Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 17 abril, 2011

A PRÁTICA DOS 100 DIAS DE AÉCIO NEVES NO SENADO: RECUSA DO BAFÔMETRO E CARTEIRA DE HABILITAÇÃO VENCIDA

Só um golim!

Um discurso para os 100 dias do Aécio Neves: carteira vencida e bafômetro.

O ex-governador de Minas Gerais e atual senador pelo PSDB, Aécio Neves, foi pego numa blitz da polícia contra motoristas alcoolizados.  O senador se recusou a fazer o teste do bafômetro.

Aécio foi proclamado pela mídia como a “nova oposição” ao governo Dilma e fez um discurso dos 100 dias no plenário do Senado com críticas ao governo.

O discurso do Aécio contra o governo foi risível, tal inconsistência política. A oposição não está sóbria.

Na política, uma coisa é o discurso e outra, a prática. Nesse caso, parecem iguais.

Em tempo, a Folha deu manchete dos passaportes diplomáticos dos filhos do Lula. Será que vai dar manchete da CNH do Aécio?

Veja mais abaixo vídeo sobre o fato:

Leia mais em Educação Política:

PARA FOLHA DE S. PAULO, R$ 160 VALE MAIS DO R$ 1,6 MILHÃO
VÍDEO HILARIANTE: A FALHA DA FOLHA DE S.PAULO
DEPUTADO FAZ PROJETO DE FUNDAMENTAL IMPORTÂNCIA PARA A POPULARIZAÇÃO DA INTERNET NO BRASIL
ACREDITE SE QUISER: GERALDO ALCKMIN PODERÁ SER O NOVO PRESIDENTE DO BRASIL

DILMA TENTA REVERTER ATRASO DO PNBL EM RELAÇÃO AO MUNDO

Em alta velocidade...

O Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) apesar de ter indiscutível importância para o país está, em vários pontos, atrasado em relação a outros planos semelhantes ao redor do mundo fazendo-se incompatível com as necessidades básicas para que o acesso à internet seja feito com qualidade e velocidade.

O acesso à internet por si só não basta. É preciso pensar em como será esse acesso. Se for um acesso lento, onde as pessoas demoram horas para conseguir ver um vídeo ou uma página com informações, ele praticamente se anula em função da dificuldade de ordem técnica.

A velocidade de conexão prevista inicialmente pelo PNBL era de 600 Kbps (kilobits por segundo), um número muito abaixo do ideal. Percebendo a inconsistência, a presidente Dilma Rousseff exigiu 1 Mbps (megabit por segundo) pelo mesmo preço, R$ 35.

Em comparação com outros países a velocidade exigida pela presidente ainda é baixa. Nos EUA, o plano prevê conexões de 100 Mbps. Na Coreia, as velocidades variam de 1 a 2 Gbps (gigabit por segundo), até 20 vezes mais que nos EUA e até 2 mil vezes mais que no Brasil, como mostra matéria publicada no Portal Vermelho.

Como lembrou a presidente Dilma, não faz mais sentido ficar falando em kilobits, a linguagem mínima da era digital em tempos de universalização do acesso deve ser de megabit pra cima, caso contrário, não sairemos do mesmo lugar.

Veja trecho da matéria sobre o assunto publicada no Portal Vermelho:

Dilma manda teles aumentarem velocidade da banda larga
Da Redação, com informações da Folha de S.Paulo

A presidente Dilma Rousseff alterou o PNBL (Plano Nacional de Banda Larga). Em vez de conexões de até 600 Kbps (kilobits por segundo), ela exige 1 Mbps (megabit por segundo) pelo mesmo preço, R$ 35. Nos estados que concederem isenção de ICMS nos pacotes vinculados ao PNBL, o preço será R$ 29,80.

A nova orientação foi dada ao ministro Paulo Bernardo (Comunicações) na semana passada. Segundo Dilma, o plano original está atrasado em relação ao mundo. Nos EUA, o plano prevê conexões de 100 Mbps. Na Coreia, as velocidades variam de 1 a 2 Gbps (gigabit por segundo), até 20 vezes mais que nos EUA e até 2 mil vezes mais que no Brasil.

Kbps, Mbps e Gbps são unidades de velocidade das conexões e representam a quantidade de informação trafegada por segundo. Com 1 Mbps, por exemplo, é possível baixar um CD com dez faixas de música em oito minutos, metade do tempo caso a conexão fosse de 600 Kbps.

Justamente por isso, Dilma pediu que Bernardo informasse as teles do seguinte recado: “Vamos abolir esse negócio de kilobit, vamos falar em megabit”. Acrescentou que as operadoras terão de se adaptar à sua demanda e investir, em vez de ficar pedindo dinheiro ao governo. Avisadas, as teles já devem começar a negociar o novo PNBL com o governo nesta semana. (Texto Completo)

Leia mais em Educação Política:

SEGUNDO MINISTRO, ALÉM DE MASSIFICAR O ACESSO À INTERNET, PNBL FORTALECERÁ A LIBERDADE DE EXPRESSÃO E O ACESSO À INFORMAÇÃO
PLANO NACIONAL DE BANDA LARGA PODE AJUDAR A DESENVOLVER PESQUISA E TECNOLOGIA NO BRASIL
EMPRESAS DE TELEFONIA ACHINCALHAM BRASILEIROS E ESSE É UM GRANDE DESAFIO PARA O GOVERNO DE DILMA ROUSSEFF
72% DOS PROJETOS RELACIONADOS AO PLANO NACIONAL DE BANDA LARGA FORAM EXECUTADOS EM 2010, DIZ ANATEL
%d blogueiros gostam disto: