Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

“A MÚSICA SEGUNDO TOM JOBIM” ESCOLHE O CAMINHO DO SOM E DA IMAGEM PARA FALAR DE UM DOS NOMES MAIS EXPRESSIVOS DA MÚSICA NACIONAL

O cineasta Nelson Pereira dos Santos, já famoso pela sua inclinação em retratar e inspirar-se em nomes como o do escritor Jorge Amado, agora usa de toda sua sensibilidade para tentar reproduzir em filme um pouco do que foi a trajetória de um dos nomes mais expressivos de nossa música popular brasileira: Tom Jobim.

Ao lado de Ana Jobim, viúva do músico, Nelson produz um documentário onde as palavras não bastam para falar da obra musical de Jobim. Sendo assim, elas constituem um mero acessório em um roteiro basicamente montado a partir de imagens e som. Montar aliás parece ser um dos desafios propostos pelo jogo cênico do documentário.

Ao contrário do que ocorre com a maioria dos documentários, o crédito das pessoas que aparecem e das músicas que vão sendo por elas interpretadas não aparece no filme de Nelson e Ana, o espectador é convidado a adivinhar quem é quem, qual seria a época em que certa canção foi interpretada, dentre outras interrogações. E assim, a vida de Jobim vai se abrindo como um quebra-cabeça de sons e imagens, livre, dotado de sua ordem e tom natural, exatamente como suas músicas e sua história musical.

Para aqueles que gostam de informações diretas e direcionamentos claros, dados em um documentário por meio da presença de um narrador e depoimentos, por exemplo, A Música Segundo Tom Jobim, apareceria como um produto bastante aquém das expectativas. No entanto, para aqueles que apreciam as diferentes formas de contar e a exploração das possibilidades narrativas, o documentário é um presente que, inclusive, faz jus à sua proposta desde o título.

Este é claro ao dizer que a música ali será apresentada “segundo Tom Jobim”, ou seja, será ele, seus amigos e intérpretes e a paisagem do Rio de Janeiro que tanto o inspirou e que não somente se reflete na sua obra, como também é refletora desta, que dirão um pouco da vida do admirador da garota de ipanema e que, assim como ela, também deixa o mundo mais lindo e cheio de graça a cada vez que passa…

Nesse ritmo, o documentário musica a sensibilidade e, se as imagens não fossem tão belas e raras, poderíamos apenas ouvi-lo de olhos fechados, já que, como diz o maestro, “a linguagem musical basta”.

Veja o trailler do filme:

Leia mais em Educação Política:

É REALMENTE COMPLICADO: DEPUTADO TULIO ISAC É VÍTIMA DA PRÓPRIA PIADA AO EXIGIR UM BOM PORTUGUÊS QUE ELE MESMO NÃO TEM
O ARTISTA PLÁSTICO ANTONIO VERONESE REAGE À MATÉRIA PUBLICADA NO JORNAL O GLOBO E DIZ QUE A GRANDE REVOLUÇÃO É A DA EDUCAÇÃO E DA CULTURA
COMPOSIÇÃO DE ALICE RUIZ NA VOZ DE ALZIRA ESPÍNDOLA E ARNALDO ANTUNES
TEATRO, MÚSICA E DANÇA JUNTOS EM ESPETÁCULO QUE CONTA A HISTÓRIA DA PSIQUIATRA NISE DA SILVEIRA

13 Respostas para ““A MÚSICA SEGUNDO TOM JOBIM” ESCOLHE O CAMINHO DO SOM E DA IMAGEM PARA FALAR DE UM DOS NOMES MAIS EXPRESSIVOS DA MÚSICA NACIONAL

  1. Pingback: MEIA-NOITE EM PARIS PODE NÃO SER O FAVORITO AO OSCAR, MAS SEM DÚVIDA É UM DOS FILMES QUE MAIS GEROU POLÊMICA EM 2011 « Educação Política

  2. Pingback: INTERPRETANDO MARX…NOTÍCIAS DA ANTIGUIDADE IDEOLÓGICA: MARX, EISENSTEIN, O CAPITAL « Educação Política

  3. Pingback: BELO ESPETÁCULO DA BAILARINA MAYA PLISETSKAYA INTERPRETANDO “DYING SWAN” (A MORTE DO CISNE) « Educação Política

  4. Pingback: GRAMSCI: DO EXERCÍCIO CONSCIENTE DA CIDADANIA QUE CONDUZ A UM AGIR, PENSAR E TOMAR PARTIDO DIANTE DA REALIDADE SOCIAL « Educação Política

  5. Pingback: CINEMATECA BRASILEIRA SEDIA A MOSTRA “QUERO SER MARILYN MONROE” COM TRABALHOS DE CARTIER-BRESSON E ANDY WARHOL « Educação Política

  6. Pingback: OS 40 ANOS DO QUINTETO VIOLADO ESTÃO NA EXPOSIÇÃO “UM IMAGINÁRIO NORDESTINO” QUE CIRCULARÁ POR CINCO CAPITAIS BRASILEIRAS « Educação Política

  7. Pingback: COM DISCO NAVE MANHA, TRUPE CHÁ DE BOLDO SEGUE FAZENDO MELODIAS E LETRAS CRIATIVAS, COMBINANDO RITMOS E REINVENTANDO TRADIÇÕES « Educação Política

  8. Pingback: EM ENVELOPES ANTIGOS MARK POWELL DESENHA AS MARCAS DO TEMPO UTLIZANDO APENAS UMA CANETA BIC « Educação Política

  9. Pingback: A SOFISTICAÇÃO SIMPLES DE MARINA WISNIK ESTÁ PRESENTE NO PRIMEIRO ÁLBUM DA CANTORA “NA RUA AGORA” « Educação Política

  10. Pingback: CINEMA BRASILEIRO FOI O GRANDE HOMENAGEADO DA 65ª EDIÇÃO DO FESTIVAL DE CANNES QUE TERMINA HOJE « Educação Política

  11. Deborah 5 setembro, 2012 às 11:20 pm

    O nome da neta do Tom Jobim é Dora. Ana é a viúva dele

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: