Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos Diários: 12 março, 2013

SÉRGIO CABRAL DETONA O POVO: DEPOIS DA FESTINHA EM PARIS COM A DELTA, AGORA APARECE INDICANDO O PASTOR FELICIANO

Veja mais em Educação Política:

GOLPISTAS ACREDITAM QUE ELEITORES DE HUGO CHÁVEZ SÃO OS FIÉIS DESESPERADOS DO PASTOR MARCO FELICIANO

Pessoas acompanham o funeral de Hugo Chávez

Pessoas acompanham o funeral de Hugo Chávez

Há um discurso de matiz golpista que andou permeando o pensamento sobre o apoio populacional a Hugo Chávez. Esse discurso tenta fazer as pessoas acreditarem que a homenagem a um político morto, que foi recém-eleito democraticamente, é formada por uma massa indistinta e levada pela emoção, assim como parecem agir os fiéis desesperados que doam seu dinheiro para o pastor Marco Feliciano (PSC). Mas não são.

As ruas da Venezuela tomadas pela população estão bem mais próximas de uma demonstração de ação política e democrática. Homenagear Chávez nas ruas significa não só o agradecimento a um líder, mas a afirmação de seu legado.

A população elegeu, reelegeu e referendou Chávez e a Constituição venezuelana. É certo que Chávez errou em não eleger um sucessor, o que promoveu um caráter personalista às transformações do país. Isso deverá mudar nos próximos anos.

A multidão na rua pode trazer alguma comoção ocasional, mas não é essa a postura dessas pessoas. Elas não estão em busca de uma bênção, não estão pagando dízimos, não estão desesperadas diante de uma dor ou sofrimento, não estão fragilizadas e nem entorpecidas por gritos e histerias, como em algum momento da vida qualquer pessoa pode estar, mas com certeza querem, no mínimo, participar da homenagem a um grande líder político.

Veja mais em Educação Política:

%d blogueiros gostam disto: