNICA QUE ASSESSORAVA COMPRAS GOVERNAMENTAIS QUANDO ELE ERA MINISTRO
GOVERNO LULA SOFRE COM A OPOSIÇÃO OLIGOPOLIZADA DA MÍDIA, MAS NÃO É EFICIENTE NA DEMOCRATIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO

JORNALISMO NO FUNDO DO POÇO: FOLHA DE S.PAULO, A ESCANDALOSA

Veja que escândalo na Folha de S.Paulo. Matéria não diz que contas de Dilma Rousseff foram aprovadas. É o jornalismo da Veja que chegou para ficar na Folha de S.Paulo.

Dilma Rousseff dá uma aula de jornalismo: candidata a presidente fica indignada com a qualidade do jornal paulista.

Daqui a pouco as peixarias vão recusar a Folha de S.Paulo. Não dá nem pra embrulhar o peixe. É lamentável, um jornal chegar a esse ponto de partidarização, desespero.

Leia mais em Educação Política:

MATÉRIA PUBLICADA PELA FOLHA NÃO TEM A MENOR CREDIBILIDADE E É CONTESTADA PELO BNDES
FOLHA DE S.PAULO FAZ JORNALISMO BOA NOITE CINDERELA: FILIADO AO PSDB, EX-PRESIDIÁRIO VIRA CONSULTOR E EMPRESÁRIO
O FIM DOS MONOPÓLIOS INFORMATIVOS É URGENTE PARA GARANTIR A LIBERDADE DE IMPRENSA
PRESIDENTE LULA TEM 30 ANOS DE HISTÓRIA POLÍTICA E A VELHA MÍDIA QUER QUE ELE JOGUE FORA PARA BENEFICIAR O CANDIDATO TUCANO

QUE LULISMO? PT É A GRANDE ESCOLA POLÍTICA DA REDEMOCRATIZAÇÃO

Dos 9 candidatos, 5 tem origem ou passagem pelo PT

Partido dos Trabalhadores foi mais que um partido para o Brasil

O PT (Partido dos Trabalhadores) é com certeza um partido que nasceu à esquerda, mas hoje mantém uma política socialdemocrata, dentro das regras das grandes democracias capitalistas. O PT é o principal partido que formou uma escola de política nos últimos 30 anos de história do Brasil. É o grande movimento político da redemocratização, que teve como líder o ex-metalúrgico e atual presidente, Luís Inácio Lula da Silva.

Durante todo esses anos de escola política, o PT foi tratado como o partido radical, violento, raivoso, stalinista, atrasado, antidemocrático etc pela velha mídia. Depois que chegou ao poder, foi chamado de partido da boquinha, corrupto etc. Esse foi um processo longo e gradual mantido pela oposição (mídia e partidos) para desqualificar o partido político, mas desqualificou junto um importante movimento histórico. E foi essa desqualificação que ajudou a construir o lulismo, como se pode ver em outro artigo.

A história não para e nos próximo anos o PT pode não ser mais uma grande escola política. Novos partidos estão surgindo e outros estão se extinguindo. Mas é nesse movimento político da sociedade brasileira que está consolidada a democracia pós-golpe de 64, um golpe promovido pela elite, executado pelos militares e apoiado pelos meios de comunicação de massa, que hoje se posam de democratas.

A importância histórica do PT pode ser comprovada nas lideranças que hoje se apresentam como candidatos à presidência da república. Dos 9 candidatos, 5 tem origem ou passagem pelo PT (Dilma Rousseff é a própria candidata do partido, mas tem também Marina Silva, Plínio de Arruda Sampaio, Rui Costa Pimenta e José Maria).

Isso mostra o quão importante foi esse movimento histórico e também que é no seu interior que surgem lideranças que podem redesenhar a política nos próximos anos.

Leia mais em Educação Política:

HORÁRIO ELEITORAL GRATUITO É UM GRANDE AVANÇO DA DEMOCRACIA BRASILEIRA
CRÍTICAS DE MARINA SILVA A JOSÉ SERRA PODEM TER CHEGADO TARDE DEMAIS
JOSÉ SERRA DEVERIA EXPLICAR EMPRESA DA FILHA VERÔNICA QUE ASSESSORAVA COMPRAS GOVERNAMENTAIS QUANDO ELE ERA MINISTRO
PSDB/DEM TEME A CAPACIDADE DE VOTO QUE LULA AGREGA, MAS FORAM ELES QUE CRIARAM O LULISMO

PARADOXO ELEITORAL: PRESÍDIOS DE SP NÃO RECEBERÃO URNA ELETRÔNICA POR FALTA DE SEGURANÇA

Em todo o Brasil, serão cerca de 20 mil votos de presos provisórios nestas eleições!

Cidadania às avessas!

A Constituição de 1988 garante o direito de votar aos presos provisórios, no entanto, a maior parte deles não terá condições de votar no estado de São Paulo já que a maioria dos presídios do estado não terá uma urna eletrônica devido à falta de segurança.

No mínimo, é preocupante pensar que em um presídio, local onde deveria vigorar um estado constante de segurança e estabilidade, a preocupação é justamente com a falta de segurança. Além desse motivo, o estado também diz que os presídios não contarão com as urnas eletrônicas já disponibilizadas previamente pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), pois as instituições não são capazes de garantir a segurança dos mesários. Outro absurdo. Em um presídio são necessários de três a quatro mesários para garantir a votação. Como o estado não consegue garantir a segurança de três pessoas?

Das duas uma! Ou a situação nos presídios de São Paulo está totalmente fora de controle e reina um completo caos, ou os votos dos presos são majoritariamente contrários ao atual governo do estado, portanto, este não quer fazer esforço para que os presos votem, apesar de absurdo e sem lógica, é o que está parecendo.

Para qualquer uma das opções, quando se tira o direito ao voto de um cidadão, quem sai perdendo é a democracia!

Em SP, pelo menos 70% dos presos provisórios não votarão
Terra Magazine

Dayanne Sousa

Pelo menos 70% dos mais de 57 mil presos que têm o direito constitucional de votar em São Paulo não terão urnas eletrônicas em seus presídios, aponta a juíza Kenarik Boujikian Felippe, membro de comissão criada para regularizar a situação dos presos provisórios. Apesar de um acordo assinado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) este ano assegurar o voto dos presos provisórios (ou seja, que ainda não tiveram condenação), a maior parte dos presídios de São Paulo não terá urnas eletrônicas por uma alegação de risco à segurança.

– A Secretaria de Assuntos Penitenciários encaminhou um ofício para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo dizendo que não podia garantir a segurança em todos os estabelecimentos. Isso que eu acho que é o dado mais preocupante. Um estabelecimento prisional é um local de segurança máxima e o Estado diz que não tem como garantir a segurança num local como esse – contesta a juíza. (Texto Completo)

Leia mais em Educação Política:

FOLHA DE S.PAULO FAZ JORNALISMO BOA NOITE CINDERELA: FILIADO AO PSDB, EX-PRESIDIÁRIO VIRA CONSULTOR E EMPRESÁRIO
O FIM DOS MONOPÓLIOS INFORMATIVOS É URGENTE PARA GARANTIR A LIBERDADE DE IMPRENSA]
PÚBLICO X PRIVADO: QUAL O MELHOR CAMINHO PARA DEMOCRATIZAR A INFORMAÇÃO NO BRASIL?
PSDB/DEM TEME A CAPACIDADE DE VOTO QUE LULA AGREGA, MAS FORAM ELES QUE CRIARAM O LULISMO
%d blogueiros gostam disto: