Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 1 fevereiro, 2013

VÍDEO: COLLOR DIZ QUE ROBERTO GURGEL É UM CHANTAGISTA E PREVARICADOR E QUE COMETEU CRIME DE RESPONSABILIDADE

INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA FAZ O BRASILEIRO GASTAR ATÉ O DOBRO DE COMBUSTÍVEL DO QUE GASTA O MOTORISTA EUROPEU

Foto: Rudolf Stricker - GNU

Punto é um dos carros que bebe no Brasil e é econômico na Europa

Apesar da modernização dos últimos anos, as carroças da indústria automobilística brasileira continuam sendo fabricadas. Mais do que isso, a população do Brasil paga mais, não só pelo automóvel, mas também pelo consumo de combusítvel.

O carro do brasileiro, seja trabalhador ou empresário, chega a consumir o dobro de combustível do que o mesmo modelo vendido na Europa.

Resumindo: o brasileiro paga mais caro por um carro pior e ainda polui mais. Mesmo descontando os impostos. É incrível!

Segundo matéria publicada recentemente na Carta Capital, sobre os incentivos do novo regime automotivo, que estimula a inovação, o repórter Samatha Maia anota:

“O nível de eficiência que as empresas devem alcançar em 2017, de 17,26 quilômetros rodados por litro de gasolina, por exemplo, é menor do que o praticado na Europa. De acordo com levantamento da consultoria IHS em 2010, um Fiat Punto 1.4 produzido no Brasil fazia 14,8 km/l de gasolina, enquanto o mesmo modelo fabricado na Inglaterra tinha rendimento de 22,2 km/l. A comparação realizada com modelos de outras marcas mostra a mesma desvantagem do automóvel brasileiro. O Ford Fiesta 1.0, que no Brasil rodava 10,8 km/l, na Inglaterra fazia 21,8 km/l, assim como o Fox, da Volkswagen, com rendimento de 15,5 km/l de gasolina no modelo brasileiro, enquanto seu similar inglês fazia 19,7 km/l.”

Veja mais em Educação Política:

%d blogueiros gostam disto: