Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

INCLUSÃO: PROJETO DESENVOLVIDO PELA UNICAMP PERMITE QUE IMPULSOS CEREBRAIS ACIONEM APARELHOS ELETRÔNICOS

Um mundo sem controle remoto, teclado, botões, mouse, onde a interação entre as pessoas e os aparelhos eletrônicos é direta, sem mediações. Esse mundo sem fios, sem botões no qual o pensamento é capaz de controlar qualquer dispositivo já está se tornando realidade e promete incluir pessoas com diversas dificuldades de acessibilidade ao mundo do conhecimento e da informação que chega via computador, celular, tv digital, dentre outros protótipos de interatividade e possibilidades.

Pesquisa desenvolvida como tese de doutorado na Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), pelo professor do Colégio Técnico da Unicamp (Cotuca), Paulo Victor de Oliveira Miguel, sob orientação do professor Gilmar Barreto, cria um tipo de comunicação diferente e inovadora no qual elimina-se grande parte das dificuldades que se tem hoje para interagir com um computador ou um celular, por exemplo.

Para quem sonhava em apenas pensar no que escrever sem precisar submeter os braços a movimentos repetitivos responsáveis por gerar inúmeras lesões, pode ficar satisfeito, pois esse desejo já virou realidade. O aparelho desenvolvido por Miguel ao captar os impulsos emitidos pelo cérebro dispensa o uso dos membros do corpo como extensões servo-mecânicas para transmitir informações. Estas agora passam direto do cérebro para o aparelho receptor. Basta pensar que, em poucos segundos, já aconteceu.

O aparelho da comunicação homem-máquina

Basicamente, todo esse processo tem como base a tecnologia desenvolvida para o eletroencefalograma. Os sinais cerebrais são utilizados da mesma forma, captados por alguns censores sobre o cabelo, no entanto, segue-se um protocolo específico a partir de ruídos que são constantemente produzidos pelo ser humano, mas nem sempre utilizados. A proposta é justamente fazer com que as pessoas controlem esse sinais de forma que eles emitam uma linguagem.

Um dos grupos a ser beneficiado por essa tecnologia é, sem dúvida alguma, o dos tetraplégicos, haja vista, a potencialidade que ela encerra. Atualmente, já existem sistemas que captam os sinais cerebrais e funcionam sem a necessidade de mediação por meio de fios ou gel condutores. Mas a tecnologia está longe de parar aí.

O procedimento básico que pauta o funcionamento do projeto desenvolvido por Miguel, é o mesmo que permitirá, futuramente, a interação direta com a televisão sem controle remoto ou qualquer outro mediador, acender e apagar as luzes apenas com a força do pensamento, ligar e desligar aparelhos, enfim, uma realidade na qual as distâncias entre o homem e o mundo ao se redor serão praticamente extintas. Imaginem, falar com a família sem que eles estejam associados a números telefônicos, escrever um texto sem teclado ou mouse, e outras coisas mais!

Nem máquina, nem teclado...

Os esquemas de funcionamento dessa tecnologia do pensamento são diversos e, em sua maioria, complexos para quem não vive o mundo da computação e da engenharia. No entanto, o vento que os levam são os mais promissores em um mundo que é cada vez mais o do conhecimento e da tecnologia. Além do papel inclusivo deste tipo de tecnologia, ela também permitirá que a produção de textos seja mais rápida e fácil, já que o teclado será dispensado, em outras palavras, ela facilita a produção e o acesso ao conhecimento.

Mesmo assim, sempre é bom lembrar que as novas tecnologias abrem diversas possibilidades quando dizem ser possível vivenciar o mundo e controlar as coisas apenas com a força da mente, no entanto, é preciso não perder de vista a importância de sentir e tocar o mundo, afinal, a experiência sensível com a realidade material ou espiritual leva o homem a experiências que nem a mais alta tecnologia é capaz de explicar!
Do mais, o braços cansados agradeçem…

Veja matéria publicada no Jornal da Unicamp

Leia mais em Educação Política:

CIÊNCIA E TECNOLOGIA NO BRASIL TÊM COR
AS PALAVRAS E SEUS SIGNIFICADOS DIZEM ADEUS AO PAPEL E MIGRAM PARA AS TELAS DIGITAIS
VEJA O ÔNIBUS MOVIDO A HIDROGÊNIO DA COOPE E QUE COMEÇA A CIRCULAR NAS RUAS DO RIO DE JANEIRO ATÉ O FINAL DO ANO
MÉTODO USADO PARA BLOQUEAR SPAM PODE AJUDAR EM TRATAMENTO PARA COMBATER O HIV, VÍRUS CAUSADOR DA AIDS

2 Respostas para “INCLUSÃO: PROJETO DESENVOLVIDO PELA UNICAMP PERMITE QUE IMPULSOS CEREBRAIS ACIONEM APARELHOS ELETRÔNICOS

  1. Pingback: PESQUISADORES DERRUBAM MITOS EM TORNO DA PROIBIÇÃO DO USO DO AMIANTO E MOSTRAM OS BENEFÍCIOS QUE ELA PODE TRAZER « Educação Política

  2. Pingback: MUITO ALÉM DO IPAD: MERCADO DE TECNOLOGIA RESERVA NOVIDADES AO CONSUMIDOR POR UM PREÇO BEM MAIS ACESSÍVEL E ÓTIMA QUALIDADE « Educação Política

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: