Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos de tags: aquecimento global

COP-16 COMEÇA MORNA EM CANCUN E APONTA PARA UM CENÁRIO PREOCUPANTE EM RELAÇÃO AOS PROBLEMAS AMBIENTAIS

A causa ambiental não pode esperar

Começou nesta segunda-feira, dia 29 de novembro, em Cancun, no México, a 16ª Conferência da Convenção sobre Mudanças Climáticas da ONU (COP-16). Este ano, ao contrário do ano passado, em que a Conferência aconteceu em Copenhague (Dinamarca), as discussões estão bastante frias, enquanto o clima mundial segue cada vez mais quente.

Um dos sinais desse esfriamento nas discussões está na pequena quantidade de líderes políticos que confirmaram participação no encontro esse ano. Além disso, tudo indica que algumas questões decisivas como desbloquear as discussões sobre a segunda fase do Protocolo de Kyoto não sairão do papel. Isso em razão do impasse entre países desenvolvidos e em desenvolvimento a respeito das metas de diminuição das emissões de CO² e demais gases do efeito estufa; e dos impactos provocados nas economias pela recente crise financeira mundial.

O fato é que enquanto as discussões apenas resvalam em protocolos, reuniões, metas e boas intenções, as mudanças climáticas vão se acelerando e se agravando a cada dia. Pesquisas já mostraram que 2010 é o ano mais quente da história e que a média das promessas de cada país no que diz respeito à redução de gases poluentes apontam uma redução nos próximos dez anos de 16% a 18%  em comparação com 1990. Índice tido como insuficiente pelo IPCC (Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas) para manter o aquecimento global sob controle (abaixo de dois graus celsius) em um nível que evite o acontecimento de catástrofes climáticas nos próximos anos.

A situação é preocupante e a vontade de resolver ou  fazer algo efetivo é bastante pequena. A impressão é que as questões climáticas que outrora estavam no centro de todas as discussões estão atualmente sendo deixadas em banho maria ou, pelo menos, não estão mais entre as preocupações dos líderes mundiais e da população de forma geral.

Aí mora o perigo. Não se pode confundir períodos de calmaria com uma situação de total estabilidade. Enquanto se acostuma com o calor e se acredita na imensidão do espaço e do tempo, a natureza prepara suas próximas surpresas e, neste momento, já será tarde demais para tomada de decisões. Um encontro como o de Cancun jamais poderia passar em branco como sendo apenas mais um dos milhares de eventos diplomáticos que ocorrem todo ano! Ele, assim como todas as reuniões destinadas a discutir a situação climática mundial, é carta decisiva no jogo entre progresso e equilíbrio ambiental e todos sabem que cartas decisivas não devem ser desperdiçadas.

Veja texto sobre o assunto publicado no site da Rede Brasil Atual.

Leia mais em Educação Política:

FALTA SANEAMENTO BÁSICO NO PAÍS DAS TVS E TELEFONES
CRESCE O NÚMERO DE CONFLITOS NO CAMPO PELO DIREITO À ÁGUA, DIZ PESQUISA DA CPT
VEJA O ÔNIBUS MOVIDO A HIDROGÊNIO DA COOPE E QUE COMEÇA A CIRCULAR NAS RUAS DO RIO DE JANEIRO ATÉ O FINAL DO ANO
CIDADES PODERIAM LUCRAR COM O LIXO, MAS PREFEREM TORRAR O DINHEIRO PÚBLICO COM CONTRATOS MILIONÁRIOS
%d blogueiros gostam disto: