Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

MORTE DE KADDAFI ALERTA PARA O MOMENTO DELICADO DE TRANSIÇÃO NA LÍBIA E INTERROGA O PAÍS QUANTO AO FUTURO

Como dizem os árabes: maktub (estava escrito)

Durante todo o período de conflito atravessado pela Líbia nos últimos meses, o ditador Muammar Kaddafi sempre afirmou que só sairia de seu governo morto. E, realmente, é só assim que ele deixa sua ditadura de mais de 40 anos e entrega o país aos seus próprios conflitos internos e aos interesses internacionais.

Mais do que nunca, a realidade na Líbia é de uma delicada transição, esperemos que democrática. O país pede a ajuda da comunidade internacional, inclusive do Brasil, para retirar as minas terrestres espalhadas em vários locais por ordem de Kaddafi, e que continuam fazendo estragos em diversas cidades.

Mas as minas são apenas mais um indício da instabilidade em que se encontra o país. A celebração da morte do ditador acontece na Líbia, mas, ao mesmo tempo, essa mesma morte, por alguns festejada, interroga o país em relação ao seu futuro.

Veja texto sobre o assunto publicado pela Carta Capital:

Kaddafi está morto, diz cônsul líbio
Redação Carta Capital

O Conselho Nacional de Transição (CNT) e a emissora de televisão Líbia Livre afirmaram nesta quinta-feira 20 que o ditador do país, Muammar Kaddafi, foi capturado esta manhã junto com seu filho Mouatassim, antigo chefe dos serviços de segurança Mansour Daou e o ex-chefe dos serviços secretos Abdallah Senoussi. Segundo informações iniciais, ele estaria com as duas pernas feridas por tiros. Uma televisão pró-Kaddafi desmentiu no seu site a informação de que o ex-líder teria sido capturado.

No Brasil, cônsul-geral da Líbia, Mohammed Ninfat, disse à Agência Brasil que obteve informações confirmando a morte do presidente líbio, Muammar Khadafi. Mas ele disse que está com dificuldades de falar com integrantes do Conselho Nacional de Transição (CNT). Ninfat é o chefe da Embaixada da Líbia em Brasília, pois a representação está sem embaixador. O clima na representação diplomática é de comemoração e festa. A bandeira da oposição a Khadafi está hasteada no local.

“O momento é de celebração. Mas precisaremos da ajuda da comunidade internacional. O Brasil, por exemplo, pode nos ajudar para a retirada de minas terrestres, colocadas por ordem de Khadafi em vários locais da Líbia”, disse o cônsul, lembrando que as cidades que mais sofrem por causa das minas são Brega e Zliten.

Nem Estados Unidos nem a OTAN confirmam ou negam a captura do coronel. Mas em conversa ao telefone com a agência de notícias Reuters, o líder do CNT Mustafa Abdel Jalil teria confirmado a captura.

Kaddafi estava desaparecido desde que o CNT assumiu o comando da capital, Trípoli, e das principais cidades líbias. (Texto completo)

Leia mais em Educação Política:

NA LÍBIA, REBELDES ASSUMEM CONTROLE DA CAPITAL DO PAÍS COM APOIO DA OTAN E AUMENTAM PRESSÃO SOBRE KADDAFI
A REVOLUÇÃO AGORA É TUITADA
A REVOLUÇÃO NO MUNDO ÁRABE ESTÁ SÓ COMEÇANDO, DEPOIS DOS PROTESTOS É HORA DE MATERIALIZAR A MUDANÇA
SÓ A DEMOCRACIA PERMITE MANIFESTAÇÃO E COMBATE À CORRUPÇÃO

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: