Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 10 julho, 2011

DE JOÃO CABRAL PARA DANDARA: OS VERSOS DE UM AVÔ POETA PARA A NETA

O poeta dos versos curtos, pouco emotivos, inclinados para o trabalho com a forma, mas destinados, a seu modo, a falar sobre a vida, revela-se em livro recentemente lançado com poemas dedicados à sua neta Dandara, um poeta de frases carinhosas e doces.

Enquanto foi embaixador no Senegal, à época de 1975, um dos mais importantes poetas do século XX, o pernambucano João Cabral de Melo Neto, recebia de sua filha Inez Cabral, fotos da neta que tinha então dois anos de idade. As fotos inspiraram uma série de versos que ele escrevia e enviava à neta no Brasil.

O livro Ilustrações para Fotografias de Dandara traz instantes poéticos como “Eis Dandara, alegria da rua,/que nasceu a assoviar,/ quando virás por aqui/ ver teus avós em Dacar?” e projeta aos olhos do leitor uma poesia de pura vivência e descoberta, exatamente como se desenha no tempo da existência humana esse instante inicial e único, o instante da infância para os quais os poetas estão sempre voltados, de uma forma ou de outra, em versos metafísicos ou concretos, pois esta vida severina, por mais que seja dura, também um dia já foi, e vez ou outra é, apenas uma menina!

O livro sai publicado pela editora Objetiva e já está nas livrarias de todo país. Mais informações na página da editora.

Vi na edição da revista Cult de junho de 2011.

Leia mais em Educação Política:

“VERSOS DE CIRCUNSTÂNCIA” CHEGA ÀS LIVRARIAS TRAZENDO DEDICATÓRIAS E MAIS DE 200 POEMAS INÉDITOS DE DRUMMOND
EXPERIÊNCIA BOOK: ESTARÁ O LIVRO IMPRESSO TÃO ULTRAPASSADO ASSIM?
A TERCEIRA MARGEM DO CORAÇÃO SELVAGEM – PENSANDO CLARICE LISPECTOR E GUIMARÃES ROSA
EM OUTRA VOLTA DO PARAFUSO, HENRY JAMES COMBINA A ARTE DE NARRAR E A DUALIDADE DAS QUESTÕES HUMANAS NA CONSTRUÇÃO DE UM BELO RELATO
%d blogueiros gostam disto: