Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 4 dezembro, 2010

VÍDEO MOSTRA A DESIGUALDADE QUE PERSISTE POR TRÁS DE OLHARES E SORRISOS IGUAIS

O vídeo que segue abaixo combina diferentes rostos, cores e tons. Sintetiza variados olhares, sorrisos e interrogações.
Interroga o país, o povo brasileiro, a natureza humana. De forma simples e bem feita, com a exata narração de Lázaro Ramos, o vídeo desenha e valoriza nosssa diversidade para mostrar, justamente, como essa diversidade ao invés de se traduzir em igualdade de oportunidades e ser vista como sinônimo de riqueza de um povo e de uma nação, apenas serve como pretexto para alimentar o preconceito e as desigualdades entre brancos, negros e índios.

O interessante é que as imagens escolhidas para retratar esse Brasil diverso e desigual, que longe de valorizar suas riquezas apenas as diminui ou ignora, são rostos de crianças. Esse detalhe faz aqui toda a diferença. A presença das crianças ao mesmo tempo que reafirma a possibilidade de sonho e esperança, também alerta para a necessidade das futuras gerações crescerem conhecendo e gostando da diversidade, vendo-a como algo natural, que amadurece e torna livre aquele que sabe compreendê-la e vivê-la!

Vi no DoLáDoDeLá

Veja mais em Educação Política:

MERCEARIA PARAOPEBA OU UM RETRATO DO BRASIL
IMAGEM E REFLEXÃO: PARA PENSAR A VIDA, OS DIREITOS HUMANOS
NA CORRERIA DA CIDADE, AS CORES E AS FORMAS ORIGINAIS DE ‘OSGEMEOS’
OS MÚLTIPLOS ROSTOS DE VAN GOGH


FATO HISTÓRICO: LULA RECONHECE ESTADO DA PALESTINA E DEMONSTRA CARÁTER HUMANITÁRIO DE SUA POLÍTICA EXTERNA

O Estado da Palestina é capaz de trazer paz

O governo Lula deu um passo importante e bastante significativo na geopolítica mundial ao reconhcer oficialmente, no último dia 1º de dezembro, o Estado da Palestina nas fronteiras anteriores à Guerra dos Seis Dias, na qual os estados árabes perderam grande parte de seu território para Israel e viram seu povo converter-se em mais uma classe de refugiados.

Na América Latina, o Brasil é o quinto país a reconhecer o Estado Palestino, o que já é feito por Cuba, Nicarágua, Venezuela e Bolívia. No mundo, estima-se que mais de cem países reconhecam o território.

A decisão do presidente Lula foi tomada em resposta a um pedido feito pelo presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas que reconhece a importância do Brasil em relação à situação palestina, bem como seus esforços para promover a paz entre seu povo e o Estado de Israel.

A atitude do presidente Lula, além de revelar amadurecimento e responsabilidade no que diz respeito às relações políticas mundiais, demonstra um caráter social e humanitário bastante claro para quem conhece toda a história que marca os conflitos no Oriente Médio.

Grande parte das mortes, das guerras, dos infindáveis sofrimentos que ocorrem todos os dias naquela região são consequência do conflito entre Israel e Palestina que, por sua vez, existe, basicamente, em razão da divisão da Palestina, em 1948, pela ONU na qual foi criado o Estado de Israel (judeu) e o  Estado Palestino (árabe) que nunca constituiu-se como estado de fato.

A realidade, no entanto, é que enquanto o Estado da Palestina não for reconhecido e criado de forma efetiva, a violência no Oriente Médio não terá fim. Portanto, reconhecer o Estado é uma atitude de vital importância não só para servir de exemplo a outros líderes mundiais e fazer peso nas decisões, como também para, em última instância, lutar para garantir a paz, a soberania e a liberdade.

Sem dúvida alguma, mais um fato histórico a ser celebrado pelo governo Lula, pelos cidadãos brasileiros e pelo mundo. Uma decisão que, além de assinalar o caráter humanitário e justo de nossa política externa, vem para somar na causa palestina e na luta pela paz.

Veja reportagem sobre o assunto no Portal de Notícias UOL

Leia mais em Educação Política:

GRÁFICOS, UMA BOA FORMA FORMA DE SE ENTENDER O DESMATAMENTO, A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E OS PARTIDOS POLÍTICOS
POR TRÁS DAS ESTATÍSTICAS, DESIGUALDADE SOCIAL E AUSÊNCIA DO ESTADO SÃO EVIDENTES NAS FAVELAS CARIOCAS
COP-16 COMEÇA MORNA EM CANCUN E APONTA PARA UM CENÁRIO PREOCUPANTE EM RELAÇÃO AOS PROBLEMAS AMBIENTAIS
A REAL AMEAÇA À DEMOCRACIA: ACUSADOS DE CORRUPÇÃO DA ELITE SE DÃO BEM NA JUSTIÇA COM FRESCURAS PROCESSUAIS
%d blogueiros gostam disto: