Categorias
AGÊNCIA EP NOTÍCIA

PRECONCEITO DO JORNAL FOLHA DE S. PAULO JÁ VIROU DOENÇA

A Folha de S. Paulo como veículo de comunicação que exemplifica muito bem a lógica de funcionamento da velha mídia brasileira, demonstrou nos últimos dias, por ocasiçao da entrevista histórica concedida pelo presidente Lula a blogueiros de todo país, todo seu caráter preconceituoso e seu peculiar dom em se fazer de vítima de censura e acusações por parte do poder executivo.

Ontem, quarta-feira, o Blog do Planalto divulgou a seguinte nota:

A Folha de São Paulo perguntou à Secretaria de Imprensa da Presidência quando exatamente os blogueiros pediram a entrevista com o Presidente concedida hoje e quando tiveram a resposta positiva. Uma pergunta inédita. O Presidente já concedeu 960 entrevistas à imprensa ao longo dos dois mandatos. A Folha nunca teve a mesma curiosidade em relação a outras entrevistas do Presidente.

Dispensa maiores comentários. Ou a Folha é obssessiva ou de fato sofre de um preconceito agudo contra tudo que ainda respeite o interesse público e o jornalismo, conceitos ultrapassados demais para seu novo modelo de funcionamento.

Além desse revelador episódio, a Folha de S. Paulo noticiou a entrevista do presidente Lula aos blogueiros com o seguinte título: “Em entrevista no Planalto, Lula e blogueiros se unem em críticas à mídia”.

Também dispensa maiores comentários. O título da matéria deixa claro o enfoque escolhido pelo jornal para noticiar a entrevista. Este não poderia ser outro que não a vitimização do jornal diante das críticas de Lula e dos blogueiros que, leia-se, na concepção do Jornal, estão criticando a liberdade de imprensa e expressão, querendo censurar os meios de comunicação.

Para completar, no corpo da matéria, a Folha diz:

O presidente Lula ainda ressuscitou o episódio da “bolinha de papel”, quando o então candidato do PSDB à Presidência, José Serra, foi agredido por militantes ligados ao PT durante ato de campanha no segundo turno das eleições, no Rio. O presidente voltou a dizer que Serra simulou uma agressão, e que o tucano foi atingido apenas por uma bolinha de papel.

O jornal toma como certo o episódio da agressão de Serra por militantes do PT, agressão esta que sequer ficou provada. Partidarização e parcialidade é pouco! E ainda quer passar a imagem de defensora de uma liberdade de expresssão e imprensa que ela mesma anula quando no lugar de informar, manipula. Isto não é imprensa, isto é abuso. O presidente e os blogueiros estão certos em fazer as críticas a uma imprensa que já não é mais imprensa faz tempo. É o mínimo que bons jornalistas e um bom líder político podem fazer pelo povo brasileiro!

Leia mais em Educação Política:

ENTREVISTA HISTÓRICA: PELA PRIMEIRA VEZ BLOGUEIROS SÃO RECEBIDOS POR UM PRESIDENTE DA REPÚBLICA
ALTERCOM DIZ QUE MÍDIA FAZ UMA CAMPANHA ARDILOSA COM BASE NOS ARQUIVOS DA DITADURA PARA ATINGIR DILMA
FALA SÉRIO OU É PIADA? VEJA MARCELO ADNET COMO UM TUCANO DE MIAMI E O MEDONHO COMENTÁRIO NA RETRANSMISSORA DA GLOBO
REGULAÇÃO DA MÍDIA FAZ PARTE DA REALIDADE DE MUITOS PAÍSES DEMOCRÁTICOS E É FORMA DE GARANTIR A PLURALIDADE

3 respostas em “PRECONCEITO DO JORNAL FOLHA DE S. PAULO JÁ VIROU DOENÇA”

Triste fim da velha mídia! Cheguei até acreditar que depois das chacotas pelas quais passaram durante a campanha, fossem fazer uma longa e profunda reflexão e recomeçar num nível mais elevado (é para isso que servem os erros; aprender, crescer, evoluir), mas a arrogância, a ignorância e a burrice não permitiram a transformação. E todos perdem com isso, pois a diversidade de opinião, a denúncia e a oposição são importantes, necessárias para o amadurecimento da sociedade e conseqüentemente para o crescimento do país!

Curtir

Comentários encerrados.