Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

RESISTIR É PRECISO: LIVRO REÚNE CAPAS DE JORNAIS QUE COMBATERAM A DITADURA MILITAR NO BRASIL

O livro “As Capas desta História”, recentemente lançado pelo Instituto Vladimir Herzog como parte do projeto “Resistir é Preciso…”, resgata a memória do Brasil e da imprensa nacional durante os anos de ditadura militar por meio da reunião de uma série de capas de jornais que combateram o regime na época.

O interessante do trabalho de pesquisa e compilação trazido pelo livro é ver algumas capas raras que compõem a obra. Ao todo são mais de 300 capas de jornais alternativos, clandestinos e produzidos no exílio. Neste sentido, o livro faz um rastreamento da jornalismo brasileiro desde o ano do Golpe, até a Anistia e oferece a possibilidade para que jornais não tão conhecidos do público, que nos anos de ditadura viviam na cladestinidade, ganhem enfim o olhar da plateia.

Outro ponto que merece destaque quanto ao livro é a revelação de uma imprensa contestadora e questionadora desde o início. Jornais como O Pasquim, o Correio Braziliense, primeiro jornal independente brasileiro, e a própria revista de Antropofagia e a Klaxon, dos modernistas de 1922, entraram para a história pela sua inteligência, sagacidade crítica, criatividade e consciência social. Qualidades muito distantes da imprensa atual!

Veja trecho de texto publicado sobre o assunto pelo Brasil de Fato:

Livro reúne capas de jornais brasileiros que combateram a ditadura

Obra faz parte do projeto “Resistir é Preciso…”, Instituto Vladimir Herzog, que resgata e demonstra a luta dos jornalistas brasileiros durante a ditadura
Da Redação

O Instituto Vladimir Herzog lançará, nesta terça-feira (25), em São Paulo, o livro “As Capas desta História”, que resgata a memória do Brasil e da imprensa nacional durante os anos de ditadura civil-militar. O lançamento ocorrerá a partir das 19h na Livraria Cultura da Avenida Paulista (2073).

Em mais de um ano de pesquisa, o autor Ricardo Carvalho encontrou verdadeiras raridades que compõem a obra: são mais de 300 capas de jornais alternativos, clandestinos e produzidos no exílio.

Por meio das fotos das capas, a obra registra a trajetória dessa imprensa desde 1964, ano do golpe, até a Lei da Anistia, em 1979. Publicações elaboradas por exilados e até então inéditas no Brasil se destacam ao lado de capas de jornais mais conhecidos, como Pasquim, Opinião , Movimento e Unidade , do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo.

Além disso, o capítulo inicial “Precursores desta História” demonstra a tendência contestadora e questionadora da imprensa brasileira, desde seus primórdios. O jornal Correio Braziliense , primeiro jornal independente brasileiro, publicado em Londres; a Revista de Antropofagia e Klaxon, ligadas ao Movimento Modernista Brasileiro da década de 1920; e o jornal A Manha, diário de crítica e sátira do Barão de Itararé, são alguns exemplos que fazem parte desta seção especial. (Texto completo)

Leia mais em Educação Política:

GRANDE MÍDIA DORME EM BERÇO ESPLÊNDIDO ENQUANTO A CORRUPÇÃO ROLA SOLTA NO QUARTEL E NO JUDICIÁRIO
REVISTA FÓRUM COMPLETA 10 ANOS: PARA O EDITOR RENATO ROVAI, O FUTURO DO JORNALISMO É UM PROJETO COLETIVO EM REDE
OPINIÃO DOS JORNALISTAS ESTÁ SENDO INTERDITADA E SUA FUNÇÃO SOCIAL ANULADA EM GRANDE PARTE DAS REDAÇÕES BRASILEIRAS
GOVERNO DILMA SE ENROSCA NO POSITIVISMO ENSANDECIDO DA GRANDE MÍDIA; AUGUSTE COMTE É O PATRONO DA IMPRENSA BRASILEIRA

3 Respostas para “RESISTIR É PRECISO: LIVRO REÚNE CAPAS DE JORNAIS QUE COMBATERAM A DITADURA MILITAR NO BRASIL

  1. Pingback: RELATO DE ESTUDANTE SOBRE A REINTEGRAÇÃO DE POSSE DA REITORIA DA USP REVELA A VIOLÊNCIA GRATUITA, O ABUSO DE PODER E A DESUMANIZAÇÃO DA PM « Educação Política

  2. Pingback: EM MEIO AO ESBANJAMENTO DE “FELICIDADE E PERFEIÇÃO” NAS REDES SOCIAIS, A BUSCA POR ALGUÉM QUE SE FAÇA “GENTE NO MUNDO” NUNCA FOI TÃO NECESSÁRIA « Educação Política

  3. Pingback: LIVRO ELETRÔNICO REÚNE DOCUMENTOS SOBRE ORGANIZAÇÃO DOS TRABALHADORES NO CAMPO E NA CIDADE E SUA RESISTÊNCIA DURANTE A DITADURA « Educação Política

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: