Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 2 fevereiro, 2012

EM VISITA A CUBA, DILMA LEMBRA QUE QUANDO SE TRATA DE DIREITOS HUMANOS TODOS TEMOS TELHADO DE VIDRO

"Brasil deve buscar diálogo que beneficie os dois países"

Em sua recente visita a Cuba, a presidente Dilma Rousseff também falou sobre os perigos do bloqueio econômico imposto à ilha caribenha e disse, como mostra notícia da Agência Brasil, que “a melhor forma de o Brasil ajudar o país caribenho é furar esse bloqueio e continuar investindo em parcerias que também são estratégicas para o Brasil”.

O embargo na avaliação da presidente apenas ajuda a alimentar um ciclo vicioso que leva a mais pobreza e desigualdade de Cuba na relação com outros países, e citou programas que o governo brasileiro mantém junto ao país como a política de créditos para a compra de alimentos.

Sobre os direitos humanos, ponto delicado quando se trata de Cuba, a presidente enfatizou que o comprometimento com so direitos humanos deve ser geral. “Não é possível fazer da política de direitos humanos só uma arma de interesse político e ideológico”, disse a presidente demonstrando prudência ao lembrar que o Brasil, assim como boa parte das nações do mundo, tem telhado de vidro quando se trata da questão.

Veja trecho da notícia sobre o assunto:

Dilma evita discutir direitos humanos em Cuba e diz que Brasil tem “telhado de vidro”
Por Luciana Lima

Brasília – A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (31), na capital cubana, Havana, que sua posição é a de defender os direitos humanos de maneira global e não tratar dos assuntos ligados a violações específicas atribuídas a Cuba. “O mundo precisa se comprometer em geral. Não é possível fazer da política de direitos humanos só uma arma de interesse político e ideológico. O mundo precisa se convencer que é algo que todos os países do mundo têm de se responsabilizar, inclusive o nosso”, disse a presidenta.

A visita oficial da presidenta brasileira à ilha caribenha vem sendo cercada de expectativa sobre seu posicionamento em relação às liberdades individuais, principalmente por parte de dissidentes do regime comunista no país. Dilma sinalizou que não tratará desse assunto com as autoridades locais dizendo que o Brasil, em matéria de direitos humanos, também tem “telhado de vidro”.

“Quem atira a primeira pedra tem telhado de vidro. Nós, no Brasil, temos os nossos”, alertou a presidenta em entrevista coletiva. “Eu concordo em falar de direitos humanos dentro de uma perspectiva multilateral. Acho que esse é um compromisso de todos os povos civilizados. Há necessariamente muitos aspectos a serem considerados, mas, de fato, é algo que nós temos que melhorar no mundo de maneira geral”, destacou Dilma. (Texto completo)

Leia mais em Educação Política:

NOVO MARCO REGULATÓRIO PARA EMISSORAS DE RÁDIO E TV NÃO SAI DA GAVETA, MOTIVO SERIA FALTA DE PRIORIDADE DA PRESIDENTE DILMA
FIM DAS SACOLINHAS PLÁSTICAS NO COMÉRCIO É PRIMEIRO PASSO PARA REPENSAR SISTEMA DE COLETA DE LIXO NAS CIDADES
MANUAL DO TRABALHO ESCRAVO, OBRA EDITADA PELO MINISTÉRIO DO TRABALHO, PROMETE AJUDAR NA LUTA CONTRA A EXPLORAÇÃO DE MÃO DE OBRA NOS DIAS ATUAIS
FÓRUM SOCIAL DE PORTO ALEGRE TEM COMO FOCO DAS DISCUSSÕES A CRISE FINANCEIRA INTERNACIONAL E O MEIO AMBIENTE
%d blogueiros gostam disto: