Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

GRUPO SEGUNDO ENCONTRO DISCUTE VIDA E MORTE A PARTIR DE UMA ESTÉTICA DO IMAGINÁRIO NA PEÇA RELICÁRIO

Algum momento entre a vida e a morte...

A peça Relicário, que estreia hoje no Barração Teatro, nasceu, segundo o próprio grupo, do desejo de experimentar as possibilidades de criação do corpo nas linguagens do teatro e da dança.

Diversas discussões emergiram desta pesquisa corporal e, com frequência, a temática da morte surgia. Ficavam cada vez mais latentes as diferentes visões e experiências que cada indivíduo tinha a respeito do tema morte, apontando uma necessidade de arejar, compartilhar, imaginar e recriar este tema e suas experiências; agora de forma poética.

“Relicário” se tornou então um recorte imaginário de um momento entre a vida e a morte. Uma criação coletiva que não se apóia em uma estrutura lógica racional, mas em sensações e imagens, sobre o que poderia estar presente no “trailer” da vida de cada envolvido. Desejo, medo, amor, saudade, brincadeira. Estes são alguns dos elementos que, aos poucos, são pendurados neste varal de memórias compartilhadas, buscando na possibilidade de imaginar, uma nova forma de perceber e recriar a vida, e talvez o próprio sentido da morte.

O Segundo Encontro é um grupo de teatro amador formado por quatro amigos – Cris Nucci, Fernando Perin, Guilherme Maximo e Quesia Botelho – que desde 2008 buscam o fazer teatral juntos e, em “Relicário”, contam com a direção de Ana Clara Amaral.

Serviço:
Dias: 29 e 30 de abril às 21 horas e 01 de maio às 20 horas.
Local: Barracão Teatro – Rua Eduardo Modesto, 128 – Barão Geraldo (3289 4275)
Ingressos no chapéu
2encontro@blogspot.com

Leia mais em Educação Política:

ROBERTO SAMPAIO MONTOU UMA BIBLIOTECA COM 23 MIL LIVROS E SONHA COM UM PAÍS ONDE O CONHECIMENTO CHEGUE A TODOS
CURSO LIVRE DE TEATRO É PARA QUEM QUER EXPERIMENTAR, ERRAR, TENTAR DE NOVO E DIFERENTE
ADAPTAÇÃO DE KAFKA PARA O TEATRO APOSTA NO SILÊNCIO E NA ILUSÃO DAS MÁSCARAS PARA RETRATAR O SER HUMANO
OS SERTÕES, ADAPTAÇÃO DO TEATRO OFICINA PARA A OBRA DE EUCLIDES DA CUNHA, ESTÁ ENTRE O MELHOR DO TEATRO NOS ÚLTIMOS DEZ ANOS

Uma resposta para “GRUPO SEGUNDO ENCONTRO DISCUTE VIDA E MORTE A PARTIR DE UMA ESTÉTICA DO IMAGINÁRIO NA PEÇA RELICÁRIO

  1. Eng.Agr.Orlando Lisboa de Almeida 16 junho, 2012 às 10:58 pm

    Eu gosto da arte de forma geral e da literatura em particular. Aos 61, sempre que posso, acompanho a programação cultural da Cidade e da região. Algum material inclusive recebe comentário num blog que costumo caracterizar como um espaço de Cultura (do meu jeito), Lazer e Cidadania. http://www.orlandolisboa.blogspot.com.br Das peças de teatro deste Festival, assisti umas cinco e gostei de todas em diferentes graus. A peça Relicários eu assisti hoje e vi que causou um certo estranhamento em alguns expectadores, o que não é de surpreender, já que o ser humano tem mil macaquinhos no sótão, só que ao olhar no espelho às vezes se assusta com a própria imagem e semelhança. E a arte é um tanto desse espelho que nos surpreende e muitas vezes choca. Mas quem sabe este é um dos papéis da arte. Quem sou eu para surfar na maionese. Abraço a todos e sucesso sempre. (vou ver se há algum comentário da peça no Face)

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: