Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 11 novembro, 2010

SE EU FOSSE EU…

Procure
no fundo da sua existência
aquela lembrança que perdeu.
Procure-se
no tempo onde começa
e termina
o seu eu.

Clarice para ouvir e viver…

Veja mais em Educação Política:

ALGUNS VERSOS DE DORA FERREIRA DA SILVA
UM POUCO DA EXTENSÃO TEOLÓGICA, DA CLARIDADE DA MORTE, DAS PAISAGENS ABERTAS QUE MARCAM A POESIA DO PORTUGUÊS DANIEL FARIA
MANOEL DE BARROS EM VERSÃO DIGITAL
CÂNTICO NEGRO, DO POETA PORTUGUÊS JOSÉ RÉGIO, EM UMA INTENSA INTERPRETAÇÃO DE MARIA BETHÂNIA

PIETÁ, DE MILTON NASCIMENTO É SINÔNIMO DE UM BELO DISCO COM GOSTO DE JUVENTUDE


Da Agência Educação Política

O disco Pietá, de Milton Nascimento, lançado em 2002, representa um marco na sua carreira. No contexto das novidades e promessas da MPB, estilo que na ocasião do lançamento do disco já vinha dando os primeiros passos na direção do trono do mercado musical brasileiro, Milton soube aproveitar as novas tendências sem perder seu estilo. O disco carrega a dose exata de criatividade que permitiu ao cantor e compositor continuar figurando, de forma original e própria, entre os grandes nomes da MPB.

Para tanto, neste disco Milton cercou-se de jovens talentos, como Maria Rita, Simone Guimarães e Marina Machado e também passeou naturalmente entre o pop e o jazz pelas mãos do arranjador Eumir Deodato. O resultado é um som leve, sutil e disposto a não se repetir, ainda que conserve características próprias que fazem parte do estilo do autor.

As parcerias com vozes jovens na maioria das vezes é bem sucedida. Maria Rita traz um pouco da força e da semelhança em alguns momentos com a voz da mãe, Elis Regina, e participa de três canções do disco. Em Voa Bicho ela se destaca pela interpretação intensa; e em Tristesse, sua voz chega aos ouvidos distraídos ou atentos de quem a escuta de forma macia no contexto de um doce dueto em que a embalam sopros e violoncelos.

Um bom arranjo misturado a belas e intuitivas vozes só poderia ser receita de sucesso. Milton Nascimento mostrou-se com esse disco um compositor que olha pra frente, sem deixar pra trás a qualidade da boa música, a sutileza dos bons arranjos e a qualidade das novas vozes que começavam a embalar o cenário musical daquela época e que hoje, já são exemplos de um cada vez mais bem vindo sucesso!

Para ouvir e fazer ouvir!

Segue vídeo com uma das músicas que compõem o disco:

Ouça mais em Educação Política:

HUMOR E MÚSICA: A HILÁRIA CONDUÇÃO DE UMA ORQUESTRA DE NATAL
A POESIA DE VINICIUS DE MORAES E O VIOLÃO DE BADEN POWELL EM UM MESMO CANTAR DE VIVER
POPULAR E CLÁSSICO: GAROTA DE IPANEMA EM UMA BELA EXECUÇÃO
PUNKS NO BRASIL: ELES QUERIAM ABRAÇAR A LIBERDADE!
%d blogueiros gostam disto: