Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos de tags: caso Bruno

O CASO BRUNO NO CORDEL

O CASO ‘ELIZA SAMUDIO’
E O MACHISMO TOTAL

Por Salete Maria

O caso Eliza Samudio
Que tem chocado o Brasil
Emerge como prelúdio
De um grande desafio:
Exortar nossa Justiça
Pra deixar de ser omissa
Ante o machismo tão vil!

Trata-se de um momento
De grande reflexão
Pois não basta só lamento
Ou alguma oração
É hora de provocar
Propondo um outro olhar
Sobre processo e ação

Saiu na televisão
Rádio, internet e jornal
Notícia em primeira mão
Toda manchete é igual:
Ex-amante de goleiro
(Aquele cheio de dinheiro!)
Sumiu sem deixar sinal

Muita especulação
– discurso de autoridade-
Uns dizem que é armação
Outros dizem que é verdade
Polícia e delegacia
Justiça e promotoria:
Fogueira de vaidades!

Mei-mundo de advogados
Investigação global
Cada um no seu quadrado
Falando em todo canal
Subjacente a tudo
Um peixe muito graúdo:
Androcentrismo total!

A mídia fala em Bruno
Eliza e gravidez
Flamengo, orgia e fumo
-esta é a bola da vez!-
Tem muito ‘especialista’
Em busca de alguma pista
Pra ser o herói do mês

E a história se repetindo
Mudando apenas o nome
Outra mulher sucumbindo
Sob ameaça dum homem
Uma vida abreviada
Cuja morte anunciada
A estatística consome

Assim é a violência
Lançada sobre a mulher
Ela pede providência
E cara faz o que quer
Mas a Justiça, que é lerda,
Machista, ‘fazendo merda’
Vem com papo de mané

E oito meses depois
Da ‘denúncia’ inicial
Que é o feijão com arroz
Do distinto tribunal
Nadica de nada existe
Mas autoridade insiste
Que isto, sim, é normal

Leia mais em Educação Política:

DEPOIS DA GENIAL ‘INÚTIL’, SÍMBOLO DAS DIRETAS-JÁ, ULTRAJE A RIGOR VOLTA À CENA POLÍTICA COM ‘EU GOSTO DE MULHER’
A ARTE DO CONVENCIMENTO OU A FILOSOFIA DA COBERTURA POLÍTICA DA VELHA MÍDIA
VIOLENTAMENTE PACÍFICO, VÍDEO DE GABRIEL TEIXEIRA, MOSTRA O ABISMO ENTRE A POLÍTICA E A SOCIEDADE NA VOZ DE MC LEO CARLOS
DA SÉRIE OBRA-PRIMA: TODOS OS VERBOS, DE ZÉLIA DUNCAN, PORQUE AMAR É PROFUNDO…

HERANÇA DA TORTURA DA DITADURA MILITAR, QUE O STF LEGITIMOU, ESTÁ NA ESSÊNCIA DA CRUELDADE DA MORTE DE ELIZA SAMÚDIO

A trama cultural do assassinato de Eliza Samúdio

Nem em imagens fictícias dá para suportar a violência e a tortura?

O caso do goleiro Bruno do Flamengo trouxe à tona duas faces violentas da cultura brasileira: a primeira é a violência contra a mulher, herança da colonização, e a segunda, a tortura praticada por militares criminosos, herança da ditadura militar.

A essência dos requintes de crueldade do assassinato de Eliza Samúdio remetem à cultura da tortura e dos assassinatos nos porões da ditadura militar. Um policial treinado seria o suspeito da tortura e morte da jovem. Para o Supremo Tribunal Federal, em decisão recente, a tortura praticada por militares e as dezenas de assassinatos durante o regime militar estão perdoados.

O perdão aos torturadores e o perdão aos assassinos de mulheres estão expostos de forma mais evidente no caso do goleiro Bruno do Flamengo. É urgente e necessária uma política nacional de combate ao machismo e à tortura, ainda resistente no país.

Além dessas duas heranças, há também o mundo fútil da exploração do corpo presente muito presente na mídia de uma sociedade com excessiva concentração de renda. A história do crime nos remete à toda uma prática social aceita, que é a valorização excessiva dos atributos do corpo como forma de se dar bem na vida em uma sociedade de pobres e milionários. Há uma desigualdade social difícil de combater que parece estar presente na trama do Caso Bruno.

Beleza, corpo, desigualdade social, machismo, tortura e ditadura militar parecem compor esse quadro macabro do assassinato de Eliza Samúdio.

Leia mais em Educação Política:

O CASO DO GOLEIRO BRUNO DO FLAMENGO É SÓ UMA PONTA DO ICEBERG DA VIOLÊNCIA CULTURAL CONTRA A MULHER
HERANÇA DA DITADURA, TORTURA PRATICADA POR POLICIAIS É LEGITIMADA PELO SUPREMO

“VOTE NO DEPUTADO DA MOTOSSERRA”: URNA PARA PRESIDIÁRIO É A COISA MAIS ESTÚPIDA QUE A DEMOCRACIA PODE FAZER

GILMAR MENDES: UMA DAS PIORES HERANÇAS DO PSDB PORQUE É UM LEGADO NA CÚPULA DO PODER JUDICIÁRIO E VITALÍCIO

O CASO DO GOLEIRO BRUNO DO FLAMENGO É SÓ UMA PONTA DO ICEBERG DA VIOLÊNCIA CULTURAL CONTRA A MULHER

O caso do goleiro Bruno do Flamengo e seu possível envolvimento na morte de Eliza Samudio é apenas um pequeno detalhe da violência contra a mulher. Os números são assustadores e frequentes em todas as classes sociais. É um problema cultural e cada vez mais difícil de resolver. “Em dez anos, dez mulheres foram assassinadas por dia no Brasil, média que fica acima do padrão internacional. A motivação geralmente é passional. Estes são alguns dos resultados do estudo intitulado Mapa da Violência no Brasil 2010, realizado pelo Instituto Zangari, com base no banco de dados do Sistema Único de Saúde (DataSUS)”, diz reportgem do Estadão.

A Lei Maria da Penha tem ajudado, mas é preciso ter algo mais contundente, que obrigue a convocação do agressor em caso de ameaça, que obrigue as delegacias a tomarem todas as providências necessárias.

Veja trecho de um texto recentemente publicado na Carta Maior. Saiba mais

%d blogueiros gostam disto: