Categorias
BLOGOSFERA O JORNALISMO

FALA SÉRIO OU É PIADA? VEJA MARCELO ADNET COMO UM TUCANO DE MIAMI E O MEDONHO COMENTÁRIO NA RETRANSMISSORA DA GLOBO

Isso parece sério:

Agora muito cuidado. É um poço de insalubridade numa grande rede de televisão no Brasil.  Comentarista diz que a culpa dos acidentes é do Lula, porque agora pobre, “que não gosta da mulher”, tem carro. Isso parece piada:

Vi no Conversa Afiada

Veja mais em Educação Política:

HUMOR: HORA DE DORMIR – SERRA NÃO, MAMÃE!
EXPLOSÃO DE ALEGRIA: GAROTINHA DE APENAS QUATRO ANOS DUBLA MIKA
QUANDO A CHUVA FALA NOS DEDOS…
HUMOR E MÚSICA: A HILÁRIA CONDUÇÃO DE UMA ORQUESTRA DE NATAL

Por glaucocortez

Blog Educação Política

54 respostas em “FALA SÉRIO OU É PIADA? VEJA MARCELO ADNET COMO UM TUCANO DE MIAMI E O MEDONHO COMENTÁRIO NA RETRANSMISSORA DA GLOBO”

Compartilho da opinião do Prates.
E mais do que isso, as auto-escolas são máquinas de ganhar dinheiro.
Existe um exame psicotécnico que indica se a pessoa tem personalidade destrutiva, violenta, se usaria o carro como arma… mas esse exame é usado corretamente? Não…
O que manda é a grana… por isso que a facilitação da compra de carro por conta dessa política populista de crédito é altamente prejudicial à segurança da população.

Curtir

A opinião dele, embora carregada de um claro preconceito de classes, é válida em alguns pontos sim. Concordo que o sujeito não tem motivo algum para largar seu carro no acostamando, atravessar a via e ir meter o bedelho aonde não foi chamado. Atrasa o trânsito onde não devia e ainda corre o risco de provocar outro acidente. Ok, até aí, ele só foi grosseiro na maneira de se expressar.

E sim, as auto-escolas não estão formando condutores e sim ‘pilotos’. Gente sem o menor preparo mental para assumir o comando de um veículo. Mas não é a condição social que diz isso e sim um histórico médico. O mesmo psicopata que usa o carro como arma pode ser morador de um condomínio na Barra da Tijuca ou morar dentro de um cafofo em Belford Roxo. Ok, até aí, eu vejo esse senhor destilar seu preconceito com a ‘capa’ de denúncia-crime contra imprudência no trânsito.

Porém, me admira um senhor que tenha tido acesso a leitura (como ele faz questão de destacar a falta dessa caraterística da ‘massa de miseráveis beneficiada pelo governo do crédito fácil’) não tenha aprendido o básico sobre respeito aos direitos do cidadão. Pouco importa se o cara vai demorar a vida pra pagar seu Fiat Uno 95, ou se ele mal completou o ensino fundamental. Cabe a pessoas com formação, assim como esse senhor, propor soluções e não destratar e desmerecer o esforço do cidadão de baixa renda.

Ele fala como se pobre não tivesse direito a bens de consumo. Foi infeliz e preconceituoso em seu comentário. Assim como foi Boris Casoy no episódio dos garis. Depois ele veio se retratar, mas aí já era tarde pois todo mundo sabia o que ele tinha em mente. Infelizmente, o jornalismo está cada vez mais elitista e descompromissado com o bem-estar público. De um lado, os tablóides de 0,50 centavos, vendendo notícias de fundo de quintal. Do outro, uma elite formada pela nata do que restou do coronéis, dos barões que não querem perder o luxo para um ex-desdentado.

Lamentável.

Curtir

Lamentável mesmo que num momento em que se trabalha em escolas, se cria leis contra discrminação, preconceitos, apareça justamente um jornalista com este tipo de comentário. um cara que era para lutar por direitos iguais, se mostra como um despreparado,preconceituoso que com certeza nasceu em berço de ouro, não precisou ralar…e encontra-se no lugar errado, vez que um jornalista deve ser um educador,formador de opinião… E vcs da globo não comentam nada?

Curtir

Aqui onde moro, as Auto-escolas são de qualidade e o Detran não amolece nos exames.

Não é só o pobre que mata por acidente de trânsito. Tivemos o caso do deputado assassino recentemente.

Curtir

Meuu q cara otário!!!
O crédtio fácil fez com que o BRASIL crescesse internamente muito bem, isto é, diminuiu a dependência internacional. SIM, o “MISERÁVEL” mora em uma “gaiola” mas é DELE, ele consegue pagar sua propriedade, saiu do aluguel. as estradas estão HORRÍVEIS? SIM, isso não pode ser negado, mas falar que os acidentes são provenientes da POPULARIZAÇÃO DO AUTOMÓVEL?? ahhh UM ABSURDO. se o DESGRAÇADO bate o carro ou sei lá como provoca um acidente (deixando de lado as precárias condições das estradas federais), ele é o IMPRUDENTE, não o governo. Pode-se concluir a partir dessa declaração o seguinte: CARRO? só pra rico. quem é “POBRE” q se vire, vá a pé, ônibus.
É horrível ter que aturar algo dessa categoria e saber que tem muitas pessoas que aceitam e celebram esse tipo de declaração.

Curtir

Veja bem, é comum, da parte das esquerdas, distorcer os fatos. Você, dono do blog, não escapa ao senso comum das esquerdas. Assisti ao dois vídeos na íntegra: quanto ao Marcelo Adnet, não vi qualquer menção aos tucanos (que fique claro, não sou partidário, entretanto não gosto de distorções), tudo que vi foi uma sátira ao clássico estereótipo dos ricos. Quanto à menção de Dilma Rousseff, apenas me pareceu bom senso, e não apoio ao Serra. Quanto ao Luiz Carlos Prates, homem íntegro e inteligente, apesar de ter compreendido o que tentou dizer, admito que foi radical e, até mesmo, imprudente. Muitos acidentes são causados por imbecis com ou sem recursos financeiros. A cidade onde moro não me deixa mentir.

Finalizando, do meu ponto de vista, só pela deturpação, sua integridade já está em jogo. Se meu comentário for censurado, já terei minha resposta.

Agradecido.

Curtir

Sergio me desculpe mas esta coisa de esquerda e direita não existe mais, morreu com a queda do Muro, com rrelação a satira do Adnet só quem não conhece os Tucanos, pode fazer a afirmação que voce fez, apesar de eu ter achado-a muito monotona.
Agora para afirmar que este anticidadão (o termo correto para ele é este) do Prates é integro, só conhecendo-o bem, o que ele falou só coloca em cheque a liberdade de imprensa, todos eles falam o que querem em nome desta liberdade, em paises com governos não democraticos ele seria processado, por difamação, chamar de um governo expurio a um presidente eleito Democraticamente, demostra o careter deste crapula, e tem mais, isto não é obra do Prates sozinho, pois ele não tem auutomomia de falar o que quer ao vivo, o texto é passado ao editor chefe que o autorizou, portanto a emissora tambem pensa como ele, o que é lamentavel.

Curtir

Mas não é verdade?
Sempre votei no Lula, meus sobrinhos queridos…Mas insistir e não reconhecer o erro é estupidez e egoísmo. Lula deu carro adoidado para todos. Hoje são 12 mil carros ao todo no Brasil na rua poluindo e causando acidentes. Agora, a educação vamos esperar por mais 600 anos!

Não queria deturpar falando de esquerda e direita, e que o comentário do Sr. Prates fala mal dos miseráveis por falar quem quer entende o que ele diz, que isso é apoio ao populismo barato e que não salva vida de ninguém.

É simples assim: se você não tem educação, um equilíbrio emocional decente e outras coisas mais, o carro substituirá, desloca o vazio de uma vida mais ou menos. A ilusão de que os pobres “podem” é grande e assim vai perdurar pelo visto. Ninguém está podendo é nada. Mas o salário do Lula vai aumentar…

Ai,ai, viu.

Curtir

Acontece que se Lula não estimulasse a venda de automóveis, o país quebrava, pois estávamos no meio da crise e as montadoras estavam demitindo. Aqueceu-se a economia e mantiveram-se os postos de trabalho. Se as estradas estão ruins, que se cobre dos governos estaduais também. Cada Poder tem a sua malha rodoviária.

E não é ilusão de que os pobres podem. É capitalismo. Se tenho dinheiro em mãos, eu POSSO comprar.

Curtir

Tia Cotinha, achei lindo seu nome, e permita-me discordar da senhora, acredito que apenas não foi informada das ações do governo Lula, por isso sua indignação, mas, informo-lhe que foram construidos 114 Institutos Federais de Tecnologia e 14 Universidades Federais neste governo do Seu Lula, coisa que não vi em governos passados, só na minha Cidade o numero de vagas dobrou na universidade federal, sem falar nos salarios dos professores…. mas, concordo que ainda há muito por fazer, principalmente na area da saúde, mas com certeza estamos no caminha certo

Curtir

O comentarista se perdeu, em meio à sua indignação, misturando Olívia Pires com pratinho de azeitona, se me é permitida a brincadeira.
À exceção de serem associados o pobre e o acidente, todo o resto é a mais pura verdade – nesse sentido, cumpre atentar para o caso do deputado paranaense, que não há muito tempo causou horrendo acidente, com repercussão nacional. O motorista brasileiro é imprudente.
Quantos não ficam indignados na iminência de sofrer ultrapassagem e aceleram? Buscando evitar a ultrapassagem, criam situação de risco para si e para quem busca a ultrapassagem.
Quem sinaliza corretamente, quando para no acostamento?
Quem fiscaliza as auto-escolas e os exames do Detran?
Quem não é curioso ao extremo e se coloca na situação de risco descrita, atravessando rodovias, para aglomerar-se local de acidente?
Quantos usam as passarelas? O pobre deveria usá-las, não tendo carro, e, o rico, se tivesse de usá-las, também não o faria, colocando a todos em situação de risco; situação afim é aquela observada nas ruas, com o não uso das faixas de pedestre.
Quantos não descontam suas frustrações no trânsito?
Tenho uma motocicleta e, junto com meus amigos de motoclube, fazemos viagens para encontros de motociclistas. Em recente viagem a Salvador, me assustei com a falta de solidariedade para com os condutores de veículos menores – normalmente, quem mais tem atenção e cuidado com o motociclista são os motoristas de ônibus e caminhões, mas lógico, não são todos.
E, claro, não se pode esquecer dos veículos em péssimas condições, tendentes a causar acidentes – tanto o rico quanto o pobre rodam com pneus carecas, sem estepe etc.
Falta, pois, solidariedade, urbanidade e fraternidade ao motorista brasileiro – ter mais ou menos dinheiro não basta a afastar o típico comportamento humano.

Curtir

Ele precisa ler um livro de psicologia para entender que aberração ele é,ele deve estar acima de tudo e de todos,quero saber qual é o nível social deste lord ingles phd em besteirol e discriminação.Foi desprazer ouvir vc e seus preconceitos.

Curtir

Edna acho que ler um livro é pouco, para ele, nem sei se uma biblioteca abarrotada de livros resolveria, pessoas com esta formação, não são assim por falta de leitura, o problema ai é falta de carater e isto, não se encontram nos livros.

Curtir

Não me julgo de extrema direita nem de esquerda, nem reacionario, e concordo com o que disse o cara do video… NÃO é uma regra geral!!! e não se trata de questão financeira… mas questão do ‘livro’ é a questão da educação publica, e está está sucateada… e muito por isso!!! ‘antes um carro q um livro’… isso ta destruindo o pais ….é verdade!!! pensamento aberto para posssibilidades !!! a maioria da população pode se dar bem, mas nos sabemos que essa politica de ‘dar’ carro e não livro como prioridade gera os loucos por ai… não julgo ninguem, não julgo os loucos, eles foram apenas produto de um desequilibrio, de pessoas ainda mais desequilibradas no poder… ANTES o LIVRO !!! CONCORDO!!! ANTES A ESCOLA PUBLICA NÂO JOGADA AS TRAÇAS…DEPOIS CARRO!!! SE LIGUEM!!! NADA RADICAL NISSO!!!

Curtir

Educação política ou formação partidária?
Voces não sabem a diferença.
Adnet podia ter se esforçado mais, o trabalho é ruim, viciado.
O Prates é biruta, mas os birutas também falam verdades.
Rico ou pobre, homem (gente) ao volante se acha dono do mundo, e esquece que veículos são meios de transporte e não exensão de si mesmo.
Se os governos fossem eficientes,menos corruptos e trabalhassem de verdade em favor do povo, o transporte público teria qualidade, e a situação do trânsito seria muito melhor.

Curtir

Os dois vídeos estão perfeitamente colocados dentro do pensamento da direita mais radical “que nunca dantes este país viu”, se bem que já tivemos a UDN e a sua sucessão na ARENA. Agora o PSDB e o DEM assumiram a herança da ultra-direita. Realmente os vídeos são a expressão do pensamento do que pode haver de mais danoso a uma verdadeira integração nacional, um pensamento discriminatório que separa ricos e pobres, brancos e negros. Seria muito mais apropriado se criassem a secção brasileira da Klu klux kan, já que todos tem uma característica comum – adoram os EUA. Os que apóiam o que os vídeos transmitem, não passam de pessoas egocêntricas e desprezíveis.

Curtir

A maioria dos acidentes é causada por imbecis ou criminosos no volante. Haja punição exemplar ou tolerância zero para os que provocam acidentes e estes vão diminuir. A legislação que favorece a impunidade dos criminosos em geral, também favorece os assassinos do trânsito.

Curtir

Compartilho da opiniao do sr. Prates, tudo correto absolutamente tudo, pois se observar a marioria (esmagadora) dos acidentes, vai ver que são de pessoas de classe média baixa que não deveriam ter carro (pois nao tem capacidade, e isso nao tem a ver com preconceiro nao), isto associado a horriveis treinamentos de auto-escolas, gera este resultado nas estradas. Mas é claro que nao se pode generalizar.

Curtir

Com todo respeito, amigo. Mas esse teu comentário em si é um festival de contradição. Releia o que escreveu e pense direitinho. Como assim não se pode generalizar se você mesmo o faz quando diz:

‘Se observar a marioria (esmagadora) dos acidentes, vai ver que são de pessoas de classe média baixa que não deveriam ter carro (pois nao tem capacidade e isso nao tem a ver com preconceiro nao)’

Cuidado ao compartilhar de opiniões tão radicais como a desse Sr. Prates. É o tipo de visão que costuma voltar contra si mesmo mais cedo ou mais tarde. Afinal, não é proibindo o acesso ao crédito para compra de automóveis que iremos resolver o problema de trânsito. O que é necessário é uma rede de ações que envolvam consumo consciente, educação (no trânsito e acadêmica) e eficiência na hora de punir os infratores de trânsito. Sejam eles de qualquer classe social. Se aceita uma dica, pratique o respeito ao próximo.

Saudações.

Curtir

Bertagna, acho que tem muita coisa para se fazer, do que ficar encasquetando com crucifixos afixados em paredes, mas creio que isto ainda são resquicios dos tempos em que a igreja se confundia com o poder, portanto quando aparece um corajoso para realmente, fazer valer a constituição detonam ele, sou partidario de: se é para ter um objeto em um espaço publico, que represnte uma determinada religião, então que se coloque objetos que contemplem todas, do Candoblé ao Espiritismo. Agora se o Estado é laico, não deve ter nada mesmo, inclusive por economia do dinheiro Publico.

Curtir

Quero parabenizar o povo Nordestino, este sim faz a diferença em nosso País, povo sábio e culto, sabe distinguir o joio do trigo, ainda bem que somos a maioria e, definimos quem comanda o Pais. como diz o ditado: o tempo é o senhor da razão, após este periodo de oito anos de Dilma. Veremos quem tinha razão. Quanto ao Prates, peço apenas que viva, para ver, que em mais uns oito anos, teremos um novo País, mesmo que ele se oponha.

Curtir

‘Ainda bem que somos a maioria e, definimos quem comanda o Pais.’

Não é bem assim, Hostílio. Mesmo sem os votos do NO/NE a Dilma seria eleita. O que não desvaloriza a opção dos nordestinos e muito menos demoniza quem não votou na presidente eleita. E quem faz a diferença no país é aquele cidadão que não faz questão de lembrar as fronteiras dentro do próprio país. Pouco importa a origem. Temos pessoas brilhantes de norte a sul do Brasil e já passou da hora desse fato ser levado em conta. Infelizmente, o exemplo oposto também acontece.

Quero chamar a atenção para um fato simples, mas constantemente deixado de lado quando escolhem defender a terra de origem: somos todos brasileiros. E essa briga e troca de farpas de regiões precisa parar o quanto antes. Não ajuda em nada. Só atrapalha e, em cabeças vazias (ou mal preparadas com a tal Mayara), dissemina idéias absurdas e sem a menor lógica como o separatismo etc.

Um abraço.

Curtir

Realmente Bruno, sensatez, esta é a palavra a ser usada, após escrever e postar, percebí que não fui feliz nas minhas colocações, entrei na onda de defender a terra mãe, de apequenar o espaço onde se nasceu, logo eu que sou casado com uma Paulista…. realmente Dilma foi eleita, pelos votos dos brasileiros, queiram ou não, voce realmente coloca com muita propriedade, este tipo de discursão não leva a nada. Somos homens do mundo, seres humanos, ou pelo ao menos, deveriamos nos esforçar para nos vermos todos iguais.
te agradeço pelas palavras e finalizo dizendo: são pessoas como você, que nos dá esperança para este mundo velho sem fronteiras, se tornar um mundo melhor, com menos desigualdades sociais e mais humano.
Saúde

Curtir

Como há muito já dizia um certo poeta:
“Triste vocação
A nossa elite burra se empanturra de biscoito fino…”

Eu não consigo entender esse pessoal. O que vocês querem do pobre miserável que não teve a oportunidade de estudar, de ser um pouco menos ignorante sobre as coisas da vida, como vocês tiveram? Querem que eles salvem o país? Eu acho que é muito fácil jogar a culpa nos outros. É, no mínimo, muita burrice ingenuidade.

Bom, eu tenho muita coisa para falar, mas não estou mais a fim. Esperem pelos outros para ver onde chegarão!

Abraços,
Victor Hugo

Curtir

Comentários encerrados.