Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

TRANSPOSIÇÃO DO SÃO FRANCISCO PRECISA SER FEITA COM CUIDADO PARA QUE O CARÁTER SOCIAL DA OBRA NÃO SIRVA AOS INTERESSES DO MERCADO ESPECULATIVO

Transposição: quem será de fato beneficiado?

Em texto escrito pelo geógrafo e professor Aziz Ab´Sáber para a revista digital Envolverde e reproduzido pela Carta Capital, os detalhes e as particularidades da transposição do rio São Francisco são expostos de forma clara, direta e lógica, de modo que quem lê acaba por ver a questão sob um outro ângulo, considerando os diversos aspectos que ela engloba.

Deixando de lado demagogias e causas sociais, Aziz Ab´Sáber, como geógrafo, analisa a transposição e seus supostos benefícios a partir dos fatores naturais, geográficos, climáticos e físicos do semi-árido nordestino e mostra que, no final das contas, a transposição pode acabar como um movimento geral em que todo espaço é transformado em simples mercadoria, beneficiando aqueles que não precisam e deixando de contemplar aqueles que deveriam ser prioridade desde o início.

Uma transposição que, de fato, garanta que a água chegue às regiões que mais precisam é totalmente pertinente e importante para o desenvolvimento humano e social do país. Mas reflexões práticas como a de Ab’Sáber fazem ver que se a obra não for bem pensada do ponto de vista geográfico, além do econômico e operacional, seus objetivos tão justos podem apenas continuar a servir àqueles caciques e coronéis de sempre, movimentando o mercado especulativo, da terra e da política e reservando um canal tímido de água, de duvidosa validade econômica e interesse social, para uma população que ainda guarda suas esperanças nas águas do velho chico!

Para usar das palavras de Ab’Sáber, “bons projetos são todos aqueles que possam atender às expectativas de todas as classes sociais regionais, de modo equilibrado e justo, longe de favorecer apenas alguns especuladores contumazes”.

Veja um trecho do texto de Ab’Sáber :

A quem serve a transposição das águas do São Francisco?
Envolverde
Por Aziz Ab’Sáber

É compreensível que em um país de dimensões tão grandiosas, no contexto da tropicalidade, surjam muitas ideias e propostas incompletas para atenuar ou procurar resolver problemas de regiões críticas. Entretanto, é impossível tolerar propostas demagógicas de pseudotécnicos não preparados para prever os múltiplos impactos sociais, econômicos e ecológicos de projetos teimosamente enfatizados.

Nesse sentido, bons projetos são todos aqueles que possam atender às expectativas de todas as classes sociais regionais, de modo equilibrado e justo, longe de favorecer apenas alguns especuladores contumazes. Nas discussões que ora se travam sobre a questão da transposição de águas do São Francisco para o setor norte do Nordeste Seco, existem alguns argumentos tão fantasiosos e mentirosos que merecem ser corrigidos em primeiro lugar. Referimo-nos ao fato de que a transposição das águas resolveria os grandes problemas sociais existentes na região semi-árida do Brasil.

Trata-se de um argumento completamente infeliz lançado por alguém que sabe de antemão que os brasileiros extra-nordestinos desconhecem a realidade dos espaços físicos, sociais, ecológicos e políticos do grande Nordeste do País, onde se encontra a região semi-árida mais povoada do mundo. (Texto Completo)

Leia mais em Educação Política:

OBAMA SABE O QUE DIZ, MAS DIPLOMACIA NORTE-AMERICANA É DE EXTREMA-DIREITA E COM PENSAMENTO PREPOTENTE
ENQUANTO AVIÕES AMERICANOS ATACAM FORÇAS DE KHADAFI NA LÍBIA, OBAMA DEFENDE NO BRASIL A SOBERANIA DOS POVOS
SUPREMO RETOMA JULGAMENTO DA LEI QUE DISCUTE O PISO NACIONAL DOS PROFESSORES
POLÊMICA EM TORNO DO BLOG MILIONÁRIO DE MARIA BETHÂNIA EXPÕE AS FALHAS DA LEI ROUANET


3 Respostas para “TRANSPOSIÇÃO DO SÃO FRANCISCO PRECISA SER FEITA COM CUIDADO PARA QUE O CARÁTER SOCIAL DA OBRA NÃO SIRVA AOS INTERESSES DO MERCADO ESPECULATIVO

  1. Pingback: DESCOBERTA DE AGROTÓXICO NO LEITE MATERNO LEVANTA DISCUSSÃO SOBRE A NECESSIDADE DE UMA POLÍTICA DE ALIMENTAÇÃO NO BRASIL « Educação Política

  2. Pingback: LEI DA FICHA LIMPA É MAIS UM SINTOMA DA INEFICIÊNCIA DO PODER JUDICIÁRIO « Educação Política

  3. Pingback: ATENÇÃO: MUDANÇAS PREVISTAS NO CÓDIGO FLORESTAL PODEM TRAZER PREJUÍZOS PARA O MEIO AMBIENTE E AMEAÇAR O BEM-ESTAR SOCIAL « Educação Política

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: