Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos de tags: audiência

HILARIANTE: DESEMBARGADOR NARRA A PIOR AUDIÊNCIA DA SUA VIDA SOBRE UM PUM QUE RESULTOU EM PROCESSO

A pior audiência da minha vida…

Por Paulo Rangel Des. TJRJ
No Blog O Terror do Nordeste via Nassif

A pose do Supremo e o pum na audiência

A minha carreira de Promotor de Justiça foi pautada sempre pelo princípio da importância (inventei agora esse princípio), isto é, priorizava aquilo que realmente era significante diante da quantidade de fatos graves que ocorriam na Comarca em que trabalhava. Até porque eu era o único promotor da cidade e só havia um único juiz. Se nós fôssemos nos preocupar com furto de galinha do vizinho; briga no botequim de bêbado sem lesão grave e noivo que largou a noiva na porta da igreja nós não iríamos dar conta de tudo de mais importante que havia para fazer e como havia (crimes violentos, graves, como estupros, homicídios, roubos, etc).

Era simples. Não há outro meio de você conseguir fazer justiça se você não priorizar aquilo que, efetivamente, interessa à sociedade. Talvez esteja aí um dos males do Judiciário quando se trata de “emperramento da máquina judiciária”. Pois bem. O Procurador Geral de Justiça (Chefe do Ministério Público) da época me ligou e pediu para eu colaborar com uma colega da comarca vizinha que estava enrolada com os processos e audiências dela. Lá fui eu prestar solidariedade à colega.

Cheguei, me identifiquei a ela (não a conhecia) e combinamos que eu ficaria com os processos criminais e ela faria as audiências e os processos cíveis. Foi quando ela pediu para, naquele dia, eu fazer as audiências, aproveitando que já estava ali. Tudo bem. Fui à sala de audiências e me sentei no lugar reservado aos membros do Ministério Público: ao lado direito do juiz. E eis que veio a primeira audiência do dia: um crime de ato obsceno cuja lei diz:

Ato obsceno
Art. 233 – Praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público:
Pena – detenção, de três meses a um ano, ou multa. O detalhe era: qual foi o ato obsceno que o cidadão praticou para estar ali, sentado no banco dos réus? Para que o Estado movimentasse toda a sua estrutura burocrática para fazer valer a lei? Para que todo aquele dinheiro gasto com ar condicionado, luz, papel, salário do juiz, do promotor, do defensor, dos policiais que estão de plantão, dos oficiais de justiça e demais funcionários justificasse aquela audiência? Ele, literalmente, cometeu uma ventosidade intestinal em local público, ou em palavras mais populares, soltou um pum, dentro de uma agência bancária e o guarda de segurança que estava lá para tomar conta do patrimônio da empresa, incomodado, deu voz de prisão em flagrante ao cliente peidão porque entendeu que ele fez aquilo como forma de deboche da figura do segurança, de sua autoridade, ou seja, lá estava eu, assoberbado de trabalho na minha comarca, trabalhando com o princípio inventado agora da importância, tendo que fazer audiência por causa de um peidão e de um guarda que não tinha o que fazer. E mais grave ainda: de uma promotora e um juiz que acharam que isso fosse algo relevante que pudesse autorizar o Poder Judiciário a gastar rios de dinheiro com um processo para que aquele peidão, quando muito mal educado, pudesse ser punido nas “penas da lei”. Ponderei com o juiz que aquilo não seria um problema do Direito Penal, mas sim, quando muito, de saúde, de educação, de urbanidade, enfim… Ponderei, ponderei, mas bom senso não se compra na esquina, nem na padaria, não é mesmo? Não se aprende na faculdade. Ou você tem, ou não tem.

E nem o juiz, nem a promotora tinham ao permitir que um pum se transformasse num litígio a ser resolvido pelo Poder Judiciário.

Imagina se todo pum do mundo se transformasse num processo? O cheiro dos fóruns seria insuportável.

O problema é que a audiência foi feita e eu tive que ficar ali ouvindo tudo aquilo que, óbvio, passou a ser engraçado. Já que ali estava, eu iria me divertir.

Aprendi a me divertir com as coisas que não tem mais jeito. Aquela era uma delas. Afinal o que não tem remédio, remediado está.

O réu era um homem simples, humilde, mas do tipo forte, do campo, mas com idade avançada, aproximadamente, uns 70 anos.

Eis a audiência: Juiz – Consta aqui da denúncia oferecida pelo Ministério Público que o senhor no dia x, do mês e ano tal, a tantas horas, no bairro h, dentro da agência bancária Y, o senhor, com vontade livre e consciente de ultrajar o pudor público, praticou ventosidade intestinal, depois de olhar para o guarda de forma debochada, causando odor insuportável a todas as pessoas daquela agência bancária, fato, que, por si só, impediu que pessoas pudessem ficar na fila, passando o senhor a ser o primeiro da fila.

Esses fatos são verdadeiros?
Réu – Não entendi essa parte da ventosidade…. o que mesmo?
Juiz – Ventosidade intestinal.
Réu – Ah sim, ventosidade intestinal. Então, essa parte é que eu queria que o senhor me explicasse direitinho.
Juiz – Quem tem que me explicar aqui é o senhor que é réu. Não eu. Eu cobro explicações. E então.. São verdadeiros ou não os fatos?
O juiz se sentiu ameaçado em sua autoridade. Como se o réu estivesse desafiando o juiz e mandando ele se explicar. Não percebeu que, em verdade, o réu não estava entendendo nada do que ele estava dizendo.
Réu – O guarda estava lá, eu estava na agência, me lembro que ninguém mais ficou na fila, mas eu não roubei ventosidade de ninguém não senhor. Eu sou um homem honesto e trabalhador, doutor juiz “meretrício”.

Na altura da audiência eu já estava rindo por dentro porque era claro e óbvio que o homem por ser um homem simples ele não sabia o que era ventosidade intestinal e o juiz por pertencer a outra camada da sociedade não entendia algo óbvio: para o povo o que ele chamava de ventosidade intestinal aquele homem simples do povo chama de PEIDO. E mais: o juiz se ofendeu de ser chamado de meretrício. E continuou a audiência.

Juiz – Em primeiro lugar, eu não sou meretrício, mas sim meritíssimo. Em segundo, ninguém está dizendo que o senhor roubou no banco, mas que soltou uma ventosidade intestinal. O senhor está me entendendo?
Réu – Ahh, agora sim. Entendi sim. Pensei que o senhor estivesse me chamando de ladrão. Nunca roubei nada de ninguém. Sou trabalhador. Saiba mais

INCRÍVEL: EM PLENA CAMPANHA ELEITORAL, PSDB ASSUME QUE DESTRUIU A TV CULTURA

16 anos e uma constatação bombástica

Há 16 anos no comando da TV Cultura, o PSDB toma uma atitude corajosa e mostra que só fez a coisa errada na TV Cultura.

Em nota oficial publicada no site da emissora, o texto diz que a TV Cultura comandada pelo PSDB “perdeu audiência, qualidade e se tornou cara e ineficiente“.

Depois de 16 anos descobriram isso? Santo Deus!


Comunicado Oficial Fundação Padre Anchieta

04/08/2010 13h56m

Em face às recentes notícias publicadas sobre a TV Cultura, informamos que:

A TV Cultura é patrimônio querido dos paulistas e brasileiros, com um acervo de ótimos programas e vários artistas e jornalistas de sucesso que começaram aqui, mas que precisa se renovar. Perdeu audiência, qualidade e se tornou cara e ineficiente.(grifo meu)

Esta é a proposta de renovação que a Administração levará ao Conselho da Fundação Padre Anchieta: a revitalização dos programas admirados, a modernização dos processos administrativos, bem como dos equipamentos, e contando com os talentos que a emissora possui e com a contratação de novos apresentadores e jornalistas.

Veja a nota enquanto não tiram do site da TV Cultura

Leia mais em Educação Política:

FESTIVAL JOSÉ SERRA E OS JORNALISTAS: QUEM TEM CORAGEM DE ENTREVISTAR JOSÉ SERRA?
CORRIGINDO A MANCHETE DO ESTADÃO E DA FOLHA: PRESIDENTE DA SIP, ENTIDADE QUE APOIA DITADURAS, DIZ QUE LULA É UM FALSO DEMOCRATA
REVISTA VEJA SE INSPIRA NA DIREITA NORTE-AMERICANA, VEJA O NÍVEL DA BAIXARIA QUE ACONTECE POR LÁ
PSDB APARELHA A TV CULTURA HÁ 16 ANOS E O ÚLTIMO APARELHAMENTO FOI A RETIRADA DE HERÓDOTO BARBEIRO DO RODA VIVA

BLOG EDUCAÇÃO POLÍTICA GANHA 22 MIL POSIÇÕES EM UM MÊS E CRESCE 90% NO TRIMESTRE

Blog Educação Política ganhou 22 mil posições em um mês e cresceu 90% na média dos últimos três meses.

No dia 19 de outubro passado, demos um post aqui, em que mostrava a audiência do blog Conversa Afiada em relação à revista Veja. Aproveitamos para testar a audiência do Educação Política. Naquele dia, o blog estava na posição 114 mil no Brasil.

Hoje o blog Educação Política aparece na posição 92 mil e registra um crescimento de 90% nos últimos três meses.

Obrigado aos leitores e aos internautas que estão fazendo links  e compartilhando este blog.

Veja abaixo a imagem gerada pelo site Alexa

Entre o círculo vermelho o crescimento no trimestre

Leia mais em Educação Política:
MINISTRO DAS COMUNICAÇÕES HÉLIO COSTA E OPERADORAS DE TELEFONIA TENTAM MELAR PLANO DO GOVERNO DE LEVAR BANDA LARGA PARA TODOS OS BRASILEIROS
ESTUDANTES SE MOBILIZAM PARA QUE PARLAMENTARES NÃO TIREM O DINHEIRO DO PRÉ-SAL DA EDUCAÇÃO
BRASIL COLHE OS RESULTADOS DE 20 ANOS DE DEMOCRACIA
DEPUTADO ROBERTO MASSAFERA, DO PSDB DE ARARAQUARA, RESPONDE A INTERNAUTAS E TENTA INTIMIDAR BLOG EDUCAÇÃO POLÍTICA
CELSO AMORIM TIROU O BRASIL DA VASSALAGEM NAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS

BAND FICA PREOCUPADA COM A GRANDE PROPRIEDADE RURAL E PERDE ESPAÇO NA SUA GRANDE PROPRIEDADE MIDIÁTICA

A emissora Band dormiu no ponto e a Rede TV! ganhou audiência em horário nobre.

Band perde alguns hectares para a Rede TV!

Band perde alguns hectares para a Rede TV!

Enquanto a Band ficou preocupada em defender as grandes propriedades rurais improdutivas, com uma série de reportagens engajadas sobre o assunto, a Rede TV! ocupou o espaço de sua grande propriedade midiática e comeu sua audiência pela beirada.

Veja notícia divulgada pela Folha.

A audiência mensal da RedeTV! entre as 18h e a 0h superou a da Bandeirantes na média de outubro. Foi o primeiro mês em que isso aconteceu. A diferença é mínima e está dentro da margem de erro, mas a vantagem é inédita para a RedeTV!.
O Ibope registrou 3,5 pontos de audiência para a emissora de Alphaville na Grande São Paulo, contra 3,4 pontos da Band, sempre das 18h à 0h. Cada ponto equivale a 57 mil televisores ligados. Em janeiro, na mesma faixa de horário, a RedeTV! teve 2,8 e a Band, 3,7 pontos. (Folha)

Esse é mais um sintoma de que o excesso de ideologização da mídia pode ser prejudicial para os lucros da empresa.

Veja mais em Educação Política:
BAND ENTROU DE CABEÇA NA DEFESA DO LATIFÚNDIO E CANAL LIVRE SE TRANSFORMOU EM UM JORNAL DA TOSSE REMASTERIZADO
OPOSIÇÃO FECHA OS OLHOS PARA O PIOR DO GOVERNO LULA E CRITICA O QUE HÁ DE BOM; A OPOSIÇÃO NÃO ESTÁ SEM RUMO, ESTÁ SEM CHÃO
IMPRESSIONANTE: CREDIBILIDADE DA MÍDIA CAI QUASE 20 PONTOS PERCENTUAIS EM APENAS UM ANO, MOSTRA PESQUISA VOX POPULI/CRIP-UFMG
MINISTRO DAS COMUNICAÇÕES HÉLIO COSTA E OPERADORAS DE TELEFONIA TENTAM MELAR PLANO DO GOVERNO DE LEVAR BANDA LARGA PARA TODOS OS BRASILEIROS
GESTÃO DO PSDB NÃO CONSEGUE ADMINISTRAR BANCOS PÚBLICOS E O GOVERNO LULA É OBRIGADO A SOCORRER, COMO FEZ COM A NOSSA CAIXA

IBOPE AFIRMA QUE INTERNET ESTÁ DERRUBANDO TV ABERTA

Pesquisa do Ibope confirma uma tese que temos insistido, ou seja: os grandes perdedores com o acesso à Internet são as emissoras de TV. Pensava-se que os jornais sofreriam, que acabariam, mas na verdade são as TVs que devem ser as grandes perdedoras. Isso porque a banda larga finalmente traz uma concorrência no aspecto entretenimento. Mas não pense em uma derrocada da televisão. Ela vai continuar com importância econômica. Além disso, as emissoras também estabelecerão um plano estratégico para enfrentar a perda de audiência.

Mas a grande derrocada da televisão será no poder político da Rede Globo. As TVs abertas ainda têm grande força política, mas devem perder sua hegemonia. A reeleição de Lula mostrou, mesmo com toda a cobertura negativa da mídia no caso do mensalão, um sinal claro dessa queda política. Agora é ver para crer. Veja notícia abaixo.

Ibope apontou digitalização e Internet como causa de queda na audiência
Samuel Possebon – TelaViva News

A discussão ocorrida esta semana durante a ABTA 2008 sobre a queda de audiência nos canais de TV paga ainda promete novos capítulos. A Globosat, com base em estudos próprios, está convicta de que a queda se deveu à digitalização das redes e que o movimento terá sentido inverso a partir de agora. A Abril aposta que a Internet tem sido fator preponderante na perda de audiência e que é necessário uma melhora na qualidade da programação para segurar o telespectador.

Este noticiário apurou que, a pedido da ABTA, o Ibope já havia tentado entender o fenômeno, e o que o Ibope indicou (porque a resposta não é conclusiva) é que ambos podem estar certos. Segundo o relatório final encaminhado à ABTA, de abril deste ano, a digitalização das redes explica bem a queda de audiência nos canais pagos na cidade do Rio de Janeiro. O Rio, aliás, é onde a queda de audiência foi mais acentuada, e a cidade tem peso de 28% na amostra

QUEDA DE AUDIÊNCIA DA GLOBO VIRA PIADA

HUMOR DA BLOGOSFERA
É o humor que você não vê na grande mídia.

%d blogueiros gostam disto: