Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Augusto de Campos destrói a Folha de S. Paulo: ‘Viva Dilma, vaia aos vips’

Publicando, a pedido de Augusto de Campos, carta ao jornal Folha de S.Paulo: “Prezados Senhores.
Esse jornal utilizou, em 14 de junho de 2014, com grande destaque, o poema VIVA VAIA, de minha autoria, (Continue lendo…)

4 Respostas para “Augusto de Campos destrói a Folha de S. Paulo: ‘Viva Dilma, vaia aos vips’

  1. Francisco Leal 17 junho, 2014 às 9:08 am

    Xingar. Esse fenômeno que faz até parte da cultura mal educada brasileira. E há o xingar autoridades como o fizeram com a Sra. Dilma, mãe, avó, idosa, presidente da República.
    Uma canalhice foi o que fizeram com a Sra. Dilma Rousseff. Uma canalhice orquestrada. Não por gente pobre, mas por pessoa que representam significante parcela do PIB nacional. Que não gostem dela, está bem, faz parte do jogo democrático. Ocorre que as ofensas, embora dirigidas a ela, atingiram o que ela representa: a presidência da República. Ela que foi eleita democraticamente e que, gostem ou não, merece respeito. E essa gentalha, que se manifestou no estádio com palavras de ordem do mais baixo calão, linguagem de baixo meretrício, fala dessa forma com seus pais, mães, esposas, maridos, noivas, filhos? Certamente que sim. Pois que este é o seu vocabulário e possivelmente que é assim que se relacionam entre si. Se se referem à maior autoridade do país, em público, durante um evento mundialmente televisionado e ao vivo dessa forma … São essas pessoas do mais baixo nível moral que se julga superior à Sra. Dilma Rousseff e lhe pretende tirar o cargo nas próximas eleições? Mas, e devemos nós entregar a direção do Brasil a uma gente que se conduz desse maneira? Eu não gostaria que os estrangeiros que presenciaram tamanha falta de educação pensasse que eu e milhões de brasileiros somos da mesma espécie. Houve quem a desagravasse. Diversos blogueiros, inclusive alguns que não morrem de amores pela Sra. Dilma solidarizaram-se com ela. A revista VEJA parece que gostou. Tanto que em sua newsletter desta semana afirmou: “Um consolo para Dilma: não veio do povo a retumbante e espontânea vaia que ela levou no jogo da abertura da Copa, na Arena Corinthians, em São Paulo. As 62.000 pessoas que assistiram a vitória de 3 a 1 do Brasil sobre a Croácia eram, majoritariamente, pessoas de classe média, pagadoras de ingressos, e convidados VIPs. Uma amostra viciada que invalidaria qualquer pesquisa eleitoral. Mas… “ Já são conhecidas as possições dessa revista portanto ignorêmo-la. Mas, como eu disse e a VEJA notou, são pessoas que representam significativo peso no PIB nacional e que não estão estão acostumadas a serem contrariadas. E quem mais tem contrariado os interesses das elites brasileiras, ultimamente? desnecessário dizer. Aí residem os “interesses ocultos” dessa minoria endinheirada e desbocada.

    Curtir

  2. Pingback: O dia em que Augusto vaiou a Folha | Ani Dabar

  3. Pingback: Viva Dilma, vaia aos vips | Ani Dabar

  4. marielfernandes 19 junho, 2014 às 12:31 pm

    De fato, o pessoal passou do limite. Não é incrível como a elite brasileira cresceu e agora lota os estádios?

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: