Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 7 janeiro, 2011

A MICROFÍSICA DO CORONELISMO: A PREPOTÊNCIA POLÍTICA PRESENTE NA REVISTA VEJA CONTAMINOU A SOCIEDADE BRASILEIRA

Coroné!!!

O coronelismo se desmaterializou

O coronelismo é uma tradição brasileira de absolutismo no poder. O coroné é aquele que alçado às benesses do poder arroga para si todos os poderes. Para o coroné, democracia é perfurmaria, não vale nada, é enfeite para gringo ver. O que vale é a porrada nesses imbecis que querem direitos e outras besteiras.

Para o coroné, quem é rico e controla o poder repressor do Estado, manda; o resto obedece.

Depois da morte de Antônio Carlos Magalhães (ACM), ex-governado da Bahia, não se fala tanto em coronelismo, apesar de estar presente em figuras expoentes da política brasileira. Hoje ele se manifesta de forma mais explícita na associação entre o poder político e o controle dos meios de comunicação. Mas essa é a parte mais visível do coronelismo.

O coronelismo se enraizou na sociedade em forma de uma microfísica, como diria Michel Foucault. O coronelismo brasileiro se espalhou pela sociedade facilitado pelo abuso de poder exercido nos anos da ditatura militar e mantido atualmente como representação em revistas como a Veja.  É um neocoronelismo que se sustenta numa linguagem de desqualificação agressiva e jocosa dos que intentam se contrapor ao seu poder.

Esse neocoronelismo se disseminou como posição política de parte da classe média, que se sente ameaçada pela possibilidade de ter de pagar mais caro pela empregada doméstica, pelo zelador e por funcionários na empresa.

Com a internet, essa microfísica, essa disseminação do coronelismo se expõe mais à sociedade. São os garotos que pediram o assassinato de Dilma Rousseff, são as meninas que queriam matar afogados os nordestinos, é o senador eleito por São Paulo que chama um repórter de fdp, é o Supremo Tribunal Federal que impede a punição de torturadores….

O neocoronelismo é um coronelismo desmaterializado. É um coronelismo sem o poder absoluto que os coronéis mantinham no controle regional. É um coronelismo como ideologia, como discurso, como cultura que nega o processo democrático.

Leia mais em Educação Política:

A REAL AMEAÇA À DEMOCRACIA: ACUSADOS DE CORRUPÇÃO DA ELITE SE DÃO BEM NA JUSTIÇA COM FRESCURAS PROCESSUAIS
PUBLICIDADE GOVERNAMENTAL: LULA DEU O PRIMEIRO PASSO DE UMA REVOLUÇÃO NA COMUNICAÇÃO, BASTA DILMA APROFUNDAR
OS CARGOS VITALÍCIOS DOS JUÍZES FAZEM COM QUE O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL SEJA O PODER MAIS ANTIDEMOCRÁTICO DO BRASIL
PORTAL VERMELHO É O SITE DE PARTIDO POLÍTICO MAIS AVANÇADO NA CONCEPÇÃO DE ESPAÇO DE MEDIAÇÃO CULTURAL

AS FORMAS, O MOVIMENTO, A SURPRESA DA POESIA CONCRETA

Neste vídeo, um incêncio de criação em cinco poemas concretos de cinco mestres da palavra e das suas formas. As letras vivem junto com um belo som. As letras dançam, as letras surgem, somem, quase cantam…

Veja mais em Educação Política:

PROUST E A PAIXÃO POR UMA FRASE MUSICAL
CONVERGÊNCIAS, A POESIA CONCRETA DE TCHELLO D’BARROS
UM POUCO DA PROSA REGIONAL E MODERNA DE A BAGACEIRA, DE JOSÉ AMÉRICO DE ALMEIDA
ADAPTAÇÃO DE KAFKA PARA O TEATRO APOSTA NO SILÊNCIO E NA ILUSÃO DAS MÁSCARAS PARA RETRATAR O SER HUMANO
%d blogueiros gostam disto: