Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

JOAQUIM BARBOSA ESTÁ SENDO USADO PELA MÍDIA, MAS PODERÁ SURPREENDER A ELITE BRANCA E CONSERVADORA

Joaquim Barbosa: é acompanhado no STF só contra o PT

Veja esse pequeno trecho da entrevista do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, que tem tido uma postura dura e condenatória na Ação Penal 470, batizada pelo PIG de “mensalão do PT”.

Joaquim tentou levar outros políticos para o banco dos réus, mas parece ter sido sempre voto vencido.  O placar das votações diz muito. O magistrado parece nos dizer que o Supremo tem dois pesos e duas medidas. Enquanto outros se livraram no Supremo, o PT paga o pato.

E o Partido dos Trabalhadores paga o pato por acreditar  na política e economia como solução dos problemas sociais e de seus problemas eleitorais. Mas o buraco é mais embaixo: é necessária uma mudança cultural e comunicacional  do país para diminuir os desmandos conservadores e elitistas.

 Veja abaixo.

Barbosa gosta de dizer que não tem “agenda”. Em 2007, relatou processo contra Paulo Maluf (PP-SP). Delfim Netto não era encontrado para depor como testemunha. Barbosa propôs que o processo continuasse. Foi voto vencido no STF. O caso prescreveu.

No mesmo ano, relatou processo em que o deputado Ronaldo Cunha Lima (PSDB-PB) era acusado de tentativa de homicídio. O réu renunciou ao mandato e perdeu o foro privilegiado. Barbosa defendeu que fosse julgado mesmo assim. Foi voto vencido no STF.

Em 2009, como relator do mensalão do PSDB, propôs que a corte acolhesse denúncia contra o ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo. Quase foi voto vencido no STF –ganhou por 5 a 3, com três ministros ausentes.

Dois anos antes, relator do mensalão do PT, propôs que a corte acolhesse denúncia contra José Dirceu e outros 37 réus. Ganhou por 9 a 1.

NOVELA RACISTA

Barbosa já disse que a imprensa “nunca deu bola para o mensalão mineiro”, ao contrário do que faz com o do PT. “São dois pesos e duas medidas”, afirma.

A exposição na mídia não o impede de fazer críticas até mais ácidas.

“A imprensa brasileira é toda ela branca, conservadora. O empresariado, idem”, diz. “Todas as engrenagens de comando no Brasil estão nas mãos de pessoas brancas e conservadoras.” (texto integral)

Veja mais em Educação Política:

6 Respostas para “JOAQUIM BARBOSA ESTÁ SENDO USADO PELA MÍDIA, MAS PODERÁ SURPREENDER A ELITE BRANCA E CONSERVADORA

  1. Rodrigo 7 outubro, 2012 às 10:01 pm

    Por vezes tenho a impressão de haver ghost writers no blog. Não posso crer que alguém com tamanha capacidade profira ataques tão despropositados, por vezes mesmo cegos, mediante silogismos insustentáveis.
    Vamos por partes, ou melhor, fatiemos, a exemplo do que fez o Ministro Joaquim Barbosa:
    I- Mensalão é o neologismo para a compra de votos do Legislativo pelo Executivo, subvertendo ou sufocando o tão caro e democrático princípio da separação de Poderes e, por conseguinte, a Democracia. Há o do PT, em julgamento, havendo ainda o atribuído ao DEM, que merece a mesma apuração e as cabíveis sanções, não sendo necessário agarrar-se junto a tentativas de desqualicar o interlocutor (falar-se em “PIG”, em “reacionário”, impor a qualquer um que critique a alcunha de “tucano”) em vez de rebater, coerentemente, seus argumentos ;
    II-Acreditei que a PTzada, que tanto gosta de se esconder atrás de critérios de raça, gênero etc., a fim de buscar rebater críticas com acusações de racismo e discriminação de toda sorte, ia ter receio de criticar o Ministro Relator e provar do próprio remédio, sendo acusados de racistas. Mas, caso procedam postagens que venho vendo na internet, já haveria acusações contra Joaquim Barbosa, até no sentido de ser ele (sofríveis expressões) um Capitão do Mato, um “negro vendido”;
    III- Sou moreno, então parte negro, e nordestino (o que falo unicamente em razão da infeliz expressão “elite branca”, tentando desvirtuar a questão para o campo racial) – não acho que Lulla ou Genoíno estão sendo discriminados em razão de sua origem, mas apenas sendo questionado como um Presidento nunca soube de nada, especialmente em relação aos atos de seus companheiros de armas, nomeados para cargos de confiança, e o segundo sendo julgado por crimes que teria cometido (até então, vem sendo condenado mesmo por Ministros nomeados por Lulla, demonstrando que não se trata, nem poderia, de “cartas marcadas”);
    IV- O PT não é a última virgem, o último reduto da ética no País, nem está sendo injustiçado, bastando lembrar-nos da aparente inatividade e conformismo nos casos de Toninho do PT e Celso Daniel, “Dancinha da Pizza” de Angela Guadagnin, dólar na cueca (!!!!!!!) escândalo dos cartões corporativos, Marta Relaxa e Goza, esposa de integrante das FARC (guerrilheiros traficantes) que ganha cargo no governo, as inúmeras e sucessivas quedas de Ministros no início do Governo Dilma, o aumento da violência nos Estados por eles governados no NE, passaportes diplomáticos indevidos e tanto, mas tanto mais que há de denúncias;
    V- O Lullismo é tão lesivo quanto o coronelismo carlista, sarneyzista, bem como o malufismo e tantos outros mais, sendo um crime a ameaça explícita feita na tv, pelo ex-Presidento e pela atual Presidenta, no sentido de que, onde o PT não for eleito, não vai haver bolsa-esmola, nem verbas;
    VI- Volto a bater na tecla: quem errou, quem cometeu crime, que seja duramente punido, não sendo aceitável a ridícula tese “eles fizeram, eu também posso”. Se cometeu crime, aceite a punição, sem espernear como uma criança mimada ou quem se julga acima do bem e do mal.

    Então, para finalizar, combinemos assim: ninguém pode cometer crimes, ninguém pode ser corrupto e defendamos a punição severa de todos, sem hipocrisia.
    E não tentemos impor a Barbosa a condição de coitadinho, que não tem autonomia de pensamento para reger a si próprio e seus votos no Supremo. Como a própria reportagem mostra, não é o primeiro caso em que age com o devido rigor.

    Curtir

    • Bento Monteiro 10 outubro, 2012 às 1:57 pm

      Diante de tão brilhante explanação, notadamente em sua conclusão, peço humildemente sua análise do link abaixo, que tenho certeza será imparcial e precisa:
      http://www.blogdomello.blogspot.com.br/2012/10/a-prova-do-crime-dos-tucanos-capa-da.html

      Curtir

      • Rodrigo 10 outubro, 2012 às 2:39 pm

        Minha análise não poderia dissociar-se de forma alguma do quanto ora exposto, no que toca ao assunto do seu link, Bento.
        Novamente, um dos princípios basilares da democracia, de um Estado Democrático de Direito, é separação de Poderes, garantido pelo sistema de freios e contrapesos: se determinado partido no comando do Executivo busca impor sua vontade ao Legislativo via compra de votos de Parlamentares, estaremos mais próximos de um Estado Ditatorial.
        À época da votação da Emenda da reeleição eu era petista e em muito me indignei (e continuo indignado) com denúncias a exemplo desta por você linkada. E continuo a aguardar a devida apuração e punição, que há de ser também severa, sendo uma pena se já houver operado a prescrição.
        Deixei de ser petista para entender que o importante é o candidato, o logotipo que ele ostenta em sua bandeira não sendo nem atestado de idoneidade, nem salvo-conduto para praticar atos ilícitos.
        Por isso sei que, em Vitória da Conquista-BA, onde resido, a melhor opção é o candidato do PT. Na capital eu crendo que será melhor o do DEM, em outra o do PSDB, do PV, PSB etc.
        O importante é não se deixar cegar pelos ridículos argumentos ou desculpas de nossos líderes políticos.
        Então “dura lex sed lex” para todos, especialmente por serem agentes que controlam recursos públicos.

        Curtir

  2. Pingback: JULGAMENTO DO MENSALÃO NÃO MUDA NADA: MINISTROS DEFENSORES DA PRESUNÇÃO DE INOCÊNCIA CONDENAM POR PRESUNÇÃO DE CULPA « Educação Política

  3. FREITAS 10 outubro, 2012 às 8:13 pm

    …. na minha humilde opinião o STF apenas seguiu a mídia organizada existente no País….. isso é grave, se não pudermos acreditar nem no nosso Tribunal supremo….

    Curtir

    • Rodrigo 10 outubro, 2012 às 9:03 pm

      A Justiça, ao condenar membros membros do tucanato, demistas, ptbistas, pmdbistas (conforme post deste blog, a afirmar que o tucanato seria líder em número de “fichas-sujas”, pelas condenações sofridas), é isenta e democrática.
      Ao condenar membros do PT, é aliada de reacionários que querem criminalizar o partido, anti-democrática e avaliza a ação de golpistas.
      Continuo sem entender se petista tem salvo-conduto irrestrito, se a vaidade os cega, se julgam-se inimputáveis…
      Afinal, pergunto diretamente, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva e tanto mais deixaram de ser crime?

      Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: