Categorias
EDUCAÇÃO POLÍTICA VOCÊ FAZ

LEITOR DEMONSTRA PARTIDARISMO DA REVISTA VEJA QUE TOMA SEUS LEITORES POR IGNORANTES E FAZ DO JORNALISMO MERA MANIPULAÇÃO

De Collor à Serra as imagens se sucedem feito quadros de conversavadorismo e anti-jornalismo

EDUCAÇÃO POLÍTICA VOCÊ FAZ

Por Frederico

Observando as últimas capas da Veja, fica claro a preferência de Veja por Serra. Sendo que, diferentemente do jornal Estadão, que tornou explícito seu apoio a Serra, Veja apoia o tucano de forma oblíqua.

Veja as capas da revista de apoio implícito a José Serra: http://veja.abril.com.br/arquivo.shtml

O que me deixa chateado é a revista pensar que todos os leitores são ignorantes e incapazes de perceberem a manipulação. O que me deixa chateado é os repórteres da revista exigirem liberdade de expressão para poderem manipular os (e)leitores e na maior cara-dura dizerem que são isentos, que estão trabalhando em pró da democracia e outras balelas.

Leia mais em Educação Política:

FOLHA: SHEILA RIBEIRO, QUE É FILHA DE MILITANTE DO PSDB, DIZ QUE SUA EX-PROFESSORA, MÔNICA SERRA, FEZ ABORTO NO CHILE
ARMADILHA DO ABORTO É IDEAL PARA A VELHA MÍDIA E MUITO RUIM PARA O BRASIL
DUAS HISTÓRIAS SOBRE O VOTO CONSCIENTE EM JOSÉ SERRA, DO PSDB
MÁRIO COVAS E BRIZOLA NÃO VACILARAM; APOIARAM LULA E O PT CONTRA O CANDIDATO CONSERVADOR; E AGORA MARINA?

2 respostas em “LEITOR DEMONSTRA PARTIDARISMO DA REVISTA VEJA QUE TOMA SEUS LEITORES POR IGNORANTES E FAZ DO JORNALISMO MERA MANIPULAÇÃO”

O assunto “liberdade de imprensa” é sempre delicado e, se não apresentado com o cuidado que merece, tende ao explosivo. Em um país que viveu quase duas décadas submetido a um processo de censura da mídia não cabe admitir , em nenhuma hipotese, o cerceamento da liberdade de informar. O problema é saber como fazer diante da manipulação dos fatos,(Veja) que acaba virando desinformação, ou de um quase monopólio da comunicação midiática,(Globo) que seleciona apenas o que convém aos seus interesses de grupo. Como lidar com esse comportamento escancarado, por exemplo, no meio de um processo eleitoral?

A postura de alguns profissionais que não se comportam como o ideário do jornalismo o exige, que se deixam usar como instrumentos de interesses outros, que parecem trocar imparcialidade e boa informação, inteligência e saber, pela comodidade de um cargo Sobre isso, vejo poucas observações a respeito por parte dos órgãos de classe.

A conclusão inevitável disso tudo é de que a republicana liberdade de expressão e de informação – pilar da democracia – não se pode confundir com um espúrio direito à manipulação dos fatos, que deixa nas mãos de uns poucos um poder negativo que a sociedade não lhes conferiu.

Curtir

Comentários encerrados.