Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos de tags: cassação

PCdoB SE APROXIMOU DE KÁTIA ABREU, GILBERTO KASSAB E AGORA É O ÚNICO A VOTAR CONTRA A CASSAÇÃO DO PREFEITO DE CAMPINAS, DR. HÉLIO

PCdoB foi o único partido contra o impeachment do Dr. Hélio

O PCdoB parece que está sendo consumido pelo pragmatismo e pela dificuldade de se desprender do poder.

No último ano, o partido que sempre teve uma postura avançada em várias questões sociais e políticas parece sucumbir ao jogo político.

Primeiro foi o Código Florestal de Aldo Rebelo, que fechou questão com os ruralistas e foi difícil conseguir alguns avanços e proteção ao meio ambiente. Aldo dizia que Kátia Abreu (Veja a reforma agrária da Kátia) é confiável.

Depois veio a associação com Gilberto Kassab, em São Paulo. Não precisa dizer mais nada.

Agora, Sérgio Benassi, vereador do PCdoB de Campinas, foi o único voto em favor do DR. Hélio, ou seja, contra a punição política à quadrilha do Mato Grosso que se instalou em Campinas com o governo atual.

Só falta defender a ditadura, mas não vai ser do proletariado….

Leia mais em Educação Política:

DIA 9 DE DEZEMBRO CONTRA A CORRUPÇÃO E SEM MORALISMO: NO BRASIL TEM MOBILIZAÇÃO CONTRA TUDO, MENOS CONTRA A CORRUPÇÃO
IRONIAS DA VIDA: RACISTAS DE SÃO PAULO DEVERIAM AGRADECER AO EX-PRESIDENTE LULA, O NORDESTINO
LINDA ENTREVISTA DE EDUARDO GALEANO PARA OS INDIGNADOS: O MUNDO ESTÁ GESTANDO UM MUNDO MELHOR
A MICROFÍSICA DO CORONELISMO: A PREPOTÊNCIA POLÍTICA PRESENTE NA REVISTA VEJA CONTAMINOU A SOCIEDADE BRASILEIRA

GOVERNADOR DO PSDB, CÁSSIO CUNHA LIMA, É CASSADO POR COMPRA DE VOTOS

Por unanimidade, TSE cassa mandatos do governador e do vice-governador da Paraíba

RENATA GIRALDI
da Folha Online, em Brasília

Por unanimidade, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aprovou nesta quinta-feira a cassação dos mandatos do governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB), e de seu vice José Lacerda Neto (DEM). Ambos são acusados de utilizar programas sociais para a distribuição irregular de dinheiro, via cheques, em um processo denominado Caso Fac (Fundação de Ação Comunitária).

O presidente do TSE, Carlos Ayres Britto, disse que a decisão deverá ser cumprida a partir da publicação do acórdão e cassada também a decisão liminar –que mantém Cunha Lima e Lacerda Neto nos cargos.

Cunha Lima e Lacerda Neto podem ainda recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra a decisão. Nesta quinta-feira foi julgado o recurso ingressado pela defesa que tentou garantir a manutenção dos mandatos de ambos, sem risco de cassação. O recurso foi julgado ontem.

Inicialmente, o ministro-relator do processo, Eros Grau, recomendou pela rejeição das sete questões preliminares –levantadas pela defesa– considerando-as improcedentes. Depois, votou pela cassação dos mandatos de Cunha Lima e Lacerda Neto.

“Não há dúvidas por parte do governador a distribuição de cheques”, afirmou o relator. “Há largo abuso do poder político com conteúdo econômico”, disse. “Uma das testemunhas disse que recebeu um cheque e uma mensagem: “Esse é um presente do governador, lembre-se dele. Com os cumprimentos, Cássio Cunha Lima, governador”, afirmou o ministro.

Segundo o ministro Joaquim Barbosa, alguns dados contidos no processo são “estarrecedores”. Para ele, era fundamental cassar a liminar –que assegura a manutenção de Cunha Lima e Lacerda Neto atualmente nos cargos.(Texto Completo/ Folha On line)

%d blogueiros gostam disto: