Categorias
O JORNALISMO

Pesquisadora desvenda o ‘ódiojornalismo’ nos textos da Veja e de Arnaldo Jabor

A Pesquisadora Ivana Bentes (foto), que é professora da linha de pesquisa Tecnologias da Comunicação e Estéticas do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), desvenda um novo  (Continue lendo…)

Por glaucocortez

Blog Educação Política

6 respostas em “Pesquisadora desvenda o ‘ódiojornalismo’ nos textos da Veja e de Arnaldo Jabor”

Sinceramente, um texto com um monte de blá blá blá político + blá blá blá acadêmico para justificar um discurso cretino de regulação da mídia. Sempre que alguém, ou grupo, se sentir ofendido com um texto jornalístico existe o direito de resposta, e se for mentira, ainda existe um processo civil e criminal. Até concordo que a Veja não seja uma boa revista, mas se ela tem que acabar, a Carta Capital tem que seguir o mesmo rumo. Ambas tem posições muito claras. Uma é oposição, outra é governo, e as duas tem direito de serem o que quiserem. Se não pode ser oposição, também não pode ser governo, e como não dá para ser imparcial, vai sobrar o que? Enfim, um discurso (texto) que se apropria e deturpa conceitos ligados a liberdade.

Curtido por 1 pessoa

Sinceramente, “blá blá blá político” é o máximo do blá blá blá político, que cospe o que não sabe e o mundo superficial do clichê “regulação da mídia”, como se fosse pecado fazer o que países um pouco mais civilizados como Argentina (vide educação de lá), Inglaterra e EUA fazem. Lá há regulação da mídia e não há censura. E mais, não existe direito de resposta no Brasil, informe-se, o STF derrubou. Antes de falar, devemos pelos menos saber do assunto. Não há legislação.

Curtir

Cara amiga, não disse nada sobre legislação até por que sei que ela não existe, porque não precisa……..como também sei que o PT e a Dilma obtiveram direito de resposta contra a Veja, além do histórico do Brizola contra a rede Globo, e mais alguns que poderíamos citar……Argentina e EUA não são exemplos a serem seguidos e muito menos mais civilizados…….não sei que parâmetros você usa para concluir isso……….quando falo de processo civil e criminal me refiro a calunia e difamação….e por aí vai…e para bom entendedor meia palavra basta…………esta estratégia de tentar desqualificar o interlocutor para invalidar a mensagem é o que chamaria de blá blá blá psudo-intelectual mau intencionado………não me venha com chorumelas………

Curtir

Comentários encerrados.