Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

TUCANODUTO: REVISTA ISTOÉ EXPLICA PORQUE O TRANSPORTE PÚBLICO DE SÃO PAULO É PÉSSIMO E NÃO MELHORA DESDE MÁRIO COVAS

propinodutoReportagem aponta que nos governos de Geraldo Alckmin, mas também de José Serra e Mario Covas, cerca de US$ 50 milhões teriam sido desviados das obras do metrô; denúncia da Siemens, que decidiu colaborar com a Justiça, lança luzes sobre o esquema; Alckmin será, agora, alvo de ação de improbidade

247 – Uma denúncia feita pela multinacional alemã Siemens, que acusou formação de cartel nas obras do metrô, em São Paulo, e decidiu colaborar com a Justiça, poderá trazer sérias complicações ao governador Geraldo Alckmin. De acordo com reportagem da revista Istoé, publicada neste fim de semana, foi montado um “propinoduto” relacionado às obras do metrô, que teria desviado US$ 50 milhões nos governos de Alckmin, mas também de José Serra e Mario Covas. Alckmin será, inclusive, alvo de uma ação de improbidade. Leia, abaixo, a reportagem de Alan Rodrigues, Pedro Marcondes de Moura e Sérgio Pardellas:

O esquema que saiu dos trilhos

Um propinoduto criado para desviar milhões das obras do Metrô e dos trens metropolitanos foi montado durante os governos do PSDB em São Paulo. Lobistas e autoridades ligadas aos tucanos operavam por meio de empresas de fachada

Alan Rodrigues, Pedro Marcondes de Moura e Sérgio Pardellas

Ao assinar um acordo com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), a multinacional alemã Siemens lançou luz sobre um milionário propinoduto mantido há quase 20 anos por sucessivos governos do PSDB em São Paulo para desviar dinheiro das obras do Metrô e dos trens metropolitanos. Em troca de imunidade civil e criminal para si e seus executivos, a empresa revelou como ela e outras companhias se articularam na formação de cartéis para avançar sobre licitações públicas na área de transporte sobre trilhos. Para vencerem concorrências, com preços superfaturados, para manutenção, aquisição de trens, construção de linhas férreas e metrôs durante os governos tucanos em São Paulo – confessaram os executivos da multinacional alemã –, os empresários manipularam licitações e corromperam políticos e autoridades ligadas ao PSDB e servidores públicos de alto escalão. O problema é que a prática criminosa, que trafegou sem restrições pelas administrações de Mario Covas, José Serra e Geraldo Alckmin, já era alvo de investigações, no Brasil e no Exterior, desde 2008 e nenhuma providência foi tomada por nenhum governo tucano para que ela parasse. Pelo contrário. Desde que foram feitas as primeras investigações, tanto na Europa quanto no Brasil, as empresas envolvidas continuaram a vencer licitações e a assinar contratos com o governo do PSDB em São Paulo. O Ministério Público da Suíça identificou pagamentos a personagens relacionados ao PSDB realizados pela francesa Alstom – que compete com a Siemens na área de maquinários de transporte e energia – em contrapartida a contratos obtidos. Somente o MP de São Paulo abriu 15 inquéritos sobre o tema. Agora, diante deste novo fato, é possível detalhar como age esta rede criminosa com conexões em paraísos fiscais e que teria drenado, pelo menos, US$ 50 milhões do erário paulista para abastecer o propinoduto tucano, segundo as investigações concluídas na Europa (Texto Integral)

Veja mais:

7 Respostas para “TUCANODUTO: REVISTA ISTOÉ EXPLICA PORQUE O TRANSPORTE PÚBLICO DE SÃO PAULO É PÉSSIMO E NÃO MELHORA DESDE MÁRIO COVAS

  1. sidineyr 21 julho, 2013 às 6:12 pm

    Republicou isso em Pescando Saber.

    Curtir

  2. vieiraeuclidessantana 21 julho, 2013 às 7:49 pm

    Republicou isso em SUSCETÍVEL FEBRIL.

    Curtir

  3. Rodrigo 22 julho, 2013 às 2:03 pm

    Aproveitando a boa denúncia, busquei saber a quantas anda o processo sobre as causas e responsabilidades da cratera do Metrô de São Paulo. A notícia mais recente é a da condenação do Metrô e consórcio de construção a indenizar o INSS, em razão dos benefícios previdenciários pagos desde então (http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,metro-e-condenado-a-indenizar-inss-por-cratera-,824871,0.htm).
    Já o processo criminal, encontra-se paralisado desde 2010 (http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,justica-paralisa-acao-da-cratera-do-metro,529399,0.htm), salvo notícia mais nova e divergente.
    Prosseguindo, sugiro a leitura de denúncia contida na reportagem cujo link segue, sobre a situação contábil da Petrobras (http://blogskill.com.br/4-dedinhos-de-prosa-sobre-a-petrobras-uma-visao-contabil-economica-e-sobre-o-futuro/).
    Importa explicitar que não a indico buscando sombrear a denúncia contra o metrô e PSDB. Mas sim visando que todos respondam por atos que, ao final, eventualmente representem malversação de recursos públicos, dano ao erário, propina, corrupção etc.

    Curtir

  4. Pingback: VÍDEO: MÉTODOS DA DITADURA CONTRA MANIFESTANTES NO RIO | Educação Política

  5. Pingback: VÍDEO: MESTRES DO RENASCIMENTO ITALIANO | Educação Política

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: