Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

ERUNDINA NÃO ACEITA ALIANÇA COM PARTIDO DE PAULO MALUF E DESISTE DE SER CANDIDATA À VICE-PREFEITA NA CHAPA DE HADDAD

Erundina desiste de ser vice de Haddad

A campanha de Fernando Haddad (PT) à prefeitura de São Paulo tem sido palco de alguns conflitos políticos. Os mais recentes se referem à entrada de Paulo Maluf (PP) como aliado da candidatura petista, e à então anunciada saída da deputada Luiza Erundina (PSB-SP), escolhida como vice de Haddad, por não concordar em estar na mesma chapa que Maluf.

Depois de uma série de informações sobre a saída ou permanência de Erundina na chapa, notícia publicada pela Carta Capital ontem, por volta das 18h, confirmou a saída de Erundina. Sua decisão teria sido tomada ontem após reunião, em Brasília, com integrantes da cúpula do PSB.

Como explica a notícia da Carta Capital, a entrevista que Erundina deu à Radio Brasil Atual dizendo que não deixaria a chapa de Haddad em respeito a uma decisão partidária foi dada na tarde da segunda-feira, antes, portanto, de sua entrevista ao jornal O Globo onde ela disse que não queria mais ser candidata ao lado de Haddad.  Prevaleceu, portanto, sua última declaração.

A insatisfação de Erundina com a aliança teria se agravado recentemente depois da presença de Lula na casa de Maluf e da fotografia em que o ex-presidente aparece ao lado de Haddad e de Paulo Maluf, foto que aliás foi exigência do cacique do PP e, talvez como Maluf pretendia, vem sendo amplamente explorada nas redes sociais.

Neste caso, Lula parece agir como o modelo de líder político classicamente descrito por Maquiavel. Os fins justificam os meios e a aliança com Maluf não parece ter a dimensão que buscam lhe conferir. É uma estratégia política que aumenta o horário eleitoral na TV e ganha votos de um eleitorado mais conservador. O choque entre Erundina e Maluf se deu, como já era de se esperar pelo histórico da deputada, agora fica uma outra pergunta já esboçada em notícia anterior da Carta Capital: quantos Malufs valem uma Erundina?

Veja trecho das duas últimas notícias sobre o assunto publicadas pela Carta Capital:

Quantos Malufs valem uma Erundina?
Por Redação Carta Capital

Depois de meses estagnada, a campanha de Fernando Haddad (PT) à prefeitura de São Paulo havia recebido uma boa notícia neste domingo 17 à noite: o candidato subia pela primeira vez nas pesquisas. As notícias, no entanto, pioraram durante esta segunda-feira 18. O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) declarou o apoio de seu partido à candidatura de Haddad pela manhã. Passadas poucas horas, a deputada Luiza Erundina (PSB-SP) ameaça abandonar o barco petista.

Escolhida como candidata a vice-prefeita na chapa de Haddad, Erundina afirmou que não aceita a aliança com Maluf em entrevista ao site do jornal O Globo. Na entrevista, Erundina disse que a situação é muito constrangedora. “Vou conversar com o meu partido. Meu partido tem outros nomes, não tem problema nenhum. Mas eu não aceito”. Erundina é um antigo desafeto de Maluf, com quem ela competiu pela prefeitura na eleição em que saiu vitoriosa, em 1988.

O PT e o PSB foram pegos de surpresa pela atitude de Erundina. As direções dos dois partidos dizem ter tomado conhecimento da posição dela pela imprensa e que só vão se pronunciar após se reunirem com a deputada. (Texto completo)

Erundina desiste de ser candidata a vice de Haddad em São Paulo
Por Piero Locatelli

A deputada federal Luiza Erundina (PSB-SP), anunciada na semana passada como candidata a vice-prefeita de São Paulo na chapa de Fernando Haddad (PT), desistiu de participar da disputa segundo apurou CartaCapital. A decisão foi tomada nesta terça-feira 19 após reunião, em Brasília, entre Erundina e integrantes da cúpula do PSB. Também ficou certo que o PSB não vai mais indicar o candidato a vice na chapa de Haddad.

É possível que este cargo fique com o PCdoB, mas, de acordo com o presidente nacional da legenda, Renato Rabelo, nenhum convite oficial foi feito. “O PCdoB ainda não decidiu se vai fechar aliança com o PT nas eleições municipais, portanto não faz sentido falar em indicação de vice”. O PCdoB ainda mantém a pré-candidatura de Netinho de Paula, embora o partido continue a negociar tanto com o PT quanto com o PMDB de Gabriel Chalita.

A decisão foi tomada por Erundina depois que o PP, de seu antigo rival Paulo Maluf, confirmou apoio à candidatura de Haddad. A aliança foi anunciada com pompa na casa de Maluf, em cerimônia que contou com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A posição de Erundina causou polêmica na segunda-feira 18. Em entrevista publicada pelo site do jornal O Globo no início da noite de segunda, Erundina deu a entender que estava fora da campanha de Haddad pois não aceitava a aliança com Maluf. Na entrevista, a deputada disse que a situação era muito constrangedora. “Vou conversar com o meu partido. Meu partido tem outros nomes, não tem problema nenhum. Mas eu não aceito”.

Na manhã desta terça-feira, a rádio Brasil Atual publicou entrevista com Erundina na qual ela dizia uma outra coisa. Erundina lamentava a aliança com Maluf, mas dizia que a candidatura estava confirmada. “Não sou de recuar. Vou manter a decisão, porque é uma decisão partidária. Vou me empenhar e fazer o melhor que puder para dar minha contribuição, mas vou procurar demarcar campos. De um lado está o seu Maluf; de outro lado estaremos nós e os setores da sociedade que não concordam, ao meu ver, com essa aliança”, disse Erundina. (Texto completo)

Leia mais em Educação Política:

“O PASQUIM: A REVOLUÇÃO PELO CARTUM” CONTA A HISTÓRIA DESTE MOMENTO DE HUMOR POLÍTICO E RENOVAÇÃO DA LINGUAGEM JORNALÍSTICA EM PLENA DITADURA MILITAR
MOSTRA DE DOCUMENTÁRIOS E CARTAZES SOBRE OS ANOS DE DITADURA É REALIZADA PELO INSTITUTO VLADIMIR HERZOG
“É HORA DE O ESTADO ASSUMIR SUAS RESPONSABILIDADES”, DIZ FRANCISCO FOOT HARDMAN SOBRE A COMISSÃO DA VERDADE
INTERNET ULTRAPASSA AS REVISTAS E JÁ É O TERCEIRO SETOR COM MAIOR AUMENTO DE INVESTIMENTO PUBLICITÁRIO

5 Respostas para “ERUNDINA NÃO ACEITA ALIANÇA COM PARTIDO DE PAULO MALUF E DESISTE DE SER CANDIDATA À VICE-PREFEITA NA CHAPA DE HADDAD

  1. Saile 20 junho, 2012 às 10:21 am

    Erundina ainda existe ???
    O que ela está fazendo da vida ???
    Ninguém governa sem alianças, por acaso o PT vai governar sozinho, o PSDB vai governar sozinho ???
    Os governos são feitos de alianças e assim que é a Democracia.

    Curtir

    • Rodrigo 20 junho, 2012 às 10:48 pm

      “Que tempo bom, que não volta nunca mais…” aquele em que os políticos ao menos fingiam seguir os princípios da criação de cada partido.
      Hoje é esquerda querendo fingir que não é direita e direita querendo fingir que é esquerda.
      E petista fingindo que, como diria Caetano, tudo é lindo! Até Maluf, que chega a ser tratado como grande articulador!!!!!?????
      Não sei quais dos seguintes deveres anexos à boa-fé é mais vilipendiado atualmente: se “venire contra factum proprio” (“as partes, em decorrência da confiança que permeia a relação jurídica, devem agir de maneira coerente, seguindo a sua linha de conduta, e, portanto, não podem contrariar repentinamente tal conduta, por meio de um ato posterior”) ou o “tu quoque” (“célebre pela frase de Júlio César ao ser assassinado nos idos de março: “Até tu, Brutus!” Assim o tu quoque é a idéia de que ninguém pode invocar normas jurídicas, após descumpri-las. Isso porque ninguém pode adquirir direitos de má-fé”).
      Mas mais me parece que há uma visão distorcida do “tu quoque”, pensando-se revelar a expressão: “se você fez, também quero, então abra espaço, porque a raposa magrinha está chegando no galinheiro, em substituição às já gordinhas”.

      Curtir

  2. Jose da Mota Leite Neto 20 junho, 2012 às 12:18 pm

    Parte 1: Erundina diz não ao Canto Certo que o Galo Cantou.
    “O Galo Cantou Canto Certo”
    Parte 4: São Paulo forma a mais genial e eclética aliança política que sequer o maior dos gênios do marketing político poderia imaginar. O que naturalmente levará à vitoria da disputa eleitoral mais cobiçada do país, a prefeitura de São Paulo.
    São tantos acertos políticos em todas as suas áreas, que vai de costuras políticas em pequenos municípios, prefeitura de São Paulo em si, governo federal, aproximação definitiva e concreta do PSB com a aliança governista e, principalmente a demonstração de confiança total do PSB na Presidente Dilma.
    O parecer final: A coligação não vingou, 1 – Blog “Transparente como um Cristal vamos questionar!?” como meu ex-mestre. 2 – o encanto do Canto Certo que O Galo Cantou para o meu ex-mestre espírita. 3 – Luíza Erundina abandona candidatura depois de dizer que não era mulher de voltar atraz em uma decisão.
    E o que ficou? Podemos afirmar que é o mistérioso “Canto Certo que o Galo Cantou”. Só revelado para quem recebeu o merecimento.
    Sobrando aos simples mortais, festas de conjecturas.
    Como esta do PSB: Os sistemas de votação jamais poderão ser os frágeis eletrônicos, devemos voltar ao sistema de votação manual em cédulas.
    Nas derradeiras eleições para governadores do Brasil tivemos resultados inéditos e surpreendentes que eu disse em outro artigo e volto a repetir devido a sua importância para o Brasil e o mundo caso em uma situação diferente das conjecturadas na segunda delas, o homem falhe e o poder continue caindo nas mãos de poucos poderosos financeiros.
    Quarta conjecturação: É a insegurança na votação eletrônica, totalmente suspeita, governadores do PSB tiveram votos acima das expectativas de candidatos em regimes autoritários onde votam sob pena de morte. A segurança da votação em uma urna eletrônica, a coleta de seus dados por centrais, mais a apuração dos votos. São facilmente manipuláveis. Qualquer um com o mínimo conhecimento da área pode alterar os resultados usando aparelhos baratos e de fácil acesso.
    Parte 9: E a sua segurança não esta na eletrônica e sim na capacidade humana de vigiar os seus manipuladores, no caso a cargo do Ministro do STE sob a tutela de funcionários públicos federais que vão de Juízes à Polícia Federal. Sempre em menor número do que precisa. É cientificamente comprovado que o ser humano é naturalmente farsante sem a interferência de Deus.
    E encerro com o título que sempre será o começo:
    “O Galo Cantou Canto Certo”
    José da Mota

    Curtir

  3. Jose Francisco Neto 22 junho, 2012 às 8:13 pm

    Na política quem está ganhando é a falta de caráter, fazer alianças com velhas repousa não é nenhuma novidade. Não vemos nenhuma querença neste cidadão nem em seu partido. Que em uma das suas ações alopradas, deportou os lutadores cubanos em 24 horas sem avaliar respectivos pedidos de asilo, deu proteção a um terrorista italiano, aceitou de formar pacifica a expropriação da BR na Venezuela e entre outro fatos lamentáveis recebeu o presidente do irá como chefe de estado. Precisa mais!!!!???
    Jose F. Neto

    Curtir

  4. ALDO PETRONI 23 junho, 2012 às 3:29 pm

    Segundo palavras da própria Erundina, o inadmissível foi a fotugrafia que documentou o encontro, e não o encontro em si.
    Quando aceitou a candidatura a vice-prefeita, ela já sabia de antemão que a aliança com o fugitivo da Interpol seria efetuada.
    Com isso, ela conseguiu ser um pouco pior que os protagonistas principais.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: