Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 2 outubro, 2010

ELEIÇÕES 2010: DOWN, DOWN, DOWN O HIGH SOCIETY

EDUCAÇÃO POLÍTICA VOCÊ FAZ

Por Rubens Costa

Alô alô Gilmar Dantas
Aqui quem fala é o Zé Serra.
Pra variar, estamos em queda
Você não imagina a loucura
O povão tá nas alturas
E tá cada vez mais down o high society
Down, down, down
O high society

Alô, alô, Gilmar Dantas,
faça o Supremo virar zona
pra tirar a gente da lona
Pois já se foi a mordomia
Tem muito tucano pedindo alforria porque
Tá cada vez mais down o high society
Down, down, down
O high society

Alô, alô, Gilmar Dantas,
A coisa tá ficando russa
Só você pode nos salvar
O povão já começou a gritar
“Depois do Lula, é Dilma lá”
Tá cada vez mais down o high society
Down, down, down
O high society

Leia mais em Educação Política:

IBGE REGISTRA MENOR TAXA DE DESEMPREGO EM OITO ANOS E DEIXA EVIDENTE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DO BRASIL
IMPRENSA INTERNACIONAL RETRATA MELHOR A REALIDADE POLÍTICA BRASILEIRA DO QUE IMPRENSA NACIONAL
MUITO BOM: NOVA VERSÃO PARA “E AGORA, JOSÉ?”, DE DRUMMOND, POR ADILSON FILHO
TÁ COM PROBLEMA NA JUSTIÇA? TÁ COM PROBLEMA NO STF? DISQUE GILMAR MENDES

MARINA SILVA JOGOU NO LIXO SUA HISTÓRIA DE VIDA COM UM DISCURSO ENFADONHO E TEDIOSO

A campeã do discurso enfadonho

A candidata Marina Silva poderia ter sido o grande destaque dessas eleições. Ainda pode ser se as urnas mostrarem mais votos a ela do que ao candidato tucano José Serra. Mas parece que não vai ser assim.

O Partido Verde, da qual é candidata, já indicou que apoiaria o PSDB no segundo turno. É um fechamento de uma campanha emplumada.

A campanha de Marina Silva foi uma campanha para jogar no lixo todo o seu passado histórico de menina pobre que lutou por justiça social e por preservação ambiental ao lado de Chico Mendes, na formação do PT (Partido dos Trabalhadores).

Mas ilusão do poder lhe subiu à cabeça. Parecia nos debates que ela nunca tinha pertencido ao PT. Dizia que José Serra e Dilma Rousseff eram a mesma coisa, sendo que ela combateu o tucanato durante décadas e esteve participando do governo até às vésperas de se candidatar à presidência.

Marina pode ter feito muito bem em se candidatar por outro partido, mas não poderia negar seu passado, preservando José Serra e atacando o governo do qual participou durante um mandato e meio.

Marina poderia ter mirado Serra e criado uma polarização com ele. Mas preferiu não se indispor com a velha mídia que apoia Serra. Ficou parada. O crescimento de alguns pontos nas últimas pesquisas são mais o resultado da baixaria imposta pela campanha de Serra contra Dilma Rousseff.

Fora do tiroteio iniciado pelo PSDB, Marina conquistou o voto dos indecisos.

Mas o mais incrível foi o discurso da Marina  nos debates. A candidata produzia uma fala que mais parecia um sermão político, um blablablá interminável, cansativo, enfadonho.  Incrível, mas foi preferível ouvir o discurso de José Serra do que de Marina, de tão empolado.

Marina deveria ter voltado às origens e feito uma campanha mais próxima de sua história. Poderia ter ajudado mais o país, mas os sonhos não têm limites.

Leia mais em Educação Política:

O DESEMPENHO DE MARINA SILVA NAS PESQUISAS ELEITORAIS É UM CLARO SINAL DO ERRO COMETIDO NA SUA CAMPANHA
CRÍTICAS DE MARINA SILVA A JOSÉ SERRA PODEM TER CHEGADO TARDE DEMAIS
AULA DE HISTÓRIA: PLÍNIO DE ARRUDA SAMPAIO CONTA COMO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO TRAIU QUEM LUTAVA CONTRA A DITADURA
A CAMPANHA POLÍTICA SÓ VAI ESQUENTAR QUANDO MARINA SILVA DESCOBRIR QUE JOSÉ SERRA TOMOU O ESPAÇO POLÍTICO DELA

EDUCAÇÃO POLÍTICA BATE NOVO RECORDE MENSAL

IBGE REGISTRA MENOR TAXA DE DESEMPREGO EM OITO ANOS E DEIXA EVIDENTE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DO BRASIL

Da Agência Educação Política

Uma ótima notícia que mostra, mais uma vez, como o Brasil cresceu nos últimos anos. O crescimento econômico é o grande gerador de emprego e renda! Quando a economia cresce, gera-se mais empregos, quando se gera mais empregos, aumenta-se o consumo, aumentando o consumo, aumenta-se novamente o número de empregos, eis o desenho de um melhores ciclos viciosos que um país pode oferecer a seus cidadãos.

Mas o mais interessante com esse dado é ver como braisileiros que antes não tinham emprego, hoje, estão trabalhando, crescendo não só em termos de renda, como também e, principalmente, em termos de humanidade. Nada melhor para o país e para a construção de uma real democracia onde todos tenham espaço e participação! Um emprego faz com que as pessoas se sintam inseridas e, uma vez sentindo-se parte de uma realidade, passem a pensar sobre ela!

IBGE registra menor taxa de desemprego em oito anos / Renda média mensal também bate recorde
Redação Carta Capital

A taxa de desemprego no País registrada em agosto é de 6,9%, a menor já registrada desde o início da série histórica, iniciada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em março de 2002. O resultado é 1,4 ponto percentual menor em relação ao mesmo período do ano anterior e estável em comparação com o mês de julho deste ano. Segundo o estudo, a população desempregada registrada é de 1,6 milhão e permanece estável na comparação mensal, mas reduziu-se em 15,3% (ou menos 289 mil pessoas) em relação a agosto de 2009. A população empregada que soma 22,1 milhões de brasileiros, manteve-se estável na comparação mensal e cresceu 3,2% (ou mais 691 mil postos de trabalho) no ano.

A taxa média de desemprego no Brasil entre janeiro e agosto deste ano foi 7,2% inferior aos 8,2% dos oito primeiros meses de 2008. Para Cismar Azeredo, “a pesquisa revela uma melhora expressiva do mercado de trabalho em 2010. Mostra que o Brasil saiu da crise. Se ainda não saiu, está saindo numa velocidade muito mais rápida do que tem sido observada com outros países”.

Os postos com carteira assinada registraram alta de 7,2% ou 685 mil novos trabalhos criados no mês. (Texto completo)

Leia mais em Educação Política:

PARA ENTENDER POR QUE O DATAFOLHA É APENAS O ‘DATAFALHA’ DO GOLPE
ESCOLA PÚBLICA RESERVA UM TEMPO PARA O APRENDIZADO DA CULTURA POPULAR BRASILEIRA POR MEIO DA TRADIÇÃO ORAL
INTELECTUAIS PARTICIPAM DE ABAIXO-ASSINADO CONTRA A PARTIDARIZAÇÃO DA VELHA MÍDIA
MODELO DE TRATAMENTO MENTAL IMPLANTADO PÓS REFORMA PSIQUIÁTRICA É QUESTIONADO
%d blogueiros gostam disto: